Motorista de acidente que deixou 10 mortos no Piauí estava 19 horas sem descansar, diz PRF

Aliny Gama
Do UOL, em Maceió

  • Efrem Ribeiro/Futura Press

    Acidente envolvendo um caminhão e um van deixa dez mortos e doze feridos no Piauí

    Acidente envolvendo um caminhão e um van deixa dez mortos e doze feridos no Piauí

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) do Piauí informou que o motorista do caminhão que colidiu com uma van, no quilômetro 71 da BR 316, próximo aos municípios de Monsenhor Gil e Estaca Zero (59 km de Teresina), estava dirigindo cerca de 19 horas sem descanso.

Segundo apontou o tacógrafo (peça que mostra o tempo que o carro permanece ligado), o caminhão estava rodando há 19 horas quando se envolveu no acidente que provocou a morte de 10 pessoas e deixou 12 feridos, na madrugada desse sábado (5).

O motorista do caminhão foi identificado pelo nome de José Severino de Oliveira Gonçalves. Há suspeita de que ele tenha dormido ao volante e invadido a pista contrária quando bateu na van.

A PRF/PI informou que o laudo conclusivo sobre as causas do acidente entre o caminhão e a van está previsto para sair até a próxima sexta-feira (11).

A polícia informou ainda que Gonçalves foi detido, fez o teste do bafômetro e deu negativo, mas que ele tentou mexer no disco do tacógrafo do veículo antes da PRF apreender o caminhão. O motorista prestou depoimento na Central de Central de Flagrantes da Polícia Civil, em Teresina, e foi transferido, neste domingo (6), para o 18º Batalhão, localizado em Mosenhor Gil, onde ficará a disposição da Justiça.

A van saiu da cidade de Coreaú, a 281km de Fortaleza, com destino a Brasília na noite de sexta-feira (4), aonde os ocupantes do veículo trabalham. O grupo havia passado as festas de fim de ano com as famílias no Ceará e estava voltando para o Distrito Federal quando ocorreu o acidente no Piauí.

Os corpos dos dez mortos foram levados para o IML (Instituto Médico Legal) de Teresina e as 12 vítimas feridas foram levadas para o HUT (Hospital de Urgência de Teresina). Os corpos foram liberados - três deles já foram levados pelas famílias para o Ceará neste domingo (6).

Sepultamento

Na tarde deste domingo foi realizado uma missa de corpo presente e, às 19h30 (horário de Brasília), ocorreu o enterro de Francisco de Assis da Silva, 25, Francisco Joel Pereira Costa, 26, e Marcos Paulo Venâncio da Costa, 19, no cemitério de Coreaú, no Ceará.

Segundo o HUT, as 12 vítimas, entre elas duas crianças, nove continuam internadas. O hospital não informou o estado de saúde de cada uma das vítimas que estão internadas.

O UOL tentou contato com familiares das vítimas, mas não conseguiu. A reportagem também tentou falar com uma das 12 vítimas, que estão internadas no HUT, mas o serviço social da unidade hospitalar informou que não estava autorizado a repassar ligações telefônicas.

Notícias relacionadas

 

Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos