UOL Notícias Fotos

Crise no mundo árabe

Iniciadas em janeiro, manifestações se espalham em países da África e do Oriente Médio; os ditadores de Tunísia, Egito e Líbia já caíram

  • Imagem: Ahmad Al-Rubaye/ AFP

Saques e destruição na fortaleza de Gaddafi

Conheça o complexo residencial do ditador líbio em Trípoli

24/08/2011

Informações sobre o álbums
  • editoria:Geral
  • galeria: Saques e destruição na fortaleza de Gaddafi
  • link: http://noticias.uol.com.br/album/110824qggaddafi_album.jhtm
  • totalImagens: 17
  • fotoInicial: 17
  • imagePath: http://n.i.uol.com.br/ultnot/album/
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20110824151601
    • Muammar Gaddafi [48821];
    • Crise no Mundo Árabe [47282];
    • Líbia [5851];
    • Crise no Mundo Árabe [47282];
Fotos
Rebelde líbio vasculha quarto no complexo residencial de Muammar Gaddafi, em Bab al Aziziya, em Trípoli, Líbia. Combatentes rebeldes invadiram Trípoli no início desta semana e entraram no complexo de Gaddafi, na capital, na terça-feira, no que é visto como um golpe final a seu governo depois de uma guerra de seis meses. Mas o paradeiro de Gaddafi continua um mistério Sergey Ponomarev/ AP Mais
Rebeldes líbios invadem e destroem sala em fortaleza de Muammar Gaddafi, em Bab al Aziziya, em Trípoli. Combatentes rebeldes invadiram Trípoli no início desta semana e entraram no complexo de Gaddafi, na capital, na terça-feira, no que é visto como um golpe final a seu governo depois de uma guerra de seis meses. Mas o paradeiro de Gaddafi continua um mistério Patrick Baz/ AFP Mais
Imagem de satélite de terça-feira (23) e divulgada hoje mostra o complexo residencial do ditador Muammar Gaddafi, em Trípoli, na Líbia. Gaddafi afirmou que passeou de maneira incógnita por Trípoli e convocou os habitantes a "limpar" a capital dos combatentes rebeldes, em uma mensagem de áudio divulgada nesta quarta-feira pelo canal sírio Arrai DigitalGlobe/ Reuters Mais
Rebeldes líbios invadem e destroem sala em fortaleza de Muammar Gaddafi, em Bab al Aziziya, em Trípoli. Combatentes rebeldes invadiram Trípoli no início desta semana e entraram no complexo de Gaddafi, na capital, na terça-feira, no que é visto como um golpe final a seu governo depois de uma guerra de seis meses. Mas o paradeiro de Gaddafi continua um mistério Sergey Ponomarev/ AP Mais
Rebeldes líbios invadem fortaleza de Muammar Gaddafi, em Bab al Aziziya, em Trípoli. Combatentes rebeldes invadiram Trípoli no início desta semana e entraram no complexo de Gaddafi, na capital, na terça-feira, no que é visto como um golpe final a seu governo depois de uma guerra de seis meses. Mas o paradeiro de Gaddafi continua um mistério Sergey Ponomarev/ AP Mais
Rebelde líbio observa um cômodo destruído após invasão da fortaleza de Muammar Gaddafi, em Bab al Aziziya, em Trípoli. Combatentes rebeldes invadiram Trípoli no início desta semana e entraram no complexo de Gaddafi, na capital, na terça-feira, no que é visto como um golpe final a seu governo depois de uma guerra de seis meses. Mas o paradeiro de Gaddafi continua um mistério Sergey Ponomarev/ AP Mais
Rebeldes líbios destroem sala em fortaleza de Muammar Gaddafi, em Bab al Aziziya, em Trípoli. Combatentes rebeldes invadiram Trípoli no início desta semana e entraram no complexo de Gaddafi, na capital, na terça-feira, no que é visto como um golpe final a seu governo depois de uma guerra de seis meses. Mas o paradeiro de Gaddafi continua um mistério Patrick Baz/ AFP Mais
Rebeldes caminham em área pertencente ao complexo residencial de Muammar Gaddafi, em Bab al Aziziya, em Trípoli. Combatentes rebeldes invadiram Trípoli no início desta semana e entraram no complexo de Gaddafi, na capital, na terça-feira, no que é visto como um golpe final a seu governo depois de uma guerra de seis meses. Mas o paradeiro de Gaddafi continua um mistério Patrick Baz/ AFP Mais
Rebeldes caminham em área pertencente ao complexo residencial de Muammar Gaddafi, em Bab al Aziziya, em Trípoli. Combatentes rebeldes invadiram Trípoli no início desta semana e entraram no complexo de Gaddafi, na capital, na terça-feira, no que é visto como um golpe final a seu governo depois de uma guerra de seis meses. Mas o paradeiro de Gaddafi continua um mistério Patrick Baz/ AFP Mais
Rebelde tira foto diante de momento após tomada do complexo residencial de Muammar Gaddafi, em Bab al Aziziya, em Trípoli. Combatentes rebeldes invadiram Trípoli no início desta semana e entraram no complexo de Gaddafi, na capital, na terça-feira, no que é visto como um golpe final a seu governo depois de uma guerra de seis meses. Mas o paradeiro de Gaddafi continua um mistério Patrick Baz/ AFP Mais
Rebeldes comemoram diante de momento após tomada do complexo residencial de Muammar Gaddafi, em Bab al Aziziya, em Trípoli. Combatentes rebeldes invadiram Trípoli no início desta semana e entraram no complexo de Gaddafi, na capital, na terça-feira, no que é visto como um golpe final a seu governo depois de uma guerra de seis meses. Mas o paradeiro de Gaddafi continua um mistério Patrick Baz/ AFP Mais
Rebelde invade tenda onde o ditador Muammar Gaddafi recebia autoridades estrangeiras em fortaleza em Bab al Aziziya, em Trípoli. Combatentes rebeldes invadiram Trípoli no início desta semana e entraram no complexo de Gaddafi, na capital, na terça-feira, no que é visto como um golpe final a seu governo depois de uma guerra de seis meses. Mas o paradeiro de Gaddafi continua um mistério Patrick Baz/ AFP Mais
Rebeldes invadem tenda onde o ditador Muammar Gaddafi recebia autoridades estrangeiras em fortaleza em Bab al Aziziya, em Trípoli. Combatentes rebeldes invadiram Trípoli no início desta semana e entraram no complexo de Gaddafi, na capital, na terça-feira, no que é visto como um golpe final a seu governo depois de uma guerra de seis meses. Mas o paradeiro de Gaddafi continua um mistério Patrick Baz/ AFP Mais
Rebelde exibe as armas diante de casa incendiada localizada no complexo residencial de Muammar Gaddafi, em Bab al Aziziya, em Trípoli. Combatentes rebeldes invadiram Trípoli no início desta semana e entraram no complexo de Gaddafi, na capital, na terça-feira, no que é visto como um golpe final a seu governo depois de uma guerra de seis meses. Mas o paradeiro de Gaddafi continua um mistério Bryan Denton/The New York Times Mais
Rebeldes entram na região fortificada conhecida como complexo residencial de Muammar Gaddafi, em Bab al Aziziya, em Trípoli. Combatentes rebeldes invadiram Trípoli no início desta semana e entraram no complexo de Gaddafi, na capital, na terça-feira, no que é visto como um golpe final a seu governo depois de uma guerra de seis meses. Mas o paradeiro de Gaddafi continua um mistério Bryan Denton/The New York Times Mais
Rebeldes passam pela entrada principal do complexo residencial de Muammar Gaddafi, em Bab al Aziziya, em Trípoli. Combatentes rebeldes invadiram Trípoli no início desta semana e entraram no complexo de Gaddafi, na capital, na terça-feira, no que é visto como um golpe final a seu governo depois de uma guerra de seis meses. Mas o paradeiro de Gaddafi continua um mistério Bryan Denton/The New York Times Mais
Rebeldes levam estátua de águia saqueada do complexo residencial de Muammar Gaddafi, em Bab al Aziziya, em Trípoli. Combatentes rebeldes invadiram Trípoli no início desta semana e entraram no complexo de Gaddafi, na capital, na terça-feira, no que é visto como um golpe final a seu governo depois de uma guerra de seis meses. Mas o paradeiro de Gaddafi continua um mistério Bryan Denton/The New York Times Mais

Últimos álbuns publicados

Hospedagem: UOL Host