Laboratório de cocaína destinada ao Brasil é desmantelado no Paraguai

Assunção, 27 mar (EFE).- Agentes antinarcóticos do Paraguai desmantelaram nesta quinta-feira um laboratório de cocaína e confiscaram oito quilos dessa droga que teria o Brasil como destino, e cujos responsáveis estariam vinculados a um centro de processamento e distribuição dessa substância descoberto na terça-feira.

O laboratório se encontrava em uma casa da cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, na fronteira com o Brasil, e no local foram encontrados sete quilos de fenacetina e outro de permanganato de potássio, utilizados para elaborar a cocaína, segundo o comunicado da Secretaria Nacional Antidrogas (Senad).

Os agentes da Senad detiveram na casa uma pessoa com documentação brasileira e paraguaia en nome de Walter Paes, com quem foi apreendido uma escopeta, um fuzil e um lote de munição de diversos calibres.

A Senad acredita que essa pessoa poderia estar relacionada com a propriedade rural no departamento de Concepción, fronteiriço com o Brasil, onde seus agentes descobriram na terça-feira um centro de processamento de droga que contava com uma pista para voos ilegais.

Nessa operação foram confiscados 178 quilos de cocaína e 380 quilos de maconha,

O Paraguai é o maior produtor de maconha da América do Sul. 80% dos cultivos de maconha chega por terra ao Brasil, enquanto o resto é vendido a outros países como Argentina, Uruguai e Chile, segundo as autoridades.

Além disso, o Paraguai se transformou em uma rota de transformação da coca boliviana em cocaína para sua venda no Brasil e outros países com a implantação de laboratórios clandestinos em seu território, segundo a Senad.

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos