Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.uol.com.br/album/2018/04/26/relembre-a-trajetoria-do-grupo-separatista-basco-eta-ao-longo-dos-anos.htm
  • totalImagens: 11
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20180426185054
    • Notícias [35976];
Fotos

20.dez.1973 - Primeiro atentado do ETA em Madri matou o presidente do governo de Franco, o almirante Luis Carrero Blanco, em uma explosão que atingiu seu carro. Desde 1968, o grupo atuava em outras áreas do país. EFE Mais

Em 1980, o ano mais violento do ETA, seis guardas civis morrem metralhados pelo grupo enquanto escoltavam um furgão com armamento pesado na cidade de Lequeitio EFE Mais

12.jul.1997 - Após 48h de sequestro, o ETA atirou duas vezes na nuca do conselheiro basco Miguel Ángel Blanco (Partido Popular), de 29 anos, que morreu na manhã seguinte EFE/Imagem de TV Mais

Após morte do político, milhões de pessoas se reuniram em protesto na praça Colón Vista e na avenida Paseo de Recoletos, em Madri EFE/Jetxu Mais

30.dez.2006 - ETA realizou atentado no aeroporto de Madrid que deixou dois mortos e 19 feridos, colocando fim a uma trégua iniciada em março de 2006. Em 1998, o grupo havia dado uma trégua de 14 meses, mas as negociações com o Partido Popular fracassaram. Víctor Lerena/EFE Mais

Em 2009, Garikoitz Aspiazu, "Txeroki", o chefe militar do ETA, foi preso na Espanha após ser entregue por autoridades francesas EFE Mais

Em 2009, aconteceu o último atentado do ETA em solo espanhol, em Palma de Mallorca. Dois policiais espanhóis morreram Montserrat T. Díez/EFE Mais

08.abril.2017 - ETA anuncia seu "desarmamento total" e entrega à justiça francesa uma lista com seus esconderijos de armas Guillaume Horcajuelo/EFE Mais

20.out.2011 - ETA anuncia "o cessar definitivo de sua atividade armada" e pede o diálogo com Paris e Madri Javier Etxezarreta/EFE Mais

14.jul.2012 - ETA diz estar disposto a negociar com a Espanha e com a França a sua "dissolução" Javier Etxezarreta/EFE Mais

21.abril.2018 - Milhares de pessoas protestam pelo direito de os militantes do ETA serem presos perto de sua região de origem. Na véspera, o grupo pediu perdão publicamente às vítimas do conflito armado Alvaro Barrientos/AP Mais

Relembre a trajetória do grupo separatista basco ETA

Últimos álbuns de Notícias

UOL Cursos Online

Todos os cursos