UOL CarrosUOL Carros
UOL BUSCA

21/09/2007 - 20h00
Zafira anda bem em versão intermediária automática

Luiza Dantas/Carta Z Notícias

Câmbio automático faz a diferença nas vendas em favor da Expression

Câmbio automático faz a diferença nas vendas em favor da Expression



Da Auto Press

Num segmento retraído como o das minivans médias, cada equipamento oferecido de fábrica se torna um poderoso aliado. Ainda mais se for o câmbio automático, até hoje considerado artigo de luxo nos automóveis nacionais. E o câmbio que dispensa o pedal da embreagem é a grande arma da Chevrolet Zafira Expression.

Luiza Dantas/Carta Z Notícias
O motor 2.0 é ágil e leva a Zafira até 186 km/h, mas é 'beberrão'
Lançada em janeiro, a versão foi criada especialmente para manter a minivan da General Motors competitiva na briga direta contra a rival Citroën Xsara Picasso. Amparada na relação custo/benefício, a General Motors criou uma Zafira com os equipamentos básicos da versão de entrada Confort, mas reforçada por outros mais "chiques", oferecidos nas configurações intermediária Elegance e topo de linha Elite. Daí nasceu a Zafira Expression, ao preço de R$ 67.475.

Ao trabalhar melhor a relação custo/benefício, o modelo se tornou o mais vendido dentre as quatro versões da Zafira. Sozinha, a Zafira Expression responde por 36% das vendas do modelo; 28% são por conta da top Elite, e as configurações Confort e Elegance têm 18% cada.

Com o reforço da versão Expression, a minivan vem disputando venda a venda a liderança do nicho com a Xsara Picasso. Em agosto, o modelo da GM fechou o mês com 1.186 unidades, exatas 131 à frente da Picasso, que somou 1.055. A outra rival, a Renault Scénic, se manteve distante, com parcas 417 unidades/mês.

Nesta disputa, o apelo da Zafira Expression é sem dúvida o câmbio automático, disponível também nas versões Elegance e Elite, mas como opcional. Enquanto a básica Zafira Confort começa em R$ 63.085, a versão Expression custa exatos R$ 4.390 a mais -- só que vem bem mais recheada. Além do câmbio automático, traz ar digital, trio elétrico, freios a disco nas quatro rodas, duplo airbag frontal e controle de cruzeiro.

Rival
Já em comparação com a rival Xsara Picasso, na versão de entrada GLX 2.0 16V automática, as diferenças são pequenas: o modelo da marca francesa custa R$ 68.540, apenas R$ 1.065 a mais. Em compensação, traz itens como ABS e EBD, computador de bordo e airbags laterais.

FICHA TÉCNICA
Motor: Gasolina e álcool, dianteiro, transversal, 1.998 cc, quatro cilindros em linha, 8 válvulas e injeção eletrônica multiponto seqüencial.
Transmissão: Câmbio automático de quatro marchas à frente e uma à ré. Tração dianteira.
Potência máxima: 121 cv com gasolina e 128 cv com álcool a 5.200 rpm.
Torque máximo: 18,3 kgfm a 2.600 rpm com gasolina e 19,6 kgfm a 2.400 rpm com álcool.
Diâmetro e curso: 86 mm x 86 mm. Taxa de compressão: 11,3:1
Suspensão: Dianteira independente do tipo McPherson, com subframe, molas helicoidais, amortecedores pressurizados, braço de controle inferior e barra estabilizadora. Traseira do tipo eixo de torção, com molas do tipo barril, amortecedores pressurizados e braço de controle integrado.
Freios: Dianteiros a discos ventilados e traseiros a discos sólidos.
Carroceria: Monovolume em monobloco com quatro portas e sete lugares. 4,33 metros de comprimento, 1,74 m de largura, 1,62 m de altura e 2,70 m de distância entre-eixos.
Peso: 1.405 kg.
Porta-malas: 150 litros/500 litros/1.700 litros, com uso de sete bancos, cinco bancos e dois bancos, respectivamente.
Tanque: 58 litros.
Chevrolet Zafira Expression 2.0
8V Flex
As diferenças se estendem também à parte mecânica. Todas as versões da Zafira são empurradas pelo motor 2.0 8V flex. A unidade de força produz 128 cv de potência com álcool e 121 cv com gasolina a 5.200 rpm, além de um torque máximo de 19,6 kgfm a 2.400 giros com o combustível vegetal e 18,3 kgfm a 2.600 rpm com o fóssil.

Na Xsara Picasso, o propulsor 2.0 16V a gasolina gera 138 cv de potência e 20 kgfm de torque máximo. Ou seja, no segmento de minivans médias, a briga pela liderança é decidida nos detalhes.

Impressões ao dirigir
A minivan Zafira é um ilustre exemplo do que é ser um veículo de passeio. Com espaço interno generoso e bem dividido, o monovolume preza pelo conforto e é o único feito no Brasil a transportar até sete pessoas. O modelo conta ainda com ótima ergonomia e bagageiro de capacidade variável, que carrega 600 litros com cinco passageiros.

Na versão Expression, o grande destaque é o câmbio automático, que gerencia bem o motor 2.0 8V flex. Por sua vez, o propulsor oferece desempenho ágil, graças aos 128/121 cv com álcool e gasolina e ao bom torque de 19,6/18,3 kgfm soltos aos 2.400/2.600 giros.

A Zafira vai de zero a 100 km/h em bons 11,6 segundos e chega à expressiva máxima de 186 km/h. Normalmente dócil, o modelo só fica instável em altas velocidades. Sobretudo nas curvas, onde a carroceria torce bem. Para compensar, a minvian da GM traz eficientes freios a discos nas quatro rodas e duas bolsas infláveis frontais. (Diogo de Oliveira)

A ZAFIRA EXPRESSION EM DEZ PONTOS
Desempenho - O motor 2.0 8V flex cumpre muito bem seu papel na Zafira. Seus 128 cv de potência com álcool e 121 cv com gasolina e o torque de 19,6/18,3 kgfm, na mesma ordem, movem com vigor os 1.405 quilos da minivan e levam o modelo de zero a 100 km/h em bons 11,6 segundos. A máxima impressiona: vai a expressivos 186 km/h. O câmbio automático de 4 velocidades é eficiente, com poucos delays. E o desempenho só deixa a desejar nas frenagem em alta. Nota 8
Estabilidade - Numa condução civilizada, a Zafira tem um comportamento dinâmico correto. Já nas curvas em alta velocidade, a minivan torce um pouco e, nas retas, começa a dar sinais de flutuação ao ultrapassar 140 km/h. Em compensação, a comunicação entre rodas e volante é bem precisa. Nota 7
Interatividade - A boa ergonomia é uma das características marcantes na Zafira. A coluna de direção com altura e profundidade ajustáveis é fundamental neste quesito, reforçado pela fácil manobrabilidade. No demais, os comandos são bem posicionados e ao alcance das mãos. A suspensão é um pouco dura, porém bem calibrada. Nota 8
Consumo - Como é de praxe nos carros flex, a Zafira foi "consumista" com álcool no tanque: a média na cidade foi de 6,5 km/l. Nota 6
Conforto - É o ponto alto na Zafira. Embora seja ligeiramente mais dura, a suspensão é eficiente na redução dos impactos. E em relação ao espaço interno, a vantagem é considerável: além de ótimo espaço para pernas e cabeça, a minivan é a única fabricada no país com capacidade para transportar até sete pessoas. Nota 9
Tecnologia - O diferencial da versão Expression da Zafira é o câmbio automático, que vem de série. Também contam pontos os airbags frontais e o controle de cruzeiro. Mas o modelo peca por não trazer itens importantes, como ABS. Além disso, a mecânica é regida pelo veterano motor 2.0 8V, de uma família que chegou ao Brasil no Monza. Nota 7
Habitabilidade - Uma das principais características da Zafira é ter um habitáculo altamente versátil. É possível transportar até sete pessoas e, com cinco passageiros, o modelo carrega excelentes 600 litros na mala. Há vários porta-trecos, acessos amplos e boa iluminação. Nota 9
Acabamento - A Zafira Expression herda da versão de entrada Confort um acabamento mais simples, formado de plástico e tecidos. Mesmo assim, os encaixes, fechamentos e a forração são bem feitos e agradam aos olhos e ao toque. Não há rebarbas aparentes. Nota 7
Design - A Zafira não tem o desenho ousado e incomum da rival Xsara Picasso, mas suas linhas quadradonas têm harmonia e refletem o visual mais ortodoxo dos carros da GM. No entanto, já está uma geração atrasada em relação à minivan feita na Europa. Nota 7
Custo/benefício - A versão Expression da Zafira se baseia na relação preço/equipamentos para atrair vendas. E consegue. Com câmbio automático e duplo airbag frontal, a minivan sai por R$ 67.475, preço abaixo dos R$ 68.540 e R$ 73.790 das rivais Citroën Xsara Picasso GLX 2.0 Automatic e Renault Scénic Privilège Plus. Nota 8
Total - A Zafira Expression somou 76 pontos em 100. NOTA FINAL: 7,6




ÚLTIMAS NOTÍCIAS
10/04/2008

19h38- Tesla Roadster será vendido na Europa

18h30- Salão chinês revela o novo Hyundai Elantra

18h20- Concessionária liquida estoques de carros zero

18h12- Volvo tem 85% de carros recicláveis

18h02- Quer uma massagem? Vá de Volvo

17h56- Motores e combustíveis tradicionais podem poluir menos

17h44- Scion transforma tC em carro de Drift

17h12- Toyota terá esportivo barato em 2011

17h06- Promoção sorteia Corvette inspirado em Speed Racer

17h03- Cai tabu: autobhan alemã tem limite de 120 km/h

Mais Notícias