'Falsa grávida' tem cisto gigante retirado de ovário em Guarujá (SP)

Rafael Motta
Do UOL, em Santos (SP)

Parecia ser uma gravidez em fase final. Ela engordou quase dez quilos. E o "parto", enfim, ocorreu na manhã desta segunda-feira (13): um cisto com aproximadamente 30 centímetros foi retirado de um dos ovários da balconista Gislaine Barbosa da Silva, 24, após cirurgia realizada no Hospital Santo Amaro, em Guarujá (86 km de São Paulo).

"Grávida" de cisto

  • Flávia Amaral / Viver em Santos

    Gislaine Barbosa da Silva, moradora de Guarujá (SP), teve retirado um cisto do ovário esquerdo que fazia com que ela fosse confundida com uma mulher grávida

Tudo começou em agosto do ano passado. Naquela época, a barriga de Gislaine começou a crescer. "Como eu era gordinha, não notei nada de mais. Minha mãe marcou médico, mas eu não fui para não deixar de trabalhar. A barriga cresceu e eu fui [para a consulta] só em novembro, nas férias. Passei por uma tomografia, pensando que era uma inflamação, e os exames mostraram o cisto", relatou a jovem, por telefone.

Apesar do tamanho do cisto –cujo surgimento, segundo Gislaine, foi considerado "normal" pelo médico que a atendeu no Santo Amaro, diante da idade dela–, ela não conseguiu quem a operasse no Hospital Guilherme Álvaro, mantido pelo governo estadual em Santos. Durante a espera, "eu tinha dores nas pernas, no quadril. Era sempre confundida com uma grávida".

Benigno

Gislaine disse ter se sentido "triste, deprimida e chorava" enquanto aguardava pela cirurgia. Trabalhou até 12 de abril passado –é balconista da loja de conveniência de um posto de combustíveis em Santos. Não ficou pior porque, conforme o resultado dos exames iniciais, o cisto é benigno.

Onde fica

  • Arte UOL

    Guarujá está a 90 km de São Paulo

"Ainda não falei com o médico que me operou. Mas ele e a equipe do hospital foram muito atenciosos". E uma das coisas que mais espera fazer após deixar o Santo Amaro, sem dores, é voltar a pegar a filha de dois anos e oito meses no colo –o que não conseguia por causa do incômodo.

"Ela [a filha] tem ficado com minha sobrinha. Eu disse para ela [a criança] que estava com um 'dodói'. Quando contaram para ela, ficou toda feliz: 'A mamãe tirou o dodói!'. Coitadinha...", contou Gislaine, que deverá voltar para casa nesta quarta ou quinta-feira. A equipe médica do Hospital Santo Amaro não quis conceder entrevista.

Notícias relacionadas

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos