UOL Notícias Fotos

Greve dos bancários

29/09/2010

Informações sobre o álbums
  • editoria:Geral
  • galeria: Greve dos bancários
  • link: http://noticias.uol.com.br/album/100929bancarios_album.jhtm
  • totalImagens: 18
  • fotoInicial: 5
  • imagePath: http://n.i.uol.com.br/ultnot/album/
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20100929132930
Fotos
Agências bancárias da avenida Paulista, em São Paulo, amanheceram cheias de adesivos, cartazes e faixas sobre a greve dos bancários nesta quarta-feira (29). Sem proposta de aumento real de salário, os bancários decidiram entrar em greve por tempo indeterminado em todo o Brasil. A decisão foi tomada em assembleias que rejeitaram a oferta patronal de reajuste de 4,29%, que somente repõe a inflação acumulada em 12 meses até agosto Thiago Fenólio/AE Mais
Agências bancárias da avenida Paulista, em São Paulo, amanheceram cheias de adesivos, cartazes e faixas sobre a greve dos bancários nesta quarta-feira (29). Sem proposta de aumento real de salário, os bancários decidiram entrar em greve por tempo indeterminado em todo o Brasil. A decisão foi tomada em assembleias que rejeitaram a oferta patronal de reajuste de 4,29%, que somente repõe a inflação acumulada em 12 meses até agosto Thiago Fenólio/AE Mais
Agências bancárias da avenida Paulista, em São Paulo, amanheceram cheias de adesivos, cartazes e faixas sobre a greve dos bancários nesta quarta-feira (29). Sem proposta de aumento real de salário, os bancários decidiram entrar em greve por tempo indeterminado em todo o Brasil. A decisão foi tomada em assembleias que rejeitaram a oferta patronal de reajuste de 4,29%, que somente repõe a inflação acumulada em 12 meses até agosto Thiago Fenólio/AE Mais
Agências bancárias do centro de São Paulo amanheceram cheias de adesivos, cartazes e faixas sobre a greve dos bancários nesta quarta-feira (29). Sem proposta de aumento real de salário, os bancários decidiram entrar em greve por tempo indeterminado em todo o Brasil. A decisão foi tomada em assembleias que rejeitaram a oferta patronal de reajuste de 4,29%, que somente repõe a inflação acumulada em 12 meses até agosto Euclides Oltamari Jr/AE Mais
Agências bancárias do centro de São Paulo amanheceram cheias de adesivos, cartazes e faixas sobre a greve dos bancários nesta quarta-feira (29). Sem proposta de aumento real de salário, os bancários decidiram entrar em greve por tempo indeterminado em todo o Brasil. A decisão foi tomada em assembleias que rejeitaram a oferta patronal de reajuste de 4,29%, que somente repõe a inflação acumulada em 12 meses até agosto Euclides Oltamari Jr/AE Mais
Agências bancárias do Distrito Federal amanheceram cheias de adesivos, cartazes e faixas sobre a greve dos bancários nesta quarta-feira (29). Sem proposta de aumento real de salário, os bancários decidiram entrar em greve por tempo indeterminado em todo o Brasil. A decisão foi tomada em assembleias que rejeitaram a oferta patronal de reajuste de 4,29%, que somente repõe a inflação acumulada em 12 meses até agosto Elza Fiúza/ABr Mais
Agências bancárias do Distrito Federal amanheceram cheias de adesivos, cartazes e faixas sobre a greve dos bancários nesta quarta-feira (29). Sem proposta de aumento real de salário, os bancários decidiram entrar em greve por tempo indeterminado em todo o Brasil. A decisão foi tomada em assembleias que rejeitaram a oferta patronal de reajuste de 4,29%, que somente repõe a inflação acumulada em 12 meses até agosto Elza Fiúza/ABr Mais
Agências bancárias do Distrito Federal amanheceram cheias de adesivos, cartazes e faixas sobre a greve dos bancários nesta quarta-feira (29). Sem proposta de aumento real de salário, os bancários decidiram entrar em greve por tempo indeterminado em todo o Brasil. A decisão foi tomada em assembleias que rejeitaram a oferta patronal de reajuste de 4,29%, que somente repõe a inflação acumulada em 12 meses até agosto Elza Fiúza/ABr Mais
Agências bancárias do centro de São Paulo amanheceram cheias de adesivos, cartazes e faixas sobre a greve dos bancários nesta quarta-feira (29). Sem proposta de aumento real de salário, os bancários decidiram entrar em greve por tempo indeterminado em todo o Brasil. A decisão foi tomada em assembleias que rejeitaram a oferta patronal de reajuste de 4,29%, que somente repõe a inflação acumulada em 12 meses até agosto Daniela Souza/AE Mais
Agências bancárias do centro de São Paulo amanheceram cheias de adesivos, cartazes e faixas sobre a greve dos bancários nesta quarta-feira (29). Sem proposta de aumento real de salário, os bancários decidiram entrar em greve por tempo indeterminado em todo o Brasil. A decisão foi tomada em assembleias que rejeitaram a oferta patronal de reajuste de 4,29%, que somente repõe a inflação acumulada em 12 meses até agosto Nelson Antoine/AE Mais
Agências bancárias do centro de São Paulo amanheceram cheias de adesivos, cartazes e faixas sobre a greve dos bancários nesta quarta-feira (29). Sem proposta de aumento real de salário, os bancários decidiram entrar em greve por tempo indeterminado em todo o Brasil. A decisão foi tomada em assembleias que rejeitaram a oferta patronal de reajuste de 4,29%, que somente repõe a inflação acumulada em 12 meses até agosto Amauri Nehn/AE Mais
Agências bancárias do centro de São Paulo amanheceram cheias de adesivos, cartazes e faixas sobre a greve dos bancários nesta quarta-feira (29). Sem proposta de aumento real de salário, os bancários decidiram entrar em greve por tempo indeterminado em todo o Brasil. A decisão foi tomada em assembleias que rejeitaram a oferta patronal de reajuste de 4,29%, que somente repõe a inflação acumulada em 12 meses até agosto Nelson Antoine/AE Mais
Agência bancária no bairro de Bangu, zona oeste do Rio de Janeiro, com cartaz sobre a greve dos bancários nesta quarta-feira (29). Sem proposta de aumento real de salário, os bancários decidiram entrar em greve por tempo indeterminado em todo o Brasil. A decisão foi tomada em assembleias que rejeitaram a oferta patronal de reajuste de 4,29%, que somente repõe a inflação acumulada em 12 meses até agosto Luiz Gomes/Agência O Globo Mais
Greve atinge agência da avenida Rio Branco, centro financeiro do Rio de Janeiro. Sem proposta de aumento real de salário, os bancários decidiram entrar em greve por tempo indeterminado em todo o Brasil Júlio César Guimarães/UOL Mais
Greve atinge agência da avenida Rio Branco, centro financeiro do Rio de Janeiro. Sem proposta de aumento real de salário, os bancários decidiram entrar em greve por tempo indeterminado em todo o Brasil Júlio César Guimarães/UOL Mais
Greve atinge agência da avenida Rio Branco, centro financeiro do Rio de Janeiro. Sem proposta de aumento real de salário, os bancários decidiram entrar em greve por tempo indeterminado em todo o Brasil Júlio César Guimarães/UOL Mais
Greve atinge agência da avenida Rio Branco, centro financeiro do Rio de Janeiro. Sem proposta de aumento real de salário, os bancários decidiram entrar em greve por tempo indeterminado em todo o Brasil Júlio César Guimarães/UOL Mais
Greve atinge agência da avenida Rio Branco, centro financeiro do Rio de Janeiro. Sem proposta de aumento real de salário, os bancários decidiram entrar em greve por tempo indeterminado em todo o Brasil Júlio César Guimarães/UOL Mais

Últimos álbuns publicados

Hospedagem: UOL Host