Abastecimento de gás de cozinha e combustíveis é preocupante no Acre

Eduardo Duarte
Do UOL, em Rio Branco (AC)

O nível do rio Madeira em Rondônia atingiu a cota de 18,87 m (6 cm em 24 horas) e deve continuar subindo nos próximos dias. Com tráfego de veículos limitado na BR-364, o abastecimento de hortifrutigranjeiros para o Acre é feito com o apoio da Força Aérea Brasileira (FAB). Segundo o vice-governador do Acre, Cesar Messias, a maior preocupação é quanto ao fornecimento de gás de cozinha. O sistema de abastecimento em Porto Velho está comprometido e o governo estuda maneiras de abastecer a capital.

De acordo com a Secretaria de Comunicação do Estado do Acre, uma carga de 450 toneladas de gás de cozinha deverá chegar a Rio Branco até o próximo final, através de duas balsas que saíram de Manaus (AM). A viagem de Manaus a Rio Branco, por via fluvial, dura 12 dias.

Já em Cruzeiro do Sul, a situação é mais grave. Segundo informações da Secom, um carregamento com 100 toneladas de gás partiu para o vale do Juruá para atender à demanda da região.

Rios transbordam na Região Norte
Veja Álbum de fotos

Sérgio Gomes, proprietário de um restaurante na cidade está preocupado com a situação e disse que tem estoque somente para os próximos sete dias. "Depois disso não sei como vai ficar, vou ter que esperar pra ver como fica", disse.

Hortifrutigranjeiros
Para fazer o abastecimento de hortifrutigranjeiros, a FAB colocou três aeronaves à disposição do governo do Acre. Até o momento já foram realizados 17 voos. O abastecimento também está sendo feito por caminhões. "Todos os esforços estão sendo feitos para que o abastecimento ocorra tranquilamente", disse o vice-governador.

O Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) informa que o rio só deve apresentar vazante na segunda quinzena de março.

Combustíveis
O diretor do Sindicato do Comércio Varejista de Combustível do Acre, Romeo Delilo, informou ao UOL que desde a última segunda-feira (3) falta combustível em alguns postos de Rio Branco.

De acordo com Delilo, após a mudança da logística de distribuição, o abastecimento está irregular. "O pior é que o gerente de vendas da Petrobras não nos atende mais por telefone e estamos sem previsão de quando chega o combustível", afirmou.

Após o fechamento parcial da BR-364 a distribuição de combustível está sendo feita a partir da cidade de Cruzeiro do Sul (640 km de Rio Branco).
 

Notícias relacionadas

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos