Mulher morta com marido pelo vizinho em SP faria aniversário hoje

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/MB/Futura Press

    A dentista Miriam Cecilia Amstalden Baida, 37, foi morta com o marido Fabio de Rezende Rubim, 40

    A dentista Miriam Cecilia Amstalden Baida, 37, foi morta com o marido Fabio de Rezende Rubim, 40

A dentista Miriam Cecilia Amstalden Baida, 37, morta na noite de quinta-feira (23) com o marido Fabio de Rezende Rubim, 40, por um vizinho em um condomínio de alto padrão em Santana do Parnaíba faria aniversário hoje.

Os dois foram baleados por Vicente D'Alessio, 62, que após se queixar com a esposa a respeito do barulho no apartamento do casal, logo acima do seu, pegou um revólver de calibre 38 e matou os dois por volta das 21h. Em seguida D'Alessio voltou para casa, recarregou a arma e se matou no elevador. No total, foram disparados seis tiros. 

A filha de Miriam e Fabio, de um ano e meio, também estava no local mas não foi ferida. O bebê está aos cuidados da avó.

Segundo o delegado Andreas Schiffmann, responsável pelo caso, a reclamação de D'Alessio sobre o barulho no apartamento de cima era recorrente, e ele tinha autorização para portar armas.

De acordo com a esposa de Vicente, o marido havia chegado em casa por volta das 20h e estava assistindo televisão quando se irritou com o barulho no 12º andar. Ele gritou com os vizinhos da sacada e, então, decidiu pegar a arma e subir até o apartamento do casal.

O crime aconteceu no condomínio residencial Bosque de Tamboré, na rua Marcos Penteado de Ulhôa Rodrigues.

De acordo com a rádio CBN o casal, que ainda está no IML (Instituto Médico Legal) de Osasco, será enterrado às 17h em Campinas (SP).

Ainda segundo a rádio, o assassino será sepultado no cemitério do Araçá, no mesmo horário. (Com Estadão Conteúdo)

Notícias relacionadas

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos