Copiloto de avião que sumiu teria convidado passageiras à cabine em 2011

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/"Daily Mail"

    O copiloto do voo MH370, desaparecido desde o sábado (8), com mulheres na cabine em voo em dezembro de 2011

    O copiloto do voo MH370, desaparecido desde o sábado (8), com mulheres na cabine em voo em dezembro de 2011

A Malaysia Airlines está investigando uma denúncia exibida por um canal de TV da Austrália de que o copiloto do voo MH370, desaparecido desde o sábado (8), teria convidado mulheres à cabine de um outro avião há cerca de dois anos.

De acordo com a agência de notícias Associated Pess, a passageira Jonti Roos fez suas revelações ao programa "A Current Affair" e mostrou várias fotografias em que aparece, com outra mulher, na cabine da aeronave enquanto os pilotos operavam os controles.

ENTENDA O 'MISTÉRIO' EM 5 LINKS

Roos disse que ela e a amiga foram autorizadas a permanecer na cabine durante todo o voo -- inclusive no pouso e na decolagem, o que é proibido --, em dezembro de 2011. O copiloto Fariq Abdul Hamid e o piloto, segundo ela, bateram papo com as duas e posaram para fotos durante o percurso, com duração de cerca de uma hora, entre Phuket (Tailândia) e Kuala Lumpur (Malásia).

"Durante o voo inteiro eles conversaram com a gente e fumaram por toda a viagem", afirmou Roos.

A agência de notícias tentou contato com a outra passageira, Jaan Maree, mas não obteve resposta.  

Hamid, 27, tem experiência de 2.800 horas de voo e trabalha para a Malaysia Airlines desde 2007. Ele era o primeiro-oficial na aeronave que desapareceu.

A empresa informou que não comentará o assunto até que a investigação seja finalizada. (Com AP)

Notícias relacionadas

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos