Haiti demolirá Palácio Presidencial para construir nova sede

Porto Príncipe, 6 set (EFE).- Os trabalhos de demolição do Palácio Presidencial do Haiti, que foram iniciados nesta quinta-feira, têm como objetivo construir uma nova sede do governo com as mesmas características que o prédio tinha antes do devastador terremoto que assolou o país em 12 de janeiro de 2010.

As obras começaram na manhã de hoje na parte frontal do edifício e contaram com a participação de engenheiros e auxiliares, que estavam no local para supervisionar os operadores das três máquinas demolidoras que reduziram a frente do palácio a escombros.

A demolição está a cargo da organização "J/P Haitian Relief" (JPHRO), fundada após o terremoto pelo ator americano Sean Penn.

Depois que a demolição for totalizada, será iniciada a construção do novo edifício sob responsabilidade da empresa de arquitetos haitiana "Georfe Baussan", responsável pelo projeto do Palácio Presidencial durante a intervenção americana no país entre 1915 e 1934.

Estima-se que sejam necessárias duas semanas para terminar a demolição e retirar todos os escombros.

O processo foi iniciado duas semanas depois que o presidente haitiano, Michel Martelly, anunciou oficialmente que seu governo reconstruiria o Palácio com fundos próprios, "para ressuscitar uma lembrança cuja história não pode ser desfeita".

A reconstrução da sede do governo haitiano será feita de acordo com os detalhes da antiga arquitetura, e contará com adaptações antissísmicas, de acordo com as informações divulgadas pelo diretor-geral do Instituto de Salvaguarda do Patrimônio Nacional, Henri Robert Jolibois.

O primeiro Palácio Presidencial do Haiti foi destruído durante uma rebelião em 1869, e novamente em 1912 por conta de uma explosão que matou o então presidente Cincinnatus Leconte.

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos