Premiê japonês faz 1a. visita oficial à Rússia em 10 anos

MOSCOU, 28 Abr 2013 (AFP) - O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, chegou neste domingo a Moscou, na primeira visita oficial de um chefe de governo japonês à Rússia em dez anos, que pode permitir relançar as negociações de paz visando uma solução para o conflito territorial das Curilas.

O avião de Shinzo Abe aterrissou pela noite no aeroporto Vnukovo de Moscou, indicou a agência Itar-Tass. O primeiro-ministro japonês se reunirá na segunda-feira com o presidente russo Vladimir Putin.

"Durante esta visita, quero estabelecer uma relação pessoal de confiança, quero que cheguemos a um acordo sobre a retomada das negociações para a assinatura de um tratado de paz", disse Abe à agência Itar-Tass antes de viajar a Moscou, em referência à disputa do arquipélago das Curilas.

Os dois países disputam quatro ilhas deste arquipélago, chamadas de Território do Norte no Japão e Curilas do Sul na Rússia, que foram anexadas pelos soviéticos no fim da Segunda Guerra Mundial. Este litígio impede a assinatura de um tratado de paz.

As perspectivas de desenvolvimento do comércio, o investimento e a energia serão alguns dos principais temas das negociações com Putin, disse Abe.

Durante este encontro, "serão abordados todos os aspectos das relações entre os dois países e suas perspectivas de desenvolvimento", disse o Kremlin em um comunicado.

Em 2010, Dmitri Medvedev, então presidente da Rússia, enfureceu o Japão ao se tornar o primeiro chefe de Estado russo a visitar o arquipélago das Curilas.


Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos