Motorista de acidente com moto na marginal Pinheiros pode responder por homicídio

Janaina Garcia
Do UOL, em São Paulo

A Polícia Civil em São Paulo vai investigar como homicídio culposo (sem intenção de matar) o acidente que matou um motociclista na marginal Pinheiros, na madrugada desta sexta-feira (15).

Imagens do dia
Veja Álbum de fotos

O condutor da moto, o corretor de seguros Ulisses Pazinato, 33, morreu ao colidir com um caminhão próximo à ponte Eusébio Matoso, no sentido Castello Branco da marginal.

De acordo com o delegado-chefe do 14º DP (Distrito Policial), em Pinheiros (zona oeste), Gilmar Contrera, foi requisitada urgência na perícia realizada no local do acidente.

Em depoimento na delegacia, o motorista do caminhão, Alexandre Martins, 43, afirmou que trafegava a uma velocidade entre 30 km e 40 km/h. Segundo Martins, ele vinha a baixa velocidade pela pista expressa da marginal por conta de um pneu furado no caminhão.

Natural de Santos (SP) e motorista profissional há 24 anos, ele relatou à polícia que ouviu um barulho na traseira do caminhão, perto da ponte, e desceu para ver o que era. Ele disse ter visto a moto de Pazinato "cerca de 15 a 20 metros do local", e o motociclista preso pelo capacete na traseira do caminhão.

"Isso será investigado como homicídio culposo, porque ainda não sabemos se o motociclista bateu [por culpa dele próprio] ou se foi fechado pelo caminhão. Para isso, precisamos do resultado da perícia", declarou o delegado.

Apesar de a ocorrência ter sido registrada no 14º DP, a investigação do caso ficará por conta do 15º DP (Itaim Bibi).

Notícias relacionadas

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos