Após tornado em Taquarituba (SP), municípios próximos se mobilizam por doações

Do UOL, em Sorocaba (SP)

Moradores de cidades próximas a Taquarituba (320 km de São Paulo), atingida por um tornado no domingo (22), estão se mobilizando para arrecadar doações. As campanhas são realizadas em Itapetininga, Itapeva, Itaí, Avaré e Taguaí.

As redes sociais também estão sendo usadas para conseguir doações de roupas e alimentos para as 150 famílias que perderam quase tudo com o tornado.

CONTA PARA DOAÇÕES

SOS Taquarituba
Banco do Brasil
Número da conta: 95.000-9
Agência: 2712-X.

Em Itapetininga, a comerciante Gláucia do Nascimento se sensibilizou com o que houve e pede ajuda aos amigos para conseguir doações.

"Eu pretendo ir pessoalmente entregar o que conseguirmos arrecadar, a menos que tenha muita coisa. Nesse caso vou providenciar algum outro transporte", conta.

De acordo com o Cras (Centro de Referência de Assistência Social) de Taquarituba, além de roupas, colchões e alimentos, as pessoas precisam de materiais de construção e lonas para começarem a reerguer suas casas, destruídas com a força do vento.

Taquarituba fica a 320 km de SP

  • Arte/UOL

As doações podem ser entregues no Ginásio de Esportes da Vila São Vicente. O endereço é Rua Manoel Joaquim Mendes, s/nº.

Além disso, a prefeitura da cidade informa que os desabrigados precisam de itens básicos de higiene pessoal, além de fraldas para os bebês e produtos de limpeza.

Outra forma de contribuir é com doações financeiras pela conta aberta no Banco do Brasil. O nome é "SOS Taquarituba" e o número da conta é 95.000-9, agência 2712-X.

Em Avaré também existe um trabalho de mobilização organizado pela prefeitura e Polícia Militar. Na cidade há a preocupação com o atendimento aos 64 feridos, por isso, eles pedem a doação de suturas para a Santa Casa.

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil também providenciou a entrega de kits de higiene, limpeza lonas e roupas.

Além disso, o governador do Estado, Geraldo Alckmin (PSDB), que esteve na cidade na segunda-feira (23) já sinalizou de forma positiva a abertura de um financiamento para liberação de verba estadual.

O dinheiro será usado para a ajuda às famílias e também reconstrução da cidade e do parque industrial.

Segundo informações da prefeitura, todo o parque tecnológico da cidade foi atingido pelos fortes ventos do fim de semana. O cálculo é que 38 empresas tenham sido atingidas de alguma forma. Para o prefeito, Miderson Zanelo (PSDB), a economia da cidade ficará prejudicada.

Ele decretou estado de calamidade pública, ação que permite que o município receba verbas estaduais para compras emergenciais, sem a necessidade de licitações. A medida é usada em casos de catástrofes naturais.

Notícias relacionadas

 

Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos