UOL Notícias Fotos

Incêndios na Rússia

Incêndios na Rússia

30/07/2010

Informações sobre o álbums
  • editoria:Geral
  • galeria: Incêndios na Rússia
  • link: http://noticias.uol.com.br/album/100730fogorussia_album.jhtm
  • totalImagens: 100
  • fotoInicial: 17
  • imagePath: http://n.i.uol.com.br/ultnot/album/
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20100811133814
Fotos
Bombeiros tentam apagar fogo em casa de aldeia russa. Dezenas de pessoas morreram nos incêndios florestais que atingem o centro da Rússia durante uma seca sem precedentes no país. O fogo destruiu aldeias inteiras e centenas de casas Reuters Mais
Bombeiros tentam apagar fogo em casa de aldeia russa. Dezenas de pessoas morreram nos incêndios florestais que atingem o centro da Rússia durante uma seca sem precedentes no país. O fogo destruiu aldeias inteiras e centenas de casas Reuters Mais
Bombeiros tentam apagar fogo em casa de aldeia russa. Dezenas de pessoas morreram nos incêndios florestais que atingem o centro da Rússia durante uma seca sem precedentes no país. O fogo destruiu aldeias inteiras e centenas de casas Reuters Mais
Moradores fogem de região atingida pelo fogo. Dezenas de pessoas morreram nos incêndios florestais que atingem o centro da Rússia durante uma seca sem precedentes no país. O fogo destruiu aldeias inteiras e centenas de casas Reuters Mais
Moradores tentam apagar fogo em casa de aldeia russa. Dezenas de pessoas morreram nos incêndios florestais que atingem o centro da Rússia durante uma seca sem precedentes no país. O fogo destruiu aldeias inteiras e centenas de casas Reuters Mais
Dezenas de pessoas morreram nos incêndios florestais que atingem o centro da Rússia durante uma seca sem precedentes no país. O fogo destruiu aldeias inteiras e centenas de casas Reuters Mais
Dezenas de pessoas morreram nos incêndios florestais que atingem o centro da Rússia durante uma seca sem precedentes no país. O fogo destruiu aldeias inteiras e centenas de casas Reuters Mais
Dezenas de pessoas morreram nos incêndios florestais que atingem o centro da Rússia durante uma seca sem precedentes no país. O fogo destruiu aldeias inteiras e centenas de casas Reuters Mais
Morador observa fogo que atinge casa de aldeia russa. Dezenas de pessoas morreram nos incêndios florestais que atingem o centro da Rússia durante uma seca sem precedentes no país. O fogo destruiu aldeias inteiras e centenas de casas Reuters Mais
Dezenas de pessoas morreram nos incêndios florestais que atingem o centro da Rússia durante uma seca sem precedentes no país. O fogo destruiu aldeias inteiras e centenas de casas Reuters Mais
Bombeiros tentam apagar fogo em casa de aldeia russa. Dezenas de pessoas morreram nos incêndios florestais que atingem o centro da Rússia durante uma seca sem precedentes no país. O fogo destruiu aldeias inteiras e centenas de casas Reuters Mais
Mulher reza enquanto fogo destrói casa de aldeia russa. Dezenas de pessoas morreram nos incêndios florestais que atingem o centro da Rússia durante uma seca sem precedentes no país. O fogo destruiu aldeias inteiras e centenas de casas Reuters Mais
Bombeiros tentam apagar fogo em casa de aldeia russa. Dezenas de pessoas morreram nos incêndios florestais que atingem o centro da Rússia durante uma seca sem precedentes no país. O fogo destruiu aldeias inteiras e centenas de casas Reuters Mais
Dezenas de pessoas morreram nos incêndios florestais que atingem o centro da Rússia durante uma seca sem precedentes no país. O fogo destruiu aldeias inteiras e centenas de casas Reuters Mais
Morador observa o fogo em aldeia russa. Dezenas de pessoas morreram nos incêndios florestais que atingem o centro da Rússia durante uma seca sem precedentes no país. O fogo destruiu aldeias inteiras e centenas de casas Reuters Mais
Dezenas de pessoas morreram nos incêndios florestais que atingem o centro da Rússia durante uma seca sem precedentes no país. O fogo destruiu aldeias inteiras e centenas de casas Reuters Mais
Bombeiros tentam apagar fogo em casa de aldeia russa. Dezenas de pessoas morreram nos incêndios florestais que atingem o centro da Rússia durante uma seca sem precedentes no país. O fogo destruiu aldeias inteiras e centenas de casas Reuters Mais
Homem inspeciona prédio
Homem inspeciona um prédio danificado por incêndio no vilarejo de Beloomut, a 130 quilômetros de Moscou. Centenas de bombeiros tentam conter o fogo que atinge florestas no centro da Rússia, causado pelo calor e pelo tempo seco Andrey Smirnov/AFP Mais
Homem vê casa em ruínas
Homem observa as ruínas de uma casa destruída por incêndio no vilarejo russo de Beloomut Andrey Smirnov/AFP Mais
Homens conferem danos
Homens inspecionam as ruínas de sua casa, destruída por um incêndio no vilarejo russo de Beloomut Andrey Smirnov/AFP Mais
Mulher em cemitério
Mulher caminha ao lado de um cemitério, em meio à fumaça causada pelo fogo, no vilarejo russo de Beloomut Andrey Smirnov/AFPAFP Mais
Mulheres fazem procissão
<b>01º.agosto.2010</b> - Mulheres carregam imagens religiosas durante procissão em frente às ruínas de casas destruídas por um incêndio florestal na cidade de Voronezh, distante 500 quilômetros de Moscou Mikhail Metzel/AP Mais
Homem tenta apagar fogo
<b>01º.agosto.2010</b> - Um bombeiro voluntário tenta extinguir o fogo em uma floresta nos arredores de Voronezh (Rússia) Alexey Sazonov/AFP Mais
Voluntário trabalha no fogo
<b>01º.agosto.2010</b> - Bombeiro voluntário tenta extinguir o fogo em uma floresta nos arredores de Voronezh (Rússia) Mikhail Metzel/AP Mais
Homem tira fotos do fogo
<b>01º.agosto.2010</b> - Homem tira fotos do incêndio florestal em Voronezh (Rússia) Mikhail Metzel/AP Mais
Chamas se espalham
<b>01º.agosto.2010</b> - Chamas se espalham pela floresta nos arredores de Voronezh (Rússia). O incêndio foi causado pelo calor e pelo tempo seco Mikhail Metzel/AP Mais
Floresta pega fogo
<b>01º.agosto.2010</b> - Chamas se espalham pela floresta nos arredores de Voronezh (Rússia). O incêndio foi causado pelo calor e pelo tempo seco Mikhail Metzel/AP Mais
Voluntário tenta apagar fogo
<b>01º.agosto.2010</b> - Um bombeiro voluntário tenta extinguir o fogo em uma floresta nos arredores de Voronezh (Rússia) Mikhail Metzel/AP Mais
Fumaça vista de longe
<b>01º.agosto.2010</b> - Fumaça é avistada de longe na floresta que fica nos arredores de Voronezh (Rússia). O incêndio, que já dura dias, foi causado pelo calor e pelo tempo seco Mikhail Metzel/AP Mais
<b>2.agosto.2010</b> Bombeiro trabalha para controlar incêndio em floresta na região de Voronezh, Rússia. O presidente russo Dmitri Medvedev decretou nesta segunda-feira estado de emergência em sete regiões da Rússia em função dos incêndios floretais Alexey Szaonov/ AFP Mais
<b>2.agosto.2010</b> Voluntário trabalha para controlar incêndio em floresta na região de Voronezh, Rússia. O presidente russo Dmitri Medvedev decretou nesta segunda-feira estado de emergência em sete regiões da Rússia em função dos incêndios floretais Alexey Szaonov/ AFP Mais
<b>2.agosto.2010</b> Bombeiro trabalha para controlar incêndio em floresta na região de Voronezh, Rússia. O presidente russo Dmitri Medvedev decretou nesta segunda-feira estado de emergência em sete regiões da Rússia em função dos incêndios floretais Alexey Szaonov/ AFP Mais
<b>2.agosto.2010</b> Bombeiro trabalha para controlar incêndio em floresta na região de Voronezh, Rússia. O presidente russo Dmitri Medvedev decretou nesta segunda-feira estado de emergência em sete regiões da Rússia em função dos incêndios floretais Alexey Szaonov/ AFP Mais
<b>2.agosto.2010</b> Homem vasculha destroços de casa incendiada na região de Voronezh, Rússia. O presidente russo Dmitri Medvedev decretou nesta segunda-feira estado de emergência em sete regiões da Rússia em função dos incêndios floretais Alexey Szaonov/ AFP Mais
<b>2.agosto.2010</b> Mulher é vista entre destroços de casa incendiada na região de Voronezh, Rússia. O presidente russo Dmitri Medvedev decretou nesta segunda-feira estado de emergência em sete regiões da Rússia em função dos incêndios floretais Mikhail Metzel/ AP Mais
<b>2.agosto.2010</b> Carro carbonizado é visto entre destroços na região de Voronezh, Rússia. O presidente russo Dmitri Medvedev decretou nesta segunda-feira estado de emergência em sete regiões da Rússia em função dos incêndios floretais Mikhail Metzel/ AP Mais
<b>2.agosto.2010</b> Morador posa entre destroços de sua casa incendiada na região de Voronezh, Rússia. O presidente russo Dmitri Medvedev decretou nesta segunda-feira estado de emergência em sete regiões da Rússia em função dos incêndios floretais Mikhail Metzel/ AP Mais
<b>2.agosto.2010</b> Carro carbonizado é visto entre destroços na região de Voronezh, Rússia. O presidente russo Dmitri Medvedev decretou nesta segunda-feira estado de emergência em sete regiões da Rússia em função dos incêndios floretais Mikhail Metzel/ AP Mais
<b>2.agosto.2010</b> Carro carbonizado é visto entre destroços na região de Voronezh, Rússia. O presidente russo Dmitri Medvedev decretou nesta segunda-feira estado de emergência em sete regiões da Rússia em função dos incêndios florestais. Ao todo, 40 pessoas já morreram em todo o país Mikhail Metzel/ AP Mais
<b>2.agosto.2010</b> Carros e casas incendiadas são vistos na região de Voronezh, Rússia. O presidente russo Dmitri Medvedev decretou nesta segunda-feira estado de emergência em sete regiões da Rússia em função dos incêndios florestais Alexey Sazonov/AFP Mais
<b>2.agosto.2010</b> Árvores queimam em floresta na região de Voronezh, Rússia. O presidente russo Dmitri Medvedev decretou nesta segunda-feira estado de emergência em sete regiões da Rússia em função dos incêndios florestais Alexey Sazonov/AFP Mais
<b>2.agosto.2010</b> Pessoas olham com tristeza as ruínas de sua casa em Ostafyevo, que fica a 15 km de Moscou. O presidente russo Dmitri Medvedev decretou nesta segunda-feira estado de emergência em sete regiões da Rússia em função dos incêndios florestais Boris Yelenin/AFP Mais
<b>2.agosto.2010</b> Moradoras de Ostafyevo, cidade que fica a 15 km de Moscou, retiram o que sobrou das conservas estocadas no porão de suas casas, totalmente queimadas pelo incêndio. O presidente russo Dmitri Medvedev decretou nesta segunda-feira estado de emergência em sete regiões da Rússia em função dos incêndios florestais Boris Yelenin/AFP Mais
<b>3.agosto.2010</b> Tronco de árvore queima em floresta em Kadanok, a 150 km a sudeste de Moscou. Milhares de bombeiros e equipes de socorros prosseguiam nesta terça-feira lutando contra os incêndios florestais que se propagam no oeste da Rússia, onde a excepcional onda de calor não dá sinais de retrocesso Alexander Zemlianichenko/ AP Mais
<b>3.agosto.2010</b> Arco de sistema de aquecimento de uma casa destruída pelo fogo é visto em Kadanok, a 150 km a sudeste de Moscou. Milhares de bombeiros e equipes de socorros prosseguiam nesta terça-feira lutando contra os incêndios florestais que se propagam no oeste da Rússia, onde a excepcional onda de calor não dá sinais de retrocesso Alexander Zemlianichenko/ AP Mais
<b>3.agosto.2010</b> Uma cruz improvisada é vista em área destruída pelo fogo em Kadanok, a 150 km a sudeste de Moscou. Milhares de bombeiros e equipes de socorros prosseguiam nesta terça-feira lutando contra os incêndios florestais que se propagam no oeste da Rússia, onde a excepcional onda de calor não dá sinais de retrocesso Alexander Zemlianichenko/ AP Mais
<b>3.agosto.2010</b> Policiais vasculham área de casa destruída pelo fogo em Kadanok, a 150 km a sudeste de Moscou. Milhares de bombeiros e equipes de socorros prosseguiam nesta terça-feira lutando contra os incêndios florestais que se propagam no oeste da Rússia, onde a excepcional onda de calor não dá sinais de retrocesso Alexander Zemlianichenko/ AP Mais
<b>3.agosto.2010</b> Estátua de cachorro em cerâmica é vista em área de casa destruída pelo fogo em Kadanok, a 150 km a sudeste de Moscou. Milhares de bombeiros e equipes de socorros prosseguiam nesta terça-feira lutando contra os incêndios florestais que se propagam no oeste da Rússia, onde a excepcional onda de calor não dá sinais de retrocesso Alexander Zemlianichenko/ AP Mais
<b>3.agosto.2010</b> Russo chora diante de casa destruída pelo fogo em Voronezh. Milhares de bombeiros e equipes de socorros prosseguiam nesta terça-feira lutando contra os incêndios florestais que se propagam no oeste da Rússia, onde a excepcional onda de calor não dá sinais de retrocesso Alexey Sazonov/ AFP Mais
<b>3.agosto.2010</b> Cão passa diante de casa destruída pelo fogo em Voronezh, na Rússia. Milhares de bombeiros e equipes de socorros prosseguiam nesta terça-feira lutando contra os incêndios florestais que se propagam no oeste da Rússia, onde a excepcional onda de calor não dá sinais de retrocesso Alexey Sazonov/ AFP Mais
<b>3.agosto.2010</b> Russo passa diante de casa destruída pelo fogo em Voronezh. Milhares de bombeiros e equipes de socorros prosseguiam nesta terça-feira lutando contra os incêndios florestais que se propagam no oeste da Rússia, onde a excepcional onda de calor não dá sinais de retrocesso Alexey Sazonov/ AFP Mais
<b>3.agosto.2010</b> Árvores queimadas são vistas em floresta em Kadanok, a 150 km a sudeste de Moscou. Milhares de bombeiros e equipes de socorros prosseguiam nesta terça-feira lutando contra os incêndios florestais que se propagam no oeste da Rússia, onde a excepcional onda de calor não dá sinais de retrocesso Alexander Zemlianichenko/ AP Mais
<b>3.agosto.2010</b> Destroços de casa queimada são vistos em Kadanok, a 150 km a sudeste de Moscou. Milhares de bombeiros e equipes de socorros prosseguiam nesta terça-feira lutando contra os incêndios florestais que se propagam no oeste da Rússia, onde a excepcional onda de calor não dá sinais de retrocesso Alexander Zemlianichenko/ AP Mais
<b>4.agosto.2010</b> Moradores caminham entre fumaça de foco de incêndio em Vyksa, em Nizhny Novgorod, cerca de 300 quilômetros de Moscou. O número de mortos nos incêndios florestais que afetam diversas regiões da Rússia, e que devastaram centenas de milhares de hectares de floresta, já chega a 50 Yuri Kochetkov/ EFE Mais
<b>4.agosto.2010</b> Árvore carbonizada é vista em Verkhnyaya Vereya, cerca de 300 quilômetros de Moscou. O número de mortos nos incêndios florestais que afetam diversas regiões da Rússia, e que devastaram centenas de milhares de hectares de floresta, já chega a 50 Yuri Kochetkov/ EFE Mais
<b>4.agosto.2010</b> Moradores tentam recuperar pertences entre destroços após incêndio em Verkhnyaya Vereya, cerca de 300 quilômetros de Moscou. O número de mortos nos incêndios florestais que afetam diversas regiões da Rússia, e que devastaram centenas de milhares de hectares de floresta, já chega a 50 Yuri Kochetkov/ EFE Mais
<b>4.agosto.2010</b> Morador tenta apagar foco de incêndio na floresta de Vyksa cerca de 300 quilômetros de Moscou. O número de mortos nos incêndios florestais que afetam diversas regiões da Rússia, e que devastaram centenas de milhares de hectares de floresta, já chega a 50 Yuri Kochetkov/ EFE Mais
<b>4.agosto.2010</b> Morador tenta apagar foco de incêndio na floresta de Vyksa cerca de 300 quilômetros de Moscou. O número de mortos nos incêndios florestais que afetam diversas regiões da Rússia, e que devastaram centenas de milhares de hectares de floresta, já chega a 50 Yuri Kochetkov/ EFE Mais
<b>4.agosto.2010</b> Foco de incêndio atinge parte da floresta de Vyksa cerca de 300 quilômetros de Moscou. O número de mortos nos incêndios florestais que afetam diversas regiões da Rússia, e que devastaram centenas de milhares de hectares de floresta, já chega a 50 Yuri Kochetkov/ EFE Mais
<b>4.agosto.2010</b> Morador tenta apagar foco de incêndio na floresta de Vyksa cerca de 300 quilômetros de Moscou. O número de mortos nos incêndios florestais que afetam diversas regiões da Rússia, e que devastaram centenas de milhares de hectares de floresta, já chega a 50 Yuri Kochetkov/ EFE Mais
<b>4.agosto.2010</b> Morador tenta apagar foco de incêndio na floresta de Vyksa cerca de 300 quilômetros de Moscou. O número de mortos nos incêndios florestais que afetam diversas regiões da Rússia, e que devastaram centenas de milhares de hectares de floresta, já chega a 50 Yuri Kochetkov/ EFE Mais
<b>4.agosto.2010</b> Russo vasculha destroços de casa destruída em Voronezh. O número de mortos nos incêndios florestais que afetam diversas regiões da Rússia, e que devastaram centenas de milhares de hectares de floresta, já chega a 50 Alexey Sazonov/ AFP Mais
<b>4.agosto.2010</b> Russos passam diante de casa destruída em Voronezh. O número de mortos nos incêndios florestais que afetam diversas regiões da Rússia, e que devastaram centenas de milhares de hectares de floresta, já chega a 50 Alexey Sazonov/ AFP Mais
<b>4.agosto.2010</b> Russo vasculha destroços de casa destruída em Voronezh. O número de mortos nos incêndios florestais que afetam diversas regiões da Rússia, e que devastaram centenas de milhares de hectares de floresta, já chega a 50 Alexey Sazonov/ AFP Mais
<b>5.agosto.2010</b> Garotas usam máscara para se proteger da fumaça que atinge o centro de Moscou. O número de mortos nos incêndios florestais que afetam diversas regiões da Rússia, e que devastaram centenas de milhares de hectares de floresta, já chega a 50. AP Mais
<b>5.agosto.2010</b> O número de mortos nos incêndios florestais que afetam diversas regiões da Rússia, e que devastaram centenas de milhares de hectares de floresta, já chega a 50 EFE Mais
<b>5.agosto.2010</b> O número de mortos nos incêndios florestais que afetam diversas regiões da Rússia, e que devastaram centenas de milhares de hectares de floresta, já chega a 50 EFE Mais
<b>5.agosto.2010</b> O número de mortos nos incêndios florestais que afetam diversas regiões da Rússia, e que devastaram centenas de milhares de hectares de floresta, já chega a 50 EFE Mais
<b>5.agosto.2010</b> O número de mortos nos incêndios florestais que afetam diversas regiões da Rússia, e que devastaram centenas de milhares de hectares de floresta, já chega a 50 EFE Mais
<b>5.agosto.2010</b> O número de mortos nos incêndios florestais que afetam diversas regiões da Rússia, e que devastaram centenas de milhares de hectares de floresta, já chega a 50 EFE Mais
<b>5.agosto.2010</b> O número de mortos nos incêndios florestais que afetam diversas regiões da Rússia, e que devastaram centenas de milhares de hectares de floresta, já chega a 50. A fumaça provocada pelo fogo tomou conta do centro de Moscou e escondeu o prédio do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo AFP Mais
<b>6.agosto.2010</b> Turista usa máscara enquanto tira foto no Monastério Novodevichy, em Moscou. Uma densa nuvem de fumaça provocada pelos incêndios florestais dos arredores de Moscou cobre hoje a cidade, o que obrigou o cancelamento de dezenas de voos devido à falta de visibilidade Alexander Zemlianichenko/ AP Mais
<b>6.agosto.2010</b> Uma densa nuvem de fumaça provocada pelos incêndios florestais dos arredores de Moscou cobre hoje a cidade, o que obrigou o cancelamento de dezenas de voos devido à falta de visibilidade Alexander Natruskin/ Reuters Mais
<b>6.agosto.2010</b> Uma densa nuvem de fumaça provocada pelos incêndios florestais dos arredores de Moscou cobre hoje a cidade, o que obrigou o cancelamento de dezenas de voos devido à falta de visibilidade Mikhail Metzel/ AP Mais
<b>6.agosto.2010</b> Uma densa nuvem de fumaça provocada pelos incêndios florestais dos arredores de Moscou cobre hoje a cidade, o que obrigou o cancelamento de dezenas de voos devido à falta de visibilidade Alexander Natruskin/ Reuters Mais
<b>6.agosto.2010</b> Uma densa nuvem de fumaça provocada pelos incêndios florestais dos arredores de Moscou cobre hoje a cidade, o que obrigou o cancelamento de dezenas de voos devido à falta de visibilidade Natalia Kolesnikova/ AFP Mais
<b>6.agosto.2010</b> Turistas usam máscara durante caminhada na Praça Vermelha, em Moscou. Uma densa nuvem de fumaça provocada pelos incêndios florestais dos arredores de Moscou cobre hoje a cidade, o que obrigou o cancelamento de dezenas de voos devido à falta de visibilidade Mikhail Metzel/ AP Mais
<b>6.agosto.2010</b> Guarda de honra do Kremlin é visto no Jardim de Alexandre, em Moscou. Uma densa nuvem de fumaça provocada pelos incêndios florestais dos arredores de Moscou cobre hoje a cidade, o que obrigou o cancelamento de dezenas de voos devido à falta de visibilidade Misha Japaridze/ AP Mais
<b>6.agosto.2010</b> Uma densa nuvem de fumaça provocada pelos incêndios florestais dos arredores de Moscou cobre hoje a cidade, o que obrigou o cancelamento de dezenas de voos devido à falta de visibilidade Misha Japaridze/ AP Mais
<b>6.agosto.2010</b> Uma densa nuvem de fumaça provocada pelos incêndios florestais dos arredores de Moscou cobre hoje a cidade, o que obrigou o cancelamento de dezenas de voos devido à falta de visibilidade Alexander Natruskin/ Reuters Mais
<b>6.agosto.2010</b> Pedestres usam máscara durante caminhada em ponte em Moscou. Uma densa nuvem de fumaça provocada pelos incêndios florestais dos arredores de Moscou cobre hoje a cidade, o que obrigou o cancelamento de dezenas de voos devido à falta de visibilidade Mikhail Voskresensky/ Reuters Mais
<b>6.agosto.2010</b> Pedestre usa máscara em Moscou. Uma densa nuvem de fumaça provocada pelos incêndios florestais dos arredores de Moscou cobre hoje a cidade, o que obrigou o cancelamento de dezenas de voos devido à falta de visibilidade Mikhail Voskresensky/ Reuters Mais
<b>6.agosto.2010</b> Casal de noivos posa para fotos com cenário coberto por nuvem de fumaça em Moscou. Uma densa nuvem de fumaça provocada pelos incêndios florestais dos arredores de Moscou cobre hoje a cidade, o que obrigou o cancelamento de dezenas de voos devido à falta de visibilidade Alexander Zemlianichenko/ AP Mais
<b>6.agosto.2010</b> Russo caminha entre as casas destruídas da aldeia de Izlegoshche, a 450 km ao sul de Moscou. A aldeia foi completamente destruída pelos incêndios florestais e não será reconstruída Alexey Sazonov/AFP Mais
<b>6.agosto.2010</b> Bombeiro russo tenta impedir o avanço do fogo sobre a aldeia de Murmino Artyom Korotayev /AFP Mais
<b>6.agosto.2010</b> Bombeiro russo tenta impedir o avanço do fogo sobre a aldeia de Murmino Artyom Korotayev /AFP Mais
<b>6.agosto.2010</b> Bombeiros russos fazem pequeno intervalo enquanto tentam impedir o avanço do fogo sobre a aldeia de Murmino Artyom Korotayev /AFP Mais
<b>6.agosto.2010</b> Soldados russos auxiliam na remoção de árvores queimadas para evitar novos focos de incêndio em Lukhovitsy, cerca de 110 km a sudeste da capital Moscou Denis Sinyakov/Reuters Mais
<b>6.agosto.2010</b> Homem recolhe o que restou de sua casa entre escombros e um carro carbonizado em Izlegoshche, a 450 km ao sul de Moscou. A aldeia foi completamente destruída pelos incêndios florestais e não será reconstruída Alexey Sazonov/AFP Mais
<b>7.agosto.2010</b> Pessoas usam máscaras para cobrir o rosto para se proteger do cheiro de fumaça pesada, causada por incêndios em florestas próximas a em Moscou Sergei Karpukhin/Reuters Mais
<b>7.agosto.2010</b> Russos ficam nas ruas da vila queimada de Peredelcy. A Rússia se esforçou para conter o pior incêndio da sua história moderna, que matou 52 pessoas Artyom Korotayev/AFP Mais
<b>7.agosto.2010</b> Mulher russa olha em volta da casa queimada na vila Peredelcy. A Rússia se esforçou para conter o pior incêndio da sua história moderna, que matou 52 pessoas Artyom Korotayev/AFP Mais
<b>7.agosto.2010</b> Fumaça paira sobre Moscou no segundo dia consecutivo. A neblina toma conta da Rússia por incêndios causados pelo maior calor em 130 anos no país LEV MASLOV/AFP Mais
<b>7.agosto.2010</b> A espessa fumaça cobre parcialmente o Sol em Moscou, Rússia, no início da tarde sábado. A grossa neblina pairou sobre Moscou para o segundo dia consecutivo Ivan Sekretarev/AP Mais
<b>7.agosto.2010</b> Carros em meio à poluição atmosférica grossa ao longo Kutuzovsky Prospekt, a avenida principal de Moscou, no início da tarde sábado 7 de agosto de 2010. Uma camada profunda de fumaça que vem de incêndios florestais paira sobre a capital russa, o que levou muitos moradores a usar máscaras Ivan Sekretarev/AP Mais
<b>7.agosto.2010</b> Homem caminha sob espessa camada de fumaça na aldeia de Kriusha, devido às queimadas florestais a cerca de 250 km de Moscou. Os incêndios causados pelo forte calor já mataram pelo menos 52 pessoas e deixou mais de 4.000 desabrigados, muitos voos para o país foram desviados Denis Sinyakov/Reuters Mais
<b>7.agosto.2010</b> Sacerdote da Igreja Ortodoxa Russa e fiéis rezam para pedir chuva em uma nuvem de fumaça espessa, na aldeia de Kriusha, a 270 quilômetros de Moscou. A visibilidade em algumas partes do país é inferior a 50 metros e a contaminação atmosférica alcançou seis vezes os níveis normais. Cerca de 300 novos incêndios foram declarados nas últimas 24 horas MAXIM SHIPENKOV/EPA Mais
<b>9.agosto.2010</b> Montagem mostra a Praça Vermelha, em Moscou (Rússia), onde está localizado o Kremlin, em um dia normal (abaixo) e nesta segunda-feira (9). Os incêndios florestais nos arredores da capital russa provocam há vários dias uma névoa densa sobre a cidade Alexander Demianchuk/Reuters Mais
<b>10.agosto.2010</b> Bombeiros trabalham para extinguir o fogo na cidade russa de Kustaryovka. A fumaça que está sufocando Moscou, causada pelos incêndios florestais, intensifica os problemas provocados por "nuvens marrons", da Ásia até a Amazônia, e a fuligem russa pode agravar o aquecimento global ao acelerar o degelo do Ártico Maxim Shipenkov/EFE Mais
<b>11.agosto.2010</b> Imagem de satélite mostra diversos pontos de incêndios florestais na Rússia. Hoje autoridades afirmaram que cerca de 4 mil hectares de florestas contaminadas por substâncias radioativas, parte delas originada pela catástrofe nuclear de Chernobyl, em 1986, foram queimados na onda de incêndios Nasa/AFP Mais

Últimos álbuns publicados

Hospedagem: UOL Host