Milhares protestam em Bruxelas contra a austeridade e os cortes

BRUXELAS, 04 Abr 2014 (AFP) - Dezenas de milhares de pessoas se manifestaram nesta sexta-feira em Bruxelas para denunciar as políticas de austeridade e de cortes na Europa, segundo jornalistas da AFP presentes no protesto.

Ao final da manifestação, convocada pela Confederação Europeia de Sindicatos (CES), houve confrontos com a polícia, que usou canhões de água e gases lacrimogêneos para dispersar os manifestantes dos prédios da Comissão Europeia.

Vários militantes de sindicatos europeus, entre eles da França, Polônia e Alemanha, estavam na manifestação, onde também havia alguns trabalhadores da Grécia, um dos países mais afetados pela crise.

Segundo Emanuela Bonacina, porta-voz da CES, o objetivo da manifestação é "abrir um novo caminho na Europa, sem austeridade". Ela também pediu que nas eleições europeias de 25 de maio se vote em candidatos que mudarão a maneira que a UE é atualmente dirigida.

Mais de 26 milhões de europeus estão sem emprego, dez milhões a mais que em 2008, e em 18 dos 29 países da UE, os salários reais caíram, segundo dados dos sindicatos.

siu-aje/cel/fw/pc/jz/cn



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos