AP

11 de Setembro

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.uol.com.br/album/2016/09/11/eua-relembram-atentados-de-11-de-setembro-15-anos-depois.htm
  • totalImagens: 12
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20160911114233
    • 11 de setembro [9369];
Fotos

11.set.2016 - O presidente dos EUA, Barack Obama, homenageia os mortos com uma coroa de flores em cerimônia que marca o 15º aniversário dos ataques de 11 de setembro, no Pentágono, em Washington. No local, Obama pontuou que a diversidade do país vencerá o medo do terrorismo. "Nossa diversidade, nossa herança multicultural, não é uma fraqueza. Ainda é e sempre será uma de nossas grandes forças", disse. Os atentados cometidos pela Al-Qaeda deixaram 2.753 mortos em Nova York, 184 no Pentágono e 40 na Pensilvânia Joshua Roberts/Reuters Mais

11.set.2016 - Membros da Polícia de Seattle marcham em Nova York dentro da cerimônia que marca o 15º aniversário dos ataques terroristas de 11 de setembro nos Estados Unidos. Os atentados cometidos pela Al-Qaeda deixaram 2.753 mortos em Nova York, 184 no Pentágono e 40 na Pensilvânia Brendan McDermi/Reuters Mais

11.set.2016 - O candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, compareceu à cerimônia ao lado de policiais e de parentes das vítimas no 'Marco Zero', em Nova York, que marca o 15º aniversário dos atentados de 11 de setembro de 2001. No "Marco Zero", onde haviam as Torres Gêmeas derrubadas pelos terroristas, agora existem um museu e um memorial Brendan McDermid/Reuters Mais

11.set.2016 - A candidata democrata à Casa Branca, Hillary Clinton, compareceu à cerimônia ao lado de policiais e de parentes das vítimas no 'Marco Zero', em Nova York, que marca o 15º aniversário dos atentados de 11 de setembro de 2001. No "Marco Zero", onde haviam as Torres Gêmeas derrubadas pelos terroristas, agora existem um museu e um memorial Andrew Harnik/AP Mais

11.set.2016 - Familiares fazem homenagens aos mortos nos ataques terroristas de 2001 durante cerimônia que marca o 15º aniversário dos atentados de 11 de setembro nos Estados Unidos, em Nova York. Um minuto de silêncio aconteceu às 8h46 (9h46 de Brasília), momento em que o primeiro avião de passageiros sequestrado atingiu a Torre Norte do World Trade Center Mary Altaffer/AP Mais

11.set.2016 - Soldados dos Estados Unidos hasteiam bandeira do país durante cerimônia que relembra o 15º ano dos ataques terroristas de 11 de setembro, em Cabul, no Afeganistão. Os atentados cometidos pela Al-Qaeda deixaram 2.753 mortos em Nova York, 184 no Pentágono e 40 na Pensilvânia Omar Sobhani/Reuters Mais

11.set.2016 - Familiar de policial morto nos ataques terroristas de 2001 participa da cerimônia que marca o 15º aniversário dos atentados de 11 de setembro nos Estados Unidos, em Nova York Brendan McDermid/Reuters Mais

11.set.2016 - Mulher presta homenagem a familiar mortos nos ataques terroristas de 2001 durante cerimônia que marca o 15º aniversário dos atentados de 11 de setembro nos Estados Unidos, em Nova York. Um minuto de silêncio aconteceu às 8h46 (9h46 de Brasília), momento em que o primeiro avião de passageiros sequestrado atingiu a Torre Norte do World Trade Center Mary Altaffer/AP Mais

11.set.2016 - Mulheres correm na região do "Marco Zero", em Nova York, na manhã do 15º aniversário dos ataques terroristas de 11 de setembro nos Estados Unidos, que deixou quase 3.000 mortos Andrew Kelly/Reuters Mais

11.set.2016 - Homem coloca flor no monumento onde estão gravados os nomes das vítimas dos ataques de 11 de setembro de 2001, no 15º aniversário dos ataques de Nova York, Virgínia e Pensilvânia Ronen Zvulun/Reuters Mais

11.set.2016 - Depois de respeitar um minuto de silêncio na Casa Branca às 8h46 (9h46 de Brasília), hora em que o primeiro avião atingiu as Torres Gêmeas em Nova York, o presidente dos EUA, Barack Obama, participou de uma homenagem às vítimas dos atentados de 11 de setembro no Pentágono, que também foi atingido 15 anos atrás Nicholas Kamm/AFP Mais

11.set.2016 - A candidata democrata à Presidência dos EUA, Hillary Clinton, deixou a cerimônia em homenagem ao 11 de Setembro mais cedo, após passar mal por causa do calor. Ela foi para a casa da filha, Chelsea. Assessores depois disseram que ela estava bem. Justin Sullivan/Getty Images/AFP Mais

EUA relembram atentados de 11 de setembro 15 anos depois

Últimos álbuns de Notícias

UOL Cursos Online

Todos os cursos