UOL EconomiaUOL Economia
UOL BUSCA

Finanças pessoais

>

Consórcios

>

Desistência

O que é que eu faço, Sophia?
Luiz Henrique Franco Costa

Paguei 35 prestações de um consórcio e não consigo pagar mais. O que faço?

Negocie com a administradora uma forma de você continuar pagando. Se não conseguir mesmo assim, tente vender a cota. Caso contrário, terá de esperar o fim do grupo para receber o que pagou, descontada uma multa.

Cristina

Meu consórcio tem aumentado praticamente todos os meses. Não consigo mais pagar. Posso aumentar o número de parcelas para cair o valor? Existe alguma opção ou perco tudo o que paguei?

Se você está com dificuldades para pagar, negocie com a administradora. Eles poderão aumentar o número de parcelas a pagar, mas terão de

Avani Caldeira

Já paguei 37 parcelas de um consórcio de 96 meses. Preciso do dinheiro. Qual a saída?

Tentar vender a cota para receber pago imediatamente.

Marcelo

Existe alguma maneira de receber o dinheiro do consórcio quando o participante pára de pagar antes do fim do grupo?

Só se o participante conseguir vender a cota para outro interessado. Nesses casos, é interessante procurar a administradora, pois ela também tem interesse em repassar a cota.

Sergio

Comprei uma cota de um veículo e paguei somente a primeira prestação. Quando terei direito à devolução?

Quando o grupo terminar.

Guia básico

O que acontece se eu desistir de pagar o consórcio?

Se você já foi contemplado, terá de continuar a pagar ou vender a sua cota para algum interessado. Se ainda não foi contemplado, só irá receber o que pagou quando todos os participantes do grupo tiverem sido contemplados. Quem desiste tem de pagar uma multa, também. O consórcio é um péssimo negócio para quem desistir, e quem o fizer, deverá tentar encontrar algum interessado na cota para restituir o que pagou imediatamente.

Edson Canoas

Em 1986 paguei dois anos de prestações do Consórcio Cineral de um veículo usado. Parei de pagar e até hoje não recebi nada. O que posso fazer?

Em primeiro lugar, você deve procurar o Banco Central para ver se esse consórcio ainda existe. Se existir, deve entrar em contato com a administradora para receber o que tem de direito. Se não concordar com os valores, deve procurar o Procon ou o Banco Central. Se o consórcio não existir mais, o Banco Central irá informa-lo de qual administradora comprou os direitos do grupo. Nesse caso, você deve procurar a nova administradora para receber o que é de direito.

Alessandro Vasconcelos

Há uns oito anos entrei em um consórcio de carro importado (Souza Ramos Mitsubishi Motors), paguei a primeira prestação e não paguei mais. Na época disseram que eu teria de esperar terminar o consórcio (48 meses) e tudo ficou esquecido. Agora achei o bendito papel. Ainda tenho direito à restituição?

Sim, tem o direito à restituição de tudo o que pagou corrigido pela taxa Selic, mas vai ter de pagar também uma multa.

Carlos Reolon

Se eu quiser desistir do consórcio, terei realmente de aguardar o fim do grupo para reaver o que paguei?

Sim, a menos que você consiga vender a sua cota a algum interessado.

Shopping UOL

Shopping UOL