Para vingar morte de irmão, PM invade hospital e mata três pessoas em Aracaju

Paulo Rolemberg
Do UOL, em Aracaju

  • Sandoval Siqueira/UOL

    Imagem mostra o corpo de uma das pessoas assassinadas pelo PM que invadiu o maior hospital de Aracaju para vingar a morte do irmão

    Imagem mostra o corpo de uma das pessoas assassinadas pelo PM que invadiu o maior hospital de Aracaju para vingar a morte do irmão

Um tenente da Policia Militar identificado como Genilson Alves de Souza é o principal suspeito de invadir e assassinar três pessoas dentro do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) - o maior do Estado, em Aracaju (SE) - por volta das 22h desta sexta-feira (27).

Segundo informações da Secretaria de Estado da Segurança Pública, a confusão teria começado após um tiroteio em um bairro da zona norte da cidade, depois que dois irmãos do tenente, Ginaldo Alves de Souza e Jailson Alves de Souza, na companhia de um sobrinho, Ralf Souza Monteiro, foram tentar recuperar a motocicleta de Jailson, que teria sido roubada na última quinta-feira (26) e foi encontrada nesta sexta-feira (27), em posse de Adalberto Santos Silva.

Feridos, todos os envolvidos no tiroteio foram encaminhados à unidade hospitalar. De acordo com a SSP, ao chegar no hospital para ter notícias dos parentes, o tenente Genilson Alves recebeu a informação de que o irmão, Jailson Alves de Souza, teria morrido.

Descontrolado, o policial militar se dirigiu para uma das alas do hospital e atirou contra Adalberto Santos Silva, suspeito do crime. Os disparos ainda atingiram Márcio Alves dos Santos, que estava em das macas do hospital, e Cleidson dos Santos, que aguardava atendimento.

“Tudo indica que Márcio e Cleidson, possivelmente, não tinham nenhum envolvimento com o caso, mas vamos aguardar as investigações”, disse o assessor de comunicação da SSP, Lucas Rosário.

A SSP informou ainda que durante a fuga do tenente, vigilantes da unidade e policiais militares que estavam acompanhando o caso tentaram prender Genilson, mas evitaram confronto para que mais pessoas não fossem feridas.

 

Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos