Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.uol.com.br/album/2013/11/10/caso-joaquim-ponte.htm
  • totalImagens: 54
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20131110221103
    • Violência [9141]; Desaparecidos [52667];
    • Ribeirão Preto [7338]; SP [5110]; Sudeste [46294];
Fotos
5.nov.2013 - Joaquim Ponte Marques, 3, desaparece na cidade de Ribeirão Preto (a 313 km de São Paulo). Cinco dias depois, a polícia localiza o corpo do menino às margens do rio Pardo, a 150 quilômetros da cidade. Exames preliminares indicaram que a vítima foi morta antes de ser jogada no rio Reprodução Mais
6.nov.2013 - A Polícia Militar contou com a ajuda do cão Apache, da raça bloodhound, para procurar o menino Joaquim Ponte Marques, 3, desaparecido em Ribeirão Preto (SP). Por duas vezes, o cão leva os policiais para o mesmo local: quando cheirou as roupas da criança e, depois, quando cheirou as roupas do padrasto Edson Silva/Folhapress Mais
8.nov.2013 - Primo de Joaquim Ponte Marques, 3, desaparecido há três dias, distribui cartazes com a foto do menino pelas ruas de Ribeirão Preto. No dia anterior, a Justiça havia negado o pedido de prisão da mãe e do padrasto do menino Edson Silva/Folhapress Mais
10.nov.2013 - O delegado da seccional e diretor do Deinter 3, João Osinski Júnior (foto), afirma que laudos preliminares indicam que o menino Joaquim Ponte, 3, foi morto antes de ser jogado no rio. Os pais da criança, Natália Ponte e Arthur Paes, reconheceram o pijama que ele vestia e, depois, o corpo no Instituto Médico Legal de Barretos (SP) Alfredo Risk/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais
10.nov.2013 - Natália Ponte, mãe de Joaquim, 3, foi a Barretos (SP), cidade onde o corpo do filho foi encontrado, para fazer o reconhecimento da criança no Instituto Médico Legal Alfredo Risk/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais
10.nov.2013 - Policiais militares tentam conter manifestantes em frente à casa de Guilherme Longo, padrasto de Joaquim Ponte, 3, em Ribeirão Preto (SP). O corpo do menino foi encontrado às margens do rio Pardo, na zona rural de Barretos (SP). Exames preliminares indicaram que a vítima foi morta antes de ser jogada no rio Sérgio Masson/Estadão Conteúdo Mais
10.nov.2013 - Policiais militares tentam conter manifestantes em frente à casa de Guilherme Longo, padrasto de Joaquim Ponte, 3, em Ribeirão Preto (SP). O corpo do menino foi encontrado às margens do rio Pardo, na zona rural de Barretos (SP). Exames preliminares indicaram que a vítima foi morta antes de ser jogada no rio Luis Cleber/Estadão Conteúdo Mais
10.nov.2013 - Guilherme Longo, padrasto de Joaquim Ponte, 3, em Ribeirão Preto (SP), é levado pela Polícia Militar de sua casa, segundo o ''Estadão Conteúdo''. O corpo do menino foi encontrado às margens do rio Pardo, na zona rural de Barretos (SP). Exames preliminares indicam que a vítima foi morta antes de ser jogada no rio Sérgio Masson/Estadão Conteúdo Mais
10.nov.2013 - Pessoas protestam em frente à delegacia de Ribeirão Preto (SP) que investiga o caso da morte de Joaquim Ponte, 3, após policiais encontrarem o corpo do menino desaparecido desde o dia 5 Alfredo Risk/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais
10.nov.2013 - Arthur Paes (centro), pai do menino Joaquim, 3, encontrado morto, agradece o apoio de populares em frente ao 1º Distrito Policial de Ribeirão Preto (SP). Ele pediu calma às pessoas que estavam revoltadas com a morte do menino. Natália Ponte, mãe de Joaquim, e Guilherme Longo, padrasto do menino, tiveram a prisão temporária decretada pela Justiça de Ribeirão Preto. De acordo com o delegado Paulo Henrique Martins de Castro, os dois suspeitos já foram presos Luis Cleber/Estadão Conteúdo Mais
11.nov.2013 - Familiares, amigos e moradores de São Joaquim da Barra (SP) participam do velório do menino Joaquim Ponte Marques, de 3 anos, encontrado morto no rio Pardo Fernando Calzzani/Photo Press Mais
11.nov.2013 - Maria Cristina Mingoni Ponte, avó materna do menino Joaquim Ponte Marques, 3, se emociona durante o velório da criança. O corpo do garoto, desaparecido desde a última terça-feira (5) em Ribeirão Preto (a 313 km de São Paulo), foi encontrado no início da tarde deste domingo (10) no rio Pardo Edson Silva /Folhapress Mais
11.nov.2013 - Maria Cristina Mingoni Ponte, avó materna do menino Joaquim Ponte Marques, 3, se emociona durante o velório da criança, cujo corpo foi encontrado no início da tarde deste domingo (10) no rio Pardo Edson Silva/Folhapress Mais
11.nov.2013 - Maria Cristina Mingoni Ponte, avó materna do menino Joaquim Ponte Marques, 3, se emociona durante o velório da criança. O corpo do garoto, desaparecido desde a última terça-feira (5) em Ribeirão Preto (a 313 km de São Paulo), foi encontrado no início da tarde deste domingo (10) no rio Pardo Edson Silva/Folhapress Mais
11.nov.2013 - Tia do garoto Joaquim Ponte Marques, 3, chora com a chegada do corpo no velório em São Joaquim da Barra (SP) Edson Silva/Folhapress Mais
11.nov.2013 - Familiares e amigos se reúnem durante o enterro do menino Joaquim Ponte Marques, 3, em São Joaquim da Barra (SP) Edson Silva/Folhapress Mais
11.nov.2013 - Familiares carregam caixão do menino Joaquim Ponte Marques, 3, durante enterro no cemitério municipal de São Joaquim da Barra (SP), na tarde desta segunda-feira (11) Edson Silva/Folhapress Mais
11.nov.2013 - Familiares carregam caixão do menino Joaquim Ponte Marques, 3, durante enterro no cemitério municipal de São Joaquim da Barra (SP), na tarde desta segunda-feira (11) Alfredo Risk/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais
11.nov.2013 - Familiares carregam caixão do menino Joaquim Ponte Marques, 3, durante enterro no cemitério municipal de São Joaquim da Barra (SP), na tarde desta segunda-feira (11) Alfredo Risk/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais
11.nov.2013 - Maria Cristina Mingoni Ponte, avó de Joaquim Ponte Marques,3, segura foto do garoto durante enterro do garoto no cemitério municipal de São Joaquim da Barra (SP), nesta segunda-feira (11) Edson Silva/Folhapress Mais
12.nov.2013 - O delegado Paulo Henrique Martins de Castro, responsável pela investigação do caso Joaquim, afirmou que a investigação também vai analisar qual foi a motivação do crime Alfredo Risk/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais
12.nov.2013 - Portões da casa onde Joaquim Ponte Marques, 3, morava com a mãe o padrasto, em Ribeirão Preto interior de São Paulo, amanhece com cartazes e flores nesta terça-feira (12) Alfredo Risk/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais
Guilherme Longo, padrasto do menino Joaquim Ponte Marques, 3, é visto com seu pai, Dimas Longo, na Delegacia de Investigações Gerais de Ribeirão Preto. Ele é suspeito de ter participado da morte da criança, cujo corpo foi encontrado no rio Pardo, no último domingo (10) Edson Silva/Folhapress Mais
13.nov.2013 - Casa onde Joaquim Ponte Marques, de três anos, morava com a mãe e o padrasto, em Ribeirão Preto (SP), amanheceu cheia de cartazes, ursos de pelúcia e flores. Algumas mensagens traziam pedidos de justiça para o caso. O corpo de Joaquim foi encontrado no domingo (10), nas águas do rio Pardo, no município de Barretos. Exame preliminar de necropsia apontou que o garoto já estava morto antes de ser jogado no rio. A causa da morte ainda não foi confirmada Alfredo Risk/Furua Press/Estadão Conteúdo Mais
13.nov.2013 - Casa onde Joaquim Ponte Marques, de três anos, morava com a mãe e o padrasto, em Ribeirão Preto (SP), amanheceu cheia de cartazes, ursos de pelúcia e flores. Algumas mensagens traziam pedidos de justiça para o caso. O corpo de Joaquim foi encontrado no domingo (10), nas águas do rio Pardo, no município de Barretos. Exame preliminar de necropsia apontou que o garoto já estava morto antes de ser jogado no rio. A causa da morte ainda não foi confirmada Alfredo Risk/Furua Press/Estadão Conteúdo Mais
14.nov.2013 - Córrego Retiro Saudoso, em Ribeirão Preto (SP), amanhece com a palavra ?Justiça? escrita à tinta e com bonecos que representam crianças sangrando. Alguns bonecos tem na mão um papel com estatuto da criança e do adolescente e uma seringa. Apontado pela polícia como principal suspeito pela morte do menino Joaquim Ponte Marques, 3, o padrasto Guilherme Raymo Longo, 28, prestou depoimento ontem na Polícia Civil e negou envolvimento no crime Alfredo Risk/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais
15.nov.2013 - Crianças observam cartazes com mensagens de carinho colocadas por populares em frente à casa onde morava Joaquim Pontes, 3, no Jardim Independência, em Ribeirão Preto (SP). O menino foi encontrado morto no rio Pardo, em Barretos. O padrasto é o principal suspeito do crime Edson Silva/Folhapress Mais
15.nov.2013 - Moradores pedem justiça no caso da morte do garoto Joaquim Ponte Marques, 3, em ato no córrego Retiro Saudoso, na avenida Francisco Junqueira, região central de Ribeirão Preto (SP). Os bonecos representam crianças vítimas de violência Luis Cleber/Estadão Conteúdo Mais
16.nov.2013 - A casa onde o menino Joaquim Ponte Marques, 3, morava com a mãe o padrasto amanheceu cheia de cartazes, ursos e bexigas, além de pedidos de justiça para o caso, em Ribeirão Preto (SP). O corpo de Joaquim foi encontrado nas águas do rio Pardo, no município de Barretos. Exame preliminar de necropsia apontou que o garoto já estava morto antes de ser jogado no rio. A causa da morte ainda não foi confirmada Luis Cleber/Estadão Conteúdo Mais
16.nov.2013 - A casa onde o menino Joaquim Ponte Marques, 3, morava com a mãe o padrasto amanheceu cheia de cartazes, ursos e bexigas, além de pedidos de justiça para o caso, em Ribeirão Preto (SP). O corpo de Joaquim foi encontrado nas águas do rio Pardo, no município de Barretos. Exame preliminar de necropsia apontou que o garoto já estava morto antes de ser jogado no rio. A causa da morte ainda não foi confirmada Luis Cleber/Estadão Conteúdo Mais
17.nov.2013 - Uma missa em homenagem ao menino Joaquim Ponte Marques, 3, é realizada neste domingo (17) na Catedral Metropolitana, em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. O ato religioso foi organizado pela Associação dos Diabéticos de Ribeirão Preto, que pediu para que os adultos vestissem preto e as crianças, azul --cor em referência à campanha de combate a diabetes no mundo. Joaquim, encontrado morto no último dia 10 no rio Pardo, após um suposto desaparecimento de cinco dias. Foi diagnosticado com diabetes em setembro e tomava insulina diariamente Márcia Ribeiro/Folhapress Mais
18.nov.2013 - A psicóloga Natália Ponte, mãe do menino Joaquim, chega para prestar novo depoimento à polícia, nesta segunda-feira (18), na Delegacia de Investigações Gerais (DIG), em Ribeirão Preto (SP). Este será o 4º depoimento de Natália após ter sua prisão decretada por 30 dias pela Justiça. Joaquim Ponte Marques, 3, foi encontrado morto no domingo (10) no rio Pardo, em Barretos (SP). O corpo foi enterrado na segunda-feira (11), em São Joaquim da Barra (SP) Alfreo Risk/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais
19.nov.2013 - A casa onde vivia o menino Joaquim Ponte Marques, 3, em Ribeirão Preto (SP), ganhou cercas de arame farpado. A proteção foi instalada no local pela família para coibir a entrada e roubos no interior da residência. Joaquim foi encontrado morto no rio Pardo, em Barretos (SP), no dia 10 deste mês Luis Cleber/Estadão Conteúdo Mais
19.nov.2013 - Artur Paes, pai de Joaquim Ponte Marques, 3, concede entrevista em hotel em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, para falar sobre a morte do filho. O corpo de Joaquim foi encontrado nas águas do rio Pardo, no município de Barretos. Exame preliminar de necropsia apontou que o garoto já estava morto antes de ser jogado no rio Edson Silva/Folhapress Mais
22.nov.2013 - Guilherme Longo, padrasto do menino Joaquim, chegou nesta sexta-feira (22) à Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Ribeirão Preto, São Paulo, para prestar um novo depoimento sobre o suposto desaparecimento e morte do menino. A reconstituição do crime está marcada para as 15h Sérgio Masson/Estadão Conteúdo Mais
22.nov.2013 - Perito segura boneco durante reconstituição da morte de Joaquim Ponte Marques, 3, na rua da casa em que a família do menino mora, no Jardim Independência, em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo). Natália Mingoni Ponte, 29, e Guilherme Raymo Longo, 28, mãe e padrasto de Joaquim, prestaram novo depoimento nesta sexta-feira (22) sobre o desaparecimento e morte do garoto Silva Junior/Folhapress Mais
22.nov.2013 - Peritos trabalham na reconstituição da morte de Joaquim Ponte Marques, 3, na rua da casa em que a família do menino mora, no Jardim Independência, em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo). Natália Mingoni Ponte, 29, e Guilherme Raymo Longo, 28, mãe e padrasto de Joaquim, prestaram novo depoimento nesta sexta-feira (22) sobre o desaparecimento e morte do garoto Silva Junior/Folhapress Mais
22.nov.2013 - Perito segura boneco durante reconstituição da morte de Joaquim Ponte Marques, 3, na rua da casa em que a família do menino mora, no Jardim Independência, em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo). Natália Mingoni Ponte, 29, e Guilherme Raymo Longo, 28, mãe e padrasto de Joaquim, prestaram novo depoimento nesta sexta-feira (22) sobre o desaparecimento e morte do garoto Silva Junior/Folhapress Mais
22.nov.2013 - Policiais entram na casa da família de Joaquim Ponte Marques, 3, no Jardim Independência, em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo), durante reconstituição do desaparecimento e morte do garoto. Natália Mingoni Ponte, 29, e Guilherme Raymo Longo, 28, mãe e padrasto de Joaquim, prestaram novo depoimento nesta sexta-feira (22) sobre o desaparecimento e morte do garoto Silva Junior/Folhapress Mais
22.nov.2013 - Policiais militares fazem a segurança da área que foi isolada para a reconstituição do desaparecimento e morte de Joaquim Ponte Marques, 3, no Jardim Independência, em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo). Natália Mingoni Ponte, 29, e Guilherme Raymo Longo, 28, mãe e padrasto de Joaquim, prestaram novo depoimento nesta sexta-feira (22) sobre o desaparecimento e morte do garoto Silva Junior/Folhapress Mais
22.nov.2013 - Policiais entram na casa da família de Joaquim Ponte Marques, 3, no Jardim Independência, em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo), durante reconstituição do desaparecimento e morte do garoto. Natália Mingoni Ponte, 29, e Guilherme Raymo Longo, 28, mãe e padrasto de Joaquim, prestaram novo depoimento nesta sexta-feira (22) sobre o desaparecimento e morte do garoto Silva Junior/Folhapress Mais
22.nov.2013 - Usando colete à prova de bala, Guilherme Raymo Longo, 28, padrasto de Joaquim Ponte Marques, 3, é acompanhado por policiais na porta da família na tarde desta sexta-feira (22), no Jardim Independência, em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo), durante reconstituição do dia do suposto desaparecimento do menino, encontrado morto cinco dias depois no rio Pardo. Guilherme é suspeito no desaparecimento e morte do garoto Silva Junior/Folhapress Mais
22.nov.2013 - Usando colete à prova de bala, Guilherme Raymo Longo, 28, padrasto de Joaquim Ponte Marques, 3, deixa a casa da família na tarde desta sexta-feira (22), no Jardim Independência, em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo), durante reconstituição do dia do suposto desaparecimento do menino, encontrado morto cinco dias depois no rio Pardo. Guilherme é suspeito no desaparecimento e morte do garoto Silva Junior/Folhapress Mais
22.nov.2013 - Usando colete à prova de bala, Guilherme Raymo Longo, 28, padrasto de Joaquim Ponte Marques, 3, é acompanhado por policiais e peritos na tarde desta sexta-feira (22), no Jardim Independência, em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo), durante reconstituição do dia do suposto desaparecimento do menino, encontrado morto cinco dias depois no rio Pardo. Guilherme é suspeito no desaparecimento e morte do garoto Silva Junior/Folhapress Mais
22.nov.2013 - Usando colete à prova de bala, Guilherme Raymo Longo, 28, padrasto de Joaquim Ponte Marques, 3, é acompanhado por policiais e peritos na tarde desta sexta-feira (22), no Jardim Independência, em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo), durante reconstituição do dia do suposto desaparecimento do menino, encontrado morto cinco dias depois no rio Pardo. Guilherme é suspeito no desaparecimento e morte do garoto Silva Junior/Folhapress Mais
22.nov.2013 - Usando colete à prova de bala, Guilherme Raymo Longo, 28, padrasto de Joaquim Ponte Marques, 3, é acompanhado por policiais e peritos na tarde desta sexta-feira (22), no Jardim Independência, em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo), durante reconstituição do dia do suposto desaparecimento do menino, encontrado morto cinco dias depois no rio Pardo. Guilherme é suspeito no desaparecimento e morte do garoto Silva Junior/Folhapress Mais
22.nov.2013 - Policiais militares isolam a área onde acontece reconstituição do desaparecimento e morte de Joaquim Ponte Marques, 3, no Jardim Independência, em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo). Natália Mingoni Ponte, 29, e Guilherme Raymo Longo, 28, mãe e padrasto de Joaquim, prestaram novo depoimento nesta sexta-feira (22) sobre o desaparecimento e morte do garoto Silva Junior/Folhapress Mais
22.nov.2013 - Usando colete à prova de bala, Guilherme Raymo Longo, 28, padrasto de Joaquim Ponte Marques, 3, é acompanhado por policiais e peritos na tarde desta sexta-feira (22), no Jardim Independência, em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo), durante reconstituição do dia do suposto desaparecimento do menino, encontrado morto cinco dias depois no rio Pardo. Guilherme é suspeito no desaparecimento e morte do garoto Silva Junior/Folhapress Mais
27.nov.2013 - Irmã de Guilherme Longo, Karina Longo, presta depoimento à polícia, nesta quarta-feira (27), na Delegacia de Investigações Gerais (DIG), em Ribeirão Preto (SP). Ela falou sobre o caso do menino Joaquim Ponte, 3, encontrado morto nas águas do rio Pardo, no município de Barretos. O suspeito Guilherme Longo, padrasto de Joaquim, também está na DIG e deve prestar um novo depoimento Alfredo Risk/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais
27.nov.2013 - Natália Ponte chega a Delegacia de Investigações Gerais de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, nesta quarta-feira (27) para prestar novo depoimento. Policiais militares gravaram uma conversa entre Natália Ponte, 29, e Guilherme Longo, 28, mãe e padrasto do menino Joaquim, 3, dentro da casa do casal em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo), no dia em que foram chamados para investigar o sumiço da criança Alfredo Risk/Futura Press /Estadão Conteúdo Mais
27.nov.2013 - Guilherme Longo, 28, deixa a Delegacia de Investigações Gerais de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, nesta quarta-feira (27), após prestar novo depoimento. Policiais militares gravaram uma conversa entre Natália Ponte, 29, e Guilherme Longo, 28, mãe e padrasto do menino Joaquim, 3, dentro da casa do casal em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo), no dia em que foram chamados para investigar o sumiço da criança Edson Silva/Folhapress Mais
27.nov.2013 - Irmã de Guilherme Longo, Karina Longo, deixa Delegacia de Investigações Gerais, em Ribeirão Preto (SP), nesta quarta-feira (27) após prestar depoimento. Ela falou sobre o caso do menino Joaquim Ponte, 3, encontrado morto nas águas do rio Pardo, no município de Barretos. O suspeito Guilherme Longo, padrasto de Joaquim, também está na DIG e deve prestar um novo depoimento Edson Silva/Folhapress Mais
05.dez.2013 - Vizinhos e populares realizam manifestação pacífica em homenagem ao menino Joaquim Ponte Marques, em Ribeirão Preto (SP), nesta quinta-feira (5). Pessoas rezaram, acenderam velas, colocaram novos cartazes em frente à casa do menino e realizaram um trajeto da casa até o córrego em que o corpo de Joaquim foi encontrado. Ao final da manifestação, uma criança soltou uma pomba branca, símbolo da paz Alfredo risk/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais
11.dez.2013 - A psicóloga Natália Ponte (à frente), mãe do menino Joaquim Ponte Marques, que foi encontrado morto no rio Pardo, em Barretos (SP), deixa a Cadeia Feminina de Franca, no interior de São Paulo, nesta quarta-feira (11), após habeas corpus concedido pelo Tribunal de Justiça de São Paulo Dirceu Garcia/Comércio da Franca/Estadão Conteúdo Mais

Caso Joaquim Ponte: menino de 3 anos é encontrado morto em SP

Últimos álbuns de Notícias



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos