Moradores de rua fazem sexo de manhã em praça pública no interior gaúcho

Lucas Azevedo
Especial para o UOL Notícias
Em Porto Alegre

Uma cena de sexo explícito entre dois moradores de rua em uma praça em frente à Prefeitura de Cruz Alta (a 347 quilômetros de Porto Alegre) constrangeu parte dos 62,8 mil moradores da cidade na manhã de ontem (segunda 13).

O flagrante foi feito às 11h na praça General Firmino, região central da cidade. O casal era formado por um homem de 35 anos e uma mulher de 55. Indignado com o episódio, o vereador Élio Amaral (PP) subiu hoje (terça 14) à tribuna na Câmara e cobrou providências.

“O que aconteceu ontem já vem ocorrendo. Só que dessa vez foi durante o dia. Sexo se faz em casa. E como a casa dessas pessoas é a rua, elas fizeram ali na praça. Se o poder público não toma providências, tu faz [sexo] onde tu te entende como casa”, afirmou ao UOL Notícias.

A Brigada Militar informou que faz policiamento diário no local. Já a Prefeitura de Cruz Alta diz que acompanha os moradores de rua a abrigos, mas alguns deles preferem permanecer ao relento.

Segundo a prefeitura, existe um projeto de melhorias na infraestrutura da General Firmino que deve ter início ainda este ano.

“Há mais de um ano falo dos problemas da praça. Primeiro foram os camelôs, que tomaram conta de uma parte com suas bancas. Então a praça deixou de ter o seu propósito, que era o lazer das pessoas. Hoje não dá para usar os banheiros. Depois o problema foi a prostituição”, disse Amaral.


 

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos