Rebeldes sul-sudaneses anunciam controle sobre cidade petrolífera de Bentiu

Em Cairo

Cairo, 15 abr (EFE).- Os rebeldes do Sudão do Sul anunciaram nesta terça-feira que tomaram o "controle total" sobre a cidade petrolífera de Bentiu, capital do estado de Unidade, no norte do país, e um dos locais mais afetados pela violência, segundo um comunicado do opositor Movimento de Libertação Popular do Sudão (SPLM).

"As forças rebeldes conseguiram controlar Bentiu totalmente após duros enfrentamentos com as forças governamentais no norte e no sul da cidade", explicaram na nota.

O movimento, que apoia o ex-vice-presidente Riek Machar, acusado de liderar a suposta tentativa de golpe de Estado de 15 de dezembro, fez insistência em seu compromisso com uma solução pacífica para as controvérsias políticas que o país vive nos últimos meses.

O comunicado assinala que a delegação da oposição na equipe negociadora em Adis-Abeba, na Etiópia, recebeu plena autorização da direção do SPLM para assinar qualquer acordo político destinado a achar uma "solução íntegra e definitiva" ao conflito com o atual governo de Juba.

Além disso, se pede ao presidente Salva Kiir "prestar atenção às vozes da paz e ter um compromisso com os acordos assinados (em Adis-Abeba) entre ambas as partes em 23 de janeiro", sobre a cessação de hostilidades e a libertação dos presos políticos.

As autoridades sul-sudanesas recuperaram Bentiu no começo de janeiro e asseguraram que a situação nessa cidade estava sob "controle total" das tropas governamentais.

A mesma versão foi sustentada até ontem, quando o assessor de segurança no estado de Unidade, Jon Maluk, negou à Agência Efe que os rebeldes tivessem o controle da cidade, embora confirmou que estavam sendo registrados choques no norte de Bentiu.

Desde a suposto tentativa de golpe de Estado, ocorrem os enfrentamentos no país, que deixaram milhares de mortos e colocaram o Sudão do Sul à beira de uma guerra civil.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos