Começa perícia em jet ski que atropelou e matou menina de três anos no litoral de São Paulo

Do UOL, em São Paulo

Começou nesta segunda-feira (27) o trabalho de perícia no jet ski que atropelou e matou a menina Grazielly Almeida Lames, 3, no último dia 18, em uma praia de Bertioga (litoral norte de São Paulo). O objetivo da perícia, feita pela Polícia Técnico-Científica e da Capitania dos Portos, é identificar se houve falha mecânica ou humana.

Também devem ser observadas pela perícia as marcas da inscrição "Augusto", retirada do casco do equipamento. A dúvida é quando a inscrição foi apagada e se houve tentativa de ocultar a propriedade da embarcação.

O jet ski é de propriedade da Central de Energia e Tratamento de Reciclagem da Amazônia Ltda., empresa da qual é sócio José Augusto Cardoso, padrinho do adolescente V.A.C., 13, acusado de ter acionado o equipamento antes do acidente.

Cardoso, o “Zé Cardoso”, foi candidato derrotado a vice-prefeito de Suzano (SP) nas eleições de 2008. Nas eleições deste ano, disputará novamente, agora como candidato a prefeito da cidade, pelo PSDB.

O caso

Grazielly Almeida Lames, que visitava o mar pela primeira vez, brincava com a mãe na área rasa da praia quando o jet ski a atingiu na cabeça. Ela foi levada de helicóptero ao Hospital Municipal de Bertioga, com traumatismo craniano, mas chegou já morta. O adolescente suspeito de dirigir o jet ski fugiu do local sem prestar socorro.

Local do acidente

  • Arte UOL

    A praia de Guaratuba fica em Bertioga, no litoral norte de São Paulo

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos