Ferrari mais cara do mundo é vendida por R$94 mi

ROMA, 5 FEV (ANSA) - Quanto você pagaria por uma Ferrari antiga? Um comprador anônimo investiu 28,99 milhões de euros (cerca de R$ 94,21 milhões) para ter em sua posse um modelo de corrida 250 Testa Rossa, de 1957. É maior valor pago por uma Ferrari até hoje. A máquina pertencia ao colecionador holandês Eric Heerema, que realizou a transação por meio da empresa Tom Hartley, especializada em intermediação na compra e venda de carros de luxo. A Ferrari mais cara do mundo teve uma carreira respeitável.   


Venceu por dois anos consecutivos (1957-1958) a "24 Heures Du Mans", a mais antiga corrida de carros esportivos do mundo.   


Também obteve 16 vitórias nas mãos de um proprietário norte-americano. Em 1967, foi colocada em exposição no Henry Ford Museum em Dearborn, nas proximidades de Detroit, nos Estados Unidos, onde permaneceu por 30 anos. O altíssimo valor pago pelo carro não diz respeito apenas à raridade do modelo, que é considerado um dos cinco mais importantes da Ferrari no mundo. Mas também ao fato de ser totalmente original, sem ter passado por nenhum restauro. Os 28,99 milhões de euros pagos pela 250 Testa Rossa superou o antigo modelo mais caro da Ferrari, o 250 GTO de 1962, vendido em 2012 por 26,2 milhões de euros (cerca de R$ 85,15 milhões).   


(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Últimas de Notícias

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos