UOL Notícias Notícias
 
02/07/2011 - 06h19

Lula reivindica mais peso à América Latina e África no Conselho de Segurança

Luanda, 2 jul (EFE).- O ex-presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva assegurou que América Latina e África devem "gritar mais alto" para contar com uma maior representação no Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Após desenvolver a conferência "Desenvolvimento do Brasil: Um modelo possível para a África" nesta sexta-feira em Luanda, capital angolana, o ex-líder brasileiro assinalou: "Acredito que a América Latina e o continente africano têm de estar mais representados no Conselho de Segurança".

Para Lula, estas mudanças nesse órgão da ONU são "questão de tempo".

Além disso, o ex-chefe de Estado se mostrou otimista com o futuro do continente africano e alertou que a "África é vista no resto do mundo como se fosse pobre e miserável", pelo que, na sua opinião, "é preciso mostrar que tem uma forte classe média e que conseguirá ser um continente mais desenvolvido".

Durante sua visita a Angola, iniciada na quinta-feira e concluída com uma recepção com o presidente do país africano, José Eduardo dos Santos, Lula assegurou que seu país tem a "obrigação política e moral" de ajudar no desenvolvimento da África e, em particular, no dos países de língua portuguesa do continente.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h09

    -2,43
    2,408
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h15

    2,76
    52.457,09
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host