Resgate do Costa Concordia começa em maio; navio está há três meses encalhado

Philip Pullella
Em Giglio (Itália)

A operação de retirada do navio Costa Concordia do litoral da ilha italiana de Giglio, onde o transatlântico está encalhado há três meses, vai começar em maio, disse uma autoridade na quinta-feira (12).

Fabrizio Curcio, funcionário da Defesa Civil, disse a jornalistas na ilha que os contratos para a operação devem ser assinados até o final de abril, para que o trabalho comece em meados do mês que vem.

Fontes próximas à operação disseram que dois consórcios estão na lista para realizar a tarefa. Um é composto pelas empresas Smit Salvage (Holanda) e Neri (Itália); o outro, pela Titan Salvage (EUA) e pela Micoperi (Grécia).

O navio, de propriedade da empresa Carnival Corp, virou junto à ilha toscana de Giglio depois de bater em pedras, no dia 13 de janeiro. Pelo menos 13 pessoas morreram, e duas ficaram desaparecidas.

A operação para a retirada de mais de 2.300 toneladas de combustível da embarcação foi concluída no mês passado.

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos