UOL Notícias Fotos

Dilma Rousseff - Trajetória em imagens

Dilma Rousseff - Trajetória em imagens

11/02/2010

Informações sobre o álbums
  • editoria:Geral
  • galeria: Dilma Rousseff - Trajetória em imagens
  • link: http://noticias.uol.com.br/album/dilmaesp_album.jhtm
  • totalImagens: 50
  • fotoInicial: 41
  • imagePath: http://n.i.uol.com.br/ultnot/album/
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20111214131315
Fotos
<b>10.out.1988</b> - Dilma Rousseff, nascida em Belo Horizonte (MG) no dia 14 de dezembro de 1947, exerceu seu primeiro cargo Executivo como secretária municipal da Fazenda em Porto Alegre (RS), na gestão de Alceu Collares Olderige Zardo/Agência RBS Mais
<b>01.nov.2002</b> - Dilma, já como secretária de Energia, Minas e Comunicações do Rio Grande do Sul, é indicada para integrar a equipe de transição do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT); a economista foi uma entre centenas de ex-pedetistas que deixaram o partido de Leonel Brizola e se filiaram ao PT em março de 2001 Antonio Pacheco/Zero Hora Mais
<b>20.dez.2002</b> - Dilma entre os novos ministros e secretário anunciados pelo presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva, em São Paulo (SP); da esquerda para direita: Jaques Wagner (Trabalho), Lula, Cristovam Buarque (Educação), Humberto Costa (Saúde) e o secretário do Direitos Humanos, Nilmário Miranda Luiz Carlos Murauskas/Folha Imagem Mais
<b>02.jan.2003</b> - Nova ministra de Minas e Energia, Dilma Rousseff chora durante seu discurso de posse em Brasília Ormuzd Alves/Folha Imagem Mais
<b>14.jan.2003</b> - Ao lado de Luis Pinguelli Rosa, que tomou posse como presidente da Eletrobrás na sede da Firjan (Federação das Indústrias do Rio de Janeiro), Dilma disse que grande parte das funções do setor elétrico, como planejamento e operação, teriam que ser "reconstruídas" Marco Antônio Rezende/Folha Imagem Mais
<b>31.03.2003</b> - Em cerimônia da primeira embarcação do tipo AHTS (Ancor Handling Tug/Supply vessel), nunca feita antes pela indústria naval nacional, batizada de Geonisio Barroso, no estaleiro Sfels Setal, antigo Verolme, em Angra dos Reis (RJ), Dilma afirmou que "o governo não pretende fazer um Proer para o setor elétrico", como forma de sanar os problemas financeiros que algumas distribuidoras de energia atravessam Marco Antônio Rezende/Folha Imagem Mais
<b>01.07.2003</b> - Dilma Rousseff (Minas e Energia) conversa com o presidente Lula durante cerimônia de lançamento do edital do primeiro leilão de linhas de transmissão de energia elétrica do governo, no Palácio do Planalto, em Brasília (DF); segundo a ministra, seriam construídas 11 linhas em oito Estados ao custo de R$ 1,8 bilhão, para "evitar um apagão" Alan Marques/Folha Imagem Mais
<b>11.11.2003</b> - Dilma durante lançamento do Programa Nacional de Universalização do Acesso e Uso da Energia Elétrica "Luz para Todos", no Palácio do Planalto, em Brasília; governo prometeu levar eletricidade a 12 milhões de brasileiros até 2008 Sérgio Lima/Folha Imagem Mais
<b>22.fev.2004</b> - No Carnaval do Rio de Janeiro, a ministra das Minas e Energia samba no camarote da escola Mangueira Ana Carolina Fernandes/Folha Imagem Mais
<b>09.jun.2004</b> - O presidente Lula conversa com a ministra de Minas e Energia em evento para a assinatura de contratos do programa Luz para Todos, em Brasília (DF); o programa havia sido lançado um ano antes, e o relançamento foi visto como eleitoreiro Alan Marques/Folha Imagem Mais
<b>25.11.2004</b> - Lula, o governador do Pará, Simão Jatene, e a ministra Dilma Rousseff visitam a Barragem de Tucuruí, durante a cerimônia de entrega das obras de construção e instalação das turbinas 14, 15, 16 e 17 da eclusa; no evento, Lula cometeu uma gafe: comeu um bombom de cupuaçu e jogou o papel no chão durante o discurso de Dilma Luiz Carlos Murauskas/Folha Imagem Mais
<b>03.jan.2005</b> - A ministra de Minas e Energia, Dilma Rousseff, durante entrevista coletiva sobre o apagão ocorrido no Rio de Janeiro e Espírito Santo, atribui o ocorrido à falha humana Jamil Bittar/Reuters Mais
<b>16.jun.2005</b> - Em meio ao escândalo do mensalão, a ministra das Minas e Energia, Dilma Rousseff, concede entrevista em Ribeirão Preto (SP), onde visitou usinas de cana de açúcar para produção de energia alternativa; ela aceitou o convite de Lula para substituir José Dirceu na Casa Civil Joel Silva/Folha Imagem Mais
<b>21.jun.2005</b> - Após assumir a Casa Civil, Dilma discursa em sua posse, no Palácio do Planalto, em Brasília. Foi a primeira mudança de uma reforma ministerial movida por Lula depois que denúncias de mensalão aprofundaram a crise política Sérgio Lima/Folha Imagem Mais
<b>24.jun.2005</b> - Com um boneco do presidente Lula sobre sua mesa, Dilma, considerada "durona" e eficiente, avisou aos colegas ministros que não dá para ficar chorando falta de dinheiro e não usar o que está disponível Sérgio Lima/Folha Imagem Mais
Cópia de documento falso (carteira colegial) usado por Dilma Rousseff durante a ditadura militar em nome de Marina Guimarães Garcia; ela viveu na clandestinidade após o golpe de 1964 Reprodução Mais
<b>12.set.2005</b> - O governador de Minas Gerais, Aécio Neves, condecora a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) com a medalha Juscelino Kubistchek durante cerimônia em Diamantina (MG); ela rechaçou a interferência do governo na crise da Câmara (no caso, o afastamento do presidente da Casa, Severino Cavalcanti PP-PE) invocando a "independência dos Poderes" Omar Freire/Imprensa MG Mais
<b>21.dez.2005</b> - A ex-guerrilheira e então ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, fala sobre a transferência de documentos dos órgãos de investigação do regime militar da sede da Abin (Agência Brasileira de Inteligência) para o Arquivo Nacional de Brasília, no Palácio do Planalto, em Brasília Sérgio Lima/Folha Imagem Mais
<b>04.out.2006</b> - Dilma, já vista como pré-candidata à sucessão, concede entrevista coletiva após reunião com ministros em que discutiram apoio à campanha de reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no segundo turno, na casa do ministro Hélio Costa, em Brasília Lula Marques/Folha Imagem Mais
<b>19.out.2006</b> - Dilma ajuda a orientar o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato à reeleição pelo PT, junto com o publicitário João Santana e a assessora da Presidência Clara Ant, em intervalo do debate com Geraldo Alckmin, candidato do PSDB, nos estúdios do SBT, em São Paulo (SP) Marlene Bergamo/Folha Imagem Mais
<b>22.01.2007</b> - Dilma, o porta-voz e secretário de Imprensa da Presidência, André Singer, e o ministro da Fazenda, Guido Mantega, lançam o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), a grande aposta do segundo mandato de Lula, no Palácio do Planalto, em Brasília (DF), e a grande aposta da ministra para 2010 Lúcio Távora/Folha Imagem Mais
<b>06.mar.2007</b> - O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), e a ministra, que devem ser os dois grandes nomes na disputa à Presidência em 2010, se encontram na Granja do Torto, após reunião de Lula com governadores, em Brasília (DF); em entrevista, Dilma afirmou que a realização profissional não é tudo Sérgio Lima/Folha Imagem Mais
<b>10 ago.2007</b> - Dilma também já dividiu espaço com Marina Silva (à esq.), ministra do Meio Ambiente e que agora deve concorrer à sucessão de Lula, a entrevista era sobre o desmatamento da Amazônia, um dos temas centrais das campanhas para 2010 Jamil Bittar/Reuters Mais
<b>12.out.2007</b> - Os ministros Nelson Jobim, da Defesa, e Dilma Rousseff, da Casa Civil, chegam para visitar vigilância das fronteiras em São Gabriel da Cachoeira, Amazonas; eles evitaram comentar sobre o afastamento de Renan Calheiros (PMDB) da presidência do Senado Jorge Araújo/Folha Imagem Mais
<b>14.dez.2007</b> - Dilma se encontra com a governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), no Palácio Piratini, em Porto Alegre (RS), e afirma que quem sofreu com a derrubada da CPMF foram os usuários do SUS (Sistema Único de Saúde) Jefferson Botega/Zero Hora Mais
<b>06.fev.2008</b> - Dilma fala sobre gastos dos cartões de créditos corporativos ao lado de Franklin Martins (centro) e do general Jorge Félix, no Palácio do Planalto, em Brasília, uma das grandes polêmicas do segundo mandato de Lula Lula Marques/Folha Imagem Mais
<b>11.mar.2008</b> - Em sessão especial realizado no Senado em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, a ministra entrega o diploma "Mulher Cidadã Bertha Lutz" à Terezinha Zerbini, advogada e ex-companheira de cela da ministra no período da ditadura militar; ela se declara "mãe do PAC" e ouve apelo por 2010 Sergio Lima/Folha Imagem Mais
<b>01.abr.2008</b> - Ao lado do governador José Roberto Arruda (esq.), hoje envolvido em um escândalo de corrupção em seu Estado, a ministra Dilma Rousseff visita o Palácio do Buriti, já esvaziado, local onde Lula trabalharia durante a reforma do Planalto; partidos apontaram a ministra e sua assessora, Erenice Guerra, como responsáveis pela elaboração de dossiê sobre gastos do governo FHC Sérgio Lima/Folha Imagem Mais
<b>04.abr.2008</b> - Dilma exibe exemplar do jornal "Folha de S.Paulo" com reportagem sobre a montagem do dossiê com despesas do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em Brasília; ela levantou a possibilidade de "invasão" dos computadores do Palácio do Planalto Jamil Bittar/Reuters Mais
<b>09.abr.2008</b> - Após ter sido chamada de 'galinha cacarejadora' pelo senador Mão Santa (PMDB-PI), Dilma Rousseff recebe moção de desagravo de grupo de parlamentares; à dir., a senadora Roseana Sarney (PMDB) e a deputada Manuela D'Ávila (PCdoB); à esq., as senadoras petistas Serys Slhessarenko e Ideli Salvatti, em Brasília Antônio Cruz/ABr Mais
<b>12.jan.2009</b> - Dilma durante a abertura da feira Couromoda, em São Paulo (SP), em sua primeira aparição pública após procedimentos cirúrgicos no rosto, não confirmados pela assessoria de imprensa da Casa Civil Jorge Araújo/Folha Imagem Mais
<b>13.fev.2009</b> - Os petistas Antonio Palocci, Marta Suplicy e Dilma Rousseff em jantar oferecido pela ex-prefeita de São Paulo à ministra da Casa Civil, em São Paulo (SP); Dilma continuava a buscar apoio para disputar as eleições em 2010 Mastrangelo Reino/Folha Imagem Mais
Dilma Rousseff (terceira da esq. para a dir., na segunda fileira de cima para baixo), ministra da Casa Civil, aparece em documento atribuído ao arquivo do Dops com fotos de integrantes de diferentes organizações de esquerda; Dilma contestou a veracidade da ficha e comprovou que se tratava de documento forjado Reprodução Mais
<b>15.mai.2009</b> - Dilma Rousseff tenta se proteger do vento por causa da peruca, na base aérea de Brasília, durante a partida do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para Riade (Arábia Saudita); ela se recuperava de um linfoma e disse que não sentiu consequências físicas do tratamento Sérgio Lima/Folha Imagem Mais
<b>20.mai.2009</b> - Dilma Rousseff deixa hospital Sírio Libanês após 35 horas de internação; a ministra da Casa Civil afirmou que não reduziria atividades, admitiu que usava uma "peruquinha básica" e criticou uso político de sua doença Andre Penner/AP Mais
<b>25.jun.2009</b> - A ministra-chefe da Casa Civil deixa o hospital Sírio-Libanês após última sessão de quimioterapia para o tratamento contra um câncer linfático, em São Paulo (SP) João Wainer/Folha Imagem Mais
<b>14.out.2009</b> - O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, pescam às margens do rio São Francisco, em Buritizeiro (MG); quase sempre acompanhado pela ministra, Lula viaja pelo país e é acusado pela oposição de fazer campanha eleitoral antecipada Ricardo Stuckert/PR Mais
<b>09.nov.2009</b> - O governador do Estado de São Paulo, José Serra (PSDB), cumprimenta Dilma durante cerimônia de entrega do título de Presidente Emérito da Fiesp ao vice-presidente da República, José Alencar, em São Paulo (SP); de olho nas eleições, Serra sancionou lei de mudança climática em contraponto a Lula Rodrigo Paiva/Folha Imagem Mais
<b>21.dez.2009</b> - A ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) discursa durante apresentação de vídeo na cerimônia de lançamento do 3º Programa Nacional de Direitos Humanos e entrega do Prêmio Direitos Humanos 2009 no Palácio Itamaraty, em Brasília (DF). A ministra se emocionou na primeira aparição pública sem peruca desde que começou um tratamento contra um câncer no sistema linfático Alan Marques/Folha Imagem Mais
<b>29.jan.2010</b> - A ministra Dilma Rousseff (à esq.) durante gravação do programa Super Pop com a apresentadora Luciana Gimenez; em ano eleitoral, foi a pior média de ibope que o programa já registrou Marlene Bergamo/Folha Imagem Mais
<b>07.fev.2010</b> - Curada do câncer e em clima de eleição, Dilma participa do último dia do Encontro Nacional do PT Jovem, onde distribuiu autógrafos aos participantes; ela negou que seja candidata, mas o encontro foi visto como o primeiro ato de "campanha" da ministra à sucessão de Lula Sérgio Lima/Folha Imagem Mais
<b>16.out.2010</b> - Já durante a campanha do segundo turno das eleições presidenciais, Dilma Roussef, candidata do PT, fez carreata por Belo Horizonte (MG) ao lado do então presidente Lula e do vice José Alencar Roberto Stuckert Filho/Divulgação Mais
<b>17.out.2010</b> - A candidata Dilma Rousseff (PT) participa, com o também presidenciável José Serra (PSDB), de debate promovido pela RedeTV e pela Folha de S.Paulo Mais
<b>31.out.2010</b> - A presidente eleita, Dilma Rousseff, ao lado de seu vice, Michel Temer (esquerda), do presidente do PT, José Eduardo Dutra (segundo à direita), e do deputado Antonio Palocci (direita), durante ato no qual ela fez as primeiras declarações como presidente eleita no Hotel Naoum, em Brasília Folhapress Mais
<b>1º.jan.2011</b> - No parlatório, Lula entrega a faixa presidencial a Dilma Rousseff Flávio Florido/UOL Mais
<b>19.mar.2011</b> - A presidente Dilma Rousseff recebe o presidente americano Barack Obama no Palácio do Planalto, em Brasília Lula Marques/Folhapress Mais
<b>7.set.2011</b> - A presidente Dilma Rousseff assiste ao desfile cívico-militar de 7 de Setembro acompanhada do neto Gabriel e da filha Paula, na Esplanada dos Ministérios Roberto Jayme/UOL Mais
<b>21.set.2011</b>- Dilma Rousseff abre a Assembleia Geral da ONU. Em seu discurso, a presidente defendeu a entrada da Palestina como membro efetivo da ONU Shannon Stapleton/ Reuters Mais
<b>5.out.2011</b> - A presidente Dilma Rousseff passa em revista à guarda de honra durante cerimônia em Sófia, na Bulgária. Ela fez uma visita de dois dias ao país, onde nasceu seu pai, e se reuniu com o presidente búlgaro Gueorgui Parvanov para falar sobre oportunidade de negócios em energia Stoyan Nenov / Reuters Mais
<b>nov.1970</b> - Imagem divulgada em novembro de 2011 mostra a então guerrilheira Dilma Rousseff com 22 anos durante depoimento na sede da Auditoria Militar do Rio de Janeiro. Dilma era acusada de subversão contra o regime militar e foi presa em São Paulo. Imagem faz parte do livro "A vida quer é coragem", de Ricardo Amaral, que conta a vida da presidente AFP Mais

Últimos álbuns publicados

Hospedagem: UOL Host