Partido de Feliciano anuncia Everaldo Pereira como pré-candidato à Presidência

Camila Campanerut
Do UOL, em Brasília

  • PSC/Divulgação

    Everaldo Pereira, pastor da Assembleia de Deus e vice-presidente nacional do PSC, lançado hoje como pré-candidato presidencial da sigla

    Everaldo Pereira, pastor da Assembleia de Deus e vice-presidente nacional do PSC, lançado hoje como pré-candidato presidencial da sigla

O PSC (Partido Social Cristão), que ganhou fama com as polêmicas envolvendo o deputado pastor Marco Feliciano (PSC-SP), anunciou na noite desta terça-feira (14) que lançará candidato próprio nas eleições presidenciais do ano que vem: o pastor Everaldo Pereira, vice-presidente nacional da sigla e principal liderança do partido no Rio de Janeiro.

O anúncio foi feito pelo líder do PSC na Câmara dos Deputados, André Moura (SE) em meio ao tumultuado processo de votação da MP dos Portos --medida provisória que trata da regulamentação do setor portuário. 

"Fica definido quer o nosso partido terá nas eleições do próximo ano candidatura própria para as eleições à Presidência: o pastor Everaldo Pereira, o nosso vice-presidente nacional", afirmou Moura da tribuna do plenário da Câmara.  

De acordo com o parlamentar, depois da decisão tomada na manhã de hoje, Everaldo Pereira fará uma "peregrinação" por todo o país para colher sugestões para elaborar um plano de governo. Segundo Moura, o plano de governo do PSC será uma "alternativa verdadeira de mudança para este país."

Everaldo estrela propaganda do PSC

  • Propaganda do PSC estrelada por Everaldo Pereira, exibida nos últimos dias em rede nacional. Na abertura, o partido expõe sua visão do que é uma família, que deve ser composta por um homem e uma mulher e amor, na opinião da sigla. Já Pereira evita se manifestar contra a união de pessoas do mesmo sexo e se resume a dizer que o PSC é "a favor da vida desde sua concepção" e "contra a liberalização das drogas."

Dias Pereira já se manifestou em sua página do Facebook. Ele agradeceu à direção nacional do PSC e pediu apoio a seguidores cristãos. 

"Agradeço à direção nacional do Partido Social Cristão (PSC), que, em reunião hoje na Liderança da legenda na Câmara Federal, em Brasília, decidiu que o partido lançará candidatura própria em nível federal em 2014, e indicou nosso nome como pré-candidato à Presidência da República. Conto com suas orações e apoio", escreveu o pré-candidato.

Perfil

"Pastor da Assembléia de Deus, casado, atuário, corretor de seguros, vice presidente nacional do PSC." Assim Everaldo Pereira se define em seu perfil no Twitter.

Além de político, ele é pregador da Assembleia de Deus, a maior igreja evangélica do país em número de fiéis, com 12,3 milhões de seguidores --a segunda com mais fiéis é a Igreja Congregação Cristã no Brasil, com 2,3 milhões.

Everaldo sai em defesa de Feliciano

O pastor se filiou ao PSC em 2003, por influência do então governador Anthony Garotinho, à época do PDT, que tinha como principal aliado o partido cristão. Na gestão de Garotinho, o pastor coordenou o programa Cheque Cidadão, um dos mais importantes do mandato.

Em dez anos, Pereira se tornou o homem forte do partido no Rio. Ele é um dos líderes do bloco evangélico do PSC, que inclui Marco Feliciano.

O PSC possui atualmente 16 deputados federais --além de quatro licenciados. Na divisão do Fundo Partidário, a legenda recebeu R$ 8,8 milhões em 2012.

Notícias relacionadas

 

Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos