UOL Notícias Cotidiano
 

01/06/2009 - 13h35

Descendente de família real brasileira estava no voo AF 447

Do UOL Notícias*
Em São Paulo
Atualizado às 14h02

A família Orleans e Bragança, herdeira da família real brasileira, confirmou que Pedro Luis de Orleans e Bragança, estava no voo AF 447, que partia do Rio de Janeiro em direção a Paris e que desapareceu na noite deste domingo (31). Ele era o único integrante da família presente no voo.

Voo AF- 447 - Rio-Paris

  • Gonzalo Fuentes/Reuters

    Parentes e amigos de passageiros do voo AF-447 chegam a centro de crise montado no aeroporto Charles de Gaulle, em Paris


Descendente de dom Pedro 2º e filho do príncipe dom Antônio, Pedro Luis, 26, seria o quarto na linha sucessória do trono, caso o sistema monárquico voltasse ao Brasil. As informações foram repassadas pelo escritório que representa a família Orleans e Bragança, em São Paulo.

O avião desapareceu com 228 pessoas a bordo. Desse total, 216 eram passageiros, incluindo um bebê, sete crianças, 82 mulheres e 126 homens. Segundo a companhia aérea Air France, o airbus tinha 80 brasileiros.

Segundo a empresa, estavam no avião ainda 76 franceses, 18 alemães, nove italianos, seis norte-americanos, cinco chineses, quatro húngaros, dois espanhóis, dois ingleses, dois marroquinos e dois irlandeses, e mais um passageiro de cada um desses países: Angola, Argentina, Bélgica, Islândia, Filipinas, Noruega, Polônia, Romênia, Rússia, Eslováquia, Suécia, Áustria e Turquia.

Outros passageiros
Também estavam no voo Marcelo Parente, chefe de gabinete do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), de acordo com a assessoria da Prefeitura do Rio de Janeiro. Parente embarcou à França acompanhado de sua esposa, cujo nome ainda não foi confirmado. A assessoria da prefeitura negou os boatos divulgados em sites de relacionamento da internet de que a esposa de Eduardo Paes, Cristine Paes, estaria no voo.

Entre os passageiros também estavam o presidente da Michelin - multinacional francesa do ramo de pneus - para a América do Sul, Luís Roberto Anastácio, o diretor de informática da Michelin Brasil, Antônio Gueiros, e Christine Pieraprts, funcionária da área de qualidade de conteúdo da Michelin França.

Italianos
Três italianos que estariam a bordo do avião da Air France estavam no Brasil para uma viagem de solidariedade, segundo confirmou a associação Trentini nel Mondo.

Rino Zandonai, Luigi Zortea e Gianbattista Lenzi eram membros da associação e faziam parte de uma delegação que visitou a América do Sul para conhecer as estruturas de apoio aos imigrantes italianos na região.

A viagem, iniciada no dia 20 de maio, incluiu passagens pelos municípios de São Paulo, Ouro Fino, Zorteá, Rodeio, Gaspar e Florianópolis.

No município catarinense de Gaspar, atingido pelas enchentes no final do ano passado, foram entregues 22.375 euros (cerca de R$ 62 mil) arrecadados pela "Campanha de Solidariedade" para ajudar a população trentina local atingida pela cheia.

O dinheiro também se destinava à construção de um centro de assistência aos menores com problemas mentais e em condições psicológicas que podem determinar alguma marginalização social.

* Com informações das agências Brasil e Ansa

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h59

    0,90
    2,530
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h16

    -0,68
    54.721,32
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host