Informações sobre o álbums
  • editoria:Geral
  • galeria: Protestos na Síria
  • link: http://noticias.uol.com.br/album/110321_protestosnasiria_album.htm
  • totalImagens: 192
  • fotoInicial: 162
  • imagePath: http://n.i.uol.com.br/ultnot/album/
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20120207134132
    • Crise no Mundo Árabe [47282];
    • Síria [5609];
    • Crise no Mundo Árabe [47282];
Fotos
<b>21.mar.2011</b>Homem caminha em frente a um prédio do governo incendiado por opositores do presidente sírio Bashar Assad. A cidade de Daraa, na Síria, foi palco de diversos protestos e violentos confrontos entre manifestantes e forças de segurança. Assad prometeu demitir os oficiais responsáveis pela violência Hussein Malla/AP Mais
<b>21.mar.2011</b>Homem aparece em janela de um prédio do governo que viu destruído pelos manifestantes. A cidade de Daraa, na Síria, foi palco de diversos protestos e violentos confrontos entre manifestantes e forças de segurança. Assad prometeu demitir os oficiais responsáveis pela violência Hussein Malla/AP Mais
<b>21.mar.2011</b>Bombeiros jogam água na área interna de um prédio do governo que foi incendiado por manifestantes sírios. A cidade de Daraa, na Síria, foi palco de diversos protestos e violentos confrontos entre manifestantes e forças de segurança. Assad prometeu demitir os oficiais responsáveis pela violência Hussein Malla/AP Mais
<b>21.mar.2011</b>Homem joga água em carro queimado pelos manifestantes sírios. A cidade de Daraa, na Síria, foi palco de diversos protestos e violentos confrontos entre manifestantes e forças de segurança. Assad prometeu demitir os oficiais responsáveis pela violência Hussein Malla/AP Mais
<b>21.mar.2011</b>Manifestante segura placa onde se lê "liberdade". A cidade de Daraa, na Síria, foi palco de diversos protestos e violentos confrontos entre manifestantes e forças de segurança. Assad prometeu demitir os oficiais responsáveis pela violência Khaled al-Hariri/Reuters Mais
<b>21.mar.2011</b>Praça com um retrato do presidente Bashar Assad . A cidade de Daraa, na Síria, foi palco de diversos protestos e violentos confrontos entre manifestantes e forças de segurança. Assad prometeu demitir os oficiais responsáveis pela violência Hussein Malla/AP Mais
<b>21.mar.2011</b>Manifestação de opositores do presidente sírio Bashar Assad. A cidade de Daraa foi palco de diversos protestos e violentos confrontos entre manifestantes e forças de segurança. Assad prometeu demitir os oficiais responsáveis pela violência AFP Mais
<b>21.mar.2011</b>Manifestação de oposição o presidente sírio Bashar Assad. A cidade de Daraa foi palco de diversos protestos e violentos confrontos entre manifestantes e forças de segurança. Assad prometeu demitir os oficiais responsáveis pela violência Khaled al-Hariri/Reuters Mais
<b>21.mar.2011</b>Homem caminha em frente a um prédio do governo incendiado por opositores do presidente sírio Bashar Assad. A cidade de Daraa foi palco de diversos protestos e violentos confrontos entre manifestantes e forças de segurança. Assad prometeu demitir os oficiais responsáveis pela violência AFP Mais
<b>21.mar.2011</b>Soldados do Exército patrulham rua em Daraa. A cidade se tornou o epicentro dos protestos contra o regime na Síria, com manifestantes realizando protestos diários desde sexta-feira (18), apesar da repressão das forças de segurança, em confrontos que deixaram cinco mortos AFP Mais
<b>22.mar.2011</b>Manifestantes protestam perto da mesquita de Al-Omari, em Deraa Khaled al-Hariri/Reuters Mais
<b>23.mar.2011</b>Imagens exibidas pela TV mostraram armas, fuzis AK-47, granadas e munições, além de uma quantia de dinheiro encontrada em um esconderijo na mesquita de Al-Omari, ponto de concentração dos manifestantes que protestam contra o governo do presidente Bashar al-Assad AFP/SANA Mais
<b>23.mar.2011</b>Homem faz ato em apoio ao presidente Bashar al-Assad, em Damasco Louai Beshar/AFP Mais
<b>23.mar.2011</b>Manifestantes protestam perto da mesquita de Al-Omari, em Deraa Hussein Malla/AP Mais
<b>23.mar.2011</b>Família participa apoia protestos contra o governo sírio da sacada de seu apartamento, em Deraa AFP Mais
<b>25.mar.2011</b> Sírios anti e pró- Assad confrontam entre si após as orações de sexta-feira na cidade de Damasco, na Síria. Milhares de pessoas tomaram as ruas, exigindo reformas políticas, e em luto pelos manifestantes mortos durante repressão violenta Muzaffar Salman/AP Mais
<b>25.mar.2011</b> Manifestantes anti-governo gritam slogans em ato, que aconteceu após as orações de sexta-feira, na cidade de Damasco, na Síria Muzaffar Salman/AP Mais
<b>25.mar.2011</b> Sírios próximos a ônibus, que teve suas janelas quebradas após tiroteio durante protesto na cidade de Mouadamieh, próxima a Damasco, após uma multidão enfrentar uma procissão de carros apoiadores do presidente Bashsar al-Assad Stringer/Reuters Mais
<b>25.mar.2011</b> Manifestantes anti-governo gritam slogans em ato, que aconteceu após as orações de sexta-feira, na cidade de Damasco, na Síria Muzaffar Salman/AP Mais
<b>25.mar.2011</b> Apoiadores do presidente Bashar Assad gritam slogans durante ato em Damasco, capital da Síria. A polícia dispersou os manifestantes de forma pacífica Hussein Malla/AP Mais
<b>25.mar.2011</b> Manifestantes cantam em apoio ao presidente Bashar al-Assad, na capital Damasco George Ourfalian/Reuters Mais
<b>25.mar.2011</b> Apoiadores do presidente Bashar al-Assad, gritam slogans em Damasco. Protestos se espalharam em toda a Síria na sexta-feira, desafiando a dominação da família Assad, após as suas forças matarem dezenas de manifestantes no sul Thaier al-Sudani/Reuters Mais
<b>25.mar.2011</b> Apoiadores do presidente Bashar al-Assad, segura poster com imagem do politico, durante ato em Damasco Hussein Malla/AP Mais
<b>25.mar.2011</b> Sírios anti e pró- Assad confrontam entre si após as orações de sexta-feira na cidade de Damasco, na Síria. Milhares de pessoas tomaram as ruas, exigindo reformas políticas, e em luto pelos manifestantes mortos durante repressão violenta Muzaffar Salman/AP Mais
<b>25.mar.2011</b> Manifestantes cantam em apoio ao presidente Bashar al-Assad, na capital Damasco Louai Beshara / AFP Mais
<b>26.mar.2011</b> Reprodução de imagem de vídeo amador mostra manifestantes destruindo cartaz com a foto do presidente sírio, Bashar al-Assad, na cidade de Deera, na Síria. Presidente enfrenta crise no país e manifestantes queimam edifícios durante protestos Reuters Mais
<b>26/mar/2011</b>Vídeo postado em uma rede social na internet neste sábado mostra homens removendo a estátua do ex-presidente Hafez al-Assad na cidade de Deraa, na sexta-feira (25). O atual presidente, Bashar al-Assad enfrenta a pior crise de seu governo em 11 anos no poder, depois que suas forças de segurança dispararam contra manifestantes na sexta-feira Reuters Mais
<b>26/mar/2011</b>Grupo que apoia presidente Bashar al-Assad mostra bandeiras do país e retratos do presidente, em passeata na capital Damasco Louai Beshara/AFP Mais
<b>26/mar/2011</b>Imagem postada em uma rede social na internet neste sábado mostra manifestantes anti-governo correndo enquanto tropas do presidente Bashar al-Assad disparam tiros, em Sanamein, na sexta-feira (25). Reuters Mais
<b>27.mar.2011</b> Foto divulgada pela agência de notícias Sana mostra prédio queimado na cidade de Latakia, a cerca de 350 km de Damasco, em conseqüência dos protestos contra o regime do presidente Bashar al-Assad, que resolveu acabr hoje com o estado de emergência que ficou vigente no país duarnte 48 anos AFP Mais
<b>27.mar.2011</b> Presidente da Síria, Bashar Al Assad, derrubou neste domingo o estado de emergência vigente há 48 anos no país; na foto, Busaina Shaaban, assessora do presidente, confirmou a decisão durante entrevista à AFP, mas não precisou a partir de quando será aplicada AFP Mais
<b>27.mar.2011</b> Pôster com fotos do presidente sírio, Bashar al-Assad (dir.), e de seu falecido pai Hafez al-Assad, ex-governante do país, aparece queimado na cidade de Nawa, próximo à cidade de Deera, foco dos protestos contra o regime sírio Reuters Mais
<b>27.mar.2011</b>Uma barricada é colocada no meio de uma estrada na cidade portuária de Latakia; dezenas de pessoas morreram em manifestações pró-democracia na cidade e Deraa e Sanamein, bem como em Latakia, Damasco e outras cidades ao longo da semana passada. Sana/Reuters Mais
<b>27.mar.2011</b>Imagem publicada pela agência de notícias Sana mostra rua danificada da cidade portuária de Latakia, 350 km a noroeste de Damasco, onde pelo menos 12 pessoas foram mortas a tiros Sana/AFP Mais
<b>27.mar.2011</b> Médico trata civil ferido durante violência entre forças de segurança e grupos armados em Latakia, noroeste de Damasco Hussein Malla/AP Mais
<b>27.mar.2011</b> Idoso sentado próximo a prédio queimado na cidade de Latakia, a 350 km de Damasco Anwar Amro/AFP Mais
<b>27.mar.2011</b> Sírio pedala por lojas fechadas após a violência entre forças de segurança e grupos armados em Latakia, noroeste de Damasco Hussein Malla/AP Mais
<b>27.mar.2011</b> Soldados do exército sírio em guarda na praça Sheikh Daher, após a violência entre forças de segurança e grupos armados em Latakia, noroeste de Damasco Hussein Malla/AP Mais
<b>27.mar.2011</b> Soldados do exército sírio em guarda na praça Sheikh Daher, após a violência entre forças de segurança e grupos armados em Latakia, noroeste de Damasco Hussein Malla/AP Mais
<b>29.mar.2011</b> Manifestantes pró-governo do presidente sírio, Bashar Assad, participam de comício em Damasco AP Mais
<b>29.mar.2011</b> Manifestantes pró-governo participam de comício em Damasco com fotos do presidente sírio, Bashar Assad AFP Mais
<b>29.mar.2011</b> Manifestantes pró-governo do presidente sírio, Bashar Assad, participam de comício em Damasco AP Mais
<b>29.mar.2011</b> Manifestantes pró-governo do presidente sírio, Bashar Assad, participam de comício em Damasco AP Mais
<b>29.mar.2011</b> Manifestantes pró-governo do presidente sírio, Bashar Assad, participam de comício em Damasco AFP Mais
<b>29.mar.2011</b> Manifestantes pró-governo do presidente sírio, Bashar Assad, balançam bandeira em comício em Damasco AFP Mais
<b>29.mar.2011</b> Simpatizante do presidente sírio, Bashar al Assad, balança bandeiras do país durante uma manifestação de apoio ao governo. Nesta terça-feira o gabinete do governo apresentou sua renúncia devido aos intensos protestos no país Youssef Badawi/EFE Mais
<b>29.mar.2011</b> Manifestantes pró-governo participam de comício em Damasco com fotos do presidente sírio, Bashar al Assad Youssef Badawi/EFE Mais
<b>29.mar.2011</b> Manifestantes pró-governo participam de comício em Damasco com fotos do presidente sírio, Bashar al Assad Youssef Badawi/EFE Mais
<b>29.mar.2011</b> Dois homens com os dedos pintados com as cores da bandeira síria fazem o sinal de vitória em frente a imagem do president Bashar Assad, durante passeata em Damasco Mais
<b>29.mar.2011</b> Sírios exibem bandeira nacional gigante, com foto do presidente Bashar Assad, durante passeata em Damasco Wael Hmedan/Reuters Mais
<b>29.mar.2011</b> Sírio acena com a bandeira nacional durante passeata em Damasco Wael Hmedan/Reuters Mais
<b>29.mar.2011</b> Sírio pró-governo segura cartaz onde se lê: Não à discórdia, não ao sectarismo, durante comício em Damasco Wael Hmedan/Reuters Mais
<b>30.mar.2011</b> - Imagens da TV pública da Síria mostram o presidente Bashar al-Assad acenando para seus simpatizantes ao chegar no Parlamento, um dia após a renúncia de seu gabinete AFP/TV Síria Mais
<b>30.mar.2011</b> - Em seu primeiro pronunciamento desde o início dos protestos contra seu governo, Bashar al-Assad disse que a Síria derrotará o que chamou de "complô" contra seu país AFP/TV Síria Mais
<b>30.mar.2011</b> - Em seu primeiro pronunciamento desde o início dos protestos contra seu governo, Bashar al-Assad disse que a Síria derrotará o que chamou de "complô" contra seu país AFP/TV Síria Mais
<b>30.mar.2011</b> - O presidente da Síria, Bashar al-Assada, acena para seus aliados no Parlamento, em Damasco. Hoje ele fez seu primeiro pronunciamento público desde o início dos protestos contra o seu governo Reuters/Sana Mais
<b>4.abr.2011</b>Bandeiras com imagem do presidente sírio a venda no mercado Hamidiyah, em Damasco. O presidente Bashir al-Assad encarregou seu ex-ministro da agricultura, Adel Safar, de formar um novo governo, acinco dias depois da renúncia do chefe de gabinete, Mohamed Nayi Otri Youssef Badawi/EFE Mais
<b>8.abr.2011</b> - Garoto curdo segura cartaz que diz "restabelecer a cidadania não encerra meu sofrimento", em protesto contra as reformas anunciadas pelo presidente Bashir al-Assad Reuters Mais
<b>8.abr.2011</b> - Manifestação contra as reformas anunciadas pelo presidente sírio Bashir al-Assad Reuters Mais
<b>15.abr.2011</b> Partidário do governo, mostra foto do presidente sírio Bashar Assad, após as preces de sexta-feira em Damasco, na Síria. Pedindo por reformas, milhares de pessoas manifestaram-se em várias cidades do país, com pouca presença das forças de segurança e ativistas Muzaffar Salman/AP Mais
<b>15.abr.2011</b> Partidário do governo, mostra foto do presidente sírio Bashar Assad, após as preces de sexta-feira em Damasco, na Síria. Pedindo por reformas, milhares de pessoas manifestaram-se em várias cidades do país, com pouca presença das forças de segurança e ativistas Muzaffar Salman/AP Mais
<b>18.abr.2011</b> - Manifestantes carregam caixões das oito vítimas mortas durante protestos contra o governo do presidente Bashar Assad, na Síria Reuters Mais
<b>19.abr.2011</b> - Manifestantes ocupam praça no centro da cidade de Homs, na Síria, em mais um protesto contra o governo do presidente Bashar Assad. Hoje, o gabinete anunciou a suspensão do estado de emergência no país Reuters Mais
<b>19.abr.2011</b> - Manifestantes ocupam praça no centro da cidade de Homs, na Síria, em mais um protesto contra o governo do presidente Bashar Assad. Hoje, o gabinete anunciou a suspensão do estado de emergência no país. No cartaz se lê: "Nós todos queremos a queda do regime, liberdade, liberdade" Reuters Mais
<b>19.abr.2011</b> - Imagem da TV estatal da síria mostra funeral de dois manifestantes mortos durante protestos contra o governo do presidente Bashar Assad, em Homs, na Síria Sana/AFP Mais
<b>19.abr.2011</b> - Manifestantes oram em uma praça no centro da cidade de Homs, na Síria, em mais um dia de protestos contra o governo do presidente Bashar Assad. Hoje, o gabinete anunciou a suspensão do estado de emergência no país AP Mais
<b>22.abr.2011</b> Manifestantes fazem protesto nas ruas de Damasco, contra o governo de Bashar Assad; diversas cidades sírias realizaram manifestações antigoverno nesta sexta AP Mais
<b>22.abr.2011</b> Manifestantes fazem protesto nas ruas de Homs, contra o governo de Bashar Assad; diversas cidades sírias realizaram manifestações antigoverno nesta sexta AP Mais
<b>23.abr.2011</b> Imagem de vídeo amador divulgada neste sábado mostra manifestantes durante protesto contra o presidente Bashar Assad na província de Deraa, na Síria Reprodução/REUTERS Mais
<b>23.abr.2011</b> Imagem de vídeo amador divulgada neste sábado mostra manifestantes durante protesto contra o presidente Bashar Assad na província de Deraa, na Síria Reprodução/REUTERS Mais
<b>23.abr.2011</b> Imagem de vídeo amador divulgada neste sábado mostra manifestante ferido durante protesto contra o presidente Bashar Assad, em Homs Reprodução/REUTERS Mais
<b>23.abr.2011</b> Manifestantes americanos de origem árabe realizam protesto contra o presidente Bashar Assad na Síria Daniel Barry/ AFP Mais
<b>23.abr.2011</b> Imagem de fotógrafo amador mostra um manifestante com a mão sangrando durante funerais de mortos que protestavam contra o regime na Síria AP Mais
<b>23.abr.2011</b> Imagem de fotógrafo amador mostra manifestantes prestando homenagens às vítimas de confronto com o governo da Síria AP Mais
<b>23.abr.2011</b> Manifestantes que exigem a saída do presidente Bashar Assad participam de funerais das vítimas de confronto com o governo da Síria EFE Mais
<b>24.abr.2011</b>Imagem feita por um cinegrafista amador mostra manifestante ferido na cabeça sendo socorrido carregado, após confrontos entre manifestantes e forças de segurança em Damasco Reuters Mais
<b>24.abr.2011</b>Imagem feita por um cinegrafista amador mostra manifestante ferido após confrontos entre manifestantes e forças de segurança em Damasco Reuters Mais
<b>25.abr.2011</b> Manifestante atira pedra contra tanques e soldados do Exército sírio, em Deraa, enquanto outros observam Mais
<b>25.abr.2011</b> Manifestante atira pedra contra tanques e soldados do Exército sírio, em Deraa Reuters Mais
<b>25.abr.2011</b> Oficiais checam documentos de veículo na fronteira entre a Jordânia e a Síria Khalil Mazraawi/AFP Mais
<b>26.abr.2011</b> - Foto divulgada nesta terça-feira pela agência de notícas Sana, mostra o funeral de Ahmed Ali Muhammad, realizado ontem (25), em Tartus. Ali foi uma das vítimas da violenta repressão policial aos protestos na Síria durante o final de semana AFP/SANA Mais
<b>26.abr.2011</b> - Foto divulgada nesta terça-feira pela agência de notícas Sana, mostra o funeral de Ahmed Ali Muhammad [foto], realizado ontem (25), em Tartus. Ali foi uma das vítimas da violenta repressão policial aos protestos na Síria durante o final de semana AFP/SANA Mais
<b>27.abr.2011</b> - Parede coberta com fotos do presidente sírio Bashar Assada em rua no centro de Damasco AP Mais
<b>28.abr.2011</b> - Cerca de 700 sírios, a maioria mulheres e crianças, cruzaram a fronteira com o Líbano para escapar da violência na Síria Amin Mality/AFPAmin Mality/AFP Mais
<b>28.abr.2011</b> - Cerca de 700 sírios, a maioria mulheres e crianças, cruzaram a fronteira com o Líbano para escapar da violência na Síria Amin Mality/AFP Mais
<b>29.abr.2011</b> Imagem tirada de um vídeo no YouTube pela agência AFP, mostra manifestantes protestando contra o presidente Bashar Assad na cidade de Banias, durante "o dia da ira", como os sírios vem chamando está sexta-feira, uma semana depois do confronto mais violento entre o Exército e os manifestantes AFP Mais
<b>29.abr.2011</b> Imagem tirada de um vídeo no YouTube pela agência AFP, mostra manifestantes protestando contra o presidente Bashar Assad na capital, Damasco, durante "o dia da ira", como os sírios vem chamando está sexta-feira, uma semana depois do confronto mais violento entre o Exército e os manifestantes AFP Mais
<b>29.abr.2011</b>Vídeo publicado na internet mostra fumaça em meio a manifestações contra o governo sírio em Moaret Al-Noman Youtube/AFP Mais
<b>29.abr.2011</b>Trecho de um vídeo exibe manifestantes rasgando um retrato do presidente da Síria, Bashar Assad, em Hama Youtube/AFP Mais
<b>29.abr.2011</b> Manifestante queima imagem do presidente da Síria, Bashar al-Assad Bullent Kilic/AFP Mais
<b>29.abr.2011</b> Um caminhão é visto carregando soldados sírios em Damasco Reuters Mais
<b>29.abr.2011</b> Manifestantes gritam protestos contra o regime sírio na cidade de Banias Reuters Mais
<b>02.mai.2011</b> Foto liberada pela Agência de Notícias da Síria, (Syrian Arab News Agency - SANA), mostra o funeral de membro das forças militares, morto em conflitos com manifestantes que exigem a renúncia do presidente Bashar al-Assad, em Damasco (Síria) Ho/Sana/AFP Mais
<b>02.mai.2011</b> Foto liberada pela Agência de Notícias da Síria, (Syrian Arab News Agency - SANA), mostra policiais sírios carregando o caixão de membro das forças militares, morto em conflitos com manifestantes que exigem a renúncia do presidente Bashar al-Assad, em Damasco (Síria) Ho/Sana/AFP Mais
<b>02.mai.2011</b> Foto liberada pela Agência de Notícias da Síria, (Syrian Arab News Agency - SANA), mostra o presidente sírio, Bashar al-Assad, em reunião com o ministro das relações exteriores dos Emirados, Sheikh Abdullah bin Zayed al-Nahyan, em Damasco (Síria) Ho/Sana/AFP Mais
<b>12.mai.2011</b> Foto de vídeo amador feito em 24 de abril e divulgada hoje mostra manifestante ferido em rua de Deraa, após ser atingido pelas forças de segurança do regime sírio. Segundo a ONU, número de mortos nas repressões aos protestos pode chegar a 850 Sham News /AP Mais
<b>13.mai.2011</b> - Foto tirada de celular e divulgada pela Associated Press mostra soldados do Exército sírio no telhado de um prédio em um local não identificado. Segundo a ONU, número de mortos nas repressões aos protestos pode chegar a 850 AP Mais
<b>13.mai.2011</b> - Imagem da emissora de oposição ao governo sírio, Sham News, mostra manifestantes em mais um dia de protesto. Na faixa, lê "sexta-feira da mulher livre", em apoio às mulheres detidas pelo regime durante manifestações em Amuda Sham News/AFP Mais
<b>13.mai.2011</b> - Imagem da emissora de oposição ao governo sírio, Sham News, mostra manifestantes em mais um dia de protesto na cidade de Amuda, na Síria Sham News/AFP Mais
<b>20.mai</b> - Imagem tirada de um vídeo postado no YouTube, mostra soldado sírio com rifle apontado para manifestantes [que não aparecem na imagem], durante protesto em Hama, no norte de Damasco AFP/YouTube Mais
<b>20.mai</b> - Imagem tirada de vídeo mostra carro da polícia incendiado por manifestantes contrários ao regime sírio AFP/YouTube Mais
<b>20.mai</b> - Imagem tirada de um vídeo postado no YouTube, mostra soldados sírios andando pelas ruas da cidade de Hama, no norte de Damasco AFP/YouTube Mais
<b>1.jun.2011</b> - Imagem de vídeo postado no YouTube mostra foto de Hamza al Khatib, 13, que teria sido torturado pelas forças de segurança do governo sírio, estampando um cartaz durante seu funeral em Daraa. O pai de Khatib, capturado com o filho em 29 de abril, continua desaparecido AFP/YouTube Mais
<b>07.jun.2011</b> - Dezenas de pessoas participam de manifestação de apoio ao presidente sírio Bashir Assad, depois que policiais foram mortos em confrontos entre rebeldes e soldados das forças de segurança Khaled al-Hariri/Reuters Mais
<b>07.jun.2011</b> - Soldados carregam caixões de policiais mortos em confrontos com rebeldes no início da semana, em Damasco AP/SANA Mais
<b>07.jun.2011</b> - Funeral de Burhan Abu-Asaad, soldado morto durante confronto com rebeldes no início da semana em Jisr al-Shughour, no norte da Síria AP/SANA Mais
<b>07.jun.2011</b> -A embaixadora da Síria na França, Lamia Shakkour, anunciou sua demissão do cargo para não avalizar "o ciclo de violência" em seu país, reconhecendo "a legitimidade das exigências do povo por mais democracia e liberdade". A declaração transmitida pela televisião francesa AFP/ TV síria Mais
<b>08.jun.2011</b> - Grupo de dança sírio se apresenta em Damasco, em um evento organizado para apoiar o presidente Bashar Assad Muzaffar Salman/AP Mais
<b>20.jun.2011</b> - O presidente da Síria, Bashar Assad, discursa na Universidade de Damasco, na capital do país. Ele acusou as nações ocidentais de realizarem um complô e ressaltou que a nação síria sairá mais forte desse período de manifestações Sana/AP Mais
<b>20.jun.2011</b> - O presidente da Síria, Bashar Assad, discursa na Universidade de Damasco, na capital do país. Ele acusou as nações ocidentais de realizarem um complô e ressaltou que a nação síria sairá mais forte desse período de manifestações Sana/AP Mais
<b>20.jun.2011</b> - Apoiadores do presidente da Síria, Bashar Assad, fazem manifestação de apoio a ele após seu discurso na Universidade de Damasco, na capital do país. Ele acusou as nações ocidentais de realizarem um complô e ressaltou que a nação síria sairá mais forte desse período de protestos Sana/Reuters Mais
<b>20.jun.2011</b> - Oito corpos foram encontrados em uma vala comum em Jisr al-Shughur, cidade ao noroeste da Síria, onde o exército realiza uma intensa operação para reprimir os protestos contra o regime do presidente Bashar Assad Louai Beshara/AFP Mais
<b>20.jun.2011</b> - Oito corpos foram encontrados em uma vala comum em Jisr al-Shughur, cidade ao noroeste da Síria, onde o exército realiza uma intensa operação para reprimir os protestos contra o regime do presidente Bashar Assad Louai Beshara/AFP Mais
<b>20.jun.2011</b> - Oito corpos foram encontrados em uma vala comum em Jisr al-Shughur, cidade ao noroeste da Síria, onde o exército realiza uma intensa operação para reprimir os protestos contra o regime do presidente Bashar Assad Louai Beshara/AFP Mais
<b>24.jun.2011</b> - Manifestantes marcham em protesto contra o presidente Bashar Assad após as orações do meio-dia, em Damasco Reuters Mais
<b>24.jun.2011</b> - Manifestante mostra cartaz onde se lê: O fim de 40 anos de medo. Bashar deve sair. Hafez foi para o inferno. Bashar vai para a prisão", em protesto contra o presidente Bashar Assad, em Damasco Reuters Mais
<b>24.jun.2011</b> - Imagem feita em vídeo mostra manifestantes marcham em protesto contra o presidente Bashar Assad após as orações do meio-dia, em Damasco AFP/You Tube Mais
<b>11.jul.2011</b> - Frente da Embaixada dos EUA em Damasco aparece com as janelas quebradas após ataque de manifestantes a favor do presidente sírio AP Mais
<strong>31.jul.2011 - </strong>Dezenas de pessoas ficaram mortas e feridas, neste domingo, na Síria, depois que o Exército promoveu ataques em Hama, cidade dominada pelos rebeldes e que o regime do presidente Bashar al-Assad tenta retomar há várias semanas YouTube/AFP Mais
<strong>31.jul.2011 - </strong>Dezenas de pessoas ficaram mortas e feridas, neste domingo, na Síria, depois que o Exército promoveu ataques em Hama, cidade dominada pelos rebeldes e que o regime do presidente Bashar al-Assad tenta retomar há várias semanas YouTube/Reuters Mais
<strong>31.jul.2011 - </strong>Dezenas de pessoas ficaram mortas e feridas, neste domingo, na Síria, depois que o Exército promoveu ataques em Hama, cidade dominada pelos rebeldes e que o regime do presidente Bashar al-Assad tenta retomar há várias semanas YouTube/Reuters Mais
<strong>31.jul.2011 - </strong>Dezenas de pessoas ficaram mortas e feridas, neste domingo, na Síria, depois que o Exército promoveu ataques em Hama, cidade dominada pelos rebeldes e que o regime do presidente Bashar al-Assad tenta retomar há várias semanas YouTube/Reuters Mais
<strong>31.jul.2011 - </strong>Dezenas de pessoas ficaram mortas e feridas, neste domingo, na Síria, depois que o Exército promoveu ataques em Hama, cidade dominada pelos rebeldes e que o regime do presidente Bashar al-Assad tenta retomar há várias semanas YouTube/Reuters Mais
<strong>06.ago.2011 - </strong>Imagem de vídeo da TV Al Arbiya, mostra um grupo de manifestantes segurando uma bandeira da Síria durante protesto em um lugar desconhecido do país. Grupo de congressistas dos Estados Unidos enviaram neste sábado (6) uma carta ao presidente Barack Obama solicitando um aperto ao regime de Bashar al-Assad Al Arabiya/EFE Mais
<strong>06.ago.2011 - </strong>Manifestantes exibem cartaz que se lê ?A Síria Livre", em protesto realizado neste sábado (6) em um lugar desconhecido do país Al Arabiya/EFE Mais
<strong>07.ago.2011 - </strong>Legisladores sírios participam de sessão geral no parlamento em Damasco, Síria, neste domingo (7) SANA/EFE Mais
<strong>07.ago.2011 - </strong>O presidente Bashar al-Assad afirmou que continuará sua campanha para repreender a ação dos ativistas SANA/EFE Mais
<strong>07.ago.2011 - </strong>Legisladores se reúnem na capital da Síria; confrontos entre governo e rebeldes mataram 55 pessoas neste domingo SANA/EFE Mais
<strong>07.ago.2011 - </strong>Captura de vídeo do canal Shaam News mostra protesto em Ma'arrat Alnuman, na Síria. O exército sírio começou neste domingo (7) ataque ofensivo contra as cidades rebeldes de Homs (centro) e Deir al-Zur (norte) Shaam News/EFE Mais
<strong>07.ago.2011 - </strong>O confronto entre governo e militantes também causou a morte de quatro policiais, segundo fontes locais da Síria SANA/EFE Mais
<b>15.ago.2011</b> -Foto obtida pela agência de notícias AFP e divulgada nesta segunda-feira mostra coluna de fumaça na região de Ramleh, sudeste de Latakia, na Síria. Testemunhas afirmam que pelo menos 28 pessoas morreram neste domingo na cidade portuária de Latakia, na Síria. Segundo ativistas, manifestantes contrários ao presidente Bashar Al-Assad foram alvejados por navios militares e por tanques nas ruas da cidade AFP Mais
<b>15.ago.2011</b> -Foto obtida pela agência de notícias AFP e divulgada nesta segunda-feira mostra coluna de fumaça na região de Ramleh, sudeste de Latakia, na Síria. Testemunhas afirmam que pelo menos 28 pessoas morreram neste domingo na cidade portuária de Latakia, na Síria. Segundo ativistas, manifestantes contrários ao presidente Bashar Al-Assad foram alvejados por navios militares e por tanques nas ruas da cidade AFP Mais
<b>15.ago.2011</b> - Imagem captada de um vídeo mostra um veículo militar em Al-Jesrain, na Síria. Dezenas de veículos blindados e tanques do Exército chegaram a Al Haula, na província de Homs, enquanto a ofensiva militar contra os opositores ao regime de Bashar al Assad continua em Latakia, no oeste do país Efe/Shaam News Network Mais
<b>15.ago.2011</b> - Imagem captada de um vídeo mostra um veículo militar em Al-Jesrain, na Síria. Dezenas de veículos blindados e tanques do Exército chegaram a Al Haula, na província de Homs, enquanto a ofensiva militar contra os opositores ao regime de Bashar al Assad continua em Latakia, no oeste do país Efe/Shaam News Network Mais
<b>16.ago.2011</b> - Imagem captada de um vídeo mostra soldados sírios prendendo um homem na cidade de Homs, no oeste do país. Os sírios continuam a protestar em várias cidades, enquanto o Exército aumenta sua ofensiva, centrada agora na cidade costeira de Latakia, no noroeste Efe/Shaam News Network Mais
<b>21.ago.2011</b> - Manifestantes fazem ato de apoio ao presidente sírio, Bashar Assad, em Damasco Muzaffar Salman/AP Mais
<b>21.ago.2011</b> - Manifestantes fazem ato de apoio ao presidente sírio, Bashar Assad, em Damasco AFP Mais
<B>21.ago.2011</b> - Imagem da TV estatal da Síria, à qual o presidente Bashar Assad concedeu uma entrevista neste domingo, prometendo reformas e afirmando que a solução para a agitação no país "é política" AFP/TV da Síria Mais
O cartunista Ali Farzat descansa em sua residência em Damasco, na Síria, após ter sido agredido por milicianos leais ao regime de Bashar al Assad enquanto voltava para casa em um carro. Farzat é um dos cartunistas mais renomados da cultura árabe e publicou diversos desenhos com críticas à repressão aos manifestantes opositores na Síria AFP Mais
<B>1º.nov.2011</b> - Manifestantes fazem ato de apoio ao presidente Bashar al-Assad, que anunciou que vai dialogar com a oposição e que pretende retirar os soldados das ruas para reduzir a repressão contra os opositores de seu governo AFP Mais
<b>2.nov.2011</b> - Imagem mostra dois dos 10 operários mortos em em uma ação de homens armados em uma fábrica de Kafrlaha, na província de Homs, centro da Síria. Ainda não se sabe o motivo do ataque AFP/YouTube Mais
<b>3.nov.2011</b> - Imagem cedida pela agência oficial de notícias da Síria, Sana, mostra soldados do exército sírio carregando caixões de colegas durante funeral de 13 integrantes do exército e da polícia em Homs. Segundo a imprensa local, houve incidentes violentos na Síria apesar do anúncio do governo de parar com a repressão no país Sana/EFE Mais
<b>3.nov.2011</b> - Imagem cedida pela agência oficial de notícias da Síria, Sana, mostra manifestação em favor do presidente Bashar al-Assad na cidade de Tartous, no nordeste de Damasco Sana/EFE Mais
<b>4.nov.2011</b> - Manifestantes protestam contra o presidente Bashar al-Assad na cidade de Hula, próximo à Homs. As forças de segurança mataram 17 pessoas hoje, onde são mantidas as manifestações "contra os déspotas e tiranos", convocadas por ativistas pró-democracia que duvidam que o regime sírio tenha a intenção de aplicar o plano árabe para pôr fim à crise Reuters Mais
<b>4.nov.2011</b> - Imagem feita a partir de um video do YouTube mostra protestos contra o presidente Bashar al-Assad na cidade de Hama, na Síria. As forças de segurança mataram 17 pessoas hoje, onde são mantidas as manifestações "contra os déspotas e tiranos", convocadas por ativistas pró-democracia que duvidam que o regime sírio tenha a intenção de aplicar o plano árabe para pôr fim à crise YouTube/AFP Mais
<b>4.nov.2011</b> - Manifestante enfrenta a polícia na cidade de Khalidia, na Síria. As forças de segurança mataram 17 pessoas hoje, onde são mantidas as manifestações "contra os déspotas e tiranos", convocadas por ativistas pró-democracia que duvidam que o regime sírio tenha a intenção de aplicar o plano árabe para pôr fim à crise Reuters Mais
<b>4 nov.2011</b> - Manifestantes protestam contra o presidente Bashar Al-Assad em Hula, próximo a Homs, na Síria. O exército abriu fogo e prendeu vários participantes da ação contra o governo Reuters Mais
<B>5 nov.2011</b> - Imagem divulgada pelo governo da Síria mostra soldados do exército carregando militares mortos durante o confronto com grupos de manifestantes. Durante os protestos, o governo da Síria prendeu mais de 550 pessoas Reuters Mais
<B>6 nov.2011</b> - Imagem distribuída pela agência de notícais Sana mostra o presidente sírio Bashar Assad saudando a multidão após o término das orações do primeiro dia do festival de Eid al-Adha, em Raqqa. Pelo menos dez pessoas morreram hoje no centro do país após ataques das forças de segurança no começo das Festa do Sacrifício Sana/EFE Mais
Síria não vai à reunião da Liga Árabe
<b>16.nov.2011</b> Cadeira da Síria fica vazia durante reunião da Liga Árabe realizada nesta quarta-feira na capital do Marrocos, Rabat. O ministro das Relações Exteriores marroquino, Taieb Fassi Fihri, considerou que a ausência da Síria significa que a suspensão do país na organização "já entrou em vigor" Abdeljalil Bounhar/AP Mais
<b>16.nov.2011</b> Sírios protestam com bandeiras do país no centro de Damasco em apoio ao presidente Bashar al-Assad e contra a decisão da Liga Árabe de suspender a participação da Síria do bloco Louai Beshara/AFP Mais
<b>16.nov.2011</b> Foto divulgada pela agência de notícias síria, Sana, mostra funeral do soldado Sergeant Malek Hamid Aydat, morto em conflitos em Damasco, capital do país Sana/AFP Mais
Protesto a favor de Bashar al-Assad
<b>16.nov.2011</b> Pessoas participam de protesto a favor do presidente da Síria, Bashar al-Assad, em Damasco, capital do país Sana/Reuters Mais
Reunião da Liga Árabe
<b>16.nov.2011</b> Fotógrafos e cinegrafistas trabalham durante reunião da Liga Árabe nesta quarta-feira, na capital do Marrocos, Rabat. O ministro das Relações Exteriores marroquino, Taieb Fassi Fihri, considerou que a ausência da Síria no encontro significa que a suspensão do país na organização "já entrou em vigor" Abdelhak Senna/AFP Mais
Contra exclusão da Síria da Liga Árabe
<b>16.nov.2011</b> Homens gritam em protesto que apoia o presidente da Síria, Bashar al-Assad, em Damasco, capital do país, nesta quarta. Eles são contra a exclusão da Síria da chamada Liga Árabe Louai Beshara/AFP Mais
Apoio ao presidente
<b>16.nov.2011</b> Pessoas participam de protesto em apoio ao presidente da Síria, Bashar al-Assad, em Damasco, capital do país. Ao menos 16 pessoas morreram nesta quarta-feira por causa da repressão das forças leais ao regime de Bashar al Assad em diferentes províncias da Síria. Forças opositoras ao regime do presidente sírio, Bashar al-Assad, lançaram o que seria um dos maiores ataques contra as forças do governo desde o início dos protestos na Síria Louai Beshara/AFP Mais
Apoio ao presidente
<b>16.nov.2011</b> Pessoas participam de protesto em apoio ao presidente da Síria, Bashar al-Assad, em Damasco, capital do país. Ao menos 16 pessoas morreram nesta quarta-feira por causa da repressão das forças leais ao regime de Bashar al Assad em diferentes províncias da Síria. Forças opositoras ao regime do presidente sírio, Bashar al-Assad, lançaram o que seria um dos maiores ataques contra as forças do governo desde o início dos protestos na Síria Louai Beshara/AFP Mais
Apoio ao presidente
<b>16.nov.2011</b> Pessoas participam de protesto em apoio ao presidente da Síria, Bashar al-Assad, em Damasco, capital do país. Ao menos 16 pessoas morreram nesta quarta-feira por causa da repressão das forças leais ao regime de Bashar al Assad em diferentes províncias da Síria. Forças opositoras ao regime do presidente sírio, Bashar al-Assad, lançaram o que seria um dos maiores ataques contra as forças do governo desde o início dos protestos na Síria Louai Beshara/AFP Mais
<b>25.nov.2011</b> - Partidários do presidente da Síria Bashar Assad abrem uma bandeira do país durante manifestação de apoio ao governo. Liga Árabe diz que venceu o prazo de 24 horas para que o governo sírio permitisse a entrada de centenas de observadores no país Muzaffar Salman/AP Mais
<b>25.nov.2011</b> - Partidários do governo sírio realizam manifestação em Damasco. Liga Árabe diz que venceu o prazo de 24 horas para que o governo sírio permitisse a entrada de centenas de observadores no país Anwar Amro/AFP Mais
<b>25.nov.2011</b> - Garota segura uma bandeira com a foto de Basel al-Assad, irmão do presidente sírio Bashar al-Assad, durante manifestação de apoio ao governo em Damasco. Liga Árabe diz que venceu o prazo de 24 horas para que o governo sírio permitisse a entrada de centenas de observadores no país Anwar Amro/AFP Mais
<b>25.nov.2011</b> -Soldados sírios participam do funeral de 17 colegas, mortos há dois dias em uma emboscada, na província de Homs, um dos principais bastiões da oposição na Síria Youssef Badawi/Efe Mais
<b>28.nov.2011</b> - Imagem gigante do presidente da Síria Bashar al-Assad é carregada por milhares de apoiadores em uma manifestação em Damasco, capital do país, contra a decisão a Liga Árabe de adotar sanções contra o governo sírio Louai Beshara/AFP Mais
<b>28.nov.2011</b> - Manifestantes pró-governo reúnem-se durante protesto contra sanções da Liga Árabe em Damasco, na Síria Bassem Tellawi/AP Mais
<b>12.dez.2011</b> - Sírios votam nas eleições municipais em Damasco, nesta segunda-feira (12), enquanto a violência cresce em algumas partes do país e forças de segurança entram em confronto com dissidentes Louai Beshara/AFP Mais
<b>12.dez.2011</b> - Homem deposita voto em urna em Damasco, na Síria. O país passa por eleições nesta segunda-feira para eleger seus representantes municipais. A Síria vive há nove meses uma revolta popular sem precedentes reprimida de maneira sangrenta. De um lado, forças de segurança do regime de Bashar Assad. Do outro, manifestantes opositores que pedem uma transição política Muzaffar Salman/AP Mais
<b>12.dez.2011</b> - Homem prepara-se para votar, em Damasco, na Síria, nas eleições municipais que estão sendo realizadas nesta segunda-feira no país. A Síria vive há nove meses uma revolta popular sem precedentes reprimida de maneira sangrenta. De um lado, forças de segurança do regime de Bashar Assad. Do outro, manifestantes opositores que pedem uma transição política Muzaffar Salman/AP Mais
<b>12.dez.2011</b> - Homem mostra dedo manchado de tinta, em Damasco, na Síria, após votar nas eleições municipais que estão sendo realizadas nesta segunda-feira no país. A Síria vive há nove meses uma revolta popular sem precedentes reprimida de maneira sangrenta. De um lado, forças de segurança do regime de Bashar Assad. Do outro, manifestantes opositores que pedem uma transição política Muzaffar Salman/AP Mais
<b>12.dez.2011</b> - Pessoas caminham em frente a cartazes de candidatos às eleições municipais, que estão sendo realizadas nesta segunda-feira no país. A Síria vive há nove meses uma revolta popular sem precedentes reprimida de maneira sangrenta. De um lado, forças de segurança do regime de Bashar Assad. Do outro, manifestantes opositores que pedem uma transição política Louai Beshara/AFP Mais
<b>29.dez.2011</b> - Manifestantes protestam contra o presidente da Síria Bashar al-Assad, em cidade próxima a Adlb, Síria. Observadores árabes visitaram outras três cidades no país para verificar se as forças do governo estão cumprindo o plano de paz, depois que uma delegação foi cercada por manifestantes que exigiam proteção. Reuters Mais
<b>29.dez.2011</b> - Manifestantes protestam contra o presidente da Síria Bashar al-Assad, em Amude, Síria. Observadores árabes visitaram outras três cidades no país para verificar se as forças do governo estão cumprindo o plano de paz, depois que uma delegação foi cercada por manifestantes que exigiam proteção. Reuters Mais
<b>29.dez.2011</b> - Meninas fazem sinal de vitória durante protesto contra o presidente da Síria Bashar al-Assad, em Amude. Reuters Mais
<b>29.dez.2011</b> - Manifestantes protestam contra o presidente da Síria Bashar al-Assad, em Amude, Síria. Observadores árabes visitaram outras três cidades no país para verificar se as forças do governo estão cumprindo o plano de paz, depois que uma delegação foi cercada por manifestantes que exigiam proteção. Mais
<b>29.dez.2011</b> - Manifestantes protestam contra o presidente da Síria Bashar al-Assad, em Amude, Síria. Observadores árabes visitaram outras três cidades no país para verificar se as forças do governo estão cumprindo o plano de paz, depois que uma delegação foi cercada por manifestantes que exigiam proteção Reuters Mais
<b>30.dez.2011</b> - Sírios e libaneses protestam contra o presidente da Síria Bashar al-Assad durante uma manifestação de solidariedade à população contraria ao governo, em Trípoli (Líbano) Omar Ibtahim/Reuters Mais
<b>3.jan.2012</b> - Os protestos na Síria contra o presidente Bashar al-Assad continuam. No cartaz ao centro, manisfestantes escrevem ''o preço da paz é muito caro, estamos prontos'' Reuters Mais
<b>4.jan.2012</b> - Manifestantes defensores do regime de Bashar al-Assad demonstram apoio ao presidente sírio. O governo do país acusou nesta quarta-feira os Estados Unidos de interferirem na missão de observadores árabes, encarregados de avaliar a situação na Síria Sana/ EFE Mais
<b>4.jan.2012</b> - Apoiadadoras de Bashar al-Assad participam de evento em defesa do presidente sírio. O governo do país acusou nesta quarta-feira os Estados Unidos de interferirem na missão de observadores árabes, encarregados de avaliar a situação na SíriaSana/ EFE Sana/ EFE Mais
<b>6.jan.2012</b> - Imagem da TV estatal síria mostra carro danificado no local onde ocorreu uma forte explosão na manhã desta sexta-feira (6), no bairro de Maidan, na região central de Damasco, capital do país. A emissora, que informou que várias pessoas morreram na explosão, disse se trata de um atentado terrosrista, mas não deu detalhes sobre o alvo Syrian TV/AFP Mais
<b>6.jan.2012</b> - Explosão causa a morte de, ao menos, 25 pessoas, em um bairro no centro de Damasco, capital da Síria, segundo a polícia. Outras 50 pessoas ficaram feridas. As autoridades sírias atribuem a ação terrorista a um motorista suicida que teria detonado os explosivos presos ao corpo no semáforo Sana/EFE Mais
<b>6.jan.2012</b> - Explosão causa a morte de, ao menos, 25 pessoas, em um bairro no centro de Damasco, capital da Síria, segundo a polícia. Outras 50 pessoas ficaram feridas. As autoridades sírias atribuem a ação terrorista a um motorista suicida que teria detonado os explosivos presos ao corpo no semáforo Sana/EFE Mais
<b>6.jan.2012</b> - Explosão causa a morte de, ao menos, 25 pessoas, em um bairro no centro de Damasco, capital da Síria, segundo a polícia. Outras 50 pessoas ficaram feridas. As autoridades sírias atribuem a ação terrorista a um motorista suicida que teria detonado os explosivos presos ao corpo no semáforo Sana/EFE Mais
<b>6.jan.2012</b> - Explosão causa a morte de, ao menos, 25 pessoas, em um bairro no centro de Damasco, capital da Síria, segundo a polícia. Outras 50 pessoas ficaram feridas. As autoridades sírias atribuem a ação terrorista a um motorista suicida que teria detonado os explosivos presos ao corpo no semáforo Sana/AFP Mais
<b>6.jan.2012</b> - Explosão causa a morte de, ao menos, 25 pessoas, em um bairro no centro de Damasco, capital da Síria, segundo a polícia. Outras 50 pessoas ficaram feridas. As autoridades sírias atribuem a ação terrorista a um motorista suicida que teria detonado os explosivos presos ao corpo no semáforo Sana/AFP Mais
<b>6.jan.2012</b> - Explosão causa a morte de, ao menos, 25 pessoas, em um bairro no centro de Damasco, capital da Síria, segundo a polícia. Outras 50 pessoas ficaram feridas. As autoridades sírias atribuem a ação terrorista a um motorista suicida que teria detonado os explosivos presos ao corpo no semáforo Sana/AFP Mais
<b>10.jan.2012</b> - Presidente da Síria, Bashar al-Assad, afirma, em discurso transmitido pela TV estatal síria, que os protestos que acontecem no país desde março de 2011 têm causado um "alto custo" para a nação e acusou "conspiradores estrangeiros e os meios de comunicação" de trabalharem para desestabilizar o país Syrian TV/AFP Mais
17.jan.2012 - Foto divulgada pela agência de notícias da Síria, SANA, mostra manifestantes em ato de apoio ao presidente Bashar al-Assad, em Damasco. A Síria aceitou estender a missão da Liga Árabe para monitorar o cumprimento de um plano destinado a pôr fim a 10 meses de violência no país AFP/SANA Mais
17.jan.2012 - Foto divulgada pela agência de notícias da Síria, SANA, mostra enterro do general Mohammed Abdel Hamid al-Awadd, em Damasco, morto em confrontos no país. A Síria aceitou estender a missão da Liga Árabe para monitorar o cumprimento de um plano destinado a pôr fim a 10 meses de violência no país AFP/SANA Mais
19.jan.2012 - Imagem divulgada pela SANA, agência oficial de notícias da Síria, mostra o presidente Bashar al-Assad durante uma reunião em Damasco, com delegados escolhidos pela iniciativa popular árabe para tentar encerrar a crise política no país EFE/SANA Mais
20.jan.2012 - Manifestantes mostram fotos de familiares que estão desaparecidos e protestam contra o presidente Bashar al-Assad Reuters Mais
AP
<b>7fev.2012</b> - Integrantes do Free Syria Army traintam em cambo em Idlip, na Síria Mais
<b>7.fev.2012</b> - O presidente da Síria, Bashar al-Assad, durante encontro om o chanceler russo, Sergei Lavrov, em Damasco. Na reunião o chanceler anunciou que Assad convocará "em breve" um referendo para uma nova Constituição Reuters/Sana Mais

Protestos na Síria

Mais álbuns de UOL Notícias x

Veja mais: Últimas notícias , Mais fotos de Notícias , Vídeos de Notícias

Últimos álbuns de Notícias

UOL Cursos Online

Todos os cursos