Homem cria e diz que "conversa" com esquilos em cidade turística no sul de Minas Gerais

José Bonato
Do UOL, em Ribeirão Preto (SP)

A amizade de um comerciante com esquilos que vivem na serra da Mantiqueira virou uma das atrações turísticas de Monte Verde, distrito de Camanducaia (451 km de Belo Horizonte). Nelson Tavares Pacheco Júnior, 50, conquistou os bichos pelo estômago, alimentando-os diariamente há seis anos com nozes, avelãs, castanhas e amêndoas. Os gastos com a alimentação chegam a cerca de R$ 400 mensais.

A comida é depositada num espaço construído especialmente para os bichos no shopping onde o comerciante possui lojas de artesanato. Para atrair os esquilos, que costumam ficar nas árvores ao redor, Pacheco Júnior imita o som dos roedores ou faz barulho esfregando cascas de nozes uma na outra. O bando oscila de oito a 12 animais.

Durante a alimentação, os esquilos chegam a subir pelas pernas do “amigo”, até os ombros. Pacheco Júnior afirma que, nessas ocasiões, jamais tenta segurá-los. “Eles se estressam fácil, e a mordida machuca bastante. Chega a tirar um bifinho.”

Os esquilos, também conhecidos no Brasil como serelepes ou caxinguelês, se alimentam normalmente de broto de árvores e pinhões das araucárias, árvore típica de regiões frias como Monte Verde, onde a temperatura média no inverno do ano passado foi de 2,6º C, competindo em baixa temperatura com Campos do Jordão (181 km de São Paulo).

Onde fica Monte Verde (MG)

  • Arte UOL

    Monte Verde está a 451 km de Belo Horizonte

Alguns dos cerca de 200 hotéis e pousadas de Monte Verde costumam oferecer amendoim para atrair esquilos e distrair os turistas. Mas o comerciante afirma que o grão é insuficiente para alimentar os roedores porque não reúne todos os nutrientes necessários, daí a razão de complementar o cardápio.

Como o preço das castanhas, avelãs e amêndoas costuma ser salgado, Pacheco Júnior fala que às vezes compra direto de fornecedores para conseguir valores mais em conta. Principalmente nos finais de ano, quando o preço das castanhas costuma subir devido ao período de festas.

Os esquilos, segundo Pacheco Júnior, aproveitam somente 5% do alimento oferecido. Os restantes 95% eles costumam estocar para o período do inverno.

Animal é símbolo de Monte Verde

Existem várias espécies de esquilos no Brasil, cujos tamanhos variam de 10 cm a 30 cm, segundo o zoólogo Mario de Vivo, 55, do Museu de Zoologia da USP (Universidade de São Paulo). A espécie que habita do Nordeste ao Rio Grande do Sul, a Sciurus ingrami, à qual pertencem os esquilos da serra da Mantiqueira, tem tamanho intermediário.

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos