UOL Notícias Fotos

Pavilhão do presídio Nelson Hungria vira modelo no complexo de Bangu (RJ)

Pavilhão do presídio Nelson Hungria vira modelo no complexo de Bangu (RJ)

19/05/2011

Informações sobre o álbums
  • editoria:Geral
  • galeria: Pavilhão do presídio Nelson Hungria vira modelo no complexo de Bangu (RJ)
  • link: http://noticias.uol.com.br/album/110519presidiofemininorj_album.jhtm
  • totalImagens: 19
  • fotoInicial: 19
  • imagePath: http://n.i.uol.com.br/ultnot/album/
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20110519205059
    • Rio de Janeiro [5108];
    • Penitenciária [34914];
Fotos
A diretora da penitenciária Nelson Hungria, no complexo de Bangu, no Rio de Janeiro, Gabriela Rosa Maia, conversa com as presidiárias. No cargo há dois anos, Gabriela apresentou um projeto para melhorar a autoestima das detentas e promover a reintegração social Vanderlei Alemeida/AFP Mais
A diretora da penitenciária Nelson Hungria, no complexo de Bangu, no Rio de Janeiro, Gabriela Rosa Maia, conversa com as presidiárias. No cargo há dois anos, Gabriela apresentou um projeto para melhorar a autoestima das detentas e promover a reintegração social Vanderlei Alemeida/AFP Mais
Detentas na penitenciária Nelson Hungria, no complexo de Bangu, no Rio de Janeiro. A diretora do presídio, Gabriela Rosa Maia, no cargo há dois anos, apresentou um projeto para melhorar a autoestima das detentas e promover a reintegração social Vanderlei Alemeida/AFP Mais
Detentas têm aula na penitenciária Nelson Hungria, no complexo de Bangu, no Rio de Janeiro. A diretora do presídio, Gabriela Rosa Maia, no cargo há dois anos, apresentou um projeto para melhorar a autoestima das detentas e promover a reintegração social Vanderlei Alemeida/AFP Mais
Detentas durante oficina de costura na penitenciária Nelson Hungria, no complexo de Bangu, no Rio de Janeiro. A diretora do presídio, Gabriela Rosa Maia, no cargo há dois anos, apresentou um projeto para melhorar a autoestima das detentas e promover a reintegração social Vanderlei Alemeida/AFP Mais
Parte interna do presídio feminino Nelson Hungria, no complexo de Bangu,no Rio de Janeiro. A diretora do presídio, Gabriela Rosa Maia, no cargo há dois anos, apresentou um projeto para melhorar a autoestima das detentas e promover a reintegração social Vanderlei Alemeida/AFP Mais
Na padaria do presídio, Marly dos Anjos molda a massa. Ela já cumpriu dois anos dos seis a que foi condenada. A ex-costureira agora quer seguir a profissão que aprendeu no presídio Vanderlei Alemeida/AFP Mais
Detentas em sessão de cinema no presídio feminino Nelson Hungria, no complexo de Bangu, no Rio de Janeiro. A diretora do presídio, Gabriela Rosa Maia, no cargo há dois anos, apresentou um projeto para melhorar a autoestima das detentas e promover a reintegração social Vanderlei Alemeida/AFP Mais
Médico atende detenta no presídio feminino Nelson Hungria, no complexo de Bangu, no Rio de Janeiro. A diretora do presídio, Gabriela Rosa Maia, no cargo há dois anos, apresentou um projeto para melhorar a autoestima das detentas e promover a reintegração social Vanderlei Alemeida/AFP Mais
Escola do presídio feminino Nelson Hungria, no complexo de Bangu, no Rio de Janeiro. A diretora do presídio, Gabriela Rosa Maia, no cargo há dois anos, apresentou um projeto para melhorar a autoestima das detentas e promover a reintegração social Vanderlei Alemeida/AFP Mais
Sala com livros e computadores no presídio feminino Nelson Hungria, no complexo de Bangu, no Rio de Janeiro. A diretora do presídio, Gabriela Rosa Maia, no cargo há dois anos, apresentou um projeto para melhorar a autoestima das detentas e promover a reintegração social Vanderlei Alemeida/AFP Mais
Detenta costura no presídio feminino Nelson Hungria, no complexo de Bangu, no Rio de Janeiro. A diretora do presídio, Gabriela Rosa Maia, no cargo há dois anos, apresentou um projeto para melhorar a autoestima das detentas e promover a reintegração social Vanderlei Alemeida/AFP Mais
Na padaria do presídio, Marly dos Anjos molda a massa na penitenciária Nelson Hungria, no Rio de Janeiro. Ela já cumpriu dois anos dos seis a que foi condenada. A ex-costureira agora quer seguir a profissão que aprendeu no presídio Vanderlei Alemeida/AFP Mais
Carceragem do presídio feminino Nelson Hungria, no complexo de Bangu, no Rio de Janeiro. A diretora do presídio, Gabriela Rosa Maia, no cargo há dois anos, apresentou um projeto para melhorar a autoestima das detentas e promover a reintegração social Vanderlei Alemeida/AFP Mais
Carceragem do presídio feminino Nelson Hungria, no complexo de Bangu, no Rio de Janeiro. A diretora do presídio, Gabriela Rosa Maia, no cargo há dois anos, apresentou um projeto para melhorar a autoestima das detentas e promover a reintegração social Vanderlei Alemeida/AFP Mais
Carceragem do presídio feminino Nelson Hungria, no complexo de Bangu, no Rio de Janeiro. A diretora do presídio, Gabriela Rosa Maia, no cargo há dois anos, apresentou um projeto para melhorar a autoestima das detentas e promover a reintegração social Vanderlei Alemeida/AFP Mais
A diretora da penitenciária Nelson Hungria, no complexo de Bangu, no Rio de Janeiro, Gabriela Rosa Maia, conversa com as presidiárias. No cargo há dois anos, Gabriela apresentou um projeto para melhorar a autoestima das detentas e promover a reintegração social Vanderlei Alemeida/AFP Mais
A diretora da penitenciária Nelson Hungria, no complexo de Bangu, no Rio de Janeiro, Gabriela Rosa Maia, conversa com as presidiárias. No cargo há dois anos, Gabriela apresentou um projeto para melhorar a autoestima das detentas e promover a reintegração social Vanderlei Alemeida/AFP Mais
A diretora da penitenciária Nelson Hungria, no complexo de Bangu, no Rio de Janeiro, Gabriela Rosa Maia, conversa com as presidiárias. No cargo há dois anos, Gabriela apresentou um projeto para melhorar a autoestima das detentas e promover a reintegração social Vanderlei Alemeida/AFP Mais

Últimos álbuns publicados

Hospedagem: UOL Host