Euro sobe e dólar australiano cai após corte de juro

Londres - As principais moedas mundiais são negociadas de lado, durante uma calma sessão em Londres, devido ao fechamento de muitos mercados na Europa por causa do feriado do Dia do Trabalho. O dólar australiano consolidou suas perdas após o banco central da Austrália anunciar um corte da taxa de juros.

A calmaria em Londres se seguiu a uma movimentada sessão na Ásia, que viu o dólar australiano recuar após o Reserve Bank of Austrália (RBA) cortar a taxa de juros para 3,75%, de 4,25%. Também teve influência o índice de atividade industrial da China, que mostrou expansão em abril, mas não o suficiente para animar os mercados.

Além do dólar australiano, que caiu para US$ 1,03, as principais moedas foram negociadas dentro de intervalos estreitos em meio às fracas condições de negociação no feriado.

A libra ficou sob pressão ante o dólar e o euro após o índice de atividade industrial (gerente de compras) do Reino Unido cair em abril. A moeda recuou para uma mínima de US$ 1,6191, mas se recuperou um pouco, superando US$ 1,62. O euro subiu 0,4% ante a libra, para 0,82 libra, mas analistas disseram que o movimento foi resultado mais da falta de fluxo de negócios do que uma resposta substancial aos dados.

Emergentes

Nos mercados emergentes da Europa, o leu da Romênia ficou sob pesada pressão de venda. O euro subiu para uma máxima de 4,461 leus. A moeda romena continua a ser afetada após o governo do país perder inesperadamente um voto no Parlamento na última sexta-feira. Os estrategistas não esperam que a onda de vendas seja sustentada e preveem que o banco central da Romênia tomará medidas amanhã, quando se reúne para decidir a política monetária.

A lira turca também recuou ante o dólar, após a Standard & Poor's cortar a previsão para o rating soberano da Turquia para estável, de positiva.

Os operadores de câmbio estarão atentos agora à divulgação do índice de atividade industrial (gerentes de compras) ISM de abril, às 11h (de Brasília). As expectativas dos analistas é de uma leitura de 52,9, ante 53,4 em março.

Alguns membros do Federal Reserve (Fed), o banco central dos EUA, também discursarão hoje: o presidente do Fed de San Francisco, John Williams, às 12h (de Brasília); o presidente do Fed de Atlanta, Dennis Lockhart, às 13h30 (de Brasília); o presidente do Fed de Philadelphia, Charles Plosser, às 16h (de Brasília). Também discursarão nesta terça-feira o presidente do Fed de Minneapolis, Narayana Kocherlakota, e o presidente do Fed de Richmond, Jeffrey Lacker.

Às 8h35 (de Brasília), o euro era negociado em US$ 1,3259, de US$ 1,3239 na segunda-feira em Nova York. O dólar era negociado em 79,87 ienes, de 79,82 ienes. A libra estava em US$ 1,6218, de US$ 1,6229 ontem. As informações são da Dow Jones.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos