Informações sobre o álbums
  • editoria:Geral
  • galeria: Saiba conservar os alimentos para proteger sua saúde
  • link: http://noticias.uol.com.br/saude/album/1110_conservacao_alimentos_album.htm
  • totalImagens: 48
  • fotoInicial: 1
  • imagePath: http://cs.i.uol.com.br/album/
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20120313171316
    • Saúde [11180];
Fotos
A vida moderna nos impõe cada vez mais rapidez fazendo com que boa parte das refeições precise ser feita fora de casa. Comer fora desperta o medo de intoxicações alimentares, por não ser possível saber exatamente como os alimentos são manipulados nestes locais. Porém, uma estimativa da Secretaria de Vigilância em Saúde mostrou que as residências são os locais com maior ocorrência de surtos, representando 48,5% dos casos, seguidas por restaurantes e escolas.<br>Veja como manipular e conservar os alimentos em casa para afastar esse risco de sua família Thinkstock Mais
Alimentos mais perecíveis
<b>Alimentos mais perecíveis</b><br>Alimentos perecíveis são aqueles que estragam com facilidade e devem ser conservados adequadamente - embalagens vedadas e ambiente refrigerado. É o caso de carnes, laticínios, ovos e frutos do mar Thinkstock Mais
Alimentos mais perecíveis
<b>Alimentos mais perecíveis</b><br>Apesar de terem aparência de resistentes, os embutidos também estão entre os alimentos mais perecíveis Thinkstock Mais
Alimentos mais perecíveis
<b>Alimentos mais perecíveis</b><br>A maionese é outro alimento que estraga com muita facilidade e uma fonte frequente de infecções alimentares Thinkstock Mais
Higiene na cozinha
<b>Higiene na cozinha</b><br>Lave as mãos com sabão e enxugue, antes e depois de manusear alimentos frescos e crus. O mesmo após usar o banheiro, limpar o nariz ou tocar animais Thinkstock Mais
Higiene na cozinha
<b>Higiene na cozinha</b><br>Mantenha a área onde se manipulará os alimentos limpa (antes e depois), especialmente quando o alimento for carne crua ou ovos frescos Thinkstock Mais
Higiene na cozinha
<b>Higiene na cozinha</b><br>Panos de cozinha devem ser lavados regularmente e enxugados antes da reutilização, pois são um local perfeito para a proliferação de bactérias Thinkstock Mais
Higiene na cozinha
<b>Higiene na cozinha</b><br>Prefira tábuas de carne de polipropileno, que não permitem a contaminação dos alimentos. Mesmo assim, separe uma para carnes em geral e outra para os demais alimentos Thinkstock Mais
Higiene na cozinha
<b>Higiene na cozinha</b><br>Os alimentos crus devem estar cobertos e longe de animais domésticos Thinkstock Mais
Higiene na cozinha
<b>Higiene na cozinha</b><br>Mantenha a carne crua longe de saladas, frutas e pão, pois estes não serão cozidos Thinkstock Mais
Higiene na cozinha
<b>Higiene na cozinha</b><br>Lave as frutas em água corrente e abundante Thinkstock Mais
Higiene na cozinha
<b>Higiene na cozinha</b><br>Cozinhe as carnes apropriadamente. Ela não deve possuir pontos rosa no meio após o cozimento Thinkstock Mais
Higiene na cozinha
<b>Higiene na cozinha</b><br>Regule a temperatura da geladeira para que se mantenha entre 0°C e 5°C Thinkstock Mais
Higiene na cozinha
<b>Higiene na cozinha</b><br>Qualquer alimento com aparência estranha, mau cheiro, data de validade vencida deve ser descartado Thinkstock Mais
Fazendo compras
<b>Fazendo compras</b><br>Não compre alimentos cujas embalagens estejam adulteradas, violadas, amassadas ou rachadas Thinkstock Mais
Fazendo compras
<b>Fazendo compras</b><br>Preste atenção na data de vencimento, especialmente se o alimento for laticínio, como queijo cottage, cream cheese e iogurte Thinkstock Mais
Fazendo compras
<b>Fazendo compras</b><br>Evite frutos do mar se você for portador de alguma doença que tenha afetado seu sistema imunológico Thinkstock Mais
Fazendo compras
<b>Fazendo compras</b><br>Carnes devem ser mantidas sob refrigeração, as embalagens devem estar íntegras, sem líquidos, pois isso é sinal de recongelamento. E devem ter coloração e odor típico Thinkstock Mais
Fazendo compras
<b>Fazendo compras</b><br>Peixes frescos devem estar cobertos por gelo e não apenas sobrepostos Thinkstock Mais
Fazendo compras
<b>Fazendo compras</b><br>Os ovos devem estar intactos, isto é, sem rachaduras, vazamento ou manchas Thinkstock Mais
