UOL NewsUOL News
UOL BUSCA
FALE COM UOL NEWS

05/07/2006 - 19h25
Leia as perguntas e respostas do bate-papo com Jessé Alves

Veja o programa "Consulta Médica" em vídeo

Da Redação

No programa "Consulta Médica" desta quarta-feira, o infectologista Jessé Alves, do Núcleo de Medicina do Viajante do Hospital Emílio Ribas, tirou dúvidas dos internautas sobre doenças típicas adquiridas em viagens, que vacinas devem ser tomadas atualmente por quem vai para destinos dentro e fora do Brasil, cuidados para viajar com crianças etc. Acompanhe as perguntas e respostas.


(03:31:36) DanUNB fala para Jessé Alves: Pergunta 1: Qual a opinião do senhor quanto à quimioprofilaxia de malária para viajantes com destinos endêmicos como garimpos e certas áreas da Amazônia legal?

(03:36:16) Jessé Alves: DanUNB, no Brasil se fala muito pouco sobre isso. A quimioprofilaxia é a prevenção da malária pelo uso de medicamentos específicos. É uma questão bastante complexa porque antes é necessário saber o local exato que a pessoa vai visitar, o risco de aquisição de malária ali e conhecer o estado de saúde do paciente, para saber se ele pode fazer uso daquela medicação ou não. Esta não é uma recomendação generalizada. A grande maioria das pessoas podem se beneficiar com o uso correto de repelentes ou outras medidas de proteção individual que já diminuem bastante o risco.


(03:31:38) claudinha fala para Jessé Alves: Vou viajar em agosto para a Bolívia e Peru. Que cuidados devo tomar?

(03:38:11) Jessé Alves: claudinha, o professor Fernando Martins, responsável pelo serviço de atendimento ao viajante da Universidade Federal do Rio de Janeiro, sempre diz que nós não vacinamos o roteiro, mas o indivíduo. Em linhas gerais, a vacina para febre amarela seria obrigatória no seu caso, mas outras podem ser necessárias conforme a sua condição. É importante verificar a sua imunidade para hepatite A, por exemplo, que seria uma doença de alta probabilidade nesse tipo de viagem. Em suma, é uma oportunidade de você atualizar o seu calendário vacinal. Os adultos se esquecem de tomar as vacinas. A do tétano, por exemplo, é a primeira de que os adultos se esquecem. Também é importante você receber orientações gerais sobre a prevenção da diarréia e outras doenças infecciosas.


(03:32:52) mandica pergunta para Jessé Alves: Vou para o Japão. Tenho que tomar alguma vacina ou é tranqüilo, não preciso me preocupar?

(03:39:13) Jessé Alves: mandica, em princípio não existem surtos ou doenças epidêmicas ocorrendo lá, mas é importante saber em que região do Japão você vai ficar, se é área urbana ou rural. Se for área rural e você for permanecer ali por muito tempo, é importante informa-se sobre uma doença que existe somente no Oriente, na Ásia, chamada encefalite japonesa. Informe-se previamente sobre a necessidade de fazer essa vacinação.


(03:33:03) bele pergunta para Jessé Alves: Viajar seguidamente de avião, quem tem hérnia de disco pode piorar?

(03:43:15) Jessé Alves: bele, em princípio, não há problema relacionado a viagens de avião. Existem várias situações que geram desconforto a pessoas que viajam de avião, principalmente se elas já tiverem algum risco para trombose venosa profunda, popularmente conhecida como trombose. Grávidas, indivíduos que têm diabetes, pessoas que passaram por cirurgia muito recente têm um risco aumentado e devem procurar atenção médica antes de uma viagem prolongada de avião.


(03:33:11) marco fala para Jessé Alves: O que fazer quando um viajante vai para uma região com risco de doenças cuja vacina não existe no Brasil, como por exemplo a encefalite japonesa ou influenza no Hemisfério Norte?

(03:41:28) Jessé Alves: marco, no caso da encefalite japonesa, temos recebido muitos viajantes que vão trabalhar no Timor Leste, por exemplo. É uma vacina necessária para quem vai viver neste país, permanecendo mais do que 30 dias em áreas rurais. Não a temos disponível comercialmente no Brasil, somente o Exército consegue em algumas situações. A nossa orientação é que esse indivíduo faça contato com a instituição ou organização não-governamental onde vá trabalhar. Se for o caso de um turismo prolongado, A recomendação é procurar vacinar-se em outro país onde a vacina esteja disponível. Nós entramos em contato com algum local que possa vacinar esse indivíduo.

No caso da vacina para influenza no Hemisfério Norte, não temos alternativa porque essa vacina não chega pra gente com antecedência. O ideal é vacinar-se assim que chegar ao seu destino.


(03:33:27) Edson fala para Jessé Alves: Boa tarde, sr. Jessé! Gostaria de saber que virose é essa que vem acometendo tanto adultos e crianças... Os sintomas são febre, vômitos, diarréia, dor no corpo... Domingo que passou teve uma festa na minha família e pelo menos dez pessoas foram acometidas pela virose. Eu achei que fosse gripe, mas o sintoma mais forte eram os vômitos... O que poderá ter sido isso?

(03:43:15) Jessé Alves: Edson, é muito difícil fazer um diagnóstico da causa de uma doença apenas com esses dados que você menciona. É necessário fazer exames que possam isolar a causa. As hipóteses são várias, pode ser uma doença viral, infecção por rotavírus ou simplesmente uma intoxicação alimentar, adquirida com alimentos contaminados, uma vez que você descreve que várias pessoas da mesma família tiveram o problema. Mas aqui não é possível fazer um diagnóstico.


(03:33:34) Anne fala para Jessé Alves: Sou brasileira, moro no Canadá. Meu marido tem alguns problemas cardiológicos e morro de medo de ele contrair dengue em nossas férias aí no Brasil. Que providência devo tomar?

(03:44:08) Jessé Alves: Anne, não existe um risco aumentado se ele adquirir dengue tendo uma doença cardiovascular. Para se prevenir da dengue, é importante saber o local para onde você irá, se é uma região acometida pela doença. Não há vacina. A recomendação é levar consigo um bom repelente e tomar outras providências contra picadas de inseto.

(03:48:37) Anne fala para Jessé Alves: Emendando minha pergunta ... Eu pergunto porque, como ele toma muitos medicamentos e com a dengue você tem de suspendê-los até que haja um diagnóstico, complica. Sei que essa pergunta e muito evasiva, mas fiz a mesma pergunta aqui em Montreal, ao cardiologista, e ele não soube responder que as medidas eu poderia tomar, ainda com o agravante de que ele é diabético. No fim do ano, passo férias no Brasil, e minha preocupação é grande nesse sentido da dengue.

(03:56:35) Jessé Alves: Anne, nesse caso recomendo que você traga ou procure no Brasil repelentes altamente eficazes. É importante usá-los corretamente, passando sobre todas as áreas expostas do corpo, renovando a aplicação a cada quatro horas. Se for usar filtro solar também, passe primeiro o filtro, espere secar e só então use o repelente. Em casa, você pode usar telas, mosquiteiros, inseticidas ou outros métodos químicos para reduzir a possibilidade de picada de insetos. Como comentei, não existem vacinas específicas para a dengue.


(03:36:19) Maria fala para Jessé Alves: Para uma viagem a Manaus é necessário tomar apenas vacina de febre amarela?

(03:46:09) Jessé Alves: Maria, se você vai ficar lá, somente, a recomendação inicial é vacinar-se contra a febre amarela, mesmo que não exista uma perspectiva de ida à floresta. Não existe febre amarela dentro da cidade de Manaus, mas pode ser que surja um passeio, enfim, uma oportunidade de ir à floresta. E é necessário vacinar-se pelo menos 10 dias antes de chegar à região de risco.


(03:36:28) Leonardo F fala para Jessé Alves: Boa tarde, gostaria de saber se é possível "pegar" herpes (especificamente nas costas) numa viagem.

(03:46:09) Jessé Alves: Leonardo F, não.


(03:40:00) Rtw pergunta para Jessé Alves: A carteira de vacinação tem validade internacional? Como saber que um fiscal de um país distante entende que tomei determinada vacina?

(03:46:56) Jessé Alves: Rtw, a única vacina exigida internacionalmente é contra a febre amarela. A Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária] emite um certificado internacional, que pode ser adquirido nos aeroportos ou nos postos específicos da Anvisa. Quem vai viajar para outro país que exija a comprovação da vacina de febre amarela deve ter em mãos esse certificado da Anvisa.


(03:42:48) Léo fala para Jessé Alves: Quais as principais infecções rotineiras de uma viagem ?

(03:47:40) Jessé Alves: Léo, a principal é a diarréia dos viajantes. Estudos dizem que 70% das pessoas podem apresentar o problema em viagens, principalmente aquelas que se dirigem a países menos desenvolvidos. Para reduzir o risco, é importante ter um cuidado extremo com o que se come e o que se bebe.


(03:43:08) Pedro fala para Jessé Alves: Dr., sou portador de HIV. Posso tomar estas vacinas?

(03:50:45) Jessé Alves: Pedro, excelente pergunta. Algumas vacinas não devem ser usadas por pessoas que tenham algum tipo de alteração no seu sistema imunológico, como as pessoas que têm o HIV, que usam drogas quimioterápicas, que façam tratamentos para doenças que precisam de drogas chamadas imunossupressoras. Vacinas feitas com vírus ou bactérias vivas, como é o caso da febre amarela, não devem ser feitas nesses indivíduos, a não ser em situações muito bem avaliadas pelo médico. A do sarampo também está nessa lista, porque é feita com o vírus vivo, atenuado.


(03:43:16) Léo fala para Jessé Alves: O que é encefalite japonesa ?

(03:51:18) Jessé Alves: Léo, é uma doença viral, transmitida pela picada de mosquitos, e pode evoluir de forma muito grave. É endêmica, ocorre nas áreas rurais de alguns países asiáticos: China, Índia, Indonésia, Tailândia, Vietnã... Não é comum em pessoas que viajam, mas nos indivíduos que vivem nesses países. Por isso a vacina só está indicada a pessoas que vão morar nesses países, principalmente em áreas rurais.



(03:43:19) Alex fala para Jessé Alves: O que se pode contrair numa viagem de ônibus e de avião??

(03:52:05) Jessé Alves: Alex, na verdade, o meio de transporte não determina o tipo de doença que se pode contrair, é o destino que o faz. Se o seu destino for a Amazônia, não importa se vai de ônibus ou avião, o risco é basicamente o mesmo. É provável que numa viagem de ônibus você esteja mais tempo exposto a picadas de insetos, se essa viagem durar alguns dias. Sendo mais prolongada, a viagem de ônibus também pode levar a problemas de alteração da circulação sangüínea, como comentei anteriormente.


(03:43:41) JCARLOS pergunta para Jessé Alves: Vou à Europa (Suiça/itália/Portugal) neste mês, com permanência de 15 dias. Tenho que tomar alguma vacina?

(03:52:55) Jessé Alves: JCARLOS, é bom atualizar o seu calendário vacinal, ficar em dia com as vacinas que são importantes para a sua vida mesmo quando estiver aqui no Brasil. É bom tomar vacina também contra o sarampo (tríplice viral), caso não tenha esse esquema de vacinação completo, pois ainda há casos isolados da doença nesses países.


(03:43:45) maria fala para Jessé Alves: Como se preparar fisicamente para roteiros de ecoturismo onde são necessárias grandes caminhadas? Há exames para fazer?

(03:53:52) Jessé Alves: maria, se você vai fazer um passeio onde a atividade física será grande, procure seu clínico geral, cardiologista ou médico do esporte para avaliar o seu condicionamento físico e se preparar de forma adequada.


(03:43:55) marco fala para Jessé Alves: Que recomendações o sr. daria para pessoas que tiveram labirintite e gostariam de fazer um cruzeiro marítimo ou fluvial?

(03:54:36) Jessé Alves: marco, você fala da chamada cinetose, aqueles enjôos de difícil controle que acontecem durante o movimento. O fato de já ter tido labirintite previamente, não significa que voltará a ter durante a viagem de navio. Mas é importante procurar o seu otorrino ou o médico que cuidou dessa labirintite para saber se é necessário algum cuidado especifico para essa viagem.

(04:00:26) marco fala para Jessé Alves: CONTINUANDO A MESMA PERGUNTA... Que cuidados seriam esses para evitar a cinetose num cruzeiro? Escolha da cabine, atividades, remédios para melhorar o fluxo sangüíneo, antiemeticos?

(03:54:51) Jessé Alves: Existem algumas medicações que vão diminuir a ação do movimento sobre o órgão do equilíbrio, que é o labirinto. Não vou citar nomes, mas há remédios que pode trazer mais conforto ou tratá-lo numa fase mais agudas, que são injetáveis. Geralmente existe esse tipo de atendimento dentro dos navios de cruzeiro.


(03:45:20) peta fala para Jessé Alves: A incidência de gripe em vôo fretado é menor que em vôo regular?

(03:54:51) Jessé Alves: peta, não tenho esse dado, ele não está disponível.


(03:51:40) patty fala para Jessé Alves: Estou na Finlândia, aqui as pessoas bebem água da torneira, não existem filtros de água. Estou fervendo a água para beber. Tenho chances de pegar alguma verminose?

(03:57:14) Jessé Alves: patty, acho muito pouco provável. Países frios como a Finlândia e outros países escandinavos têm um índice extremamente baixo desse tipo de doença. É comum que as pessoas usem a água de torneira, inclusive para beber. Não acho que você tenha risco aumentado.


(03:53:11) Guapa fala para Jessé Alves: Qual o sintoma mais simples de uma dst?

(03:58:43) Jessé Alves: Guapa, existem muitas doenças sexualmente transmissíveis. Algumas produzem sintomas locais imediatos (corrimentos, gânglios na virilha) e outras só dão sintomas muito tardios, às vezes anos depois de adquiridas (HIV, hepatite B, sífilis). Por isso lembramos que o turista, o indivíduo em férias tende a baixar um pouco a guarda em relação ao sexo seguro... Não se pode descuidar, há que se prevenir porque algumas doenças sexualmente transmissíveis podem causar problemas pela vida toda.


(03:54:33) Leonardo F fala para Jessé Alves: Quais os sintomas do sarampo?

(03:59:12) Jessé Alves: Leonardo F, a pessoa inicialmente sente febre alta, dores no corpo e rapidamente surgem manchas vermelhas na pele. Alguns indivíduos podem ter conjuntivite (olhos vermelhos) também.


(03:56:31) Pick fala para Jessé Alves: Dr., eu contraí toxoplamose ocular e estou em tratamento com daraprim e sulfadiazina. Gostaria de saber se há a possibilidade de eu estar sendo reinfectado pela água de um poço.

(04:00:02) Jessé Alves: Pick, a toxoplasmose é uma doença adquirida através da ingestão de cistos desse parasita chamado toxoplasma. Na grande maioria das vezes, é adquirida pela ingestão de carne crua ou mal cozida. Quem tem animais em casa, principalmente o gato, também pode se contaminar pelo ambiente, mas não é a maioria dos casos.


(03:58:25) Clara pergunta para Jessé Alves: Doutor, quais seriam os países mais perigosos de se visitar, devido a doenças, nesta época do ano? Quais são as suas recomendações?

(04:00:44) Jessé Alves: procure saber sempre se o país que você vai visitar envolve algum risco naquele momento. Se você for agora para a Europa, eu digo que a Alemanha é um país de risco por causa do surto de sarampo.


(03:58:29) maria fala para Jessé Alves: Para viajar a países do Mercosul com uma criança de 5 anos, que vacinas são necessárias?

(04:02:31) Jessé Alves: maria, países do Mercosul incluem o Brasil. Não sei para onde você vai, se for para uma área amazônica, por exemplo, a criança deve ser vacinada para febre amarela. Se for para Argentina, Chile ou Uruguai, normalmente as vacinas de rotina já são suficientes.


(04:00:34) seilah fala para Jessé Alves: Algumas empresas aéreas borrifam um aerosol em todo o vôo que sai o Brasil. O mesmo não ocorre quando o vôo retorna. Isto é permitido? Eles falam que não causa nenhum dano, mas quem aplica usa luvas e parece não respirar durante a aplicação...

(04:03:32) Jessé Alves: seilah, essas aplicações de inseticidas dentro das aeronaves, às vezes até externamente, são medidas aprovadas internacionalmente. Os inseticidas têm baixíssima toxicidade, não há com o que preocupar com esse tipo de procedimento.


(04:01:54) apolo fala para Jessé Alves: Estive no Estado de Pernambuco e contraí uma virose intestinal. Qual foi o real motivo, sendo que algumas horas antes eu tinha comido um peixe frito em um restaurante. Pode ter sido este o motivo? Fiquei 3 dias tomando soro...

(04:04:13) Jessé Alves: apolo, você teve a clássica diarréia do viajante. São várias as causas, mas a grande maioria é por bactérias presentes naquele alimento, ou toxinas de bactérias. Alguns vírus podem produzir sintomas semelhantes e alguns parasitas também. O importante é saber que a grande maioria dessas infecções se resolvem espontaneamente, sem que seja necessário fazer uso de antibióticos ou medicações específicas.


(04:02:12) Revoltado!!! fala para Jessé Alves: Boa, tarde, doutor. Qual poderia ser a príncipal doença que acomete um viajante? Ou isso é muito difícil de dizer porque varia de local para local?

(04:04:56) Jessé Alves: Revoltado!!!, a mais comum é a diarréia do viajante. Mas há que se lembrar que há doenças extremamente graves como a malária e a febre amarela, menos freqüentes, mas que podem produzir sérios danos à saúde.


(04:02:15) catú pergunta para Jessé Alves: Notei que dentro do ônibus pego facilmente a gripe. Isso se deve ao excesso e diversos tipos de fragrâncias?

(04:05:27) Jessé Alves: catú, as pessoas às vezes confundem sintomas alérgicos, quadros respiratórios ou de resfriado com a gripe. Gripe dá febre.


(04:03:34) maria fala para Jessé Alves: As crianças têm os mesmos sintomas do chamado "mal da altitude"? Requerem cuidados especiais nesta situação?

(04:07:16) Jessé Alves: maria, sim. Elas são tão vulneráveis ao mal de altitude quanto os adultos. Quando atingimos altitudes superiores a 3.500 metros, começamos a respirar uma quantidade menor de oxigênio, o que pode afetar o cérebro, pulmão e chega a ser fatal em algumas vezes.


(04:07:29) Jessé Alves: Obrigada a todos pelas perguntas e até uma próxima oportunidade!

ÍNDICE DE NOTÍCIAS  IMPRIMIR  ENVIE POR E-MAIL

25/07/2014

22h50- Campus Party Recife tem "UFC de robôs"

22h13- Filme de The Last of Us será dirigido por Sam Raimi; atriz de Game of Thrones pode ser Ellie

21h59- Vencedor de maratona ganhará viagem para Vale do Silício

21h49- Estudantes criam óculos inteligentes para deficientes visuais

21h04- MysteryGuitarMan pretende começar, em breve, produção de curtas-metragens

20h50- Empreendedores dão depoimentos sobre experiências positivas em programas de aceleração

20h43- Google quer descobrir como é o ser humano com saúde perfeita

20h30- Microsoft usa 800 batatas e maçãs para carregar um Lumia 930

20h28- Computador nada convencional, Homem de Ferro faz sucesso na CPRecife

20h22- Vídeo de Sunset Overdrive detalha customização de personagens


Shopping UOL

Conversor DigitalMelhore sua TV Home TheaterAs principais marcas pelos menores preços. Clique TV LG Scarlet 42Nova! FULL HD. Faça de sua sala um cinema! Confira as promoções.