Setor privado dos EUA cria mais empregos que o esperado em dezembro

NOVA YORK, 8 Jan (Reuters) - O setor privado dos Estados Unidos abriu 238 mil postos de trabalho em dezembro, acima do esperado, registrando o aumento mais forte em 13 meses, mostrou o Relatório Nacional de Emprego da ADP nesta quarta-feira.

Economistas consultados pela Reuters esperavam que o relatório mostraria criação de 200 mil empregos, com as estimativas variando de 170 mil a 240 mil.

"Iremos começar a ver agora uma recuperação econômica mais típica das recuperações econômicas que vimos historicamente", disse Mark Zandi, economista-chefe da Moody's Analytics, que desenvolve o relatório em conjunto com a ADP. "Parece que o mercado de trabalho ganhou impulso", acrescentou.

O aumento de empregos de novembro foi revisado para 229 mil, ante resultado divulgado anteriormente de 215 mil. Com o relatório de dezembro, a média móvel de três meses para o relatório da ADP está acima de 224 mil, nível mais alto desde março de 2012.

O relatório da ADP foi divulgado dois dias antes do relatório de emprego fora do setor agrícola do governo, uma medida do mercado de trabalho que é mais abrangente e inclui o nível de emprego tanto no setor público quanto no privado. Analistas esperam que 196 mil empregos tenham sido criados em dezembro, com um aumento de 195 mil vagas no setor privado. Ambos os números representariam leves quedas ante novembro.

Dados recentes apontam para uma aceleração nas condições econômicas. Na terça-feira, o Departamento de Comércio informou que o déficit comercial norte-americano em novembro foi o menor em quatro anos, com as exportações atingindo máxima recorde e com os preços fracos do petróleo restringindo o crescimento das importações.

(Reportagem de Ryan Vlastelica)

Últimas de Notícias



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos