08h05 25/06/2008

Hoje diretor, Assis vê Fluminense em seu melhor momento

Tricampeão carioca em 1983/84/85 e brasileiro de 1984, tendo formado ao lado de Washington o 'Casal 20', ele acha que sua geração não foi tão longe na Libertadores, pois o torneio continental era mais complicado em sua época.

Jorge Corrêa, especial para o Pelé.Net

QUITO - Quando se pensa nos maiores jogadores que passaram pelo Fluminense, dificilmente o nome de Assis fica de fora dessa lista. Ao lado de seu parceiro de ataque Washington, ele formou o 'Casal 20', dupla que encantou a torcida tricolor e levou o time ao tricampeonato carioca de 1983/84/85, além de título brasileiro de 1984.

Divulgação/Fotocom
Assis (e) reencontra o parceiro Washington
Divulgação/Fotocom
Hoje, campeão com as divisões de base
LEIA MAIS SOBRE O FLUMINENSE
A TRAJETÓRIA NA LIBERTADORES
Ainda do clube, comandando as categorias de base na cidade de Xerém, na Baixada Fluminense, o ex-jogador está comemorando a atual fase do time carioca, que está na final da Copa Libertadores e pode conquistar o título continental pela primeira vez, o que seria o mais importante em 106 anos de história do Fluminense.

"Momento melhor que esse é impossível. O Fluminense nunca ficou em uma situação tão boa. Na minha época não passamos nem da primeira fase. Esse bom momento da Libertadores está acontecendo agora, pois o time vem jogando da mesma forma em casa e fora, conseguindo manter seu padrão", disse Assis.

O ex-atacante tricolor faz questão de destacar o coletivo como o ponto forte da atual equipe do Fluminense. "O que prevalece é o conjunto, além de alguns jogadores que decidem individualmente na hora que precisa. Foi assim contra o São Paulo, no gol do Washington no último minuto, ou o Thiago Neves contra o Boca na Argentina."

Mesmo com sua geração sendo lembrada como uma das melhores que já passou pelas Laranjeiras, o ex-jogador sabe que ela está marcada por não ter chegado nem mesmo perto do título sul-americano. Segundo Assis, isso aconteceu porque o torneio continental era muito mais complicado.

"Na nossa época era diferente, ia para Libertadores apenas o campeão e o vice do Brasileirão. Em 1985 foi o Fluminense o Vasco. E não tinham tantos times. Alguns sem expressão estão sendo conhecidos só agora por causa da Libertadores, de países menos tradicionais, como Colômbia, Equador, etc."

"Em 1985, o Fluminense caiu em um grupo muito difícil, com os times argentinos (Argentinos Jrs e Ferro Carril) que eram muito tradicionais. O que sofremos na Argentina foi brincadeira, mas não tinha televisão, não mostravam nada, não tinha tanta repercussão como tem hoje em dia. Era muito mais difícil. Por isso os argentinos têm tantos títulos", completou o ex-atacante.

Em sua participação na Libertadores, o time caiu na primeira fase sem nenhuma vitória no torneio. Empataram duas vezes com o Vasco (3 a 3 e 0 a 0), perdenram duas vezes para o Argentinos Jrs (ambas por 1 a 0), e perdeu uma e empatou outra com o Ferro Carril (1 a 0 e 0 a 0).

Frutos para o amanhã
Depois de se destacar como jogador, Assis também começa a aparecer como dirigente do Fluminense. Atualmente ele coordena as categorias de base da equipe carioca na cidade de Xerém. "Tem muita promessa, somos um dos times que mais investe em categorias de base", disse.

Segundo o ex-jogador, os jovens do Fluminense têm um grande futuro no futebol, mesmo que não seja no clube tricolor do Rio de Janeiro. "Esses garotos com certeza vão servir o profissional do time, e se isso não acontecer, podem ser encaminhados para outros clubes, onde terão um grande futuro."



  Esse é o melhor momento do Flu, mas na nossa época, a Libertadores era bem mais difícil
Assis, ex-atacante do Fluminense
Benedito de Assis da Silva

12/11/1952

São Paulo (SP)

Times
São José-SP: 1974 - 1974
Internacional-SP: 1975 - 1977
Francana: 1978 - 1979
São Paulo: 1980 - 1980
Internacional: 1981 - 1981
Atlético-PR: 1982 - 1982
Fluminense: 1983 - 1987
Paysandu-PA: 1989 - 1990
Paraná: 1991 - 1991
Títulos
Campeonato Paulista - 1980 (São Paulo)
Campeonato Gaúcho - 1981 (Internacional)
Campeonato Paranaense - 1982 (Atlético-PR)
Campeonato Carioca - 1983 (Fluminense)
Campeonato Carioca - 1984 (Fluminense)
Campeonato Brasileiro - 1984 (Fluminense)
Campeonato Carioca - 1985 (Fluminense)
Campeonato Paranaense - 1991 (Paraná)





© Copyright Zipsports Ltda. Todos os direitos reservados

Shopping UOL