UOL Notícias Notícias
 
13/08/2011 - 06h11

Menino ganês cria projeto para arrecadar fundos para vítimas da fome

  • O ganês Andrew Adansi-Bonnah, 11, criou fundo para arrecadar dinheiro para vítimas da fome

    O ganês Andrew Adansi-Bonnah, 11, criou fundo para arrecadar dinheiro para vítimas da fome

Mawusi Afele.

Acra, 13 ago (EFE).- A ajuda para as vítimas da crise de fome na Somália pode vir de uma fonte incomum: um estudante ganês de 11 anos empenhado em realizar um sonho milionário para salvar as crianças vítimas dessa tragédia.

O pequeno Andrew Adansi Bonnah, aluno de uma escola de Acra, está obstinado em arrecadar cerca de US$ 13 milhões a fim de ajudar os pequenos somalis que sofrem com os devastadores efeitos da seca.

"Quero ajudar a conseguir alimentos, remédios, roupas e água. Quero que as crianças voltem à escola", disse nesta quinta-feira à Agência Efe o jovem filantropo, que quer aproveitar suas férias escolares para obter esses fundos.

Andrew tomou conhecimento da dura seca que castiga o Chifre da África - a pior em 60 anos, segundo as Nações Unidas - e, sobretudo, da crise de fome que assola cinco regiões da Somália, após assistir a um vídeo que mostrava somalis famintos vagando em busca de comida.

Mais de três milhões de pessoas necessitam de "ajuda imediata para sobreviver" na Somália, advertiu o Escritório para a Coordenação de Assuntos Humanitários da ONU (OCHA, na sigla em inglês).

"Quero que os cidadãos se conscientizem do sofrimento dos somalis e de como podem ajudar a conseguir dinheiro para pôr fim à crise de fome que há naquela região", disse à Agência Efe o menino, que não fixou um prazo para atingir seu ambicioso objetivo, mas espera que seja em breve.

Andrew não tem sequer um cedis (a moeda ganesa) em seu bolso ou em um cofrinho, mas conta com uma ideia muito solidária que, com o apoio de sua família, já começou a pôr em prática: a abertura de uma conta bancária para receber as doações.

A criança abriu a conta após consultar o representante do Programa Mundial de Alimentos da ONU (PMA) em Gana, Ismail Omer, e iniciou a campanha "Salvem as Crianças Somalis da Fome", lema impresso em adesivos e prospectos.

"Ele está trabalhando muito, e isso é digno de admiração. Quando veio ao meu escritório e disse o que estava fazendo, me emocionei. Espero que ele se torne um bom líder de sua geração", declarou Ismail Omer para a rede britânica "BBC" na África.

Andrew disse que o PMA e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) ofereceram assessoria técnica e pretendem pedir contribuições às empresas locais.

Além disso, o menino vai se reunir com dois ex-presidentes de Gana - Jerry John Rawlings, Alto Representante da União Africana (UA) para a Somália, e John Agyekum Kufuor, embaixador mundial contra a Fome - para falar sobre seu projeto.

A ousadia e a solidariedade do estudante de Acra conquistaram a simpatia de seus compatriotas. Sua popularidade se refletiu nos jornais e em entrevistas para emissoras de rádio e televisão.

O menino ficou entusiasmado com essa ideia após a UA informar que realizará uma cúpula de doadores para combater a crise de fome no Chifre da África no dia 25 de agosto em Adis-Abeba.

Por enquanto, Andrew arrecadou mais de US$ 600, montante que ainda fica longe da meta final, embora esse início possa representar o início de um sonho que talvez se torne realidade.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h59

    -0,18
    2,224
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h16

    -0,22
    57.695,72
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host