UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA


 

01/12/2006 - 16h40
Angola possui menor incidência de Aids do sul da África

Luanda, 01 Dez (Lusa) - Estima-se que existam 400 mil pessoas infectadas com o vírus da Aids em Angola, o que representaria uma taxa de prevalência de 2,5% no território, o valor mais baixo entre os países da África Austral.

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira em Luanda pelo vice-ministro angolano da Saúde, José Van-Dúnem, em meio à celebração do Dia Mundial de Luta contra a Aids.

A taxa de prevalência representa a parcela da população total do país com casos confirmados da doença.

As autoridades sanitárias angolanas registraram cerca de 21.700 casos de Aids no país desde 1985, dos quais cerca de oito mil infectados recebem tratamento com antiretrovirais.

"Hoje, já temos cerca de oito mil pessoas com tratamento antiretroviral, o que significa que avançamos bastante em dois anos, mas queremos mais", afirmou Van-Dúnem, defendendo a necessidade de adoção de "ações específicas para populações mais vulneráveis".

As autoridades angolanas estenderam o tratamento com antiretrovirais às 18 capitais provinciais do país, possuindo ainda 83 centros de acolhimento e tendo promovido a realização de testes voluntários em 23 unidades onde funciona o programa de prevenção da transmissão vertical da doença (quando um filho é infectado durante a gestação).

Transmissão vertical

Este programa já beneficiou cerca de 1.500 grávidas angolanas infectadas com o vírus, que realizaram medidas de profilaxia para prevenção da transmissão vertical.

Angola é atualmente o único país da África Austral a apresentar uma taxa de prevalência de Aids inferior a 5%, mas vários responsáveis das Nações Unidas têm alertado para a necessidade de serem adotadas medidas que permitam aproveitar essa situação para combater uma eventual expansão da doença.

Considera-se África Austral a parte sul do continente africano compreendida, além de Angola, por África do Sul, Botsuana, Lesoto, Madagáscar, Malaui, Maurício, Moçambique, Namíbia, Suazilândia, Zâmbia e Zimbábue.

O governo angolano, em colaboração com vários parceiros nacionais e internacionais, lançou este ano uma campanha de sensibilização dirigida aos jovens, em uma tentativa de combater a falta de informação sobre a doença.

ÍNDICE DE ÚLTIMAS NOTÍCIAS   IMPRIMIR   ENVIE POR E-MAIL

Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA