UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA


 

29/08/2005 - 16h29
Linhas de Nazca: 70 desenhos distribuídos em 750 quilômetros quadrados

=(FOTOS)= CAHUACHI, Peru, 29 ago (AFP) - Espalhadas por uma superfície de mais de 750 quilômetros quadrados, as linhas de Nazca são um conjunto de 70 desenhos de animais e plantas, composto por 800 linhas retas e 300 figuras geométricas no deserto de terra escura de Pampa Colorada, sul do Peru.

A atração exercida pelas linhas - que fazem de Nazca o segundo ponto turístico do Peru, depois do eixo Cuzco-Machu Picchu - se sustenta em um duplo mistério: como foram feitas estas espetaculares figuras geométricas? Para que foram feitas?

O traçado é simples: as pedras escuras da superfície do deserto foram retiradas e empilhadas ao lado dos sulcos de cor branco-amarelado, graças a um subsolo rico em gesso.

Mas as figuras, que não podem ser vistas no chão (atualmente, para poder apreciá-las, é preciso sobrevoá-las com pequenos aviões), revelam uma grande precisão geométrica que deixa perplexos os pesquisadores.

Algumas teorias destacam que os desenhos foram traçados a partir de longas cordas. Também é possível que tenham tomado como partida pequenas quadras, usando desenhos como base.

Teorias que os cientistas consideram menos sérias, mas que estimulam a imaginação, falam da possibilidade de que os nazcas sabiam voar em balões aerostáticos ou até mesmo que as linhas foram construídas por extraterrestres.

A razão da construção das linhas também tem sido objeto de várias interpretações: calendário astronômico, pista de atletismo, pista de aterrissagem para Ovnis, alguma relação com drogas alucinógenas, culto à água...

Para os arqueólogos que trabalham no centro cerimonial de Cahuachi, onde viveram os sacerdotes que ordenaram sua construção, a função das linhas é de natureza cerimonial e buscavam fornecer um lugar de encontro para uma civilização que se estendia do deserto à cordilheira dos Andes e para a selva.

Entre estes desenhos, considerados pela Unesco como patrimônio da humanidade, um dos mais conhecidos é 'O Macaco', uma figura de aproximadamente 135 metros, que mostra o animal com apenas nove dedos e uma cauda em forma de espiral.

Outro deles é 'A Aranha', de 46 metros de comprimento, que se localiza entre uma rede de linhas retas e é parte da borda de um enorme trapezóide.

'O Colibri' é outro dos geoglifos mais famosos. A distância entre os extremos de suas duas asas é de 66 metros, enquanto 'O Pássaro Gigante' retrata uma grande ave de 300 metros de comprimento e 54 de largura com pescoço de cobra e um bico que aponta para o sol nascente.

Além destas há figuras de orca, cão, 'homem coruja', condor, lagarto, condor, lagarto, pelicano, mãos, flor, árvore, entre outros.

Como estas linhas resistiram ao tempo? Graças a um fator climático: o calor causa uma diferença de pressão sobre a superfície que impede que os sedimentos arrastados pelo vento se depositem nos sulcos, enterrando suas formas.

ÍNDICE DE ÚLTIMAS NOTÍCIAS   IMPRIMIR   ENVIE POR E-MAIL

Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA