Informações sobre o álbums
  • editoria:Geral
  • galeria: Enquete
  • link: http://noticias.uol.com.br/album/2012/09/06/os-protesto-do-greenpeace.htm
  • totalImagens: 357
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20110610213816
Fotos
5.mai.2017 - Ativistas do Greenpeace colocam cartaz gigante na Torre Eiffel, em Paris, contra o voto na Frente Nacional da candidata Marine Le Pen Gonzalo Fuentes/Reuters

Mais
5.nov.2016 - Sobre as ruínas da escola do distrito de Bento Rodrigues, ativistas do Greenpeace e cerca de mil pessoas do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) pedem justiça às 20 pessoas que perderam a vida e aos milhares de afetados pela lama das mineradoras Samarco, Vale e BHP Yuri Barichivich/ Greenpeace

Mais
5.nov.2016 - Um ano após o rompimento da barragem de Fundão que destruiu a bacia do Rio Doce, as empresas pouco fizeram para reparar os danos que causaram Yuri Barichivich/ Greenpeace

Mais
5.nov.2016 - Estudos independentes apresentados pelo Greenpeace no Seminário Rio de Gente mostraram como a lama de rejeitos continua a causar profundos impactos ambientais e sociais para o Rio Doce e todos aqueles que dele dependem Julia Moraes/ Greenpeace

Mais
5.nov.2016 - Ativistas do Greenpeace e afetados pela barragem pedem justiça em Mariana (MG) Julia Moraes/ Greenpeace

Mais
20.jun.2016 - O compositor e pianista italiano Ludovico Einaudi toca sua composição "Elegia ao Ártico" em piano colocado sobre pedaço de gelo no oceano Ártico, em frente à geleira Wahlenbergbreen, próximo à Noruega. A ação, promovida pelo Greenpeace, visa chamar a atenção de líderes de 15 países reunidos em Tenerife (Espanha) em encontro da Ospar - comissão composta por 15 países para a proteção do meio-ambiente do norte do oceano Atlântico Pedro Armestre/AFP

Mais
18.abr.2016 - Uma máscara de ar é fixada no rosto da estátua de Oliver Cromwell, na Casa do Parlamento britânico, em Londres. A intervenção faz parte de uma ação promovida pela ONG ambientalista Greenpeace, em que máscaras foram colocadas em estátuas famosas da capital. A ação é um alerta contra a alta concentração de poluentes no ar da cidade Leon Neal/AFP

Mais
18.abr.2016 - Máscara de ar colocada no topo da Coluna de Nelson em Trafalgar Square, no centro de Londres. Os ativistas do Greepeace protestam contra o aumento da poluição do ar na capital britânica Matt Dunham/AP

Mais
18.abr.2016 - Policiais esperam ativista do Greenpeace descer de plataforma após ter escalado a Coluna de Nelson, em Trafalgar Square, no centro de Londres, para realizar intervenção artística na estátua do almirante Horatio Nelson. Duas pessoas foram presas por subir no monumento, que possui 52 metros de altura Leon Neal/AFP

Mais
18.abr.2016 - Os ambientalistas do Greenpeace colocaram uma máscara na estátua de rainha Victoria, em frente ao palácio de Buckingham Palace, para protestar contra a poluição do ar em Londres Toby Melville/Reuters

Mais
18.abr.2016 - Máscara de ar colocada no topo da Coluna de Nelson em Trafalgar Square, no centro de Londres. Os ativistas do Greepeace protestam contra o aumento da poluição do ar na capital britânica Toby Melville/Reuters

Mais
18.abr.2016 - Ativistas do Greenpeace colocaram uma máscara de gás no rosto da estátua de Eros em Piccadilly Circus, em Londres. Segundo a ONG, a intervenção é um protesto contra o aumento a níveis alarmantes da poluição atmosférica na capital britânica Toby Melville/Reuters

Mais
7.out.2015 - Ativistas do Greenpeace e famosos foram ao Salão Verde do Congresso Nacional para entregar à Casa Legislativa o projeto de lei pelo Desmatamento Zero. O documento é resultado da mobilização de mais de 1,4 milhões de pessoas que, desde 2012, assinaram a proposta, que proíbe o corte de florestas nativas no Brasil. A funkeira Valesca Popozuda e os atores Caio Blat, Jorge Pontual, Paulo Vilhena e Maria Paula, estavam presentes na entrega Adriano Machado / Greenpeace

Mais
1º.out.2015 - Ativistas do Greenpeace exibiram faixa na Amazônia para protestar contra o leilão de energia voltado para petróleo e gás que o governo federal promoverá na próxima quarta-feira (7). Serão oferecidos 266 blocos para exploração, sendo que desse total 182 estão localizados em terra, e alguns em plena floresta Amazônica. O Greenpeace tenta cancelar o evento, por acreditar que ele é um incentivo a fontes sujas e poluentes de energia, e por alguns blocos exploratórios estarem sobre dez grandes bacias hidrográficas, como as do Amazonas e Parnaíba Rogério Assis/Greenpeace

Mais
6.set.2015 - Ativistas da ONG Greenpeace protestaram neste domingo (6) contra o desaparecimento de 43 estudantes em Acapulco, um importante balneário mexicano Pedro Pardo/AFP

Mais
25.ago.2015 - Ativistas do Greenpeace protestam com um cavalo de Tróia contra a produção de energia nuclear, em frente ao portão do Departamento da Energia da África do Sul, em Pretória Mujahid Safodien/AFP

Mais
10.ago.2015 - Ativistas do Greenpeace instalaram um banner em forma de ônibus na frente da Prefeitura de São Paulo como forma de protesto para pedir que o tempo de consulta popular para a maior licitação de transporte da América Latina seja estendido. O valor da licitação, segundo a ONG, é de R$ 140 bilhões. O prazo dado pela gestão para a leitura de 5.000 páginas dos editais de licitação publicados pela prefeitura há um mês foi de 30 dias Rogério Assis/Greenpeace

Mais
23.jun.2015 - Ativistas do Greenpeace realizam ato na praça da Sé, no centro de São Paulo (SP), para cobrar do governo medidas concretas para solucionar a crise hídrica que afeta o Estado Zanone Fraissat/Folhapress

Mais
20.jun.2015 - Ativistas do Greenpeace penduram faixa com a frase "Willy Brandt impediria a TTIP" e o rosto do político alemão morto em 1992 na sede do partido socialdemocrata alemão em Berlim, neste sábado (20). A convenção de partido discutirá, entre outros assuntos, a TTIP (sigla em inglês para Acordo de Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento), proposta de área de livre comércio envolvendo a União Europeia e os Estados Unidos Rainer Jensen/EPA/Efe

Mais
9.jun.2015 - Trator em área de manejo florestal da Fazenda Agropecuária Santa Efigênia, situada no município de Uruará (PA), derruba árvores durante período de embargo. O plano de manejo florestal da empresa superestimou a presença de ipê no inventário florestal da área em 1.300% a mais do que a média encontrada, obtendo uma licença para retirar cerca de 600 caminhões de madeira ilegal. Após denúncia do Greenpeace, a empresa foi multada e o plano foi suspenso. A imagem foi feita em 30 de março de 2015 Fábio Nascimento/Greenpeace

Mais
9.jun.2015 - Uma investigação do Greenpeace sobre extração ilegal de madeira no Pará flagrou vias abertas na terra indígena Cachoeira Seca. Essas vias são provavelmente usadas para o transporte de madeira ilegal na área. Diversas investigações da organização revelaram desde maio de 2014 como madeireiros da Amazônia exploram as falhas do sistema de controle da atividade para lavar a madeira ilegal com documentos oficiais. A imagem foi feita em 30 de março de 2015 Fábio Nascimento/Greenpeace

Mais
9.jun.2015 - Uma investigação do Greenpeace flagrou toras estocadas e empilhadas na terra indígena Cachoeira Seca, no Pará, onde a extração de madeira é ilegal. Licenças oficiais obtidas através de inventários florestais fraudados, isto é, que indicam uma presença maior de árvores como o ipê na região, permitem a legalização e a comercialização destas madeiras. A imagem foi feita em 30 de março de 2015 Fábio Nascimento/Greenpeace

Mais
9.jun.2015 - Uma investigação do Greenpeace sobre extração ilegal de madeira flagrou vias abertas na terra indígena Cachoeira Seca, no Pará. Essas vias são provavelmente usadas para o transporte de madeira ilegal na área. Diversas investigações da organização revelaram desde maio de 2014 como madeireiros da Amazônia exploram as falhas do sistema de controle da atividade para lavar a madeira ilegal com documentos oficiais. A imagem foi feita em 5 de junho de 2015 Rogério Assis/Greenpeace

Mais
9.jun.2015 - Uma investigação do Greenpeace sobre extração ilegal de madeira flagrou vias abertas na terra indígena Cachoeira Seca, no Pará. Essas vias são provavelmente usadas para o transporte de madeira ilegal na área. Diversas investigações da organização revelaram desde maio de 2014 como madeireiros da Amazônia exploram as falhas do sistema de controle da atividade para lavar a madeira ilegal com documentos oficiais. A imagem foi feita em 5 de junho de 2015 Rogério Assis/Greenpeace

Mais
9.jun.2015 - Uma investigação do Greenpeace sobre extração ilegal de madeira flagrou vias abertas na terra indígena Cachoeira Seca, no Pará. Essas vias são provavelmente usadas para o transporte de madeira ilegal na área. Diversas investigações da organização revelaram desde maio de 2014 como madeireiros da Amazônia exploram as falhas do sistema de controle da atividade para lavar a madeira ilegal com documentos oficiais. A imagem foi feita em 5 de junho de 2015 Rogério Assis/Greenpeace

Mais
9.jun.2015 - Greenpeace flagra ramais para transporte de toras dentro do plano de manejo da Fazenda Agropecuária Santa Efigênia, situada no município de Uruará (PA). A investigação da organização revelou que esse plano de manejo superestimou os volumes e indivíduos da árvore ipê no inventário, conseguindo, assim, uma licença para extrair madeira no local. A imagem foi feita em 5 de junho de 2015 Rogério Assis/Greenpeace

Mais
9.jun.2015 - Pátio de madeira é flagrado dentro do plano de manejo da Fazenda Agropecuária Santa Efigênia, situada no município de Uruará (PA). A investigação do Greenpeace revelou que esse plano de manejo superestimou os volumes e indivíduos da árvore ipê no inventário, conseguindo, assim, uma licença para extrair madeira no local. A imagem foi feita em 5 de junho de 2015 Rogério Assis/Greenpeace

Mais
9.jun.2015 - Serrarias do município de Uruará, no Pará, são flagradas em operação durante sobrevoo do Greenpeace. Os créditos do plano de manejo da Fazenda Agropecuária Santa Efigênia, que fraudou inventários florestais, foram comercializados com 22 serrarias, sendo que 16 estão localizadas no próprio município. A imagem foi feita em 5 de junho de 2015 Rogério Assis/Greenpeace

Mais
9.jun.2015 - Serrarias do município de Uruará, no Pará, são flagradas em operação durante sobrevoo do Greenpeace. Os créditos do plano de manejo da Fazenda Agropecuária Santa Efigênia, que fraudou inventários florestais, foram comercializados com 22 serrarias, sendo que 16 estão localizadas no próprio município. A imagem foi feita em 5 de junho de 2015 Rogério Assis/Greenpeace

Mais
9.jun.2015 - Serrarias do município de Uruará, no Pará, são flagradas em operação durante sobrevoo do Greenpeace. Os créditos do plano de manejo da Fazenda Agropecuária Santa Efigênia, que fraudou inventários florestais, foram comercializados com 22 serrarias, sendo que 16 estão localizadas no próprio município. A imagem foi feita em 5 de junho de 2015 Rogério Assis/Greenpeace

Mais
9.jun.2015 - Serrarias do município de Uruará, no Pará, são flagradas em operação durante sobrevoo do Greenpeace. Os créditos do plano de manejo da Fazenda Agropecuária Santa Efigênia, que fraudou inventários florestais, foram comercializados com 22 serrarias, sendo que 16 estão localizadas no próprio município. A imagem foi feita em 5 de junho de 2015 Rogério Assis/Greenpeace

Mais
9.jun.2015 - Serrarias do município de Uruará, no Pará, são flagradas em operação durante sobrevoo do Greenpeace. Os créditos do plano de manejo da Fazenda Agropecuária Santa Efigênia, que fraudou inventários florestais, foram comercializados com 22 serrarias, sendo que 16 estão localizadas no próprio município. A imagem foi feita em 5 de junho de 2015 Rogério Assis/Greenpeace

Mais
14.mai.2015 - Ativistas do Greenpeace escalam um prédio e penduram uma bandeira em protesto contra a destruição das geleiras pela mineração, em uma das principais avenidas de Santiago, no Chile Mario Ruiz/EFE

Mais
23.abr.2015 - Ativistas do Greenpeace fazem ato em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília, para pedir que o governo federal adote painéis solares como forma de dar o exemplo para a economia de energia elétrica Antonio Cruz/Agência Brasil

Mais
7.abr.2015 - Ativistas do Greenpeace seguram bandeira depois de terem escalado uma plataforma da Royal Dutch Shell no oceano Pacífico na segunda-feira (6). O grupo protesta contra a perfuração do Ártico para fornecimento de petróleo Vincenzo Florama/Greenpeace/Reuters

Mais
7.abr.2015 - Ativistas do Greenpeace protestam no Ministério da Fazenda, em Brasília, e pedem ao ministro Joaquim Levy que incentive a energia solar no Brasil. Um ativista fantasiado de sol e preso numa jaula foi usado no protesto. O ministro Levy é um dos responsáveis por solucionar a forma como o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) incide na micro e na minigeração de energia Pedro Ladeira/Folhapress

Mais
7.abr.2015 - Ativistas do Greenpeace protestam no Ministério da Fazenda, em Brasília, e pedem ao ministro Joaquim Levy que incentive a energia solar no Brasil. Um ativista fantasiado de sol e preso numa jaula foi usado no protesto. O ministro Levy é um dos responsáveis por solucionar a forma como o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) incide na micro e na minigeração de energia Pedro Ladeira/Folhapress

Mais
1º.abr.2015 - Ativistas do grupo Greenpeace promovem ação que une o dia da mentira com a crise hídrica no Estado de São Paulo. Em telão montado do lado oposto à Praça do Ciclista, na esquina da Avenida Paulista com a Consolação, a imagem do governador Geraldo Alckmin é projetada com a frase "Não vai faltar água em São Paulo" Fabio Braga/ Folhapress

Mais
30.mar.2015 - Integrante do Greenpeace lança o drone "Graúna" sobre a represa Jacareí, que faz parte do Sistema Cantareira. O objetivo da ONG de preservação do meio ambiente é monitorar o nível da água do reservatório. O uso do drone (micro vant de asa fixa) nessa região é parte de um projeto de pesquisa do Greenpeace Brasil para monitorar com foto, vídeo e imagens 3D o desmatamento, uso do solo e nível dos reservatórios nas bacias dos principais mananciais que abastecem as regiões metropolitanas do sudeste do país Greenpeace/Zé Gabriel

Mais
30.mar.2015 - Integrante do Greenpeace lança o drone "Graúna" sobre a represa Jacareí, que faz parte do Sistema Cantareira. O objetivo da ONG de preservação do meio ambiente é monitorar o nível da água do reservatório. O uso do drone (micro vant de asa fixa) nessa região é parte de um projeto de pesquisa do Greenpeace Brasil para monitorar com foto, vídeo e imagens 3D o desmatamento, uso do solo e nível dos reservatórios nas bacias dos principais mananciais que abastecem as regiões metropolitanas do sudeste do país Greenpeace/Zé Gabriel

Mais
26.mar.2015 - Ativistas do Greenpeace fazem protesto em frente ao Congresso dos Deputados contra a nova lei de Segurança Cidadã, conhecida como lei da mordaça, nesta quinta-feira (26), em Madri, na Espanha. Após três meses de debates, os parlamentares aprovaram a nova legislação nesta quinta, que, apesar de ter passado por modificações, não conseguiu o apoio da oposição, que a rejeita e a considera repressiva Sergio Barrenechea/EFE

Mais
Manifestantes do Greenpeace promovem ato em frente ao banco Safra, na Avenida Paulista, contra os descontos que a Sabesp dá aos grandes consumidores de água, como a instituição financeira. O protesto foi nesta sexta-feira Cris Faga/AE

Mais
9.mar.2015 - Ativistas do Greenpeace colocaram uma faixa gigante com o retrato do presidente francês, François Hollande, com o slogan "Eu comprometerei a França a reduzir a cota de energia nuclear em 50% até 2025" na Pont de la Concorde, próximo à Assembleia Nacional, em Paris, nesta segunda-feira (9). O protesto, em frente à câmara baixa do parlamento da França, acontece um dia após a revisão dos gastos com energia do país por uma comissão mista de parlamentares para encontrar um compromisso em relação às metas da França para redução de energia nuclear Philippe Wojazer/Reuters

Mais
15.dez.2014 - Ativistas do Greenpeace fazem protesto, nesta segunda-feira (15), contra a exploração pesqueira em frente à sede do Conselho da União Europeia em Bruxelas, na Bélgica, antes da conclusão da próxima reunião dos Ministros da Pesca da UE Wiktor Dabkowski/Zumapress/Xinhua

Mais
8.dez.2014 - Ativistas do Greenpeace deixaram a mensagem "Tempo de mudança! O futuro é renovável" (em tradução livre) na areia em uma zona das Linhas de Nazca, ao sul do Peru, endereçada aos líderes que participam da cúpula sobre mudanças climáticas das Nações Unidas, a COP 20, nesta segunda-feira (8) Greenpeace/EFE

Mais
27.nov.2014 - Cerca de 60 índios mundurucus se uniram nesta quarta-feira (26) aos ativistas do Greenpeace para protestar contra a construção do Complexo Hidrelétrico do Tapajós, no Pará. A frase "Tapajós Livre" foi escrita em grande proporção com pedras na areia de uma praia próxima à cachoeira de São Luiz do Tapajós, local previsto para receber a primeira das cinco hidrelétricas planejadas para a região Greenpeace Brasil

Mais
18.nov.2014 - Ativistas do Greenpeace despejaram duas toneladas de serragem em frente à sede do banco estatal Caixa Econômica, em Brasília, em protesto para o financiamento de empresas que praticariam a extração ilegal de madeira na floresta amazônica Evaristo Sá/AFP

Mais
30.out.2014 - Manifestante do Greenpeace protesta contra a eficiência dos carros nacionais durante a cerimônia de abertura do Salão Internacional do Automóvel 2014, no Pavilhão do Anhembi, nesta quinta-feira (30). Ao fundo, o prefeito Fernando Haddad (à dir.) e o governador Geraldo Alckmin (à esq.) Lalo de Almeida/Folhapress

Mais
13.out.2014 - Uma mulher passou ao lado de ativistas ambientais do Greenpeace vestidos de urso polar em Praga, na República Tcheca, nesta segunda-feira (13). O evento faz parte de uma campanha para aumentar a conscientização sobre as ameaças ao Ártico por mudanças climáticas e defender a proibição de perfurações de petróleo David W. Cerny/ Reuters

Mais
Ativistas do Greenpeace fazem ato em frente a um dos portões da Chevrolet, em São Caetano do Sul, em São Paulo, para lembrar a empresa de que é hora de se modernizar e de investir na eficiência energética de seus veículos Paulo Pereira/Greenpeace

Mais
1º.ago.2014 - O barco do Greenpeace Arctic Sunrise, apreendido em setembro pelas autoridades russas após uma ação de militantes ecologistas em uma plataforma da Gazprom, abandonou nesta sexta-feira (1º) o porto russo de Murmansk com destino a Amsterdã. A embarcação será submetida a uma inspeção e a um reparo completo. "Nesta noite, após uma inspeção efetuada pelos serviços aduaneiros, o Arctic Sunrise abandonou Murmansk. Em 10 dias, chegará ao porto de Amsterdã, onde será realizada uma cerimônia solene com a equipe que havia sido detida em Murmansk", indicou o Greenpeace em um comunicado Vladimir Baryshev/Greenpeace/EFE

Mais
24.jul.2014 - Ativistas do Greenpeace protestam em frente ao Ministério do Meio Ambiente e Urbanismo da Turquia, nesta quinta-feira (24), contra a construção de usinas nucleares no país. Atualmente, duas usinas estão sendo construídas no país Mustafa Kaya/Xinhua

Mais
17.jul.2014 - Com máscara do governador Geraldo Alckmin e baldes de ouro, o Greenpeace realiza um protesto contra a escassez de água na rua Oscar Freire, em São Paulo, nesta quinta-feira (17) Zanone Fraissat/Folhapress

Mais
7.jul.2014 - Ativistas do Greenpeace bloqueiam a entrada do poço de exploração de gás de xisto da empresa americana Chevron, na vila de Pungesti, na Romênia, nesta segunda-feira (7). 25 ativistas sentaram em frente à entrada do local e exibiram cartazes contra a técnica de extração de gás, que injeta água misturada com produtos químicos no solo Daniel Mihailescu/ AFP

Mais
2.jul.2014 - Ativistas do Greenpeace colocam mini figuras feitas de Lego para protestar contra a Shell, na praça da prefeitura de Seul, na Coreia. Na faixa, pode-se ler 'Salve o Ártico'. O protesto é para que uma das maiores empresas de brinquedo do mundo desfaça a parceria que fechou com a Shell. A petrolífera é uma das principais responsáveis por colocar em risco o Ártico, com seus planos de exploração de óleo na região Lim Tae Hoon/Greenpeace

Mais
2.jul.2014 - Ativistas do Greenpeace colocam mini figuras feitas de Lego para protestar contra a Shell, na praça da prefeitura de Seul, na Coreia. Na faixa, pode-se ler 'Salve o Ártico'. O protesto é para que uma das maiores empresas de brinquedo do mundo desfaça a parceria que fechou com a Shell. A petrolífera é uma das principais responsáveis por colocar em risco o Ártico, com seus planos de exploração de óleo na região Lim Tae Hoon/Greenpeace

Mais
2.jul.2014 - Ativistas do Greenpeace colocam mini figuras feitas de Lego para protestar contra a Shell, na praça da prefeitura de Seul, na Coreia. No cartaz, pode-se ler 'Salve o Ártico'. O protesto é para que uma das maiores empresas de brinquedo do mundo desfaça a parceria que fechou com a Shell. A petrolífera é uma das principais responsáveis por colocar em risco o Ártico, com seus planos de exploração de óleo na região Lim Tae Hoon/Greenpeace

Mais
2.jul.2014 - Ativistas do Greenpeace colocam mini figuras feitas de Lego para protestar contra a Shell, na praça da prefeitura de Seul, na Coreia. Na faixa, pode-se ler 'Salve o Ártico'. O protesto é para que uma das maiores empresas de brinquedo do mundo desfaça a parceria que fechou com a Shell. A petrolífera é uma das principais responsáveis por colocar em risco o Ártico, com seus planos de exploração de óleo na região Lim Tae Hoon/Greenpeace

Mais
2.jul.2014 - Ativistas do Greenpeace colocam mini figuras feitas de Lego para protestar contra a Shell, em Londres. O protesto é para que uma das maiores empresas de brinquedo do mundo desfaça a parceria que fechou com a Shell. A petrolífera é uma das principais responsáveis por colocar em risco o Ártico, com seus planos de exploração de óleo na região Vicki Couchman/Greenpeace

Mais
2.jul.2014 - Ativistas do Greenpeace colocam mini figuras feitas de Lego para protestar contra a Shell, em Londres. O protesto é para que uma das maiores empresas de brinquedo do mundo desfaça a parceria que fechou com a Shell. A petrolífera é uma das principais responsáveis por colocar em risco o Ártico, com seus planos de exploração de óleo na região Vicki Couchman/Greenpeace

Mais
2.jul.2014 - Ativistas do Greenpeace colocam mini figuras feitas de Lego para protestar contra a Shell, em Londres. O protesto é para que uma das maiores empresas de brinquedo do mundo desfaça a parceria que fechou com a Shell. A petrolífera é uma das principais responsáveis por colocar em risco o Ártico, com seus planos de exploração de óleo na região Vicki Couchman/Greenpeace

Mais
2.jul.2014 - Ativistas do Greenpeace colocam mini figuras feitas de Lego para protestar contra a Shell, em Londres. O protesto é para que uma das maiores empresas de brinquedo do mundo desfaça a parceria que fechou com a Shell. A petrolífera é uma das principais responsáveis por colocar em risco o Ártico, com seus planos de exploração de óleo na região Vicki Couchman/Greenpeace

Mais
2.jul.2014 - Ativistas do Greenpeace colocam mini figuras feitas de Lego em frente a catedral de Saint Paul, em Londres, para protestar contra a Shell. O protesto é para que uma das maiores empresas de brinquedo do mundo desfaça a parceria que fechou com a Shell. A petrolífera é uma das principais responsáveis por colocar em risco o Ártico, com seus planos de exploração de óleo na região Vicki Couchman/Greenpeace

Mais
2.jul.2014 - Ativistas do Greenpeace colocam mini figuras feitas de Lego em frente ao Capitólio, em Washington DC (EUA), para protestar contra a Shell, em Londres. O protesto é para que uma das maiores empresas de brinquedo do mundo desfaça a parceria que fechou com a Shell. A petrolífera é uma das principais responsáveis por colocar em risco o Ártico, com seus planos de exploração de óleo na região Tim Aubry/Greenpeace

Mais
2.jul.2014 - Ativistas do Greenpeace colocam mini figuras feitas de Lego em frente ao Palácio La Moneda, em Santiago, no Chile, para protestar contra a Shell, em Londres. O protesto é para que uma das maiores empresas de brinquedo do mundo desfaça a parceria que fechou com a Shell. A petrolífera é uma das principais responsáveis por colocar em risco o Ártico, com seus planos de exploração de óleo na região Greenpeace

Mais
2.jul.2014 - Ativistas do Greenpeace colocam mini figuras feitas de Lego em frente ao Parlamento canadense, em Ottawa, no Canadá, para protestar contra a Shell, em Londres. O protesto é para que uma das maiores empresas de brinquedo do mundo desfaça a parceria que fechou com a Shell. A petrolífera é uma das principais responsáveis por colocar em risco o Ártico, com seus planos de exploração de óleo na região Greenpeace

Mais
2.jul.2014 - Ativistas do Greenpeace colocam mini figuras feitas de Lego em frente ao Big Ben, da Legoland, em Londres, para protestar contra a Shell, em Londres. O protesto é para que uma das maiores empresas de brinquedo do mundo desfaça a parceria que fechou com a Shell. A petrolífera é uma das principais responsáveis por colocar em risco o Ártico, com seus planos de exploração de óleo na região Jiri Rezac/Greenpeace

Mais
2.jul.2014 - Greenpeace cria cenas de protesto com figuras da Lego no parque temático Legoland, em Londres, para protestar contra a Shell, em Londres. O protesto é para que uma das maiores empresas de brinquedo do mundo desfaça a parceria que fechou com a Shell. A petrolífera é uma das principais responsáveis por colocar em risco o Ártico, com seus planos de exploração de óleo na região Vicki Couchman/Greenpeace

Mais
2.jul.2014 - Greenpeace cria cenas de protesto com figuras da Lego no parque temático Legoland, em Londres, para protestar contra a Shell, em Londres. O protesto é para que uma das maiores empresas de brinquedo do mundo desfaça a parceria que fechou com a Shell. A petrolífera é uma das principais responsáveis por colocar em risco o Ártico, com seus planos de exploração de óleo na região Vicki Couchman/Greenpeace

Mais
2.jul.2014 - Greenpeace cria cenas de protesto com figuras da Lego no parque temático Legoland, em Londres, para protestar contra a Shell, em Londres. O protesto é para que uma das maiores empresas de brinquedo do mundo desfaça a parceria que fechou com a Shell. A petrolífera é uma das principais responsáveis por colocar em risco o Ártico, com seus planos de exploração de óleo na região Vicki Couchman/Greenpeace

Mais
2.jul.2014 - Ativistas do Greenpeace colocam mini figuras feitas de Lego em frente à Casa Rosada, em Buenos Aires, na Argentina, para protestar contra a Shell, em Londres. O protesto é para que uma das maiores empresas de brinquedo do mundo desfaça a parceria que fechou com a Shell. A petrolífera é uma das principais responsáveis por colocar em risco o Ártico, com seus planos de exploração de óleo na região Martin Katz/Greenpeace

Mais
2.jul.2014 - Ativistas do Greenpeace colocam mini figuras feitas de Lego em frente à Puente de la Mujer, em Buenos Aires, na Argentina, para protestar contra a Shell, em Londres. O protesto é para que uma das maiores empresas de brinquedo do mundo desfaça a parceria que fechou com a Shell. A petrolífera é uma das principais responsáveis por colocar em risco o Ártico, com seus planos de exploração de óleo na região Martin Katz/Greenpeace

Mais
2.jul.2014 - Ativistas do Greenpeace colocam mini figuras feitas de Lego em frente ao Sydney Harbour e à Opera House, em Sydney, na Austrália, para protestar contra a Shell. O protesto é para que uma das maiores empresas de brinquedo do mundo desfaça a parceria que fechou com a Shell. A petrolífera é uma das principais responsáveis por colocar em risco o Ártico, com seus planos de exploração de óleo na região Abram Powell/Greenpeace

Mais
2.jul.2014 - Ativistas do Greenpeace colocam mini figuras feitas de Lego em frente à Grande Muralha da China, para protestar contra a Shell. O protesto é para que uma das maiores empresas de brinquedo do mundo desfaça a parceria que fechou com a Shell. A petrolífera é uma das principais responsáveis por colocar em risco o Ártico, com seus planos de exploração de óleo na região Simon Lim/Greenpeace

Mais
7.jun.2014 - Ativistas do Greenpeace fazem ato em frente à loja de decoração de interiores "DecoPlus", em Paris, neste sábado, em protesto para chamar atenção sobre o regulamento europeu sobre a madeira, em vigor desde 2013. Pode-se ler nos cartazes (em francês e português): "O seu piso de madeira é legal?", "Madeira ilegal brasileira, França é cumplice", "Vem de madeira ilegal" Jacques Demarthon/AFP

Mais
29.mai.2014 - Ativistas do Greenpeace fizeram ato nesta quinta-feira (29) na praça da Sé, no centro de São Paulo, alusivo a escassez de água que atinge o Estado de São Paulo. Uma fila de pessoas foi formada em direção a uma torneira gigante instalada no local, de onde saia água. A ação pretendia chamar a atenção dos transeuntes sobre as mudanças climáticas que, cada vez mais, têm alterado o padrão das chuvas Otávio Almeida/Greenpeace/Divulgação

Mais
27.mai.2014 - Ativistas do Greenpeace embarcam em uma plataforma contratada pela empresa russa Gazprom, no porto de Ijmuiden, na Holanda, nesta terça-feira (27). A polícia holandesa prendeu seis deles, que haviam se acorrentado a um petroleiro para impedir que deixasse a Holanda rumo ao Ártico Bas Beentjes/Greenpeace/AP

Mais
27.mai.2014 - Ativistas do Greenpeace embarcam em uma plataforma contratada pela empresa russa Gazprom, no porto de Ijmuiden, na Holanda, nesta terça-feira (27). A polícia holandesa prendeu seis deles, que haviam se acorrentado a um petroleiro para impedir que deixasse a Holanda rumo ao Ártico Bas Beentjes/Greenpeace/AP

Mais
15.abr.2014 - Vestidos de homens das cavernas, ativistas do Greenpeace fizeram uma manifestação na manhã desta terça-feira (15), na rua Gomes de Carvalho, na Vila Olímpia, na zona oeste de São Paulo, desafiando a Volkswagen, Fiat e Chevrolet --as montadoras que mais vendem carros no Brasil -- a adotarem tecnologias mais modernas para que seus carros consumam menos combustível e emitam, consequentemente, menos gases de efeito estufa Apu Gomes/Folhapress

Mais
3.abr.2014 - Ativista do Greenpeace com rosto com sinal de perigo nuclear participa de protesto contra a política de energia do governo da Hungria, em frente ao Parlamento húngaro, em Budapeste. O país assinou um acordo de cooperação com a Rússia para construir duas novas usinas nucleares na cidade de Paks, na Hungria Attila Kisbenedek/AFP

Mais
29.mar.2014- Ativistas do Greenpeace vestem fantasias para protestam em Jakarta, na Indonésia, contra a Procter & Gamble. Eles acusam a empresa de destruir florestas no país Bagus Indahono/EFE/EPA

Mais
26.mar.2014 - Ativistas do Greenpeace protestam em frente à sede da fabricante de cosméticos e produtos de limpeza Procter & Gamble, em Jacarta na Indonésia. O Greenpeace acusa a empresa de destruir florestas tropicais que são o habitat natural de orangotangos e tigres em perigo de extinção AgungKuncahya B./Xinhua

Mais
18.mar.2014 - Militantes do Greenpeace instalam banner dizendo "Parem de colocar a Europa em risco" em reator da usina nuclear de Fessenheim, na França, nesta terça-feira (18). Dezenas de membros da ONG se infiltraram na usina, no leste do país, para protestar contra o uso de energia atômica Sebastien Bozon/AFP

Mais
10.mar.2014 - Manifestantes do Greenpeace protestam em Budapeste na véspera do aniversário de três anos do desastre da usina nuclear de Fukushima Attila Kisbenedek/AFP

Mais
2.mar.2014 - Ativistas do Greenpeace erguem bandeira no glaciar Olivares durante a fundação da simbólica "República Glaciar" no domingo (2). A foto divulgada nesta quarta-feira (5) foi tirada a cerca de 5.000 metros acima do nível do mar, na faixa da cordilheira dos Andes perto da cidade de Santiago, no Chile. A ideia é chamar a atenção para a proteção das geleiras, enormes fontes de água que poderiam ser ameaçada por projetos hidrelétricos e de mineração Ivan Alvarado/Reuters

Mais
4.mar.2014 - Ativistas do Greenpeace fazem rapel e afixam cartazes de protesto na fachada do edifício que abriga a sede da empresa Procter & Gamble (multinacional americana de produtos de higiene), em Cincinnati, no Estado americano de Ohio The Cincinnati Enquirer Amanda Rossmann/AP

Mais
12.fev.2014 - Ativista do Greenpeace protesta contra um novo milho geneticamente modificado feito pelo grupo americano Pioneer, em Paris. O milho TC1507 ganhou a aprovação da União Europeia na terça-feira (11) Eric Feferberg/AFP

Mais
23.jan.2014 - Ativistas do Greenpeace protestam em frente ao Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça, nesta quinta-feira (23). Os manifestantes se vestiram de ursos polares para chamar a atenção contra a gigante russa de energia Gazprom Jean-Christophe Bott/AP

Mais
23.jan.2014 - Ativistas do Greenpeace vestidos como ursos polares protestam durante o Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça, nesta quinta-feira (23). Os líderes reunidos em Davos tem como prioridade remodelar a economia global e reduzir o aquecimento global, deixando as fontes de energia mais limpas Keystone, Jean-Christophe Bott/AP

Mais
30.dez.2013 - O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT-RS) recebeu a bióloga ativista do Greenpeace, Ana Paula Maciel no Palácio Piratini, em Porto Alegre. Ela retornou ao Rio Grande do Sul no sábado (28), depois de ficar mais de dois meses detida na Rússia. A ativista foi presa no dia 19 de setembro com 29 colegas ambientalistas que participavam de protesto contra a exploração petrolífera no Ártico Caroline Bicocchi/Palácio Piratini

Mais
28.dez.2013 - A ativista brasileira Ana Paula Maciel, detida com mais 29 pessoas por protestar em uma plataforma de petróleo no Ártico em 18 de setembro, desembarca na cidade de Porto Alegre (RS) na manhã deste sábado (28) Luciano Leon/Futura Press

Mais
3.dez.2013 - Ativistas do Greenpeace disfarçado de urso polar protesta contra a empresa russa Gazprom, em frente ao hotel Presidente Wilson, onde acontece a conferência Global Energy, em Genebra, Suíça Salvatore Di Nolfi/EFE

Mais
24.nov.2013 - A bióloga e ativista brasileira do Greenpeace, Ana Paula Maciel, abraça sua mãe, Rosaela Maciel, ao reencontrá-la no Aeroporto Internacional de Pulkovo, em São Petersburgo, na Rússia. Ana Paula foi libertada da prisão após pagar fiança de dois milhões de rublos -- o equivalente a R$ 138 mil. Ela foi presa junto com outros 29 ativistas da ONG ambientalistas quando o "Arctic Sunrise", navio internacional do Greenpeace, fazia protesto na região do ártico russo Greenpeace/AFP

Mais
22.nov.2013 - O ativista suiço Marco Paolo Weber, integrante do Greenpeace, deixa centro de detenção em São Petersburgo, na Rússia, nesta sexa-feira (22). Metade dos 30 ativistas do Greenpeace presos na Rússia por organizar um protesto no Ártico já ganharam liberdade mediante pagamento de fiança em espera do julgamento. Quatro deles conseguiram a liberdade condicional nesta sexta Kirill Andreev/Greenpeace/Efe

Mais
22.nov.2013 - O cinegrafista britânico Kieron Bryan deixa detenção em São Petersburgo nesta sexta-feira (22). Metade dos 30 ativistas do Greenpeace presos na Rússia por organizar um protesto no Ártico já ganharam liberdade mediante pagamento de fiança em espera do julgamento Maxim Zmeyev/Reuters

Mais
22.nov.2013 - O ativista britânico Anthony Perrett fala com a imprensa após posto em liberdade em São Petersburgo, na Rússia, nesta sexta-feira (22). Os tribunais que são responsáveis pelo caso concederam liberdade mediante pagamento de fiança de 2 milhões de rublos (46 mil euros) a 27 ecologistas presos na Rússia por organizar um protesto no Ártico. Só foi rejeitado o pedido do australiano Colin Russell. Os tribunais não revelaram o motivo da rejeição Dmitry Lovetsky/AP

Mais
22.nov.2013 - O ativista do Greenpeace e capitão da embarcação "Arctic Sunrise", o americano Peter Willcox, deixa detenção em São Petersburgo, na Rússia, nesta sexta-feira (22). Metade dos 30 ativistas do Greenpeace presos na Rússia por organizar um protesto no Ártico já ganharam liberdade mediante pagamento de fiança em espera do julgamento. Quatro deles conseguiram a liberdade condicional nesta sexta Dmitry Lovetsky/AP

Mais
22.nov.2013 - O ativista do Greenpeace Dima Litvinov, da Suécia, exibe cartaz com a mensagem "Salvem o Ártico" em carceragem em São Petersburgo, na Rússia, nesta sexta-feira (22). Metade dos 30 ativistas presos por organizar um protesto no Ártico já ganharam liberdade mediante pagamento de fiança. O capitão da embarcação "Arctic Sunrise", o americano Peter Willcox, a holandesa Faiza Oulahsen, o britânico Anthony Perrett e o suíço Marco Weber foram colocados em liberdade hoje Evgeny Feldman/AP

Mais
22.nov.2013 - Ativista do Greenpeace e capitão do navio do Arctic Sunrise, o americano Peter Willcox, deixa a prisão em São Petersburgo, Rússia Dmitry Lovetsky/AP

Mais
21.nov.2013 - Fotógrafo Denis Sinyakov ergue o punho ao ser libertado da prisão em São Petesburgo, Rússia. Mais duas das 30 pessoas presas pela Rússia após um protesto do Greenpeace no Ártico há dois meses foram libertados sob fiança. Sinyakov e o ativista Andrei Allakhverdov deixaram o centro de detenção nesta quinta-feira (21) Pavel Golovkin/AP

Mais
20.nov.2013 - A bióloga brasileira Ana Paula Maciel, 31, deixou nesta quarta-feira a prisão de São Petersburgo, na Rússia, após o pagamento de 2 milhões de rublos (R$ 141 mil) de fiança. Ela é primeira ativista do Greenpeace a deixar a prisão, após a Justiça russa autorizar a liberação de 17 ambientalistas Dmitri Sharomov / Greenpeace

Mais
19.nov.2013 - Ativista do Greenpeace Miguel Hernan Perez Orzi, da Argentina, chora ao receber a decisão do tribunal de livertá-lo sob fiança de dois milhões de rublos -- o equivalente a R$ 138 mil Dmitry Lovetsky/AP

Mais
19.nov. 2013 - Ativista do Greenpeace Camila Speziale, da Argentina, uma das 30 pessoas presas no dia 19 de setembro, após um protesto pacífico contra a exploração de petróleo no Ártico participa de audiência em São Petesburgo, Rússia. Os ativistas Miguel Hernan Perez Orsi, da Argentina, o neozelandês David John Haussmann, a brasileira Ana Paula Maciel e o polonês Tomasz Dziemianczuk devem ser libertados após pagar fiança de dois milhões de rublos -- o equivalente a R$ 138 mil Alexander Demianchuk/Reuters

Mais
19.nov.2013 - A bióloga brasileira Ana Paula Alminhana Maciel, ativista da ONG ambientalista Greenpeace, sorri enquanto é escoltada ao sair de sala do tribunal, onde ouviu considerações de investigadores para prorrogar a detenção de 30 membros do "Arctic Sunrise", navio internacional do Greenpeace, em São Petersburgo, na Rússia, nesta terça-feira (19). Ana Paula foi libertada após pagar fiança de dois milhões de rublos -- o equivalente a R$ 138 mil Evgeny Feldman/AP

Mais
18.nov.2013 - Ativistas do Greenpeace de mais de 20 países realizam protesto no telhado do Ministério da Economia, em Varsóvia, contra a Cúpula Mundial sobre Carvão, organizada pelo primeiro-ministro polonês e que acontece simultaneamente com a Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, a COP-19. Os ativistas penduraram faixas com as perguntas: ?Quem governa a Polônia? As indústria do carvão ou as pessoas?" e ?Quem governa o mundo? As indústrias de combustíveis fósseis ou as pessoas?? Greenpeace/Divulgação

Mais
18.nov.2013 - Ativistas do Greenpeace de mais de 20 países realizam protesto no telhado do Ministério da Economia, em Varsóvia, contra a Cúpula Mundial sobre Carvão, organizada pelo primeiro-ministro polonês e que acontece simultaneamente com a Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, a COP-19. Os ativistas penduraram faixas com as perguntas: ?Quem governa a Polônia? As indústria do carvão ou as pessoas?" e ?Quem governa o mundo? As indústrias de combustíveis fósseis ou as pessoas?? Greenpeace/Divulgação

Mais
18.nov.2013 - A ativista do Greenpeace Ana Paula Maciel segura um cartaz em que se diz presa política, durante audiência judicial para prorrogar a pedido dos investigadores a prisão dos 30 ativistas detidos após um protesto pela preservação do Ártico, em São Petersburgo, Rússia Dmitry Lovetsky/AP

Mais
13.nov.2013 - Ativistas do Greenpeace protestam contra a perfuração de petróleo no Ártico em frente a sede da Shell na Cidade do México . Os 28 ativistas do Greenpeace e dois jornalistas que estavam presos na cidade russa de Murmansk foram transferidos para cadeias em São Petersburgo na terça-feira (12) Tomas Bravo/Reuters

Mais
13.nov.2013 - Ativistas do Greenpeace exibem cartazes e pedem a libertação de membros do grupo presos da Rússia, após um protesto contra a exploração de petróleo do Ártico, durante a Conferência do Clima da ONU, a COP-19, que ocorre em Varsóvia, na Polônia Kacper Pempel/Reuters

Mais
12.nov.2013 - Policiais russos fazem guarda junto ao trem no qual chegaram os 28 ativistas do Greenpeace e dois jornalistas presos na Rússia para serem levados à nova prisão em São Petersburgo. O grupo foi detido no dia 19 de setembro, após um protesto pacífico contra a exploração de petróleo no Ártico. Os 30 chegaram por volta de meio-dia, horário local, à estação de Ladozhsky. O Comitê de Investigação russo já começou a entrar em contato com a família dos ativistas para avisar da transferência EFE/Anatoly Maltsev

Mais
12.nov.2013 - Os 28 ativistas do Greenpeace e dois jornalistas presos na Rússia são levados à novas cadeias em São Petersburgo. O grupo foi detido no dia 19 de setembro, após um protesto pacífico contra a exploração de petróleo no Ártico. Os 30 chegaram por volta de meio-dia, horário local, à estação de Ladozhsky. O Comitê de Investigação russo já começou a entrar em contato com a família dos ativistas para avisar da transferência EFE/Dmitri Sharom/Greenpeace

Mais
12.nov.2013 - Prisão "Kresty", onde estão presos vários ativistas do Greenpeace que foram transferidos para São Petersburgo, na Rússia. Os 30 chegaram por volta de meio-dia, horário local, à estação de Ladozhsky. O Comitê de Investigação russo já começou a entrar em contato com a família dos ativistas para avisar da transferência EFE/Igor Podgorny/Greenpeace

Mais
12.nov. 2013 - Rio Neva banha a prisão "Kresty", em São Petersburgo, para onde foram alguns dos ativistas do Greenpeace presos em setembro após um protesto contra a exploração russa de petróleo no Ártico AP/Dmitry Lovetsky

Mais
12.nov.2013 - Stringer/Reuters

Mais
12.nov.2013 - Oficial do ministério do Interior russo conversa com colega a bordo de vagão de trem que, segundo o Greenpeace, transporta as 30 pessoas que foram detidas durante protesto contra a extração de petróleo no Ártico de Murmansk para St. Petersburgo, nesta terça-feira (12). Entre os presos, acusados de vandalismo, está a brasileira Ana Paula Maciel Vladimir Larionov/Reuters

Mais
11.nov.2013 - Foto divulgada pelo Greenpeace Internacional nesta segunda-feira, 11 de novembro, 2013, mostra um trem de passageiros com um "vagão prisão", na estação ferroviária de Murmansk, na Rússia, onde 28 ativistas do Greenpeace, um fotógrafo e um operador de vídeo são supostamente colocados. Os 30 ativistas do Greenpeace Internacional são acusados de vandalismo por parte das autoridades russas após seu navio o Arctic Sunrise ser apreendido. Eles estão sendo levados para São Petersburgo AP Photo/Greenpeace International/ Dmitry Sharonov

Mais
8.nov.2013 - Ativistas do Greenpeace se penduraram nesta sexta-feira (8) na Catedral da Sagrada Família, em Barcelona, na Espanha. Os integrantes da organização pedem libertação de membros da ONG presos na Rússia Efe

Mais
6.nov.2013 - Ativistas do Greenpeace navegam nesta quarta-feira (6) pelo rio Moscou, diante do Kremlin - sede do governo russo - levando bandeiras pedindo a libertação dos 30 ativistas presos em uma ação contra a exploração de petróleo no Ártico. Entre os 30 está a brasileira Ana Paula Maciel. Na bandeira, em inglês, está escrito "libertem os 30 do Ártico". Eles aguardam julgamento pela acusação de vandalismo Vasily Maximov/AFP

Mais
1.nov.2013 - Por meio de fontes diplomáticas, o Greenpeace Internacional soube, nesta sexta-feira, que os 28 ativistas e dois jornalistas presos na Rússia devem ser transferidos do centro de detenção da cidade de Murmansk para uma prisão em São Petersburgo. Na imagem, uma das celas AP/Greenpeace International

Mais
1.nov.2013 - Por meio de fontes diplomáticas, o Greenpeace Internacional soube, nesta sexta-feira, que os 28 ativistas e dois jornalistas presos na Rússia devem ser transferidos do centro de detenção da cidade de Murmansk para uma prisão em São Petersburgo. Na imagem, uma das celas AP/Greenpeace International

Mais
1.nov.2013 - Por meio de fontes diplomáticas, o Greenpeace Internacional soube, nesta sexta-feira, que os 28 ativistas e dois jornalistas presos na Rússia devem ser transferidos do centro de detenção da cidade de Murmansk para uma prisão em São Petersburgo. Na imagem, uma das celas AP/Greenpeace International

Mais
1.nov.2013 - Por meio de fontes diplomáticas, o Greenpeace Internacional soube, nesta sexta-feira, que os 28 ativistas e dois jornalistas presos na Rússia devem ser transferidos do centro de detenção da cidade de Murmansk para uma prisão em São Petersburgo. Na imagem, uma das celas AP/Greenpeace International

Mais
1.nov.2013 - Por meio de fontes diplomáticas, o Greenpeace Internacional soube, nesta sexta-feira, que os 28 ativistas e dois jornalistas presos na Rússia devem ser transferidos do centro de detenção da cidade de Murmansk para uma prisão em São Petersburgo. Na imagem, uma das celas AP/Greenpeace International

Mais
1.nov.2013 - Por meio de fontes diplomáticas, o Greenpeace Internacional soube, nesta sexta-feira, que os 28 ativistas e dois jornalistas presos na Rússia devem ser transferidos do centro de detenção da cidade de Murmansk para uma prisão em São Petersburgo. Na imagem, uma das celas AP/Greenpeace International

Mais
21.out.2013 - A finlandesa Sini Saarela agradece apoio dados aos ativistas do Greenpeace durante audiência no tribunal da cidade de Murmansk, na Rússia. Os 30 tripulantes do navio Arctic Sunrise, entre eles a brasileira Ana Paula, foram detidos pela guarda costeira russa por um protesto contra a plataforma da empresa russa Gazprom no Ártico Dmitri Sharomov/Greenpeace/Efe

Mais
21.out.2013 - O polonês Tomasz Dziemianczuk, um dos 30 ativistas do Greenpeace detidos após um protesto no Ártico, participa de audiência no tribunal da cidade de Murmansk, na Rússia Dmitri Sharomov/Greenpeace/Efe

Mais
22.out.2013 - O britânico Iain Rogers, um dos 30 ativistas do Greenpeace detidos após um protesto no Ártico, participa de audiência no tribunal da cidade de Murmansk, na Rússia. A Holanda levou o caso para um tribunal da ONU (Organização das Nações Unidas) em Hamburgo, já que o navio tem bandeira holandesa, mas a chancelaria russa respondeu que não segue os procedimentos de disputa da legislação marítima da ONU desde 1997 Dmitri Sharomov/Greenpeace/via Reuters

Mais
23.out.2013 - Imagem de circuito interno do tribunal de Murmansk, na Rússia, exibe o ucraniano Ruslan Yakushev durante audiência. Ele é um dos 30 tripulantes do navio Arctic Sunrise que foram detidos pela guarda costeira russa por um protesto contra a plataforma da empresa russa Gazprom no Ártico Dmitri Sharomov/Greenpeace/via Reuters

Mais
23.out.2013 - O argentino Miguel Hernan Orsi, um dos 30 ativistas do Greenpeace detidos após um protesto no Ártico, acena e sorri para jornalistas durante audiência no tribunal da cidade de Murmansk, na Rússia Dmitri Sharomov/Greenpeace/AFP

Mais
23.out.2013 - Igor Podgorny/Greenpeace International/Efe

Mais
24.out.2013 - Ana Paula Maciel exibe mensagem pedindo libertação dos 30 ativistas presos do Greenpeace durante audiência na corte regional de Murmansk, no noroeste da Rússia. A Justiça negou pedido de fiança para que a bióloga brasileira pudesse responder em liberdade às acusações Igor Podgorny/Greenpeace International/AP

Mais
24.out.2013 - O canadense Paul D. Ruzycki, um dos 30 ativistas do Greenpeace detidos após um protesto no Ártico, participa de audiência no tribunal da cidade de Murmansk, na Rússia. A corte negou os pedidos de fiança dos ativistas estrangeiros, entre eles o da brasileira Ana Paula Maciel Igor Podgorny/Greenpeace International/AP

Mais
24.out.2013 - O ucraniano Ruslan Yakushev, um dos 30 ativistas do Greenpeace detidos após um protesto no Ártico, participa de audiência no tribunal da cidade de Murmansk, na Rússia. A corte negou os pedidos de fiança dos ativistas estrangeiros, entre eles o da brasileira Ana Paula Maciel Igor Podgorny/Greenpeace International/AP

Mais
22.out.2013 - Parlamentares da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados entregaram ao embaixador da Rússia no Brasil, Sergey Pogóssovitch Akopov, uma moção de apoio que reivindica a liberdade da ativista brasileira Ana Paula Maciel. Proposta pelo deputado Henrique Fontana (PT-RS), a moção apresenta a contrariedade do governo brasileiro com a situação e pede às autoridades russas que a ativista possa responder o processo judicial em liberdade Divulgação

Mais
23.out.2013 - O presidente do senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), recebe o diretor de Políticas Públicas do Greenpeace, Sérgio Leitão, e uma comitiva de parlamentares que pedem ajuda do legislativo para solução do impasse criado pela prisão da bióloga brasileira Ana Paula Maciel por autoridades russas Pedro Ladeira/Folhapress

Mais
24.out.2013 - Ana Paula Maciel escreve mensagem pedindo proteção ao Ártico durante audiência na corte regional de Murmansk, no noroeste da Rússia. A Justiça negou pedido de fiança para que a bióloga brasileira pudesse responder em liberdade às acusações Igor Podgorny/Greenpeace

Mais
18.out.2013 - Ativistas do Greenpeace se acorrentam em frente a um posto de gasolina da Shell em Buenos Aires, na Argentina, em ato de apoio aos "30 do Ártico", que estão detidos na Rússia Enrique Marcarian/Reuters

Mais
18.out.2013 - Holandesa Faiza Oulahsen, que está entre os 30 ativistas do Greenpeace detidos após um protesto no Ártico, pede libertação do grupo durante audiência no tribunal da cidade de Murmansk, na Rússia. Os tripulantes do quebra-gelo 'Arctic Sunrise' são acusados pela Justiça russa de pirataria, crime que pode render até 15 anos de prisão, após um protesto contra uma plataforma de petróleo no Ártico Dmitri Sharomov/Greenpeace/via Reuters

Mais
18.out.2013 - Holandesa Faiza Oulahsen, que está entre os 30 ativistas do Greenpeace detidos após um protesto no Ártico, pede libertação do grupo antes de chegar ao tribunal da cidade de Murmansk, na Rússia. Os tripulantes do quebra-gelo 'Arctic Sunrise' são acusados pela Justiça russa de pirataria, crime que pode render até 15 anos de prisão, após um protesto contra uma plataforma de petróleo no Ártico Dmitri Sharomov/Greenpeace/Efe

Mais
18.out.2013 - Britânica Alexandra Harris, que está entre os 30 ativistas do Greenpeace detidos após um protesto no Ártico, chora durante audiência no tribunal da cidade de Murmansk, na Rússia. O grupo foi acusado pela Justiça russa de pirataria, crime que pode render até 15 anos de prisão Dmitri Sharomov/Greenpeace/Efe

Mais
18.out.2013 - O canadense Alexandre Paul, um dos 30 ativistas do Greenpeace detidos após um protesto no Ártico, participa de audiência no tribunal da cidade de Murmansk, na Rússia. O grupo foi acusado pela Justiça russa de pirataria, crime que pode render até 15 anos de prisão no país Dmitri Sharomov/Greenpeace/Efe

Mais
18.out.2013 - Ativistas do Greenpeace se algemaram nas areias da praia do Leblon, no Rio de Janeiro, para lembrar os 30 ativistas da ONG que estão detidos na Rússia após um protesto contra a exploração de petróleo no Ártico Ivo Gonzalez/Greenpeace

Mais
18.out.2013 - Membros do Greenpeace de Manila, nas Filipinas, soltam 30 pombas brancas em ato de apoio aos ativistas da ONG presos na Rússia desde setembro. Os 30 tripulantes do quebra-gelo da ONG foram acusados de pirataria após um protesto contra uma plataforma de petróleo no Ártico russo Francis R. Malasig/Efe

Mais
18.out.2013 - Uma pessoa vestida de urso polar provoca ativistas do Greenpeace (à esquerda) durante um protesto em Moscou para a libertação dos 28 integrantes da ONG detidos há um mês após protesto ontra a exploração de petróleo no Ártico Maxim Shipenko/EFE

Mais
18.out.2013 - Câmeras de segurança registraram o momento em que homens mascarados entraram na sede do Greenpeace em Murmansk, na Rússia, de madrugada. A ONG afirma que o grupo furtou uma jaula que seria utilizada em um protesto contra a prisão dos 30 ativistas do Ártico Greenpeace /Efe

Mais
18.out.2013 - Câmeras de segurança registraram o momento em que homens mascarados entraram na sede do Greenpeace em Murmansk, na Rússia, de madrugada. A ONG afirma que o grupo furtou uma jaula que seria utilizada em um protesto contra a prisão dos 30 ativistas do Ártico Greenpeace/Efe

Mais
18.out.2013 - Câmeras de segurança registraram o momento em que homens mascarados entraram na sede do Greenpeace em Murmansk, na Rússia, de madrugada. A ONG afirma que o grupo furtou uma jaula que seria utilizada em um protesto contra a prisão dos 30 ativistas do Ártico Greenpeace/Efe

Mais
18.out.2013 - Câmeras de segurança registraram o momento em que homens mascarados entraram na sede do Greenpeace em Murmansk, na Rússia, de madrugada. A ONG afirma que o grupo furtou uma jaula que seria utilizada em um protesto contra a prisão dos 30 ativistas do Ártico Greenpeace/Efe

Mais
18.out.2013 - Fantasiado de urso polar, ativista do Greenpeace protesta em Moscou, na Rússia, contra a prisão de 30 tripulantes do barco "Arctic Sunrise". O grupo é acusado de "pirataria organizada" após tentarem escalar uma plataforma petrolífera da gigante russa Gazprom no Ártico Maxim Shemetov/Reuters

Mais
18.out.2013 - A namorada do holandês Mannes Ubels, ativista do Greenpeace detido na Rússia desde setembro, entra em uma jaula durante ato de apoio aos "30 do Ártico" em Groningen. Os tripulantes do quebra-gelo da ONG foram acusados de pirataria após um protesto contra uma plataforma de petróleo no Ártico russo Catrinus Van Der Veen/Efe

Mais
18.out.2013 - Ativistas do Greenpeace mostram cartazes com os rostos dos "30 do Ártico", tripulantes do quebra-gelo 'Arctic Sunrise' que foram detidos após um protesto contra uma plataforma de petróleo da gigante russa Gazprom no Ártico Kirill Kudryavtsev/AFP

Mais
18.out.2013 - Vestido de urso, ativista protesta contra ato de apoio aos "30 do Ártico" organizado pelo Greenpeace em Moscou, na Rússia. O homem fantasiado foi detido após conflito com o grupo da ONG ambiental Kirill Kudryavtsev/AFP

Mais
18.out.2013 - Ativistas do Greenpeace estendem faixa com o rosto do argentino Hernan Perez Orsi, ativista do Greenpeace detido na Rússia desde setembro, em um posto de gasolina da Shell em Buenos Aires, na Argentina. Os tripulantes do quebra-gelo da ONG foram acusados de pirataria após um protesto contra uma plataforma de petróleo no Ártico russo Enrique Marcarian /Reuters

Mais
18.out.2013 - Policiais russos detêm um homem fantasiado de urso polar após conflito com ativistas do Greenpeace em Moscou. A ONG organizou em várias cidades europeias um ato de apoio aos "30 do Ártico", tripulantes do quebra-gelo 'Arctic Sunrise' que são acusados de pirataria por manifesto contra uma plataforma de petróleo da gigante russa Gazprom no Ártico Kirill Kudryavtsev/AFP

Mais
18.out.2013 - Policiais russos detêm um homem fantasiado de urso polar após conflito com ativistas do Greenpeace em Moscou. A ONG organizou em várias cidades europeias um ato de apoio aos "30 do Ártico", tripulantes do quebra-gelo 'Arctic Sunrise' que são acusados de pirataria por manifesto contra uma plataforma de petróleo da gigante russa Gazprom no Ártico Kirill Kudryavtsev/AFP

Mais
18.out.2013 - Membros do Greenpeace de Manila, nas Filipinas, soltam 30 pombas brancas em ato de apoio aos ativistas da ONG presos na Rússia desde setembro. Os 30 tripulantes do quebra-gelo da ONG foram acusados de pirataria após um protesto contra uma plataforma de petróleo no Ártico russo Noel Celis/AFP

Mais
18.out.2013 - Foto capturada de vídeo de segurança do prédio do Greenpeace em Murmansk, na Rússia, na madrugada desta sexta-feira. É possível ver três homens mascarados se aproximando do local, que foi invadido e teve uma jaula de mentira, que seria usada em um protestos contra a prisão de ativistas, foi levada EFE/Greenpeace

Mais
17.out.2013 - A ativista brasileira do Greenpeace Ana Paula Maciel segura cartaz em que diz "Amo a Rússia, mas me deixe ir para casa" na corte de Murmansk, cidade portuária da Rússia. A audiência que iria analisar se a brasileira pode responder à acusação de pirataria em liberdade provisória foi adiada pela Justiça russa. A apelação dos advogados do Greenpeace, que estava marcada para esta quinta-feira (17), foi cancelada por problemas de tradução Greenpeace/Reuters

Mais
17.out.2013 - Imagem de arquivo mostra Ana Paula Maciel pintando cartaz de campanha da Greenpeace sobre o Ártico a bordo do barco "Arctic Sunrise" Will Rose / Greenpeace

Mais
16.out.2013 - A turca Gizem Akhan, uma das 30 ativistas detidos do Greenpeace após um protesto no Ártico, é escoltada por policial no corredor da corte de Murmansk, na Rússia. Ela está entre os quatro estrangeiros que tiveram seu pedido de liberdade sob fiança negado pela justiça russa nesta quarta-feira Dmitri Sharomov/Greenpeace/Reuters

Mais
16.out.2013 - A turca Gizem Akhan, uma das 30 ativistas detidos do Greenpeace após um protesto no Ártico, participa de uma audiência na corte de Murmansk, na Rússia. Ela está entre os quatro estrangeiros que tiveram seu pedido de liberdade sob fiança negado pela justiça russa Dmitri Sharomov/Greenpeace/Reuters

Mais
16.out.2013 - O francês Francesco Pisanu, um dos 30 ativistas detidos do Greenpeace após um protesto no Ártico, participa de audiência no tribunal da cidade de Murmansk, na Rússia. Ele está entre os quatro estrangeiros que tiveram seu pedido de liberdade sob fiança negado pela justiça russa Greenpeace/Reuters

Mais
16.out.2013 - O britânico Anthony Perrett, um dos 30 ativistas detidos do Greenpeace após um protesto no Ártico, participa de audiência no tribunal da cidade de Murmansk, na Rússia. Ele está entre os quatro estrangeiros que tiveram seu pedido de liberdade sob fiança negado pela justiça russa Dmitri Sharomov/Greenpeace/Reuters

Mais
16.out.2013 - O neozeolandês Anthony Perrett, um dos 30 ativistas detidos do Greenpeace após um protesto no Ártico, participa de audiência no tribunal da cidade de Murmansk, na Rússia. Ele está entre os quatro estrangeiros que tiveram seu pedido de liberdade sob fiança negado pela justiça russa nesta quarta-feira Dmitri Sharomov/Greenpeace/Reuters

Mais
15.out.2013 - Fotos dos ativistas do Greenpeace presos na Rússia são expostas em parede de escritório da organização em Hamburgo, na Alemanha. Toda a tripulação de um barco - 28 militantes do Greenpeace, 26 deles estrangeiros, e dois jornalistas freelancer - que protestavam contra a exploração de petróleo no Ártico está sob prisão preventiva desde o mês passado sob acusação de "pirataria em grupo organizado" e pode ser condenada a 15 anos de prisão Maja Hitij/AP

Mais
14.out.2013 - O ativista do Greenpeace e capitão do Arctic Sunrise, o norte-americano Peter Willcox, aparece em um tribunal para uma audiência de fiança em Murmansk, na Rússia, nesta segunda-feira (14). Ele é um dos ativistas que estão em custódia do governo russo, acusados de pirataria. A Justiça russa rejeitou os pedidos de fiança Dmitri Sharomov/Greenpeace/AFP

Mais
14.out.2013 - Imagem fornecida pelo Greenpeace mostra a argentina Camila Speziale, 21, durante uma audiência no tribunal da cidade de Murmansk (Rússia). Camila é um dos ativistas que participaram no mês passado em um protesto contra a exploração de petróleo no Ártico e cuja liberdade sob fiança foi negada nesta segunda-feira (14) Dmitri Sharmov / Greenpeace/EFE

Mais
14.out.2013 - Imagem fornecida pelo Greenpeace mostra o norte-americano Peter Willcox, capitão do navio "Arctic Sunrise", no tribunal da cidade de Murmansk, na Rússia. O tribunal negou a liberdade sob fiança do ativista do Greenpeace, acusado por pirataria Dmitri Sharmov / Greenpeace/EFE

Mais
14.out.2013 - Imagem fornecida pelo Greenpeace mostra o ativista neozelandês David Haussmann, durante uma audiência no tribunal da cidade de Murmansk (Rússia). David Haussmann é um dos ativistas que participaram no mês passado em um protesto contra a exploração de petróleo no Ártico e cuja liberdade sob fiança foi negada nesta segunda-feira (14) Dmitri Sharmov / Greenpeace/EFE

Mais
9.out.2013 - Rosangela Maciel enviou carta à presidente Dilma pedindo para que ela intervenha diplomaticamente junto ao governo russo pela libertação de sua filha, a bióloga Ana Paula que está detida desde 19 de setembro sob acusação de pirataria Greenpeace/Caio Eugênio

Mais
9.out.2013 - Ativistas do Greenpeace penduram cartaz na fachada da perfumaria francesa Guerlain, em frente à sede da petrolífera russa Gazprom em Paris. Além de posicionar contra a extração de petróleo no Ártico, a ação exige a liberação de 28 ativistas da organização, entre eles uma brasileira, acusada de pirataria depois de abordarem um navio petroleiro Jacky Naegelen/Reuters

Mais
05.out.2013 - Militante do Greenpeace faz protesto em Moscou contra a prisão de membros da ONG. A brasileira Ana Paula Maciel é uma das detidas Yevgeny Feldman/AFP

Mais
4.out.2013 - Prisão russa em que estão presos os oito ativistas do Greenpeace detidos após a tentativa de invasão de uma plataforma de petróleo no Ártico. Nesta sexta-feira (4), o Kremlin afirmou que o presidente russo, Vladimir Putin, não ordenou que os ativistas fossem acusados de pirataria, delito que pode ter penas de até 15 anos de prisão no país Dmitri Sharomov/Efe

Mais
4.out.2013 - Presidente da Rússia, Vladimir Putin, participa de encontro com ativistas do seu partido em Moscou. O Kremlin negou nesta sexta-feira que tenha recebido ordens do líder russo para que os 30 ativistas do Greenpeace fossem acusados de pirataria, delito que pode ter penas de até 15 anos de prisão. "Ele pode dar sua opinião, mas não pode dar ordens, já que não pode interferir no trabalho dos órgãos de instrução". O Comitê de Instrução da Rússia confirmou que todos os tripulantes da embarcação Arctic Sunrise capturada no mar de Barents, no Ártico, e rebocado até o porto de Murmansk foram acusados de pirataria em virtude do artigo 227 do código penal Mikhail Klimentyev/RIA-Novosti/AFP

Mais
2.out.2013 - Cercada por guardas e dentro de uma jaula, a brasileira Ana Paula Maciel escuta instrução da Corte de Murmansk, no noroeste da Rússia, durante audiência que decretou sua prisão preventiva. A promotoria russa apresentou nesta quarta-feira uma acusação de pirataria contra 14 ativistas do Greenpeace, entre eles a brasileira de 31 anos Dmitri Sharomov/Greenpeace

Mais
2.out.2013 - Foto feita por um celular divulgada pelo Greenpeace mostra as autoridades russas dando voz de prisão à tripulação do navio quebra-gelo "Arctic Sunrise" no dia 19 de setembro. À direita da foto, de azul, é possível ver a brasileira Ana Paula Maciel. Ela está entre os cinco dos 30 ativistas do Greenpeace que estão detidos pela polícia e foram condenados por pirataria nesta quarta-feira (2) Greenpeace/Divulgação

Mais
29.set.2013 - A bióloga Ana Paula Maciel escreve mensagem "Salve o Ártico" em um livro durante sua audiência na corte de Murmansk, noroeste da Rússia. A Justiça russa decidiu estender por dois meses a prisão preventiva da brasileira e de outros sete ativistas que foram presos no protesto contra uma plataforma petrolífera da gigante russa Gazprom no Ártico Dmitri Sharomov/Greenpeace

Mais
30.set.2013 - Em imagem divulgada pelo Greenpeace, a ativista brasileira Paula Maciel aparece em uma cela na corte de Murmansk, na Rússia, durante audiência no domingo (29). O tribunal condenou todos os ativistas que participaram de protesto em plataforma petrolífera na Rússia por dois meses de reclusão AP/Greenpeace

Mais
29.set.2013 - Escoltada pela polícia, a holandesa Faiza Oulahsen faz parte do grupo de ativistas do Greenpeace preso na Rússia, após a tentativa de invasão de uma plataforma de petróleo no Ártico. A Justiça do país ordenou a custódia por 20 dias dos integrantes da instituição, que defende o meio ambiente. O Greenpeace, por sua vez, tenta a soltura de seus ativistas e diz que a atitude do governo Putin lembra a "arbitrariedade" do sistema judicial da antiga União Soviética Reuters

Mais
28.set.2013 - Rosângela Maciel, mãe de Ana Paula Maciel, a bióloga brasileira do Greenpeace que está presa na Rússia, disse sentir orgulho da filha. Ela se queixa, porém, de não ter recebido telefonemas dela. A organização de defesa do meio ambiente disse que irá apresentar um recurso contra a prisão de seus ativistas, detidos após tentativa de invasão de uma plataforma de petróleo no Ártico Lucas Ebbesen/Agência RBS

Mais
27.set.2013 - Greenpeace faz ato de solidariedade aos 30 ativistas que estão sob custódia das autoridades russas em frente à Embaixada do país em Brasília (DF). A bióloga brasileira Ana Paula Maciel, que estampa os cartazes, está entre o grupo mantido em prisão provisória após protesto contra a exploração de petróleo da gigante Gazprom na região do Ártico Antonio Cruz/ABr

Mais
27.set.2013 - Greenpeace faz ato de solidariedade aos 30 ativistas que estão sob custódia das autoridades russas em frente à Embaixada do país em Brasília (DF). A bióloga brasileira Ana Paula Maciel, que estampa os cartazes, está entre o grupo mantido em prisão provisória após protesto contra a exploração de petróleo da gigante Gazprom na região do Ártico Antonio Cruz/ABr

Mais
27.set.2013 - Greenpeace faz ato de solidariedade aos 30 ativistas que estão sob custódia das autoridades russas em frente à Embaixada do país em Brasília (DF). A bióloga brasileira Ana Paula Maciel, que estampa os cartazes, está entre o grupo mantido em prisão provisória após protesto contra a exploração de petróleo da gigante Gazprom na região do Ártico Antonio Cruz/ABr

Mais
27.set.2013 - Phil Radford, diretor-executivo do Greenpeace, exibe uma foto do norte-americano Peter Willcox, capitão do barco Artic Sunrise da ONG apreendido pelas autoridades russas após protesto que tentou escalar plataforma de extração de petróleo da Gazprom no Ártico. Willcox está entre os 22 ativistas acusados de pirataria que tiveram sua prisão preventiva estendida por até dois meses, enquanto avançam as investigações Jacquelyn Martin/AP

Mais
27.set.2013 - Fotojornalista protesta em frente à Embaixada da Rússia em Kiev, na Ucrânia, contra a prisão preventiva de Denis Sinyakov. O fotógrafo russo, que acompanhava a ação do Greenpeace contra a exploração de petróleo no Ártico, está sob custódia das autoridades russas por até dois meses sob a acusação de pirataria Gleb Garanich/Reuters

Mais
27.set.2013 - Membros do Greenpeace fazem manifestação em frente à Embaixada da Rússia na Cidade do México, no México, com retratos de colegas que foram detidos no Ártico quando tentavam escalar uma plataforma de petróleo. Do grupo, 22 ativistas tiveram prisão preventiva decretada por dois meses e oito aguardam nova audiência, incluindo uma bióloga brasileira Edgard Garrido/Reuters

Mais
27.set.2013 - Greenpeace faz ato de solidariedade, em frente à Embaixada da Rússia, em Brasília, pelos 30 ativistas que estão sob custódia das autoridades russas. A bióloga brasileira Ana Paula Maciel, de 31 anos, está entre o time de ativistas que estão em prisão provisória depois de realizarem um protesto pacífico contra a exploração de petróleo no Ártico Antonio Cruz/Agência Brasil

Mais
26.set.2013 - A bióloga brasileira Ana Paula Maciel, uma dos 30 ativistas do Greenpeace presos durante protesto contra uma plataforma petrolífera da gigante russa Gazprom no Ártico, é escoltada na Corte Distrital de Leninsky, na Rússia. O tribunal prolongou por dois meses a detenção de cinco dos ativistas presos. Ana Paula ficará sob custódia por três dias até nova audiência Igor Podgorny/Greenpeace/Reuters

Mais
26.set.2013 - Policiais montam guarda perto de cela com o fotógrafo do Greenpeace Denis Sinyakov, no tribunal de Murmansk, na Rússia. O tribunal prolongou por dois meses a detenção de cinco dos 30 ativistas do Greenpeace presos no protesto contra uma plataforma petrolífera da gigante russa Gazprom no Ártico, informou a organização ecologista Igor Podgorny/Greenpeace/EFE

Mais
24.set.2013 - Grupo de ativistas do Greenpeace protesta na sede da empresa russa de petróleo Gazprom, em Berlim, para pedir a liberação de 30 tripulantes detidos ao protestar no mar do ártico EFE/Ole Spata

Mais
24.set.2013 - Tripulantes do navio do Greenpeace "Arctic Sunrise" seguram um cartaz com os dizeres "Save The Arctic" (Salve o ártico), enquanto estão detidos pela Guarda Costeira Russa AP/Greenpeace

Mais
24.set.2013 - Ativistas do Greenpeace são retirados de navio e encaminhados para escritório do Comitê de Investigações Russo, em Murmansk. Desde o dia 18 de setembro, guardas da fronteira russa detiveram um navio e a tripulação da ONG, que foram levados ao porto depois de o navio ser rebocado do mar do ártico. A brasileira Ana Paula Alminhama Maciel, de 31 anos, está entre os tripulantes detidos Greenpeace

Mais
24.set.2013 - Ativistas do Greenpeace são retirados de navio e encaminhados para escritório do Comitê de Investigações Russo, em Murmansk. Desde o dia 18 de setembro, guardas da fronteira russa detiveram um navio e a tripulação da ONG, que foram levados ao porto depois de o navio ser rebocado do mar do ártico. A brasileira Ana Paula Alminhama Maciel, de 31 anos, está entre os tripulantes detidos EFE/Igor Podgorny/Greenpeace

Mais
24.set.2013 - Os ativistas do Greenpeace deixaram nesta terça-feira (24) o navio Arctic Sunrise, onde estavam detidos desde o último dia 18, pela Guarda Costeira russa. Eles, incluindo a brasileira Ana Paula Maciel, foram levados de ônibus para o órgão de investigação do país. Os ativistas são acusados de pirataria pelo governo russo e de violarem a soberania do país Igor Podgorny/Greenpeace/Reprodução

Mais
24.set.2013 - A diretora do Greenpeace, Sylvia Borren, faz manifestação em frente à embaixada russa em Haia, na Holanda, nesta terça-feira (24), contra a detenção de 30 integrantes da organização pela guarda costeira russa no Ártico, na sexta-feira (20). Autoridades russas abriram uma investigação por pirataria contra militantes do Greenpeace por sua ação contra uma plataforma petroleira da Gazprom Martijn Beekman/EFE

Mais
24.set.2013 - Navio do Greenpeace "Arctic Sunrise" é escoltado por um barco da guarda costeira russa, em Kola Bay, na base militar Severomorsk, na península de Kola, na Rússia, nesta terça-feira (24). Autoridades russas abriram uma investigação por pirataria contra militantes do Greenpeace por sua ação contra uma plataforma petroleira da Gazprom no Ártico, na sexta-feira (20) Efrem Lukatsky/AP

Mais
20.set.2013 - Uma brasileira está entre os 30 ativistas do Greenpeace detidos pela pela Guarda Costeira da Rússia. Ana Paula Alminha Maciel, 31, e outros 29 ativistas do grupo protestavam contra a companhia russa Gazprom por causa da exploração de petróleo no Ártico Greenpeace/Nick Cobbing

Mais
20.set.2013 - Guarda Costeira russa detém ativistas do Greenpeace que escalaram uma plataforma de extração de petróleo da empresa russa Gazprom, no Ártico, em algum ponto ao norte do país, no mar de Pechora, na quinta-feira (19), em imagem divulgada pela organização nesta sexta. Segundo a organização, guardas costeiros russos dispararam onze tiros contra a embarcação do Greenpeace Denis Sinyakov/Greenpeace/EFE

Mais
19.set.2013 - O "relógio do atraso" é inaugurado por ativistas da organização ambiental Greenpeace, em Santo Amaro, zona sul de São Paulo. Eles instalaram um painel eletrônico, entre a avenida Adolfo Pinheiro e a rua Isabel Schimit, que contabiliza os dias de atraso na inauguração da estação Adolfo Pinheiro do Metrô Reinaldo Canato/UOL

Mais
19.set.2013 - Ativistas do Greenpeace vestidos como o prefeito e o governador de São Paulo, Fernando Haddad (PT) e Geraldo Alckmin (PSDB), respectivamente, são recebidos por público formado também por ativistas, nesta quinta-feira (19), em São Paulo, para ironizar o descontentamento da população com os governantes. Relógio contando atraso da inauguração da estação Adolfo Pinheiro do Metrô foi instalado em Santo Amaro Reinaldo Canato/UOL

Mais
19.set.2013 - Ativista usando máscara do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), interage com o público em ato organizado pelo Greenpeace. De acordo com a Organização não-Governamental, 20 milhões de pessoas já poderiam ter viajado pela estação Adolfo Pinheiro, mais do que toda a população do Estado de São Paulo Reinaldo Canato/UOL

Mais
19.set.2013 - Ativista do Greenpeace usando máscara do governador Geraldo Alckmin acena para usuários de ônibus durante protesto pelo atraso na entrega da estação Adolfo Pinheiro, em Santo Amaro, São Paulo (SP). Até mesmo uma fanfarra foi montada para tocar marchinhas de Carnaval Reinaldo Canato/UOL

Mais
19.set.2013 - Após a inauguração do relógio que conta os dias de atraso e os passageiros que poderiam ter usado a estação de metrô Adolfo Pinheiro, em Santo Amaro, São Paulo (SP), manifestantes do Greenpeace iniciaram um pequeno bloco entoando músicas para ironizar o trabalho dos governantes paulistas Reinaldo Canato/UOL

Mais
19.set.2013 - Ativista do Greenpeace usando máscara do prefeito de São Paulo (SP), Fernando Haddad (PT), chega para inauguração do relógio que conta os dias em atraso para a inauguração da estação de metrô Adolfo Pinheiro, nesta quinta-feira (19), em Santo Amaro, zona sul da capital paulista. O relógio tem dois metros e meio de altura e é abastecido por energia solar Reinaldo Canato/UOL

Mais
19.set.2013 - Manifestantes jogam confetes e comemoram, de maneira irônica, o atraso na linha Adolfo Pinheiro, nesta quinta-feira (19), em Santo Amaro, zona leste de São Paulo (SP). De acordo com o Greenpeace, que organizou o ato, a expectativa era de que as obras passassem a ter ritmo acelerado em 2010, quando um empréstimo de US$1,13bi foi liberado, investimentos feitos pelo BIRD (Banco Mundial) e pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) Reinaldo Canato/UOL

Mais
19.set.2013 - Fanfarra anima protesto do Greenpeace contra o atraso nas obras da estação de metrô Adolfo Pinheiro, em Santo Amaro, zona leste de São Paulo (SP), nesta sexta-feira. Ato foi pacífico e bem-humorado, sem registros de prisões ou agressões Reinaldo Canato/UOL

Mais
19.set.2013 - Sem entender nada, alguns cidadãos foram pegos de surpresa com a manifestação do Greenpeace contra o atraso da inauguração da estação de metrô Adolfo Pinheiro, em Santo Amaro, zona sul de São Paulo (SP). Nesta quinta-feira (19), fanfarras, fantasias de políticos e carnaval fora de época foram os recursos da ONG para protestar Reinaldo Canato/UOL

Mais
19.set.2013 - Ativistas da organização ambiental Greenpeace usam máscaras do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e do prefeito, Fernando Haddad (PT), durante inauguração do "relógio do atraso", em Santo Amaro, zona sul de São Paulo. Eles instalaram um relógio digital, entre a avenida Adolfo Pinheiro e a rua Isabel Schimit, que contabiliza os dias de atraso na inauguração da estação Adolfo Pinheiro do Metrô Reinaldo Canato/UOL

Mais
18.set.2013 - Mascarado, homem com trajes da guarda costeira russa aponta uma faca para ativistas do Greenpeace que tentavam invadir a plataforma Prirazlomnaya, da estatal russa Gazprom, no mar de Pechora, no Ártico. Dois militantes foram detidos, mas outros dois conseguiram alcançar a plataforma, se prendendo com cordas ao local Denis Sinyakov/Greenpeace/AFP

Mais
18.set.2013 - Ativistas do Greenpeace escalam plataforma de extração de petróleo da empresa russa Gazprom, no Ártico, em algum ponto ao norte do país, no mar de Pechora. A organização pede que a empresa pare de explorar petróleo no ambiente ártico, extremamente sensível, segundo eles Denis Sinyakov/Greenpeace/AFP

Mais
18.set.2013 - Ativistas do Greenpeace escalam plataforma de extração de petróleo da empresa russa Gazprom, no Ártico, em algum ponto ao norte do país, no mar de Pechora. A organização pede que a empresa pare de explorar petróleo no ambiente ártico, extremamente sensível, segundo eles Denis Sinyakov/Greenpeace/AFP

Mais
18.set.2013 - Ativistas do Greenpeace escalam plataforma de extração de petróleo da empresa russa Gazprom, no Ártico, em algum ponto ao norte do país, no mar de Pechora. A organização pede que a empresa pare de explorar petróleo no ambiente ártico, extremamente sensível, segundo eles Denis Sinyakov/Greenpeace/AFP

Mais
18.set.2013 - Ativistas do Greenpeace escalam plataforma de extração de petróleo da empresa russa Gazprom, no Ártico, em algum ponto ao norte do país, no mar de Pechora. A organização pede que a empresa pare de explorar petróleo no ambiente ártico, extremamente sensível, segundo eles Denis Sinyakov/Greenpeace/AFP

Mais
18.set.2013 - Ativistas do Greenpeace escalam nesta quarta-feria (18) plataforma de extração de petróleo da empresa russa Gazprom, no Ártico, em algum ponto ao norte do país, no mar de Pechora. A organização pede que a empresa pare de explorar petróleo no meio ambiente ártico, que é extremamente sensível Denis Sinyakov/Greenpeace/AFP

Mais
28.ago.2013 - Ativistas do Greenpeace jogaram 1,5 tonelada de briquete de carvão em frente ao prédio do Ministério de Minas e Energia (MME), na manhã desta quarta-feira (28). Com uma faixa estendida: "Lobão, carvão no leilão não!", o grupo protestou contra o retorno das usinas termelétricas a carvão no Leilão de Energia A-5, marcado para esta quinta-feira (29) Divulgação

Mais
28.ago.2013 - Ativistas do Greenpeace usam carvão, um cartaz com a frase "Lobão, carvão no leilão não!" e um boneco que representa o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, em protesto em frente ao Ministério de Minas e Energia, em Brasília. Eles são contra o apoio do governo na geração de energia com carvão no país Evaristo Sá/AFP

Mais
26.ago.2013 - O navio Artic Sunrise, quebra-gelo do Greenpeace, foi interceptado pela Guarda Costeira russa depois que ativistas entraram na Rota do Mar do Norte em protesto contra o projeto de exploração de petróleo perto do Parque Nacional Ártico Russo Will Rose/Efe

Mais
26.ago.13 - Ativistas do Greenpeace protestam nesta segunda-feira (26) em frente a um barco da Guarda Costeira da Rússia que patrulha o Oceano Ártico. A organização havia denuniado a interceptação pelos russos de um navio quebra-gelos seu que estava lá em protesto contra a exploração de petróleo na região Will Rose/Greenpeace/EFE

Mais
23.ago.2013 - Cartaz, que em alemão diz "Shell perfuraria aqui se houvesse petróleo", é colocado na fachada da Elbphilharmonie, a sala da orquestra filarmônica de Hamburgo (Alemanha), nesta terça-feira (23). A ação é de autoria do Greenpeace e protesta contra a extração de petróleo no Ártico pela Shell Bodo Marks/Efe

Mais
13.ago.2013 - Lancha com ativistas do Greenpeace se aproxima do "Akademic Lazarev" (ao fundo), barco da petroleira Rosneft que faz pesquisa sísmica no mar de Barents, no Ártico. A ONG protesta conta a exploração petrolífera e os testes, que são perigosos para os mamíferos da região, pois o sinal interfere nos sons emitidos pelos animais Will Rose, Greenpeace/Efe

Mais
9.ago.2013 - Faixa de pedestres no centro de São Paulo é pintada por ativistas do Greenpeace na madrugada desta sexta-feira (9). Faixas tracejadas foram pintadas em diversos pontos da cidade em protesto contra a falta de respeito ao pedestre da capital paulista Otávio Almeida/Divulgação/Greenpeace

Mais
1º.ago.2013 - Ativistas do Greenpeace se deitam diante de cartaz com a pergunta: "se um desastre nuclear acontece, a Taipower será capaz de compensar os danos?", diante da quarta usina nuclear do Taiwan, na capital Taipé, controlada pela estatal Taipower. Em fevereiro, o Primeiro-Ministro Jiang Yi-huah afirmou que o governo de Taiwan poderá fazer um referendo sobre o futuro da energia nuclear no país Sam Yeh/AFP

Mais
25.jul.2013 - Ambientalistas do grupo Greenpeace usam bote de borracha para tentar impedir rebocador de puxar barcaça transportando lixo para lixão em Manila (Filipinas), nesta quinta-feira (25). O grupo pede ao governo para fechar o lixão, que agravaria o problema da poluição na baía de Manila e comunidades vizinhas Aaron Favila/AP

Mais
15.JUL.2013 - Integrantes do Greenpeace protestam nas proximidades da usina nuclear de Singori, na cidade de Ulsan, na Coreia do Sul. O grupo reivindica que o governo do país amplie a zona de evacuação nuclear para uma área de 30 quilômetros a partir do local Lee Seung/EFE

Mais
15.jul.2013 - Integrantes do Greenpeace protestam a bordo de um barco chamado Rainbow Warrior 3º, próximo à usina nuclear de Singori, na cidade de Ulsan, na Coreia do Sul. O grupo reivindica que o governo do país amplie a zona de evacuação nuclear para uma área de 30 quilômetros a partir do local. O Rainbow Warrior 3º tem quase 58 metros de comprimento, conta com os mais recentes avanços tecnológicos em design ambiental, motores marítimos e heliponto com capacidade para 30 pessoas Lee Seung/EFE

Mais
15.jul.2013 - Integrantes do Greenpeace protestam a bordo de um barco chamado Rainbow Warrior 3º, próximo à usina nuclear de Singori, na cidade de Ulsan, na Coreia do Sul. O grupo reivindica que o governo do país amplie a zona de evacuação nuclear para uma área de 30 quilômetros a partir do local. O Rainbow Warrior 3º tem quase 58 metros de comprimento, conta com os mais recentes avanços tecnológicos em design ambiental, motores marítimos e heliponto com capacidade para 30 pessoas Lee Seung-Bin /EFE

Mais
15.jul.2013 - Dezenas de militantes do Greenpeace entraram durante a madrugada desta segunda-feira (15) na usina nuclear de Tricastin, em Pierrelatte, no sul da França, e exibiram cartazes para denunciar o estado das instalações e exigir o fechamento para evitar "uma catástrofe". Os militantes entraram na área nuclear de Tricastin e projetaram uma fissura no reator número um do complexo, para lembrar as que foram descobertas nessas instalações. Um cartaz no qual estava desenhado o perfil de François Hollande trazia a mensagem: "Presidente da catástrofe?" Philippe Desmazes/AFP

Mais
15.jul.2013 - Dezenas de militantes do Greenpeace entraram durante a madrugada desta segunda-feira (15) na usina nuclear de Tricastin, em Pierrelatte, no sul da França, e exibiram cartazes para denunciar o estado das instalações e exigir o fechamento para evitar "uma catástrofe". Os militantes entraram na área nuclear de Tricastin e projetaram uma fissura no reator número um do complexo, para lembrar as que foram descobertas nessas instalações. Um cartaz no qual estava desenhado o perfil de François Hollande trazia a mensagem: "Presidente da catástrofe?" Philippe Desmazes/AFP

Mais
15.jul.2013 - Dezenas de militantes do Greenpeace entraram durante a madrugada desta segunda-feira (15) na usina nuclear de Tricastin, em Pierrelatte, no sul da França, e exibiram cartazes para denunciar o estado das instalações e exigir o fechamento para evitar "uma catástrofe". Os militantes entraram na área nuclear de Tricastin e projetaram uma fissura no reator número um do complexo, para lembrar as que foram descobertas nessas instalações. Um cartaz no qual estava desenhado o perfil de François Hollande trazia a mensagem: "Presidente da catástrofe?" Philippe Desmazes/AFP

Mais
15.jul.2013 - Dezenas de militantes do Greenpeace entraram durante a madrugada desta segunda-feira (15) na usina nuclear de Tricastin, em Pierrelatte, no sul da França, e exibiram cartazes para denunciar o estado das instalações e exigir o fechamento para evitar "uma catástrofe". Os militantes entraram na área nuclear de Tricastin e projetaram uma fissura no reator número um do complexo, para lembrar as que foram descobertas nessas instalações. Um cartaz no qual estava desenhado o perfil de François Hollande trazia a mensagem: "Presidente da catástrofe?" Philippe Desmazes/AFP

Mais
15.jul.2013 - Dezenas de militantes do Greenpeace entraram durante a madrugada desta segunda-feira (15) na usina nuclear de Tricastin, em Pierrelatte, no sul da França, e exibiram cartazes para denunciar o estado das instalações e exigir o fechamento para evitar "uma catástrofe". Os militantes entraram na área nuclear de Tricastin e projetaram uma fissura no reator número um do complexo, para lembrar as que foram descobertas nessas instalações. Um cartaz no qual estava desenhado o perfil de François Hollande trazia a mensagem: "Presidente da catástrofe?" Philippe Desmazes/AFP

Mais
11.jul.2013 - Fotografia divulgada nesta quinta-feira (11) pelo Greenpeace mostra cientistas da Universidade de Silliman, nas Filipinas, mostrando cartaz que diz ?Salve nossos mares?, em mar da Ilha de Apo, na província de Negros Oriental, nas Filipinas Steve De Neef/EFE

Mais
11.jul.2013 - Alejandro Sanz fará uma travessia no extremo sul do Ártico com um grupo do Greenpeace entre os dias 14 e 20 de julho de 2013. A travessia faz um apelo para criar uma região protegida no polo Norte onde se proíba a extração petrolífera e a pesca industrial. "Temos que ter consciência que, se salvarmos o Ártico, salvaremos muito mais. É a batalha ambiental mais importante do momento, porque está em jogo um dos poucos lugares do planeta onde ainda existe um equilíbrio", diz o cantor espanhol, que é embaixador da campanha "Salve o Ártico" da ONG Greenpeace

Mais
4.jul.2013 - Ativistas do Greenpeace escalam mastro da bandeira, na praça El Zocalo, Cidade do México, para exibir um banner contra comercialização de milho geneticamente modificado Yuri Cortez/ AFP

Mais
15.mai.2013 - Turista posa com ativista do Greepeace vestido de urso polar durante manifestação em frente ao Parlamento de Hill, em Ottawa, no Canadá Chris Wattie/Reuters

Mais
9.mai.2013 - Bailarinos tradicionais de Papua recebem o navio da organização ambiental Greenpeace, Rainbow Warrior, em Jayapura, na Indonésia. A embarcação foi ao país para documentar a costa do país, um dos ambientes mais ameaçados, três anos depois de a marinha da Indonésia impedir o carro-chefe do Greenpeace de entrar em suas águas, em outubro de 2010 Paul Hilton/EFE

Mais
7.mai.2013 - Ativistas do Greenpeace estendem na sede da Coca-Cola em Sydney, na Austrália, faixas e cartazes de um albatroz morto após ingerir lixo plástico. De acordo com a organização, a marca de refrigerantes está tentando barrar a implementação de um sistema nacional de reciclagem na Austrália Greenpeace/Powell

Mais
7.mai.2013 - Ativistas do Greenpeace estendem na sede da Coca-Cola em Sydney, na Austrália, faixas e cartazes de um albatroz morto após ingerir lixo plástico. De acordo com a organização, a marca de refrigerantes está tentando barrar a implementação de um sistema nacional de reciclagem na Austrália Greenpeace/Powell

Mais
7.mai.2013 - Ativistas do Greenpeace estendem na sede da Coca-Cola em Sydney, na Austrália, faixas e cartazes de um albatroz morto após ingerir lixo plástico. De acordo com a organização, a marca de refrigerantes está tentando barrar a implementação de um sistema nacional de reciclagem na Austrália Greenpeace/Powell

Mais
7.mai.2013 - Ativistas do Greenpeace estendem na sede da Coca-Cola em Sydney, na Austrália, faixas e cartazes de um albatroz morto após ingerir lixo plástico. De acordo com a organização, a marca de refrigerantes está tentando barrar a implementação de um sistema nacional de reciclagem na Austrália Greenpeace/Powell

Mais
7.mai.2013 - Ativistas do Greenpeace estendem na sede da Coca-Cola em Sydney, na Austrália, faixas e cartazes de um albatroz morto após ingerir lixo plástico. De acordo com a organização, a marca de refrigerantes está tentando barrar a implementação de um sistema nacional de reciclagem na Austrália Greenpeace/Powell

Mais
7.mai.2013 - Policiais são acionados para retirar faixa da campanha do Greenpeace estendida em frente à sede da Coca-Cola em Sydney, na Austrália. De acordo com a organização, a marca de refrigerantes está tentando barrar a implementação de um sistema nacional de reciclagem na Austrália Greenpeace/Powell

Mais
7.mai.2013 - Policiais são acionados para retirar faixa da campanha do Greenpeace estendida em frente à sede da Coca-Cola em Sydney, na Austrália. De acordo com a organização, a marca de refrigerantes está tentando barrar a implementação de um sistema nacional de reciclagem na Austrália Greenpeace/Powell

Mais
7.mai.2013 - Ativistas do Greenpeace estendem na sede da Coca-Cola em Sydney, na Austrália, faixas e cartazes de um albatroz morto após ingerir lixo plástico. De acordo com a organização, a marca de refrigerantes está tentando barrar a implementação de um sistema nacional de reciclagem na Austrália Greenpeace/Powell

Mais
29.abr.2013 - Vestidos de urso polar, dois ativistas do Greenpeace protestam contra a extração de petróleo na região do Ártico. A manifestação, que pede também uma zona protegida ao polo Norte, ocorreu em uma ponte de Praga, na República Tcheca, nesta segunda-feira (29) Filip Singer/Efe

Mais
25.abr.2013 - Ativista do Greenpeace vestido de urso é detido durante protesto Yuri Kadobnov/AFP

Mais
25.abr.2013 - Ativistas do Greenpeace escalam um navio perto da região da Grande Barreira de Corais, na Austrália, que levava um carregamento de carvão térmico para a Coreia do Sul. O grupo protesta nesta quarta-feira (24) contra a expansão da indústria desse mineral na Austrália, pois a dragagem, a sedimentação e o transporte ameaçam os corais e ainda contribuem para as mudanças climáticas globais Greenpeace/Reuters

Mais
24.abr.2013 - Ativista do Greenpeace tenta subir a bordo de navio de carvão australiano, com destino à Coreia do Sul, perto da Grande Barreira de Corais da Austrália, na manhã desta quarta-feira (24). O grupo protesta contra a expansão da indústria de carvão e seu impacto na região da Grande Barreira, declarara patrimônio mundial da humanidade pela Unesco (braço da ONU para educação e cultura). Segundo eles, ela está ameaçada pela dragagem, sedimentação de carvão e pelo transporte na região. A Unesco decide em junho se o recife deve ser indicado como 'em perigo' Divulgação/Greenpeace/Reuters

Mais
2.abr.2013 - O lixo gerado pela indústria de fertilizantes contaminou diversas regiões da China, acusa novo relatório do Greenpeace. Segundo a organização, o fosfato de gesso, subproduto de fertilizantes fosfatados, contém substâncias altamente nocivas no país, que "já acumulou, ao menos, 300 milhões de toneladas de fosfogesso, ou seja, 200 quilos por habitante" Liu Feiyue/Greenpeace

Mais
19.mar.2013 - Ativista do Greenpeace protesta durante audiência na Câmara Municipal de São Paulo contra a proposta da prefeitura de reembolsar a taxa de R$ 47,44 aos motoristas aprovados na inspeção veicular. Na visão da ONG ambientalista, se o projeto for aprovado, seu custo anual de até R$ 180 milhões aos cofres públicos passa a ser revertido para motoristas em vez de ser usado no transporte público Paulo Pereira/Greenpeace

Mais
11.mar.2013 - Imagem cedida pelo Greenpeace mostra ativista participando de protesto silencioso em Johannesburgo, África do Sul, em memória ao segundo aniversário da catástrofe em Fukushima, Japão. A região foi atingida por um terremoto e tsunami que assolaram o noroeste do Japão, deixando mais de 18.500 mortos e desaparecidos Shayne Robinson/Greenpeace/EFE

Mais
10.mar.2013 - Na Romênia, ativista do Greenpeace acende vela em homenagem às vítimas do terremoto seguido de tsunami em Fukushima, no Japão. O dia 11 de março marca o aniversário do desastre que ocorreu em 2011 e matou milhares de pessoas Bogdan Cristel/Reuters

Mais
24.jan.2013 - O braço suíço do Greenpeace divulgou que o banco norte-americano Goldman Sachs e a companhia anglo-holandesa Shell ganharam o "Prêmio da Vergonha" de 2013, por "atentar contra os direitos humanos" e "cometer delitos contra o meio ambiente particularmente graves". A entrega coincidiu com o Fórum Econômico Mundial, que ocorre na estação alpina de Davos, na Suíça, nesta semana Jean-Christophe Bott/EFE

Mais
24.dez.2012- Devido ao derretimento do Ártico, Papai Noel terá que se mudar do polo Norte. Esta é a nova campanha do Greenpeace, que faz parte do "Salve o Ártico". Agora com o 'Santa Relocation Project', a ONG ambientalista quer chamar a atenção para problema que pode levar ao desaparecimento da região no verão. Divulgação/Greenpeace

Mais
24.dez.2012- Devido ao derretimento do Ártico, Papai Noel terá que se mudar do polo Norte. Esta é a nova campanha do Greenpeace, que faz parte do "Salve o Ártico". Agora com o 'Santa Relocation Project', a ONG ambientalista quer chamar a atenção para problema que pode levar ao desaparecimento da região no verão. Divulgação/Greenpeace

Mais
18.dez.2012 - Pescadores e ativistas do Greenpeace fazem protesto em frente ao pédio do Conselho Europeu, em Bruxelas, na Bélgica, onde minstros da Pesca de vários países da Europa irão se reunir Georges Gobet/AFP

Mais
4.dez.2012 - Ativistas do Greenpeace realizam um protesto durante a nona sessão da Comissão Pesqueira do Pacífico Central e Ocidental, realizada em Manila, Filipinas, nesta terça-feira (4). Os manifestantes pedem o banimento da pesca com Fads, grandes iscas artificiais que atraem peixes de alta profundidade, como espécies de atuns como albacora-bandolim e albacora-laje, supostamente ameaçadas em detrimento da pesca por captura Jay Directo/AFP

Mais
29.nov.2012 - Ativistas do meio ambiente do grupo Greenpeace usando recortes de papelão em forma de atum realizam um protesto em frente à embaixada da Coréia do Sul em Manila Noel Celis/AFP

Mais
7.nov.2012 - Militantes do Greenpeace (de amarelo) protestam em frente a sede da União Europeia nesta quarta-feira (7), em Bruxelas, na Bélgica. Eles se manifestaram contra o cultivo de sementes geneticamente modificadas Virginia Mayo/AP

Mais
30.out.2012 - Ativistas do Greenpeace se fantasiam de peixes em protesto contra nova lei de pesca, em Valparaiso, no Chile Eliseo Fernandez/Reuters

Mais
30.out.2012 - A roupa impermeável para a prática de esportes ou atividades ao ar livre possui muitos produtos químicos potencialmente perigosos, segundo denúncia do Greenpeace. A organização fez um teste com "14 peças de roupas para mulheres e crianças" de marcas esportivas conhecidas e constatou a presença de "compostos perfluorados e outros produtos tóxicos" Getty Images

Mais
17.out.2012 - Ativistas do Greenpeace mergulham a 20 metros de profundidade na costa das ilhas Andaman e Nicobar, na Índia, para pedir melhor proteção aos oceanos. O país é sede da COP11, conferência da ONU (Organização das Nações Unidas) que tenta estabelecer metas para a conservação da biodiversidade do planeta. Relatório divulgado nesta quarta-feira (17), durante evento, acrescentou 400 seres vivos em lista das espécies mais ameaçadas do planeta Greenpeace/Efe

Mais
17.out.2012 - Ativistas da ONG Greenpeace protestam no fundo do mar pela proteção dos oceanos da Índia, nos arredores das ilhas Andamão e Nicobar, às vésperas do início da COP-11, a Conferência sobre Biodiversidade da ONU Divulgação/Efe

Mais
16.out.2012 - No Dia Mundial da Alimentação, ativistas do Greenpeace estendem banner gigante durante protesto no prédio da Monsanto, na Cidade do México, no México. No banner está escrito "por um milho livre de transgênicos" Tomas Bravo/Reuters

Mais
16.out.2012 - Fantasiados de tigres, membros do Greenpeace protestam na entrada da 11ª Conferência das Partes da Convenção sobre Diversidade Biológica, a COP11, que acontece em em Hyderabad, na Índia, até o próximo dia 19. O evento reúne 15 mil delegações de cerca de 185 países para debater metas e estratégias para garantir a conservação da biodiversidade no planeta Noah Seelam/AFP

Mais
Greenpeace protesta com faixa no estande da Volkswagen no Salão de Paris Claudio Luis de Souza/UOL

Mais
27.set.2012 - Fantasiados de zumbis, ativistas do grupo ambientalista Greenpeace protestam contra a poluição de rios em Quezon, Manila (Filipinas) Rolex de la Peña/Efe

Mais
19.set.2012 - Bandeiras dos 193 países que integram a ONU são colocadas na neve em frente navio Sunrise, do Greenpeace Danile Beltra/EFE

Mais
14.set.2012 - Ativistas do Greenpeace usaram um urso polar empalhado nesta sexta-feira (14), como forma de protesto contra a perfuração no mar Ártico, em um posto de gasolina na cidade de Breukelen, na Holanda Marcel Antonisse/ANP/AFP

Mais
06.set.2012 - Ativista do Greenpeace é detido por protestar em frente à sede da empresa Gazprom, em Moscou, na Rússia, contra a iniciativa da empresa petrolífera de explorar o Ártico, local onde a extração de petróleo e a pesca são proibidas AP

Mais
5.set.2012 - Um ativista do Greenpeace vestido de urso polar é preso pela polícia russa durante protesto realizado em frente à sede da petrolífera Gazprom em Moscou, na Rússia. Ambientalistas russos e internacionais são contra os planos da empresa de atuar no Ártico Misha Japaridze/AP

Mais
28.ago.2012 - Ativista do Greenpeace se fantasia de urso polar em praça de Stuttgart, na Alemanha, nesta terça-feira (28). A organização iniciou campanha mundial em alerta para o degelo recorde do Ártico. A região, segundo cientistas da Nasa (agência espacial norte-americana), já perdeu mais gelo marinho neste ano do que em qualquer outro período desde que registros por satélite começaram a ser feitos em 1979 Marijan Murat/EFE

Mais
24.ago.2012 - Ativistas do Greenpeace invadiram a gigante plataforma flutuante da Gazprom nesta sexta-feira (24), em Prirazlomnaya, na costa norte-oriental russa, no Mar Pechora. O ato é em protesto contra a exploração de petróleo no Ártico Denis Sinyakov/Greenpeace/AP

Mais
20.ago.2012 - Ativista do Greenpeace se fantasia de urso polar na praça Zócalo, na Cidade do México, em protesto contra a perfuração do Ártico. A busca por petróleo, alerta a organização, traz sérios riscos para a diminuição das calotas de gelo e para as espécies que vivem no polo Diego Uriarte/Greenpeace/EFE

Mais
19.jul.2012 - Ativistas do Greenpeace seguram bandeira "Shell Stop" ao lado de outro manifestante vestido de urso polar durante protesto na sede da Companhia Shell em Colombes, França. O protesto foi organizado para exigir que as empresas petrolíferas interromper seus planos de exploração no Ártico Nicolas Chauveau / Greenpeace / Reuters

Mais
17.jul.2012 - Ativista do Greenpeace se vestiu de urso polar durante protesto realizado em frente ao escritório da companhia de petróleo Shell na Cidade do México (México). Os manifestantes exigiam o fim da perfuração de petróleo no Ártico Sashenka Gutierrez/EFE

Mais
17.jul.2012 - Ativistas do Greenpeace vestidos como ursos polares mortos bloquearam um posto de gasolina Shell em Buenos Aires, na Argentina. Os manifestantes exigem que as empresas petrolíferas interrompam seus planos de exploração no Ártico Enrique Marcarian/Reuters

Mais
Urso é preso em protesto do Greenpeace no Reino Unido Divulgação

Mais
16.jul.2012 - Ativistas do Greenpeace fazem manifestação nesta segunda-feira (16) contra a pesca predatória e poluição dos mares na praça dos Herois, em Budapeste Attila Kisbenedek/AFP

Mais
13.jul.2012 - Ativista do Greenpeace sobe em mastro de bandeira da Shell em Haia, na Holanda, nesta sexta-feira (13). A ONG fez um protesto contra um projeto da empresa de prospectar petróleo no Ártico Evert-Jan Daniels/AFP

Mais
1.jul.2012 - Uma baleia inflável foi levada pelo Greenpeace à cidade do Panamá neste domingo (1), para pedir a criação de um santuário de espécies no Atlântico Sul. A capital panamenha recebe esta semana o encontro anual da Comissão Internacional da Baleia, organização internacional que regula as atividades econômicas ligadas à caça de baleias Carlos Jasso/Reuters

Mais
21.jun.2012 - Balão inflável gigante de urso polar é lançado pelo Greenpeace nos céus do Rio em campanha pelo Ártico EFE/Marizilda Cruppe/Greenpeace

Mais
21.jun.2012 - Na Praça Vermelha, em Moscou, ativista do Greenpeace se fantasia de urso para chamar atenção para preservação de santuário no Ártico Denis Sinyakov/Reuters

Mais
21.jun.2012 - Ativista do Greenpeace se veste de Coronel Sanders, fundador da rede de restaurantes fast-food KFC, em protesto contra o desmatamento em frente a um dos restaurantes da franquia em Jacarta, na Indonésia Mast Irham/EFE

Mais
mar.2012 - Ativistas do Greenpeace fazem protesto no rio Santiago, no México, poluído por substâncias tóxicas despejadas por empresas da região Reuters/Alejandro Acosta

Mais
7.jun.2012 - Ativistas do Greenpeace cobertos com tinta preta fazem dança tribal em frente ao Banco Asiático de Desenvolvimento na Cidade de Mandaluyong, nas Filipinas, como protesto simbólico contra os programas de energia carbonífera Rolex Dela Pena/EFE

Mais
2.mai.2012 - Em protesto realizado em Manila, nas Filipinas, ativistas do Greenpeace pedem que a lanchonete KFC (Kentucky Fried Chicken) não contribua com o desmatamento na Indonésia, habitat natural do tigre-de-sumatra Jay Directo/AFP

Mais
2.jun.2-12 - Fantasiados de tigres, ativistas do Greenpeace protestam na frente da lanchonete KFC (Kentucky Fried Chicken), em Manila, nas Filipinas, contra o desmatamento Jay Directo/AFP

Mais
2.mai.2012 - Ativista do Greenpeace exibe cartaz e pede que a lanchonete KFC (Kentucky Fried Chicken) não contribua com o desmatamento na Indonésia, habitat natural do tigre-de-sumatra, durante protesto realizado em Manila, nas Filipinas Jay Directo/AFP

Mais
2.mai.2012 - Ativistas do Greenpeace se reunem em frente da KFC (Kentucky Fried Chicken), em Manila, nas Filipinas, para pedir que a lanchonete não contribua com o desmatamento na Indonésia, habitat natural do tigre-de-sumatra Jay Directo/AFP

Mais
2.mai.2012 - Ativistas do Greenpeace se vestem de tigre durante protesto realizado na frente da lanchonete KFC (Kentucky Fried Chicken), em Manila, nas Filipinas, contra o desmatamento. Francis R. Malasig/EFE

Mais
2.mai.2012 - Em protesto realizado em Manila, nas Filipinas, ativistas do Greenpeace pedem que a lanchonete KFC (Kentucky Fried Chicken) não contribua com o desmatamento na Indonésia, habitat natural do tigre-de-sumatra Francis R. Malasig/EFE

Mais
31.mai.2011 - Embarcação do Greenpeace é visto ao lado do navio Clipper Hope, que foi impedido de ser abastecido com toneladas de ferro, durante protesto realizado no porto de Itaqui, em São Luiz, no Maranhão. A organização é contra a produção de ferro no país, que, segundo ela, tem deixado um rastro de desmatamento, além de praticar o trabalho análogo ao escravo e ameaçar povos indígenas Rodrigo Paiva/Greenpeace

Mais
31.mai.2011 - Ativistas do Greenpeace voltaram a protestar nas proximidades do porto de Itaqui, em São Luiz, no Maranhão, contra a produção de ferro, que, segundo ela, tem deixado um rastro de desmatamento, além de praticar o trabalho análogo ao escravo e ameaçar povos indígenas Rodrigo Paiva/Greenpeace

Mais
31.mai.2011 - Ativistas do Greenpeace voltaram a protestar em São Luiz, no Maranhão, com a ocupação de um guindaste do porto de Itaqui para evitar o abastecimento do navio Clipper Hope com toneladas de ferro. A organização é contra o veto apenas parcial do Código Florestal e contra a produção de ferro, que, segundo ela, tem deixado um rastro de desmatamento, além de praticar o trabalho análogo ao escravo e ameaçar povos indígenas Rodrigo Paiva/Greenpeace

Mais
25.abril.2012 - Ativistas do Greenpeace levam balão gigante com a palavra "iClean" para dentro de uma loja da Apple em Hong Kong como forma de protesto. A ação faz parte de uma campanha da entidade chamada "Clean our Cloud" (Limpe nossa nuvem, em tradução literal) para que as empresas passem a utilizar energia renovável em seus data centers em vez de fontes baseadas em carvão Tyrone Siu/Reuters

Mais
25.abril.2012 - Ativistas do Greenpeace levam balão gigante com a palavra "iClean" para dentro de uma loja da Apple em Hong Kong como forma de protesto. A ação faz parte de uma campanha da entidade chamada "Clean our Cloud" (Limpe nossa nuvem, em tradução literal) para que as empresas passem a utilizar energia renovável em seus data centers em vez de fontes baseadas em carvão Tyrone Siu/Reuters

Mais
26.mai.2012 - Ativistas do Greenpeace ocupam guindastes e estendem faixa em cima de uma pilha de minério de ferro no Porto de Itaqui, em São Luiz do Maranhão (MA). Segundo a entidade, o protesto foi realizado como forma de criticar o veto apenas parcial do novo Código Florestal pelo governo Marizilda Cruppe/EVE

Mais
26.mai.2012 - Ativistas do Greenpeace ocupam guindastes do Porto de Itaqui, em São Luiz do Maranhão (MA). Segundo a entidade, o protesto foi realizado como forma de criticar o veto apenas parcial do novo Código Florestal pelo governo Marizilda Cruppe/EVE

Mais
26.mai.2012 - O navio Rainbow Warrior do Greenpreace, atraca ao lado do Clipper Hope que está ancorado no porto de Itaqui, em São Luiz do Maranhão. Segundo a entidade, o protesto foi realizado como forma de criticar o veto apenas parcial do novo Código Florestal pelo governo Marizilda Cruppe/EVE

Mais
Manifestantes do Greenpeace voltaram a bloquear, na manhã deste sábado (26) o navio Clipper Hope, que pretende fazer um carregamento de 31 mil toneladas de ferro-gusa no porto de Itaqui, em São Luís. Os ativistas já haviam bloqueado a embarcação durante dez dias, em protesto que acabou na última quinta-feira (24) Divulgação/Greenpeace

Mais
24.mai.2012 - Homem vestido de Dilma Rousseff participa de protesto do Greenpeace para pedir que a presidente vete o Código Florestal, em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília Ueslei Marcelio/Reuters

Mais
Protesto do Greenpeace no Maranhão menciona Rio+20 Greenpeace/Gilvan Barreto

Mais
Protesto do Greenpeace no Maranhão menciona Rio+20 Greenpeace/Gilvan Barreto

Mais
Protesto do Greenpeace no Maranhão menciona Rio+20 Greenpeace/Gilvan Barreto

Mais
Protesto do Greenpeace no Maranhão menciona Rio+20 Greenpeace/Gilvan Barreto

Mais
Protesto do Greenpeace no Maranhão menciona Rio+20 Greenpeace/Gilvan Barreto

Mais
21.mai.2012 - A atriz norte-americana Q?orianka Kilcher se juntou aos ativistas do Greenpeace no Maranhão. Os manifestantes se mantém pendurados, em revezamento, na corrente da âncora do navio para evitar que ele atraque no porto de Itaqui Rodrigo Paiva/Greepeace

Mais
21.mai.2012 - A atriz norte-americana Q'orianka Kilcher (dir.), que interpretou a personagem Pocahontas no filme "O Novo Mundo" (2005), se juntou aos ativistas do Greenpeace no protesto que há uma semana impede um navio cargueiro de embarcar ferro gusa no porto de Itaqui, no Maranhão Marizilda Cruppe/Greenpeace

Mais
21.mai.2012 - A atriz norte-americana Q?orianka Kilcher se juntou aos ativistas do Greenpeace no protesto que há uma semana impede um navio cargueiro de embarcar ferro gusa no porto de Itaqui, no Maranhão Marizilda Cruppe/Greenpeace

Mais
16.mai.2012 - Protesto do Greenpeace está impedindo o navio Clipper Hope de ser carregado com ferro gusa na baía de São Marcos, próximo ao porto do Itaqui, em São Luís (MA) Greenpeace/Ismar Ingber/Tyba

Mais
16.mai.2012 - Protesto do Greenpeace está impedindo o navio Clipper Hope de ser carregado com ferro gusa na baía de São Marcos, próximo ao porto do Itaqui, em São Luís (MA) Greenpeace/Ismar Ingber/Tyba

Mais
16.mai.2012 - Protesto do Greenpeace está impedindo o navio Clipper Hope de ser carregado com ferro gusa na baía de São Marcos, próximo ao porto do Itaqui, em São Luís (MA) Greenpeace/Ismar Ingber/Tyba

Mais
16.mai.2012 - Protesto do Greenpeace está impedindo o navio Clipper Hope de ser carregado com ferro gusa na baía de São Marcos, próximo ao porto do Itaqui, em São Luís (MA) Greenpeace/Ismar Ingber/Tyba

Mais
16.mai.2012 - Protesto do Greenpeace está impedindo o navio Clipper Hope de ser carregado com ferro gusa na baía de São Marcos, próximo ao porto do Itaqui, em São Luís (MA) Greenpeace/Ismar Ingber/Tyba

Mais
14.mai.2012 - Greenpeace denuncia extração ilegal de madeira e uso de trabalho análogo ao escravo, em carvoarias irregulares, no Maranhão e no Pará Marizilda Cruppe e Rodrigo Baleia/Greenpeace

Mais
14.mai.2012 - Greenpeace denuncia extração ilegal de madeira e uso de trabalho análogo ao escravo, em carvoarias irregulares, no Maranhão e no Pará Marizilda Cruppe e Rodrigo Baleia/Greenpeace

Mais
14.mai.2012 - Greenpeace denuncia extração ilegal de madeira e uso de trabalho análogo ao escravo, em carvoarias irregulares, no Maranhão e no Pará Marizilda Cruppe e Rodrigo Baleia/Greenpeace

Mais
14.mai.2012 - Greenpeace denuncia extração ilegal de madeira e uso de trabalho análogo ao escravo, em carvoarias irregulares, no Maranhão e no Pará Marizilda Cruppe e Rodrigo Baleia/Greenpeace

Mais
14.mai.2012 - Greenpeace denuncia extração ilegal de madeira e uso de trabalho análogo ao escravo, em carvoarias irregulares, no Maranhão e no Pará Marizilda Cruppe e Rodrigo Baleia/Greenpeace

Mais
14.mai.2012 - Greenpeace denuncia extração ilegal de madeira e uso de trabalho análogo ao escravo, em carvoarias irregulares, no Maranhão e no Pará Marizilda Cruppe e Rodrigo Baleia/Greenpeace

Mais
14.mai.2012 - Greenpeace denuncia extração ilegal de madeira e uso de trabalho análogo ao escravo, em carvoarias irregulares, no Maranhão e no Pará Marizilda Cruppe e Rodrigo Baleia/Greenpeace

Mais
14.mai.2012 - Greenpeace denuncia extração ilegal de madeira e uso de trabalho análogo ao escravo, em carvoarias irregulares, no Maranhão e no Pará Marizilda Cruppe e Rodrigo Baleia/Greenpeace

Mais
14.mai.2012 - Greenpeace denuncia extração ilegal de madeira e uso de trabalho análogo ao escravo, em carvoarias irregulares, no Maranhão e no Pará Marizilda Cruppe e Rodrigo Baleia/Greenpeace

Mais
14.mai.2012 - Manifestantes do Greenpeace protestam contra o desmatamento, no Maranhão Marizilda Cruppe/Greenpeace

Mais
14.mai.2012 - Manifestantes do Greenpeace protestam contra o desmatamento, no Maranhão Marizilda Cruppe/Greenpeace

Mais
14.mai.2012 - Manifestantes do Greenpeace protestam contra o desmatamento, no Maranhão Marizilda Cruppe/Greenpeace

Mais
14.mai.2012 - Manifestantes do Greenpeace protestam contra o desmatamento, no Maranhão Marizilda Cruppe/Greenpeace

Mais
10.mai.2012 - Ativistas do Greenpeace fazem protesto no topo de estação de petróleo da Shell, em Praga, na República Tcheca, contra o uso de um quebra-gelo para perfuração no norte do Alasca (EUA) Michal Cizek/AFP

Mais
10.mai.2012 - Ativista do Greenpeace vestido de urso polar segura um cartaz em protesto contra a Shell realizado em Praga, na República Tcheca David W Cerny/ REUTERS

Mais
10.mai.2012 - Ativistas do Greenpeace penduram uma bandeira em uma estação de petróleo da Shell, em Praga, na República Tcheca. O Greenpeace protesta contra o uso de um quebra-gelo para perfuração no norte do Alasca (EUA) David W Cerny/ REUTERS

Mais
10.mai.2012 David W Cerny/ REUTERS

Mais
10.mai.2012 - Camiseta usada pelos ativistas do Greenpeace em protesto realizado em Praga, na República Tcheca David W Cerny/ REUTERS

Mais
10.mai.2012 - Ativistas do Greenpeace protestam contra contra o uso de um quebra-gelo para perfuração no norte do Alasca (EUA), em Praga, capital da República Tcheca Michal Cizek/AFP

Mais
10.mai.2012 - Ativistas do Greenpeace vestem roupa de urso polar e seguram uma faixa escrito "Salve o Ártico" no topo de uma estação de petróleo da Shell, em Praga, na República Tcheca Michal Cizek/AFP

Mais
10.mai.2012 - Ativistas do Greenpeace penduram uma bandeira em uma estação de petróleo da Shell, em Praga, na República Tcheca David W Cerny/ REUTERS

Mais
04.mai.2012 - Ativistas do Greenpeace protestam perto do quebra-gelo finlandês Nordica, que foi fretado pela Shell, no Mar Báltico; eles protestam contra a perfuração Ártico, no norte do Alasca Doerthe Hagenguth/Greenpeace/Reuters

Mais
3.mai.2012 - Manifestantes do Greenpeace seguram uma faixa onde se lê "Não à construção de nova central nuclear na Finlândia", na entrada do encontro anual da gigante alemã E.ON AG em Essen, na Alemanha, nesta quinta-feira (3) Ina Fassbender /Reuters

Mais
Dois militantes do Greenpeace foram detidos nesta quarta-feira (2) depois que um deles sobrevoou e entrou com um parapente motorizado na central nuclear francesa de Bugey (centro-leste), quatro dias antes do segundo turno da eleição presidencial francesas Lagazeta/AP

Mais
Ativistas do Greenpeace engatinham em Jacarta, na Indonésia, para pedir que o governo proteja os tigres-de-sumatra Tatan Syuflana/AP

Mais
Ativistas do Greenpeace vestidos de árvores protestam contra o desmatamento da Amazônia, em Durban, na África do Sul, durante a COP-17 John Robinson, Greenpeace/AP

Mais
Ativistas do Greenpeace fantasiados de baleias fazem manifestação contra a exploração de gás e petróleo na região de Abrolhos Felipe Dana/AP

Mais
Cerca de 40 ativistas do Greenpeace tiram a camisa, em Bancoc, na Tailândia, para protestar contra substâncias químicas supostamente usadas pelas marcas Adidas e Nike Sakchai Lalit/AP

Mais
Greenpeace Volkswagen Reprodução

Mais
Na Indonésia, anúncio contra desmatamento mostra "rompimento" entre Ken e Barbie Greenpeace/Reuters

Mais
Ativistas no Greenpeace escalam o navio petroleiro Leiv Eiriksson para impedir que ele parta da Turquia para explorar poços de petróleo Greenpeace/AP

Mais
Seguranças do Palácio do Planalto tentam desfazer protesto do Greenpeace Sergio Lima/Folhapress

Mais
Ativistas do Greenpeace seguram cartazes com a mensagem "carvão mata" ("coal kills") em Atenas, Grécia Louisa Gouliamak/ AFP

Mais
Ativistas do Greenpeace acorrentam-se a carro contra a pesca irrestrita do atum azul Gonzalo Fuentes/Reuters

Mais
Membros do Greenpeace protestam em Bruxelas contra o derramamento de petróleo no Golfo do México Thierry Roge/Reuters

Mais
Ativista do Greenpeace se prepara para coletar amostra da água contaminada em Morichida (Hungria) AFP

Mais
Com o corpo coberto por chocolate, ativistas do Greenpeace participam de protesto contra exploração do petróleo Laurent Cipiani/ AP

Mais
Greenpeace protesta em frente à sede da BP em São Paulo Desastre ambiental

Mais
Cientistas do Greenpeace investiga a vida marinha do Ártico em mais uma expedição ©Greenpeace/Nick Cobbing

Mais
Greenpeace divulga imagens de expedição no Ártico, onde foi fazer pesquisa © Nick Cobbing/Greenpeace

Mais
Ativistas do Greenpeace penduram bandeira de protesto gigante na lateral do edifício-sede do governo de Jacarta, na Indonésia Adek Berry/AFP

Mais
Protesto Greenpeace Romeo Ranoco/Reuters

Mais

Os protestos do Greenpeace

Mais álbuns de UOL Notícias x

Últimos álbuns de Notícias

UOL Cursos Online

Todos os cursos