PM entra em confronto com funcionários do Metrô; assista

Do UOL, em São Paulo

A Polícia Militar de São Paulo entrou em confronto com operários do Metrô na estação Ana Rosa da linha 1-azul, na madrugada desta sexta-feira (6).

No vídeo é possível ouvir uma discussão entre a polícia e os operários. Os policiais avançam contra as pessoas, indicando a saída da estação. Logo depois, é possível ver o disparo de uma das armas de bala de borracha e os policiais expulsando as pessoas do local utilizando os cassetetes.

Um funcionário do Metrô chegou a ser preso pela Polícia Militar, dizem os sindicalistas. Segundo a PM, a prisão teria acontecido por desacato. Ele foi encaminhado para o 16º DP (Vila Clementino).

Segundo o capitão Snay Nanni, a PM só agiu para garantir que a população tenha acesso ao metrô. Nanni, um dos responsáveis pela ação da tropa na estação do metrô Ana Rosa (linha 2-verde) na manhã desta sexta-feira (6), afirmou que "nós [PMs] somos a favor do movimento grevista".

"Eles tomaram conta da estação e estavam impedindo que a população usasse o trem livremente. Então, nós fomos acionados para garantir o direito de ir e vir das pessoas, até para preservar os direitos deles", afirmou Nanni.

No segundo dia de greve dos metroviários de São Paulo, as três principais linhas do sistema voltaram a operar parcialmente nesta sexta-feira (6): a linha 1-azul opera da estação Paraíso à Luz, a linha 2-verde da Paraíso à Clínicas e a linha 3-vermelha de Bresser Mooca até Santa Cecília. As linhas 5-lilás e 4-amarela (privada) operam normalmente, com todas as estações abertas.

Hoje é também o segundo dia que os metroviários descumprem determinação da Justiça para que todas as linhas tenham funcionamento total durante os horários de pico.

Notícias relacionadas

 

Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos