UOL Notícias Notícias
 
08/04/2011 - 16h13

Papa Bento XVI se diz "desolado" após massacre em escola do Rio

RIO DE JANEIRO, 8 Abr 2011 (AFP) -O Papa Bento XVI se disse "desolado" nesta sexta-feira em uma mensagem de solidariedade às famílias dos doze estudantes mortos a tiros em uma escola por um jovem de 23 anos e a toda a população do Rio de Janeiro traumatizada por esta tragédia, informou o arcebispo do Rio.

"Profundamente desolado por esse dramático atentado contra crianças indefesas (...), o Santo Padre deseja exprimir sua solidariedade e levar seu conforto espiritual às famílias que perderam seus filhos e a toda comunidade escolar", disse o papa nesta mensagem do Vaticano dirigida ao arcebispo do Rio, Monsenhor Orani Joao Tempesta.

Nesta sexta-feira, onze alunos ainda estão hospitalizados, entre eles quatro em estado grave. As vítimas mortas ontem em Realengo foram enterradas em três cemitérios da cidade.

O papa fez "votos pela rápida recuperação dos feridos" e "convidou todos os cariocas (...) a dizer não à violência que constitui um caminho sem futuro e a procurar construir uma sociedade fundamentada na justiça e no respeito ao próximo, sobretudo, aos mais fracos e indefesos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h18

    -0,45
    2,214
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h26

    -0,01
    57.629,04
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host