UOL Notícias Internacional
 

20/01/2010 - 13h48

Conflito religioso deixa 460 mortos na Nigéria, dizem ativistas dos direitos humanos

Do UOL Notícias*
Em São Paulo
O número de mortos após quatro dias de conflitos religiosos entre muçulmanos e cristãos na cidade de Jos, no norte da Nigéria, chegou a 460, de acordo com ativistas dos direitos humanos e um oficial da mesquita da cidade.

Nesta quarta-feira (20), centenas de policiais e seis unidades militares tomaram as ruas para exigir o cumprimento do toque de recolher estipulado pelas autoridades.


Apesar de a violência ter diminuído nos últimos dias, a população não tem saído de casa e as ruas da cidade estão desertas. Muitas empresas também permanecem fechadas desde que a cidade se transformou em palco de confrontos sangrentos.
A diminuição da violência permitiu que funcionários da mesquita resgatassem mais corpos de bairros nos arredores de Jos. "Nós encontramos mais de 200 corpos próximos à mesquita em Kuru Gada Biu e mais 22 em Mai Adiko", disse o oficial Muhammad Tanko Shittu.

De acordo com a polícia, os dados oficiais são 35 mortos, 40 feridos e 168 detidos, desde domingo. Números bem menores comparados aos divulgados pelos grupos locais.

O conflito começou no domingo (17) após uma discussão entre vizinhos muçulmanos e cristãos sobre a reconstrução de casas destruídas em 2008, durante outro incidente.

Jos fica no centro da Nigéria - entre o norte, de população majoritariamente muçulmana, e o sul, onde a maioria é cristã ou segue religiões tradicionais locais.

*Com informações da Reuters

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h59

    2,94
    2,479
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h17

    4,38
    54.628,60
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host