Fazendo compras
<b>Fazendo compras</b><br>Frios devem ser mantidos gelados, ou em local fresco e seco. Não devem apresentar umidade, bolor ou viscosidade. Prefira os fatiados na hora Thinkstock Mais
Fazendo compras
<b>Fazendo compras</b><br>Os últimos alimentos a serem comprados devem ser carnes e ovos, e eles devem ser embalados em sacos diferentes. Fique atento ao tempo de transporte Thinkstock Mais
Estocagem
<b>Estocagem</b><br>Ao chegar em casa, os alimentos perecíveis devem ser os primeiros a ser guardados Thinkstock Mais
Estocagem
<b>Estocagem</b><br>Carnes (bovina, suína, aves e peixes) podem ser mantidos na geladeira por até 2 dias, desde que devidamente embaladas. Certifique-se de que algum líquido não estará em contato com outros alimentos Thinkstock Mais
Estocagem
<b>Estocagem</b><br>Ovos poderão ser mantidos em suas embalagens ou acondicionados em outro de sua preferência. O importante é que não sejam guardados na porta, local onde a temperatura é menor Thinkstock Mais
Estocagem
<b>Estocagem</b><br>Frutos do mar só devem ser retirados da geladeira no momento do preparo Thinkstock Mais
Estocagem
<b>Estocagem</b><br>Cebola e batata não devem ser mantidas na pia da cozinha, pois correm o risco de ser contaminadas por algum vazamento dos canos Thinkstock Mais
Estocagem
<b>Estocagem</b><br>É importante sempre respeitar a data de validade dos produtos industrializados, mesmo que não apresentem sinais de deterioração. Se você mora em uma região muito quente ou úmida, o ideal é conservar o pão na geladeira Thinkstock Mais
Estocagem
<b>Estocagem</b><br>Macarrão, assim como arroz, feijão, farinha e outros produtos perecíveis que são armazenados em estoque seco, tem sua validade prolongada se, após abertos, são transferidos para potes limpos e com tampa. E não esqueça de etiquetar a data de validade Thinkstock Mais
Estocagem
<b>Estocagem</b><br>Muitos bolos e tortas possuem recheios ou coberturas à base de leite e ovos. Assim, são mais suscetíveis à contaminação e/ou desenvolvimento de microrganismos. O ideal é mantê-los refrigerados, até o momento de servir. Se o doce esteve por mais de 4 horas fora da geladeira, melhor descartá-lo, exceção feita àqueles cuja cobertura é feita à base de açúcar Thinkstock Mais
Estocagem
<b>Estocagem</b><br>Sobras de comida deverão esperar, no máximo, até 90 minutos para serem levadas à geladeira ou freezer, e deverão ser retirados da panela (independente do material, porque pode haver contaminação por má vedação), e transferidos para recipiente plástico ou de vidro com tampa. Após a refrigeração, consumi-las, no máximo, até 3 dias Thinkstock Mais
Estocagem
<b>Estocagem</b><br>Mantenha os alimentos longe dos produtos de limpeza Thinkstock Mais
Estocagem
<b>Estocagem</b><br>Não descongele alimentos em temperatura ambiente. Eles devem ser tirados do freezer 1 ou 2 dias antes de serem preparados. Se preferir, descongele em água quente, trocando-a a cada 30 minutos, no microondas, ou durante o próprio cozimento Thinkstock Mais
Estocagem
<b>Estocagem</b><br>Evite encher demais a geladeira. Para conservar corretamente os alimentos, é necessário espaço para circulação do ar frio Thinkstock Mais
Alimentos industrializados após abertos
<b>Alimentos industrializados, após abertos:</b><br>Maionese, catchup, leite, requeijão, enlatados em geral: todos esses produtos possuem prazo de validade relativamente grande quando fechados. Uma vez abertos, devem ser mantidos na geladeira. Se ficarem sem refrigeração por tempo superior a 30 minutos, é melhor descartá-los, embora a maioria dos laticínios possuam conservantes. Queijo ralado, salsicha, ervilha, molho de tomate etc, devem ser transferidos para recipiente plástico ou de vidro, com tampa. Dica: coloque uma etiqueta com a data em que foi aberta e o prazo de validade<br> Thinkstock Mais
Temperatura máxima e tempo de armazenamento
<b>Temperatura e tempo certo de armazenamento</b><br>Pescados e seus produtos manipulados crus: temperatura máxima de 4ºC e tempo máximo de 24 horas Thinkstock Mais
Temperatura máxima e tempo de armazenamento
<b>Temperatura e tempo certo de armazenamento</b><br>Carne (bovina, suína, aves): temperatura máxima de 4ºC e tempo máximo de 72 horas Thinkstock Mais
Temperatura máxima e tempo de armazenamento
<b>Temperatura e tempo certo de armazenamento</b><br>Sobremesas/ frios/laticínios: temperatura máxima de 8ºC e tempo máximo de 24 horas para sobremesas. Temperatura máxima de 6ºC e tempo máximo de 24 horas para frios. Temperatura máxima de 4ºC e tempo máximo de 72 horas para laticínios Thinkstock Mais
Temperatura máxima e tempo de armazenamento
<b>Temperatura e tempo certo de armazenamento</b><br>Folhosos e frutas sensíveis: temperatura máxima de 10ºC e tempo máximo de 72 horas Thinkstock Mais
Temperatura máxima e tempo de armazenamento
<b>Temperatura e tempo certo de armazenamento</b><br>Outras frutas e legumes: temperatura máxima de 10ºC e tempo máximo de uma semana Thinkstock Mais
Temperatura máxima e tempo de armazenamento
<b>Temperatura e tempo certo de armazenamento</b><br>Alimentos cozidos: temperatura máxima de 4ºC e tempo máximo de 72 horas Thinkstock Mais
Temperatura máxima e tempo de armazenamento
<b>Temperatura e tempo certo de armazenamento</b><br>Pescados cozidos: temperatura máxima de 4ºC e tempo máximo de 24 horas Thinkstock Mais
Temperatura máxima e tempo de armazenamento
<b>Temperatura e tempo certo de armazenamento</b><br>ovos: temperatura máxima de 10ºC e tempo máximo de 14 horas Thinkstock Mais
Temperatura máxima e tempo de armazenamento
<b>Temperatura e tempo certo de armazenamento</b><br>Maionese e misturas de maionese com outros alimentos: temperatura máxima de 4ºC e tempo máximo de 24 horas Thinkstock Mais
Tempo de armazenamento de congelado
<b>Tempo de armazenamento de produto congelado</b><br>Os produtos congelados possuem um tempo máximo de armazenamento de acordo com a temperatura na qual são mantidos:<br>0 a 5ºC - 10 dias <br>-5 a -10ºC - 20 dias <br>-10 a -18ºC - 30 dias<br>Menos que -18ºC - 90 dias<br> Thinkstock Mais
Bactérias
<b>Bactérias alimentares comuns</b><br>Das bactérias alimentares, uma das mais conhecidas é a <i>Salmonella</i>, o maior risco de contaminação é através de Carne (bovina, aves) mal cozida, ovos e produtos à base de ovos. Esta bactéria causa náusea, cólicas estomacais, diarreia, febre e dor de cabeça e age de 6h a 3 dias após a ingestão do alimento Thinkstock Mais
Bactérias
<b>Bactérias alimentares comuns</b><br>Outra bactéria que pode ser transmitida pelos alimentos é o <i>Staphylococcus aureus</i>. O maior risco de contaminação é através de Carne mal passada e alimentos à base de aves e ovos, saladas de maionese, e sobremesas com creme (por ex. sonho). Os sintomas são vômito, náusea, às vezes diarreia e cólicas, eles se manifestam de 1h a 8h após a ingestão do alimento e podem durar até 24h. Esta bactéria produz toxinas no alimento que não são destruídas com o o cozimento. Por isso a correta armazenagem e higiene no manuseio são essenciais Thinkstock Mais
Bactérias
<b>Bactérias alimentares comuns</b><br><i>Campylobacter</i> é outra bactéria que pode ser transmitida pelos alimentos. O maior risco de contaminação está na ingestão de carnes (bovina, aves) cruas e leite não pasteurizado. A contaminação causa diarreia, dor de barriga, náusea, dor de cabeça e vômito e geralmente ocorre de 2 a 4 dias após a ingestão. Os sintomas podem durar de 7 a 10 dias. Em 25% dos casos há recaída. A bactéria morre quando o alimento é cozido e desde que seja manipulado corretamente<br><br><i>Fontes: Cartilha do Manipulador de Alimentos, SESC 2003; Cartilha de Prevenção de Intoxicação Alimentar publicada pelo Instituto de Saúde de Melbourne (Austrália), em dezembro de 2010; Coordenação de Vigilância em saúde (Covisa), da Secretaria Municipal de Saúde; Manuela Dias, nutricionista e pesquisadora da Proteste (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor); Anita Sachs, nutricionista e professora da disciplina de Nutrição e Medicina Preventiva da Universidade Federal de São Paulo; Roberto José Cavalcante Filho, gastroenterologista e pesquisador da Universidade Federal de São Paulo </i> Thinkstock Mais

Saiba conservar os alimentos para proteger sua saúde

Mais álbuns de Saúde x

Veja mais: ALIMENTOS QUE CURAM , EVITE CONTAMINAÇÃO EM ALIMENTOS

ÚLTIMOS ÁLBUNS DE UOL SAÚDE



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos