UOL Notícias Notícias
 
13/10/2011 - 14h16

O novo 'Footloose' é mais que um remake da versão de 1984, diz diretor

LOS ÁNGELES, EUA, 13 Out 2011 (AFP) -Ele não pode ser refeito, é um clássico: o cineasta americano Craig Brewer rejeitou duas vezes o projeto de fazer um remake do filme cult de 1984, "Footloose", mas acabou cedendo e uma versão "mais contemporânea" estreia nesta sexta-feira nas salas norte-americanas.

"Rejeitei duas vezes dizendo: 'Não, não se pode refazer um clássico' e todas essas besteiras que as pessoas me dizem agora", explicou Brewer aos jornalistas no lançamento do filme em um hotel de Beverly Hills.

Mas o cineasta de 39 anos, que se define como um "footloosólogo", pensou que a forma de homenagear um filme que definiu sua adolescência era refazê-lo da forma mais fiel ao original possível, embora com um toque atual.

"Tudo o que fiz foi tentar descobrir exatamente o que tornaria 'Footloose' um filme mais contemporâneo", disse Brewer.

Na história original, as autoridades de uma região no sul mais conservador dos Estados Unidos proíbem os jovens de dançar e ouvir música, como resposta a um acidente de carro no qual vários jovens morreram ao sair de uma festa, entre eles o filho do pastor.

Mas Ren, interpretado por Kenny Wormald no mesmo papel que lançou Kevin Bacon à fama há 27 anos, chega de Boston para desafiar o absurdo toque de recolher e coloca a religiosa região de Bomont para dançar.

Brewer, que compartilha os créditos do roteiro com o escritor do original, Dean Pitchford, disse que não buscou refazer a trama, e sim melhorá-la.

"Se não colocamos a tragédia no início do filme para mostrar como afetou este pequeno povoado, toda a proibição dos bailes e das reuniões não tem sentido", disse o diretor.

Outro "arranjo" no roteiro original é a relação de Ren com o tio que o hospeda em sua chegada a Bomont e que na versão atual apoia a decisão de seu sobrinho de desafiar a lei. O resto - incluindo a música e o "close up" inicial com pés de bailarinas - permanece, embora modernizado.

O filme possui um elenco de desconhecidos em termos internacionais, mas com experiência em dança (a protagonista, Julianne Hough, sai da versão local de "Dançando com as estrelas") e a legitimação de duas celebridades da "lista A", como Andie MacDowell e Dennis Quaid, este último no papel do rígido pastor de Bomont.

"Vi o filme de novo, mas apenas por diversão", disse MacDowell, que, com 53 anos, contou que os jovens atores do filme lhe diziam que queriam ser como ela quando fossem grandes.

A produção do filme "queria que interpretasse uma mulher mais contemporânea, forte, alegre" que a esposa do pastor vivida anteriormente por Dianne Wiest, explicou a atriz de "Quatro casamentos e um funeral" (1994).

Mas, como todos os remakes, os fãs da versão original reivindicaram o direito de "Footloose" de descansar em paz.

Ziah Colon, uma americana de origem portorriquenha que agora faz o papel que foi de Sarah Jessica Parker como a melhor amiga da protagonista, disse que não mediu a relevância do filme até que os defensores do projeto original começaram a protestar no Facebook e no Twitter.

"Simplesmente aproveitamos o trabalho e não pensamos nisso até terminarmos", contou Colon. "Espero que a próxima geração nos defenda como os fãs defendem os atores do (filme) anterior", disse Miles Teller, que faz o papel do melhor amigo de Ren.

"A versão bastarda de 'Footloose' vai me fazer vomitar", é o tom de alguns dos tweets que o diretor Brewer reenvia, em uma espécie de catarse para enfrentar a chuva de críticas dos que, sem ter visto o filme, já se ofendem por sua existência.

"'Retuíto' tudo, faço isso por minha saúde mental, o bom e o ruim", elogios e críticas, disse o cineasta. Mas "espero que as pessoas que nunca viram 'Footloose' o assistam e tenham o mesmo sentimento que eu tive quando o vi" aos 13 anos. "Senti-me inspirado", disse.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h59

    0,52
    2,477
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h16

    -3,44
    52.432,43
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host