Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.uol.com.br/album/2012/03/19/tiroteio-em-frente-a-escola-na-franca.htm
  • totalImagens: 72
  • fotoInicial: 63
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos: direita
  • timestamp: 20120319073322
    • tiroteio [29144]; Atentados terroristas [9365];
    • tiroteio [29144]; Atentados terroristas [9365];
    • França [5639];
    • aplicativo notícias [55626];
Fotos
Policiais e equipes de socorro prestam atendimento nesta segunda-feira (19) às vítimas de um tiroteio em uma escola judaica em bairro residencial da cidade de Toulouse, no sudoeste da França. Um homem que circulava de moto preta abriu fogo contra pais e alunos, segundo testemunhas Eric Cabanis/AFP Mais
Policiais fazem perícia nesta segunda-feira (19) em frente ao colégio Ozar Hatorá, em Toulouse, no sudoeste da França, onde um homem que circulava de moto abriu fogo contra pais e alunos. Ao menos quatro pessoas (crianças incluídas) morreram Eric Cabanis/AFP Mais
Policiais trabalham nesta segunda-feira (19) em frente ao colégio judaico Ozar Hatorá, em Toulouse, no sudoeste da França. Um homem que circulava de moto abriu fogo contra pais e alunos Eric Cabanis/AFP Mais
Agentes policiais fazem trabalhos de perícia nesta segunda-feira (19) em frente ao colégio Ozar Hatorá, em Toulouse, no sudoeste da França. Um homem que circulava de moto abriu fogo contra pais e alunos Eric Cabanis/AFP Mais
Parentes e amigos de vítimas de tiroteio em frente ao colégio judaico Ozar Hatorá, em Toulouse, no sudoeste da França, chegam ao local nesta segunda-feira (19) Eric Cabanis/AFP Mais
Homens confortam estudante do colégio judaico Ozar Hatorá, em Toulouse, no sudoeste da França, onde um homem que circulava de moto preta abriu fogo nesta segunda-feira (19) contra pais e alunos Remy Gabalda/AFP Mais
Parentes e amigos de vítimas de tiroteio em frente ao colégio judaico Ozar Hatorá, em Toulouse, no sudoeste da França, chegam ao local nesta segunda-feira (19). O presidente francês, Nicolas Sarkozy, declarou que o tiroteio é uma tragédia nacional e prometeu achar o autor do ataque Remy Gabalda/AFP Mais
O presidente francês e candidato à reeleição, Nicolas Sarkozy (centro), diz nesta segunda-feira (19) no colégio judaico Ozar Hatorá, em Toulouse, no sudoeste da França, que o tiroteio que deixou ao menos quatro mortos (sendo três crianças) é uma tragédia nacional e prometeu achar o autor do ataque Eric Cabanis/AFP Mais
O presidente francês e candidato à reeleição, Nicolas Sarkozy (centro), visita nesta segunda-feira (19) o colégio judaico Ozar Hatorá acompanhado do ministro da Educação, Luc Chatel (à esq. de Sarkozy), e cumprimenta o prefeito de Toulouse, Pierre Cohen. Um homem que circulava de moto abriu fogo contra pais e alunos da escola Eric Cabanis/AFP Mais
Mulher conforta jovem perto do colégio judaico Ozar Hatorá, em Toulouse, no sudoeste da França, onde um homem que circulava de moto preta abriu fogo nesta segunda-feira (19) matando ao menos quatro pessoas (sendo três crianças) Remy Gabalda/AFP Mais
Parentes das vítimas do tiroteio deixam nesta segunda-feira (19) o colégio judaico Ozar Hatorá, em Toulouse, no sudoeste da França Jean-Philippe Arles/Reuters Mais
Parentes e amigos de vítimas de tiroteio em frente ao colégio judaico Ozar Hatorá, em Toulouse, no sudoeste da França, chegam ao local nesta segunda-feira (19) Eric Cabanis/AFP Mais
Parentes e amigos de vítimas de tiroteio em frente ao colégio judaico Ozar Hatorá, em Toulouse, no sudoeste da França, deixam o local nesta segunda-feira (19) Jean-Philippe Arles/Reuters Mais
Homem conforta estudante do colégio judaico Ozar Hatorá, em Toulouse, no sudoeste da França, onde um homem que circulava de moto preta abriu fogo nesta segunda-feira (19) contra pais e alunos Jean-Philippe Arles/Reuters Mais
Parentes e amigos de vítimas de tiroteio em frente ao colégio judaico Ozar Hatorá, em Toulouse, na França, deixam o local nesta segunda-feira (19) Jean-Philippe Arles/Reuters Mais
Policiais realizam investigação pericial nesta segunda-feira (19) em frente ao colégio Ozar Hatorá, em Toulouse, na França. Um homem que circulava de moto preta abriu fogo contra pais e alunos, segundo testemunhas Jean-Philippe Arles/Reuters Mais
Ministro do Interior da França, Claude Gueant (à esq.), responde a perguntas de jornalistas, nesta segunda-feira (19), no colégio judaico Ozar Hatorá, em Toulouse, acompanhado do grande rabino do país, Gilles Bernheim Remy Gabalda/AFP Mais
Foto de arquivo pessoal tirada em Jerusalém, em Israel, mostra Jonathan Sandler, um dos mortos do tiroteio nesta segunda-feira (19) em frente ao colégio judaico Ozar Hatorá, em Toulouse, no sudoeste da França Arquivo pessoal/AFP Mais
François Hollande, candidato do Partido Socialista para as eleições presidenciais da França, responde a perguntas de jornalistas nesta segunda-feira (19) em frente ao colégio judaico Ozar Hatorá, em Toulouse Pascal Guyot/AFP Mais
François Hollande, candidato do Partido Socialista para as eleições presidenciais da França, cumprimenta nesta segunda-feira (19) parentes de vítimas de tiroteio em frente ao colégio judaico Ozar Hatorá, em Toulouse, no sudoeste do país Pascal Guyot/AFP Mais
Polícia francesa reforça proteção a um jardim de infância judaico em Paris, nesta segunda-feira (19), como medida de segurança após o tiroteio em frente ao colégio judaico Ozar Hatorá, em Toulouse Kenzo Tribouillard/AFP Mais
O mesmo tipo de arma de calibre 11,43 mm, como o modelo Colt .45, foi usado no ataque desta segunda-feira (19) contra pais e alunos do colégio judaico Ozar Hatorá, em Toulouse, na França, e em assassinatos de militares dias antes na mesma região Lionel Bonaventure/AFP Mais
Acompanhado da esposa, Carla Bruni, o presidente da França Nicolas Sarkozy participa de ofício religioso na Sinagoga de Nazaré em memória aos judeus assassinados na escola de Toulouse, em Paris, nesta segunda-feira (19). Segundo ele, o atirador da escola é o mesmo que matou soldados na semana passada, aparentemente motivado por racismo Christophone Karaba/EFE Mais
Homem coloca urso de pelúcia e desenho em um santuário improvisado em frente a escola judaica Ozar Hatorah, em Toulouse, sudoeste da França, nesta segunda-feira (19). Um homem que circulava de moto preta abriu fogo contra pais e alunos na escola, matando quatro pessoas. Segundo o presidente da França, Nicolas Sarkozy, o atirador é o mesmo que matou soldados na semana passada, aparentemente motivado por racismo Remy de la Mauviniere/AP Mais
Homem participa de marcha silenciosa em homenagem às vítimas do tiroteio em frente ao colégio judaico Ozar Hatorá, em Toulouse, na França, nesta segunda-feira (19). Segundo o presidente da França, Nicolas Sarkozy, o atirador é o mesmo que matou soldados na semana passada, aparentemente motivado por racismo Thibault Camus/AP Mais
Manifestantes acendem velas durante marcha silenciosa em homenagem às vítimas do tiroteio em frente ao colégio judaico Ozar Hatorá, em Toulouse, na França, nesta segunda-feira (19). Segundo o presidente da França, Nicolas Sarkozy, o atirador é o mesmo que matou soldados na semana passada, aparentemente motivado por racismo Lionel Bonaventure/AFP Mais
Manifestantes acendem velas durante marcha silenciosa em homenagem às vítimas do tiroteio em frente ao colégio judaico Ozar Hatorá, em Toulouse, na França, nesta segunda-feira (19). Segundo o presidente da França, Nicolas Sarkozy, o atirador é o mesmo que matou soldados na semana passada, aparentemente motivado por racismo Kenzo Tribouillard/AFP Mais
Manifestantes participam de marcha silenciosa em homenagem às vítimas do tiroteio em frente ao colégio judaico Ozar Hatorá, em Toulouse, na França. Segundo o presidente Nicolas Sarkozy, o atirador da escola é o mesmo que matou três soldados na semana passada, aparentemente motivado por racismo Ian Langsdon/EFE Mais
20.mar.2012 - Crianças dedicam um minuto de silêncio nesta terça-feira (20), na escola judaica Kerem Menahen, em Nice, na França, às vítimas do tiroteio desta segunda-feira (19) em frente ao colégio Ozar Hatorá, em Toulouse Eric Gaillard/Reuters Mais
20.mar.2012 - Mãe consola filho nesta terça-feira (20), no colégio judaico Ozar Hatorá, em Toulouse, na França, durante minuto de silêncio dedicado às vitimas do tiroteio desta segunda-feira (19) Yoan Valat/EFE Mais
20.mar.2012 - O presidente francês e candidato à reeleição, Nicolas Sarkozy (à esq.), e o ministro da Educação, Luc Chatel, dedicam um minuto de silêncio nesta terça-feira (20), em Paris, às vitimas do tiroteio desta segunda-feira (19) no colégio judaico Ozar Hatorá, em Toulouse Jacques Brinon Pool/AP Mais
21.mar.2012 - Voluntários carregam um dos caixões com vítimas de massacre em escolar francesa do avião para uma van no Aeroporto de Ben Gurion, em Tel Aviv, em Israel. O avião que transportava os corpos das quatro vítimas chegou na manhã desta quarta-feira (21) na cidade Shuki Lerer/Reuters Mais
21.mar.2012 - Voluntários carregam o corpo de Rabbi Jonathan Sandler, 30, que chegou ao aeroporto internacional de Jerusalém com os corpos de seus filhos Arieh, 5, e Gabriel, 4, e da garota Miriam Monsonego, 7, para o funeral. Eles morreram durante tiroteio em escola judia de Toulouse, na França Ahmad Gharabli/AFP Mais
21.mar.2012 - Voluntários preparam os corpos de Rabbi Jonathan Sandler, 30, de seus filhos Arieh, 5, e Gabriel, 4, e da garota Miriam Monsonego, 7, para o funeral. Eles morreram durante tiroteio em escola judia de Toulouse, na França Ohad Zwigenberg/AFP Mais
21.mar.2012 - Voluntários preparam os caixões de Rabbi Jonathan Sandler, 30, de seus filhos Arieh, 5, e Gabriel, 4, e da garota Miriam Monsonego, 7, para o funeral. Eles morreram durante tiroteio em escola judia de Toulouse, na França Ohad Zwigenberg/AFP Mais
21.mar.2012 - O presidente francês, Nicolas Sarkozy, disse hoje que no palácio de Elysee, em Paris, que a França não deve ceder ao desejo de vingança ou à discriminação por causa das mortes de um rabino e de três crianças em uma escola judaica em Toulouse Francois Mori/Reuters Mais
21.mar.2012 - Voluntários preparam os caixões de Rabbi Jonathan Sandler, 30, de seus filhos Arieh, 5, e Gabriel, 4, e da garota Miriam Monsonego, 7, para o funeral. Eles morreram durante tiroteio em escola judia de Toulouse, na França Oded Balilty/AP Mais
21.mar.2012 - Voluntários preparam os caixões de Rabbi Jonathan Sandler, 30, de seus filhos Arieh, 5, e Gabriel, 4, e da garota Miriam Monsonego, 7, para o funeral. Eles morreram durante tiroteio em escola judia de Toulouse, na França Shuki Lerer/Zaka/AFP Mais
21.mar.2012 - Voluntários carregam os caixões de Rabbi Jonathan Sandler, 30, de seus filhos Arieh, 5, e Gabriel, 4, e da garota Miriam Monsonego, 7, para o funeral. Eles morreram durante tiroteio em escola judia de Toulouse, na França Shuki Lerer/Zaka/AFP Mais
21.mar.2012 - Voluntários carregam os caixões de Rabbi Jonathan Sandler, 30, de seus filhos Arieh, 5, e Gabriel, 4, e da garota Miriam Monsonego, 7, para o funeral. Eles morreram durante tiroteio em escola judia de Toulouse, na França Shuki Lerer/Zaka/AFP Mais
21.mar.2012 - Voluntários, ao lado dos ministro de relações exteriores de Israel, Danny Ayalon (terceiro a partir da esquerda) e o ministro francês, Alain Juppe (segundo a partir da direita), rezam nos caixões de Rabbi Jonathan Sandler, 30, de seus filhos Arieh, 5, e Gabriel, 4, e da garota Miriam Monsonego, 7, para o funeral. Eles morreram durante tiroteio em escola judia de Toulouse, na França Shuki Lerer/Zaka/AFP Mais
21.mar.2012 - Rua onde fica o prédio de cinco andares, no qual permanece o suposto assassino de Toulouse, no sul da França, é tomada pela polícia. O edifício também foi esvaziado depois de os moradores serem obrigados a permanecer no mesmo durante a noite, por razões de segurança Jean-Philippe Arles/Reuters Mais
21.mar.2012 - Rua onde fica o prédio de cinco andares, no qual permanece o suposto assassino de Toulouse, no sul da França, é tomada pela polícia. O edifício também foi esvaziado depois de os moradores serem obrigados a permanecer no mesmo durante a noite, por razões de segurança Remy Gabalda/AFP Mais
21.mar.2012 - Rua onde fica o prédio de cinco andares, no qual permanece o suposto assassino de Toulouse, no sul da França, é tomada pela polícia. O edifício também foi esvaziado depois de os moradores serem obrigados a permanecer no mesmo durante a noite, por razões de segurança Remy Gabalda/AFP Mais
21.mar.2012 - Vizinha observa cena durante incursão em uma casa para prender o suposto atirador que matou três crianças e um rabino em escola de Toulouse, na França Jean-Philippe Arles/Reuters Mais
21.mar.2012 - Caroline (à dir.), grávida do soldado paraquedista Abel Chennouf, chora e é consolada durante o funeral dele em frente à catedral de Montauban, no sul da França. Uma homenagem foi realizada hoje a três militares franceses mortos em um ataque na última semana, entre eles Abel Pascal Pavani/AFP Mais
21.mar.2012 - Paraquedistas carregam o caixão com o corpo do colega Abel Chennouf durante funeral em frente à catedral de Montauban, no sul da França. Uma homenagem foi realizada hoje a três militares franceses mortos em um ataque na última semana, entre eles Abel Pascal Pavani/AFP Mais
21.mar.2012 - Vídeo publicado nesta quarta-feira (21) por uma televisão francesa mostra imagem de suspeito de tiroteio em frente ao colégio judaico Ozar Hatorá, em Toulouse, na França, que causou a morte de algumas pessoas, entre elas três crianças. Policiais acreditam que ele tenha envolvimento com a rede Al-Qaeda France 2/AP Mais
21.mar.2012 - Membros das forças especiais da polícia francesa se preparam na noite desta quarta-feira para possível invasão na casa de Mohamed Merah, 23, que é suspeito dos assassinatos na escola judaica em Toulouse, na França EFE Mais
22.mar.2012 - O ministro do Interior francês, Claude Guéant, disse nesta quinta-feira (22) que, durante a noite, não foi possível estabelecer contato com o suposto assassino de sete pessoas em Toulouse e na região nos últimos dias, e, por isso não pode afirmar se ele ainda está vivo AFP Mais
22.mar.2012 - Policial de forças especiais de segurança acompanha mulher e crianças nesta quinta-feira durante cerco a Mohamed Merah, 23, que é suspeito dos assassinatos na escola judaica em Toulouse, na França Philippe Desmazes/AFP Mais
22.mar.2012 - Jornalistas aguardam negociações entre policiais e bombeiros e o suspeito de ser o atirador de uma escola em Toulouse, na França. A polícia francesa afirmou na manhã de hoje que o suspeito está morto Lionel Bonaventure/AFP Mais
22.mar.2012 - Policiais e bobmeiros continuam negociando com Mohamed Merah, possível atirador de escola na França, que matou três crianças e um rabino em Toulouse. A polícia francesa afirmou na manhã de hoje que o suspeito está morto Lionel Bonaventure/AFP Mais
22.mar.2012 - O ministro do Interior da França, Claude Guéant (no centro), disse que o jovem Mohamed Merah, suspeito de ser o atirador que matou três crianças e um rabino em uma escola local, morreu ao pular da janela do apartamento em que estava, assim que a polícia invadiu o local, em bairro residencial de Toulouse, na França Lionel Bonaventure/AFP Mais
22.mar.2012 - O ministro do Interior da França, Claude Guéant (no centro), vai em direção aos jornalistas aos jornalistas de plantão no bairro residencial de Toulouse, na França, onde morava o jovem Mohamed Merah, suspeito de ser o atirador que matou três crianças e um rabino em uma escola local. Géant disse que Merah morreu ao pular da janela do apartamento em que estava, assim que a polícia invadiu o local Philippe Demazes/AFP Mais
22.mar.2012 - Ambulância chega a bairro residencial de Toulouse, na França, onde foi morto o jovem Mohamed Merah, suspeito de ser o atirador que matou três crianças e um rabino em uma escola local. O ministro do Interior da França, Claude Guéant, disse que Merah morreu ao pular da janela do apartamento em que estava, assim que a polícia invadiu o local Guillaume Horcajuelo/EFE Mais
22.mar.2012 - Tv francesa mostra imagem de Mohamed Merah, suposto atirador que matou três crianças e um rabino em escola de Toulouse, na França. Ele morreu ao pular da janela de um apartamento, assim que a polícia invadiu o local nesta manhã, em bairro residencial de Toulouse France 2/AP Mais
22.mar.2012 - O presidente francês, Nicolas Sarkozy, faz pronunciamento oficial em TV da França sobre a morte do suposto atirador, Mohamed Merah, que teria matado três crianças e um rabino em escola de Toulouse, na França. Ele morreu ao pular da janela de um apartamento, assim que a polícia invadiu o local nesta manhã, em bairro residencial de Toulouse France 2/AFP Mais
22.mar.2012 - Forças especiais da polícia francesa deixam a área em Toulouse, na França, onde morava Mohamed Merah, 23, morto nesta quinta após mais de 32 horas de cerco à casa dele Bob Edme/AP Mais
22.mar.2012 - Integrante do RAID (à dir.), força especial da polícia francesa, cumprimenta paraquedista após deixar a área em Toulouse, na França, onde morava Mohamed Merah, 23, morto nesta quinta após mais de 32 horas de cerco à casa dele Remy Gabalda/AFP Mais
22.mar.2012 - Colegas de Mohammed Legouade, paraquedista do 17º regimento morto por Mohamed Merah no último dia 15, participam do funeral do soldado em Lyon, sudeste da França. Merah foi morto nesta quinta por força especiais da polícia francesa Philippe Merle/AFP Mais
23.mar.2012 - Foto desta sexta-feira (23) mostra marcas de disparos em janela pela qual Mohamed Merah, o assassino confesso de Toulouse, na França, teria saltado disparando, no momento da invasão policial ao apartamento em que morava. Segundo o governo francês, não havia nenhum elemento que permitisse prender Merah, antes da ação dele na escola judaica Jean-Paul Pelissier/Reuters Mais
23.mar.2012 - Policial aparece nesta sexta-feira (23) na janela do apartamento de Mohamed Merah, o assassino confesso de Toulouse, na França. Merah teria tentado fugir pela janela, mas acabou morrendo ao ser baleado pela polícia na cabeça. Segundo o governo francês, não havia nenhum elemento que permitisse prender Merah, antes da ação dele na escola judaica Remy de la Mauviniere/AP Mais
23.mar.2012 - Policial inspeciona varanda do apartamento onde forças especiais mataram Mohamed Merah, em Toulouse, na França. Merah era suspeito de matar quatro pessoas em uma escola judaica na cidade, além de três militares em uma cidade próxima, Montauban Jean-Paul Pelissier/Reuters Mais
23.mar.2012 - Homenagens às vitimas do tiroteio em frente a escola judaica Ozar Hatorah em Toulouse, França, continuaram nesta sexta-feira (23), mesmo após a morte de Mohamed Merah, assassino confesso dos crimes Thibault Camus/AP Mais
23.mar.2012 - Milhares de pessoas se reúnem na praça principal de Toulouse para prestar homenagem às vítimas do massacre na França promovido por Mohamed Merah. Ele era suspeito de matar quatro pessoas em uma escola judaica na cidade, além de três militares em uma cidade próxima, Montauban Eric Cabanis/AFP Mais
29.mar.2012 - Parentes usam pás nesta quinta-feira (29) em enterro de Mohamed Merah, o assassino confesso de Toulouse, na França. O corpo de Merah foi enterrado em cemitério próximo à cidade onde ele disparou, em 19 de março, contra pais e alunos em frente ao colégio judaico Ozar Hatorá Marthial Roland/AP Mais
Em uma operação que resultou na detenção de 19 pessoas ligadas a grupos islamitas na França, policiais prendem um homem nesta sexta-feira (30), em Coueron, no oeste do país, dias depois de o tiroteio de Toulouse ter abalado a população francesa. As detenções aconteceram também em outras grandes cidades do país, como Nantes (noroeste) Jean-Sebastien Evrard/AFP Mais
Agentes de forças especiais de segurança francesas inspecionam jardim de casa de um dos suspeitos de envolvimento com grupos islamistas presos nesta sexta-feira (30), em Coueron Stephane Mahe/Reuters Mais
Agentes de forças especiais de segurança francesas prendem nesta sexta-feira (30), em Coueron, um dos suspeitos de envolvimento com grupos islamistas, dias depois dos crimes cometidos em Toulouse por Mohammed Merah, que disparou, em 19 de março, contra pais e alunos em frente ao colégio judaico Ozar Hatorá e realizou outros assassinatos na região Stephane Mahe/Reuters Mais
Agentes franceses prendem nesta sexta-feira (30), em Coueron, um dos suspeitos de envolvimento com grupos islamistas, dias depois dos crimes cometidos em Toulouse por Mohammed Merah, que disparou, em 19 de março, contra pais e alunos em frente ao colégio judaico Ozar Hatorá e realizou outros assassinatos na região Stephane Mahe/Reuters Mais
Agentes de forças especiais de segurança francesas prendem nesta sexta-feira (30), em Coueron, um dos suspeitos de envolvimento com grupos islamistas, dias depois dos crimes cometidos em Toulouse por Mohammed Merah, que disparou, em 19 de março, contra pais e alunos em frente ao colégio judaico Ozar Hatorá e realizou outros assassinatos na região Stephane Mahe/Reuters Mais

Tiroteio em frente a escola na França

Últimos álbuns de Notícias

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos