Síria anuncia adiamento da missão da ONU por falta de garantias dos rebeldes

DAMASCO, 27 Ago 2013 (AFP) - O ministro das Relações Exteriores da Síria, Walid Mualem, afirmou nesta terça-feira que a missão dos especialistas da ONU que investiga o suposto uso de armas químicas no país foi adiada para quarta-feira por falta de garantias dos rebeldes.

"Hoje, nos surpreendeu o fato de que não puderam seguir para o local porque os rebeldes não conseguiram chegar a um acordo para garantir a segurança da missão. Portanto, a missão foi adiada para amanhã", disse o ministro em Damasco.

rm-ram/fp

Últimas de Notícias



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos