Presos do mensalão, dois ex-deputados são transferidos para Recife e Cuiabá

Do UOL, em São Paulo

  • Montagem UOL

    Pedro Correa e Pedro Henry, que foram transferidos para seus Estados de origem

    Pedro Correa e Pedro Henry, que foram transferidos para seus Estados de origem

Presos no processo do mensalão, os ex-deputados federais Pedro Henry (PP-MT) e Pedro Corrêa (PP-PE) foram transferidos na tarde desta sexta-feira (27) do Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, para presídios em seus Estados de origem, segundo informações do Ministério da Justiça.

Corrêa foi levado para Recife (PE) e Henry para Cuiabá (MT). Ambos foram condenados a 7 anos e 2 meses por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Henry estava na Papuda havia cerca de duas semanas, desde que renunciou ao mandato de deputado, em 13 de dezembro. No mesmo dia, ele se entregou à Polícia Federal.

Corrêa também estava preso na Papuda desde o dia 5 de dezembro, após se entregar à Superintendência da Polícia Federal em Brasília.

No início da semana, outros três presos no processo foram transferidos do DF para Minas.

Até agora, o Supremo autorizou sete transferências no processo do mensalão, as de Pedro Henry e Pedro Corrêa e de outros cinco condenados para Minas Gerais.

A ex-funcionária de Marcos Valério Simone Vasconcelos e a ex-dirigente do Banco Rural Kátia Rabello já estão em Belo Horizonte, além dos três que foram distribuídos para Ribeirão das Neves e Contagem.

Dos 25 condenados, 21 já começaram a cumprir as penas - um deles está foragido, o ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato.

Notícias relacionadas

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos