UOL Notícias Fotos

Letreiros de ônibus deverão ser padronizados em 70 dias

19.05.2010

18/05/2010

Informações sobre o álbums
  • editoria:Geral
  • galeria: Letreiros de ônibus deverão ser padronizados em 70 dias
  • link: http://noticias.uol.com.br/album/100519letreiros_album.jhtm
  • totalImagens: 20
  • fotoInicial: 20
  • imagePath: http://n.i.uol.com.br/ultnot/album/
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • mp3File:
  • mp3Text:
  • legendaPos:
  • timestamp: 20100520113650
Fotos
Ônibus municipal circula na avenida 23 de Maio, na zona sul de São Paulo. Empresas de viação e órgãos de gestão de todos os municípios brasileiros terão até o dia 31 de julho deste ano para adotar o novo padrão para os letreiros de ônibus municipais elaborado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) Edu Garcia/UOL Mais
Sol incide sobre letreiro de ônibus e dificulta visualização do itinerário, na avenida 23 de Maio, zona sul de São Paulo. Pelas novas regras, os letreiros terão que ter letras de, no mínimo, 15 centímetros de altura e respeitar um padrão de cores: em letreiros de pano, as letras devem ter a cor amarelo-limão ou verde-limão e o fundo deve ser obrigatoriamente preto; já nos letreiros eletrônicos, as letras devem ter as cores amarelo-âmbar ou branco e também devem estar sobre um fundo negro. A ideia é fazer com que a maioria dos usuários enxergue o itinerário a uma distância mínima de 50 metros Edu Garcia/UOL Mais
Sol incide sobre letreiro de ônibus e dificulta visualização do itinerário, na avenida 23 de Maio, zona sul de São Paulo. Empresas de viação e órgãos de gestão de todos os municípios brasileiros terão até o dia 31 de julho deste ano para adotar o novo padrão para os letreiros de ônibus municipais elaborado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) Edu Garcia/UOL Mais
Sol incide sobre letreiro de ônibus e dificulta visualização do itinerário, na avenida 23 de Maio, zona sul de São Paulo. Pelas novas regras, os letreiros terão que ter letras de, no mínimo, 15 centímetros de altura e respeitar um padrão de cores: em letreiros de pano, as letras devem ter a cor amarelo-limão ou verde-limão e o fundo deve ser obrigatoriamente preto; já nos letreiros eletrônicos, as letras devem ter as cores amarelo-âmbar ou branco e também devem estar sobre um fundo negro. A ideia é fazer com que a maioria dos usuários enxergue o itinerário a uma distância mínima de 50 metros Edu Garcia/UOL Mais
Sol incide sobre letreiro de ônibus e dificulta visualização do itinerário, na avenida 23 de Maio, zona sul de São Paulo. Empresas de viação e órgãos de gestão de todos os municípios brasileiros terão até o dia 31 de julho deste ano para adotar o novo padrão para os letreiros de ônibus municipais elaborado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) Edu Garcia/UOL Mais
Sol incide sobre letreiro de ônibus e dificulta visualização do itinerário, na avenida 23 de Maio, zona sul de São Paulo. Pelas novas regras, os letreiros terão que ter letras de, no mínimo, 15 centímetros de altura e respeitar um padrão de cores: em letreiros de pano, as letras devem ter a cor amarelo-limão ou verde-limão e o fundo deve ser obrigatoriamente preto; já nos letreiros eletrônicos, as letras devem ter as cores amarelo-âmbar ou branco e também devem estar sobre um fundo negro. A ideia é fazer com que a maioria dos usuários enxergue o itinerário a uma distância mínima de 50 metros Edu Garcia/UOL Mais
Ônibus municipais circulam na avenida 23 de Maio, na zona sul de São Paulo. Empresas de viação e órgãos de gestão de todos os municípios brasileiros terão até o dia 31 de julho deste ano para adotar o novo padrão para os letreiros de ônibus municipais elaborado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) Edu Garcia/UOL Mais
Letreiro eletrônico de ônibus municipal visto na avenida 23 de Maio, na zona sul de São Paulo.Pelas novas regras, os letreiros terão que ter letras de, no mínimo, 15 centímetros de altura e respeitar um padrão de cores: em letreiros de pano, as letras devem ter a cor amarelo-limão ou verde-limão e o fundo deve ser obrigatoriamente preto; já nos letreiros eletrônicos, as letras devem ter as cores amarelo-âmbar ou branco e também devem estar sobre um fundo negro. A ideia é fazer com que a maioria dos usuários enxergue o itinerário a uma distância mínima de 50 metros Edu Garcia/UOL Mais
Letreiro eletrônico de ônibus municipal visto na rua Tutoia, na zona sul de São Paulo. Empresas de viação e órgãos de gestão de todos os municípios brasileiros terão até o dia 31 de julho deste ano para adotar o novo padrão para os letreiros de ônibus municipais elaborado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) Edu Garcia/UOL Mais
Ônibus municipais com letreiro eletrônico (à esquerda) e de pano (à direita) circulam na avenida 23 de Maio, zona sul da capital paulista. Pelas novas regras, os letreiros terão que ter letras de, no mínimo, 15 centímetros de altura e respeitar um padrão de cores: em letreiros de pano, as letras devem ter a cor amarelo-limão ou verde-limão e o fundo deve ser obrigatoriamente preto; já nos letreiros eletrônicos, as letras devem ter as cores amarelo-âmbar ou branco e também devem estar sobre um fundo negro. A ideia é fazer com que a maioria dos usuários enxergue o itinerário a uma distância mínima de 50 metros Edu Garcia/UOL Mais
Luminosidade atrapalha visualização do letreiro eletrônico de um ônibus municipal na rua Clélia, na Lapa, zona oeste de São Paulo. Empresas de viação e órgãos de gestão de todos os municípios brasileiros terão até o dia 31 de julho deste ano para adotar o novo padrão para os letreiros de ônibus municipais elaborado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) Edu Garcia/UOL Mais
Itinerário em letreiro de pano é alterado em um ônibus na rua Faustolo, na Lapa, zona oeste da capital paulista. Pelas novas regras, os letreiros terão que ter letras de, no mínimo, 15 centímetros de altura e respeitar um padrão de cores: em letreiros de pano, as letras devem ter a cor amarelo-limão ou verde-limão e o fundo deve ser obrigatoriamente preto; já nos letreiros eletrônicos, as letras devem ter as cores amarelo-âmbar ou branco e também devem estar sobre um fundo negro. A ideia é fazer com que a maioria dos usuários enxergue o itinerário a uma distância mínima de 50 metros Edu Garcia/UOL Mais
Itinerário exibido sobre um letreiro de pano em um ônibus na Lapa, zona oeste da capital paulista. Empresas de viação e órgãos de gestão de todos os municípios brasileiros terão até o dia 31 de julho deste ano para adotar o novo padrão para os letreiros de ônibus municipais elaborado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) Edu Garcia/UOL Mais
Letreiro eletrônico em micro-ônibus dificulta a leitura dependendo do ângulo de visão. Pelas novas regras, os letreiros terão que ter letras de, no mínimo, 15 centímetros de altura e respeitar um padrão de cores: em letreiros de pano, as letras devem ter a cor amarelo-limão ou verde-limão e o fundo deve ser obrigatoriamente preto; já nos letreiros eletrônicos, as letras devem ter as cores amarelo-âmbar ou branco e também devem estar sobre um fundo negro. A ideia é fazer com que a maioria dos usuários enxergue o itinerário a uma distância mínima de 50 metros Edu Garcia/UOL Mais
Letreiro eletrônico em micro-ônibus dificulta a leitura dependendo do ângulo de visão. Empresas de viação e órgãos de gestão de todos os municípios brasileiros terão até o dia 31 de julho deste ano para adotar o novo padrão para os letreiros de ônibus municipais elaborado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) Edu Garcia/UOL Mais
Ônibus municipais trafegam na zona oeste de São Paulo. Pelas novas regras, os letreiros terão que ter letras de, no mínimo, 15 centímetros de altura e respeitar um padrão de cores: em letreiros de pano, as letras devem ter a cor amarelo-limão ou verde-limão e o fundo deve ser obrigatoriamente preto; já nos letreiros eletrônicos, as letras devem ter as cores amarelo-âmbar ou branco e também devem estar sobre um fundo negro. A ideia é fazer com que a maioria dos usuários enxergue o itinerário a uma distância mínima de 50 metros Edu Garcia/UOL Mais
Ônibus municipal trafega na zona oeste de São Paulo. Empresas de viação e órgãos de gestão de todos os municípios brasileiros terão até o dia 31 de julho deste ano para adotar o novo padrão para os letreiros de ônibus municipais elaborado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) Edu Garcia/UOL Mais
Letreiro de ônibus que circula na rua Tutóia, na zona sul de São Paulo. Pelas novas regras, os letreiros terão que ter letras de, no mínimo, 15 centímetros de altura e respeitar um padrão de cores: em letreiros de pano, as letras devem ter a cor amarelo-limão ou verde-limão e o fundo deve ser obrigatoriamente preto; já nos letreiros eletrônicos, as letras devem ter as cores amarelo-âmbar ou branco e também devem estar sobre um fundo negro. A ideia é fazer com que a maioria dos usuários enxergue o itinerário a uma distância mínima de 50 metros Edu Garcia/UOL Mais
Ônibus intermunicipal com letreiro eletrônico é visto perto da ponte do Piqueri, na zona oeste da capital paulista. Empresas de viação e órgãos de gestão de todos os municípios brasileiros terão até o dia 31 de julho deste ano para adotar o novo padrão para os letreiros de ônibus municipais elaborado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) Edu Garcia/UOL Mais
Letreiro de pano em ônibus na zona oeste de São Paulo. Pelas novas regras, os letreiros terão que ter letras de, no mínimo, 15 centímetros de altura e respeitar um padrão de cores: em letreiros de pano, as letras devem ter a cor amarelo-limão ou verde-limão e o fundo deve ser obrigatoriamente preto; já nos letreiros eletrônicos, as letras devem ter as cores amarelo-âmbar ou branco e também devem estar sobre um fundo negro. A ideia é fazer com que a maioria dos usuários enxergue o itinerário a uma distância mínima de 50 metros Edu Garcia/UOL Mais

Últimos álbuns publicados

Hospedagem: UOL Host