Advogados da União também podem entrar em greve nos próximos dias

Sabrina Craide
Da Agência Brasil, em Brasília

O presidente da Associação Nacional dos Advogados da União (Anauni), Marcos Luiz da Silva, disse neste sábado (18) que a categoria poderá decretar greve a partir da próxima semana, se considerar insatisfatória a proposta do governo, de reajuste de 15,8%, a ser pago até 2015. Silva esteve reunido na tarde de hoje com o secretário de Relações do Trabalho do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça.

"Entendemos que a proposta sequer repõe a inflação do período. A ideia é levar a proposta para as bases, onde já há um sentimento de um certo repúdio à proposta apresentada. Temos a expectativa de uma reação da base, podendo inclusive haver deflagração de greve", disse o representante dos advogados da União, que são cerca de 1,7 mil em todo o país.

Também participaram da reunião representantes de procuradores federais e defensores públicos.

Últimas de Cotidiano

 

Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos